História The big hero 6 e a Wondergirl - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Hero 6 (Operação Big Hero)
Personagens Alistair Krei, Baymax, Cass, Fred, Go Go Tomago, Hiro Hamada, Honey Lemon, Personagens Originais, Professor Robert Callaghan, Tadashi Hamada, Wasabi
Tags Alienígena, Operação Big Hero, Yahyel
Exibições 7
Palavras 377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem o atraso. Se quiser mesmo saber, me pergunte nos comentários.

Capítulo 18 - Bônus.



Eu e Steve estávamos tentando hackear algum sistema de comunicação da Terra para saber se eles nos aceitariam lá.

Nós entramos em um navegador chamado Tor. Lá, encontramos imagens horríveis. Humanos sendo decapitados, esfaqueados e muito mais. Senti ânsia de vômito.

Gwen saiu da sala, Provavelmente para vomitar.

— É, parece que não existe vida inteligente na Terra.— Steve disse. Ele saiu da sala de comando.

Fui até a minha casa , tirei o uniforme cinza que usava e tomei um banho longo. Depois, coloquei uma roupa leve. 

Fui até a sala de comando e me sentei numa cadeira. Eu a reclinei para que eu ficasse de frente para o universo.

Fiquei tanto tempo observando as estrelas que nem percebi que já estávamos em ⅛ da viagem.

Já se passaram oito anos depois da grande colisão. Oito anos morando nessa nave.

— 3 horas da manhã em unidades Volulianas.

Alguém bate na porta.

Era Steve. Ele segurava dois copos de café quente.

— Café?

— Sim.— Peguei o copo — Entre.

Ele entrou. Tomou um gole do café e se sentou.

— Acordado por causa do que viu hoje?

— Não exatamente. Essa era a hora em que meu tio chegava da estação, nós tomávamos café e ele me levava para a oficina. Eu o ajudava a construir alguns protótipos, ele me ensinava hipnose e me levava pra cama antes de dormir.

— Mas isso foi depois de...

— Nos mudarmos para a nave.

— Steve, quero que saiba que pode contar comigo. Você não precisa passar por isso tudo sozinho.— Coloquei a mão no ombro dele.

Ele sorriu.

— Obrigada, Ivy.

A cada segundo, ficávamos cada vez mais próximos.

Era como se ele tivesse um imã.

Gwen entrou.

—Ivy, achei que você estaria aqui, e...

Ela ficou paralisada.

— O que está acontecendo?

— Eu e o Steve estamos apenas checando a rota de viagem para Marte, não é, Steve?

— O quê? Ah! É sim. Apenas checando a rota. Apenas isso.

— Tudo bem, Já entendi. — Gwen saiu.

Steve me olhou maliciosamente.

— Apenas checando a rota, não é?

— O que eu diria a ela?

— Eu não sei. Talvez você dissesse que está gostando de um Essassani.

— Vá dormir, Steve Lillum.

— Terei os melhores sonhos.

— Vai logo! E trate de esquecer isso. Nossa relação é apena política.

— Eu esquecerei.

— Adeus, Solaris

— Adeus, Lillum.


Notas Finais


M A L I C I O S A M E N T E.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...