História The blue of your eyes - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Armin
Exibições 83
Palavras 1.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction The blue of your eyes - Capítulo 9 - Capítulo 9

Meiko Pov’s On

 

No dia seguinte eu coloquei um biquíni, mas mesmo assim havia colocado meu moletom por cima, ao descer Armin me olhou e mostrou a língua, Rosa estava preocupada e não queria deixar eu sair de moletom novamente, ela está completamente certa.

 

Armin: Você disse que iria de biquíni, sem moletom.

Meiko: Certo – Resmunguei baixo.

 

Tirei o moletom, o mesmo deu um sorriso e me olhou dos pés à cabeça, confesso ter ficado extremamente corada com isso.

 

Armin: Acho que agora estou com ciúmes que te vejam – Ele deu risada – Vamos.

 

Nós fomos caminhando até a praia onde todos já estavam, fiquei sentada em baixo do guarda sol com o Armin enquanto as garotas estavam no mar, nem devem ter percebido que eu estava sem moletom, pois não me aproximei delas.

 

Armin: Não quer ir?

Meiko: Não, estou bem aqui.

Castiel: Mei, você vai ir por bem ou por mal.

Armin: Haha acho que tivemos a mesma ideia.

 

Armin se levantou e segurou minhas mãos enquanto Castiel segurou meus pés, os dois me levantaram e foram em direção ao mar enquanto eu mandava eles me soltarem – Rindo, claro – Sou jogada no mar, levanto e empurro os dois na água, Castiel me puxou me fazendo cair ao lado deles – Não podia dizer que me divertia assim á tempos, digamos que eu tinha um pouco de receio devido a minha antiga condição – Com o barulho logo as garotas notaram que eu estava na água, elas se aproximam de nós, eu realmente me sinto um pouco incomodada ao ouvir a Iris dizendo que gostaria de um corpo igual ao meu, pois não é algo que eu me orgulho, não foi de uma forma saudável que eu consegui meu peso atual e não fico contente ao receber elogios por isso, mas logo ela percebeu que eu estava desconfortável, elas resolveram jogar vôlei, confesso não gostar de esportes, então não participei. Castiel foi um pouco para a sombra, Armin e eu fomos mais para o fundo, tinha água na altura dos meus seios, ficava um pouco acima da cintura do Armin, ao vir uma onda grande o mesmo me pegou no colo enquanto ria ao passar a onda ele me beijou, dava para sentir um pouco do salgado do mar em sua língua, ou talvez era até o gosto da minha própria boca, mas foi um beijo muito bom, ao faltar o ar encostei minha testa na dele um pouco ofegante com um sorriso, logo nós voltamos para a casa, ao chegar na mesma eu tomei um banho e Armin foi logo após, peguei um mangá na minha bolsa e comecei a ler na cama enquanto o mesmo mexia no notebook, ele estava falando com um amigo virtual, soltei uma risada enquanto lia, Armin estava jogando então eu não estava prestando muita atenção no que ele estava fazendo muito menos no que falava, mas notei que ele estava um pouco nervoso e pelo o que eu entendo de Lol – Que na verdade, eu entendo muito – Ele estava muito bem na partida, ele estava em um grupo no Skype, o som do fone estava um pouco alto e eu conseguia ouvir.

 

Armin: Ta, vocês ouviram a risada da minha namorada. Agora calem a boca e joguem.

 

Agora eu entendi o motivo do seu nervoso, ouviram eu rindo e ele provavelmente ficou com raiva, os amigos dele sempre pedem para eu aparecer na câmera e ele sempre diz que eu estou ocupada, não só por ciúmes, eu realmente não gosto de aparecer na câmera e muito menos conversar com eles, eles só servem para jogar e de acordo com o Armin apenas um dele é realmente legal de se conversar, o restante tem a mentalidade tão infantil que discutem muito por causa do jogo, notei que a partida havia acabado, mas ele continuava estressado com eles, o mesmo estava no Skype, as webcams estavam ligadas, inclusive a do Armin, mas eu estava mais para o lado para não aparecer, ouço alguém falando que é mentira o fato dele ter namorada, mostrei o dedo do meio na câmera, Armin soltou uma leve risada enquanto olhava para mim.

 

Armin: Eu vou sair, jogamos depois.

 

O mesmo desligou a chamada e colocou o notebook para o lado, ele passou o braço pela minha cintura e logo me abraçou, Armin colocou o rosto em meu pescoço logo beijando o mesmo, o virei na cama, ficando por cima do mesmo.

 

Meiko: Pervertido – Eu dei risada, provavelmente estava muito corada

Armin: Ah Mei, não é minha culpa, você está corada – Ele riu – Não faria nada com uma casa lotada.

 

Hoje seria nosso último dia aqui, me levantei e fui arrumar nossas coisas, Armin desceu as malas e colocou-as junto com as outras, logo Leigh foi até a van ver se estava tudo certo e já ficou esperando no banco na frente, nos sentamos novamente no fundo, eu, Armin, Castiel e Alexy. Durante a viagem eu senti um cansaço, apoiei minha cabeça no ombro do Armin e acabei adormecendo. Armin me acordou quando chegamos em casa, Alexy iria passar a noite na casa da Rosa, pois Leigh iria passar na fazenda com Lysandre e ela se sentiria um pouco sozinha, fomos os primeiros a ser deixados em casa, Armin levou as malas para os quartos, eu me joguei na minha cama – Com a cara no travesseiro – Sinto o colchão mexer e logo sinto o peso do Armin em cima de mim.

 

Armin: Hey Mei, eu disse que não iria fazer nada com a casa lotada, mas ela está vazia agora, apenas nós dois.

 

Corei com o que ele disse, me virei, logo o mesmo ficou por cima de mim e começou a descer beijos e chupões pelo meu pescoço, sinto meu short sendo tirado enquanto recebia uma mordida no lóbulo da orelha, sua mão foi por de baixo da minha blusa logo apertando meus seios de leve me fazendo soltar um baixo gemido, Armin tirou minha blusa me deixando apenas de roupa intima, tirei a blusa do mesmo e joguei para o lado, Armin tirou meu sutiã e colocou a boca em um dos meus seios enquanto sinto sua mão descendo, logo minha calcinha também vai para longe, solto um gemido ao sentir seu dedo em minha intimidade, o mesmo me beijou, um beijo que expressava todo o desejo que ele estava sentindo no momento – Ah como eu amo esse garoto – Armin tirou sua calça junto com a sua cueca e logo senti seu membro roçando minha intimidade.

 

Armin: Posso? Vai doer... Mas é porque ele é grande – O mesmo soltou uma leve risada o que me fez rir.

 

Concordei com a cabeça e logo senti uma forte dor e algo escorrendo entre as minhas pernas – Obviamente seria sangue – O mesmo ficou parado por alguns segundos, logo coloquei minha mão em suas costas e o puxei para perto ficando com a minha boca próxima de sua orelha “Continue”, foi o que sussurrei para o mesmo, logo ele começou com os movimentos de vai e vem, arranhei suas costas de leve conforme o mesmo se movimentava – Doeu mais do que eu esperava – Logo sinto meu corpo ficar quente e eu já não controlava meus gemidos que deviam estar ecoando pela casa inteira, arqueei meu corpo ao sentir algo vir, solto um alto gemido, mais alto do que os outros, o que indicava um orgasmo, ouço um gemido rouco e logo sinto alto dentro de mim.

 

Armin: D-Desculpa... Fiz dentro... – Ele se jogou ao meu lado

Meiko: Tudo bem, eu compro uma pílula – Eu sorri extremamente corada.

Armin: Não, eu compro amanhã de manhã, vou ir enquanto você dorme.

 

Armin me puxou para perto, eu sentia seu coração batendo forte, não estava diferente do meu – O mesmo beijou minha testa – me aconcheguei entre seus braços.

 

Armin: Te amo.

Meiko: Eu também te amo.

 

Soltei um sorriso extremamente feliz e envergonhada ao mesmo tempo, sinto minhas pálpebras pesarem e logo adormeço.

 

Continua...


Notas Finais


Beijos da Sugu ;3;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...