História The blonde beauty - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Garota conhece o Mundo (Girl Meets World)
Personagens Maya Hart, Personagens Originais, Riley Matthews
Tags Lucas Friar, Maya Hart, Riley Matthews, Zay Babineaux
Exibições 164
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ficaram curiosos? Espero que gostem, esse capítulo deu muito trabalho pensar na história. Ela é bem na bad!

Capítulo 5 - A Mentira


Lucas's vision

Depois que Maya terminou de falar tudo aquilo, fiquei sem reação. Eu sabia a história dela... mas nunca imaginei o quanto eu poderia ser importante nela.

Meu rosto ficou sem reação, e eu disse:

-Maya, eu... não tenho o que falar. Eu... não sei...

-Lucas, a culpa não é sua. Nunca foi. Eu me apego às coisas, pois não tenho nada. Daí você me diz "Mas Zay e Josh estão com você", bom, eu amo Josh... amo mesmo, mas, não sei, dá pra ver que ele gosta de mim, mas combinamos ainda não ficarmos juntos... Zay é uma pessoa maravilhosa, mas eu não o amo. Eu me apeguei à você, Lucas. Porque? Nem eu mesma sei. Você é tão perfeito. Qual seu defeito? Talvez seja por isso que eu faça brincadeiras com você, alguém precisa te rebaixar...

-Ei! Ninguém precisa me "rebaixar". -Falei, brincando. Mas notei que Maya não estava bem. Ela realmente estava gritando por ajuda. Gritando por Amor.

Irônico, não? A menina brincalhona ser tão triste. A garota confidente, aos nossos olhos, gritar por ajuda.

-Maya, eu não sei o que dizer. Quer dizer, é claro que tenho defeitos... mas nunca vou saber o quê é ter a vida que você teve.

-Hucleberry, você não precisa...

-Mas, Maya, cometemos um erro. Uma mentira. Eu queria te escolher, sempre quis...-a interrompi

-Lucas, não. Pare. Você ama Riley. Riley te ama, está tudo bem.- dessa vez, ela que me interrompeu

-Maya, NÃO! Eu nem sei como te falar isso. Não tenho ideia... você é tão livre... Mas, parece estranho, mas é você. Você me mandou escolher Riley, e te amo tanto que não consegui evitar...contrariar você.

O rosto de Maya ficou pálido. Cacete! Como alguém consegue ficar bonito até assim?

Ela não disse nada.

-Maya, no Texas... na fogueira. Aquilo significou algo pra você? 

Ela começou a chorar, sem conseguir falar nada. Minha reação foi abraçá-la. 

Maya's vision

O destino é tão engraçado. Lá estava eu, abraçando Lucas, após ambos nos declararmos. 

Era um abraço tão quente, me sentia tão segura nos braços do cowboy. Não queria que acabasse... até, pela janela, ver Riley. 

Gritei:

-FUDEU! 

-O... quê?-Ele falou, assustado

Mas, já era tarde. Riley nos viu juntos.

-Maya, o quê está acontecendo? -Essa é a Riley que eu conheço. Podia ver Lucas transando comigo na frente dela (o quê não estava acontecendo no momento), que ia se preocupar mais comigo, do que com ela.

-Riley, oi.- Falei enxugando as lágrimas

-Você está bem? Por quê está chorando? Lucas, ela tá bem? E por que Lucas está aqui? 

-Estou bem, longa história, pergunte pra ele, e, verdade, você apareceu e conversamos, mas por que está aqui?

-Eu sabia que Maya morava aqui, estava passando e vi Farkle saindo, então resolvi conversar com eles. Farkle teve que ir e eu fiquei.-mentiu. Como ele conseguia mentir tão bem?

Mas, eu não queria mentir pra Riley, e, ao mesmo tempo, queria protegê-la...

-Já que está tudo bem, quero ficar com Maya a sós...-Riley falou, carinhosamente.

-Claro, Riles.

Eles deram um carinhoso selinho e Lucas foi embora.

Lucas estava mentindo pra ele mesmo, pra mim ou pra Riles? Nem sabia se podia confiar nele mais.

-MAYA, VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR!!!!!!!!

Ela parecia tão feliz, fiquei feliz por ela. 

-Fala, Riles. 

-Eu não sou mais virgem.

Eu quis rir, mas ela falava sério.

-Lucas e você... sabe, transaram?

-Sim, hoje... bom, era libertador, e, foi fofo... eu acho. Estou tão nervosa. Saiu sangue de mim...

-É, pedacinho de algodão, parece que você cresceu...

-Estou tão feliz! 

-Eu sei, Riles... eu sei! -Forcei um sorriso, que pareceu bom para Riles. 

Eu estava no chão, mas ela estava feliz. 

Farkle's vision

Vi Lucas saindo da casa de Maya, e quis conversar com ele.

-Vocês conversaram, sobre... você sabe?

-Sim. Maya gosta de mim. Uau. Maya gosta de mim.

-É um "uau" bom ou ruim?

-Eu gosto de Maya. -não sei se ele parecia surpreso ou como se estivesse acabado de descobrir um mistério fácil e estivesse muito feliz.-EU GOSTO DE MAYA HART! 

-Ok, garoto do Texas, temos muito o que conversar agora. 

-Temos. E eu tenho muito o quê desmentir com Riley.

 

 


Notas Finais


E aí, gostaram do capítulo? Ele será muito importante pro decorrer da história, vocês vão ver!
Quero uma opinião: o quê acham de ter a visão do Cory? Eu acho que seria interessante, que vamos descriando a ideia de que ele nunca foi adolescente. Me contem aí!!
Esse capítulo foi muito bem trabalhado, eu tive muito cuidado pra ele sair certinho, afinal, temos que tomar cuidado pra não mudar os sentimentos dos personagens.
Espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...