História The Boy. - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Romance, Suga
Visualizações 22
Palavras 1.122
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


miiiiiiil desculpas por ter ficado uns meses sem postar n a d a, é que eu desanimei por demais, mas to aquuuiiii!!!

Capítulo 42 - O Discurso.


Fanfic / Fanfiction The Boy. - Capítulo 42 - O Discurso.

~ Yoongi on ~ 

Era a minha vez de falar, fazer o famoso discurso, fazer algumas pessoas chorarem, sei que se a Kristal chorar, eu vou ter arrasado, eu me apaixonei por uma garota difícil, sei que nas minhas primeiras palavras Jimin vai chorar e Hyunah vai rir dele. Me levantei, resmunguei para as pessoas olharem para mim, Kristal segurou minhas mãos, quis me desfazer da mão dela, pois as minhas estavam super suadas, mas a minha tentativa só fez ela apertar mais ainda, sorri por ela ser assim, senti os olhares das pessoas esperando eu dizer algo, o que eu iria dizer mesmo? O que eu estava fazendo de pé mesmo? Tentei me sentar mas Kristal me empurrou, o discurso, certo.

- Parentes, amigos, eu sou o Min Yoongi, o melhor amigo e padrinho do Jimin - Pisquei para Hobi que queria ser o padrinho, o mesmo fechou a cara na ironia - Tenho que confessar que estou meio nervoso, pois não sei expressar muito bem o que eu sinto, mas nesta noite especial, eu irei me esforçar em fazer o meu melhor, por essas duas pessoas maravilhosas que se casaram hoje, viva ao amor deles, me lembro de quando eu apresentei Hyunah ao Jimin, os dois bobões e envergonhados, eu lembro até hoje dessa noite, pois eu tinha apostado com o Hoseok que o Jimin ia pedir um beijo dela e ia receber um fora, ele recebeu mais que um fora e sim um tapa na cara, foram os 20,000 won mais especiais que ganhei - O rosto do Jimin corou ao lembrar, até passou a mão pela bochecha e sorriu - Passou alguns anos, Hyunah chega em mim e diz que está apaixonada, dei um fora nela pensando que seria por mim, mas eu também ganhei um tapa na cara, pois era pelo meu melhor amigo e não por mim - Jimin sorriu e beijou a esposa - Até que eu mesmo contei ao Jimin e ele se declarou, lembro de ter pensando que foi a maior burrice que ele tinha feito, apostei com o Hoseok que o namoro não duraria 2 meses - ''Eii'' Jimin gritou'' - Fica quietinho que eu ainda não terminei, onde eu estava mesmo? Ah, aposta, então como vocês podem ver, eu perdi bem feio, hoje eu digo que o Jimin ter se declarado para Hyunah foi a melhor atitude dele em anos, porque esse casal é demais, eles me ajudaram no meu pior momento...

~ Kristal on ~

Yoongi começou a falar, ele estava super nervoso, suas mãos suava, mas no meio do discurso, contando um pouco da história, ele já estava confiante da fala. 

- Eles me ajudaram no meu pior momento, quando eu saia todas as noites e voltava só no amanhecer, eles me ajudaram a superar meu passado, eles me ajudaram a curar meu coração partido, eles me ajudaram a pegar todos os caquinhos que uma infeliz quebrou, e a melhor coisa que eles me fizeram até hoje e por qual eu sou eternamente grato, é que por eles, eu conheci o amor da minha vida - O que? Meus pulmões pararam, olhei para ele, mas ele não olhou, apenas continuou - Jimin e Hyunah são as melhores pessoas que eu conheci na minha vida, sei que o amor desses dois é forte, durará anos e nenhuma pessoa nesse mundo é capaz de abalar essa relação, porque os dois não vivem sem um o outro e quando ficam longe, é péssimo demais, já vi com os meus próprios olhos, acreditem, para finalizar, um brinde para o amor deles! UHUUUL. 

Suga terminou sua fala, mas não voltou a se sentar, ele tinha saído sem dizer nada para mim, minha cabeça estava um turbilhão de pensamentos? Eu estava confusa, mas eu só queria dizer a ele e era o amor da minha vida também, mas algo em mim dizia que não, eu estava com medo, eu queria me entregar, mas algo me impedia, a gente passou por tantas coisas, tenho medo de me entregar e não dar certo, Taehyung me tirou dos pensamentos. 

- Então você é o amor da vida do nosso Vovô Suga? - Ele sorriu. 

- Tae... - Sussurrei pensando se ele ainda sentia algo por mim - Vovô Suga? - Acabei me distraindo e esquecendo o que ele tinha dito. 

- É, é, ele é sempre quieto e fala seco e fala umas coisas daora e pá e pum, ele parece um Vô. 

- ''Pá e pum'', senhor Taehyung? Onde você está aprendendo essas gírias? 

- Com o Juninho, amigo do Jungkook, o cara é foda, ele trás uns toddynho daora para gente. 

- Vou avisar o Jin sobre esse Juninho. 

- Americana do céu, não faça isso se você quer a gente vivo por mais uns bons anos - Dei risada com a cara de assustado dele. 

Olhei para um casal de coreanos indo em direção da pista de dança, com o canto dos olhos, vi o Taehyung me encarando, abriu a boca para falar algo, fechou, abriu, suspirou. 

- Desembucha, Taehyung. 

- Você quer dançar, Kristal? - Sorri ao ouvir e concordei com a cabeça. 

Ele se levantou com elegância e me puxou, a música era lenta, apoiei minha cabeça no ombro do Tae, ele me balançava suave, ficamos alguns minutos assim, em silêncio, vi o Yoongi me encarar no canto do salão, do que fechar a cara, ele sorriu, seus olhos bem pequeninos, ele quase tumbou de lado, ele está bêbado? Ignorei e me virei, até que ouvi a voz dele perto.

- Querido Taehyung, você me daria a oportunidade de dançar com essa bela moça? - Tae concordou com a cabeça. 

Suga me puxou para si, suas mãos me apertavam na cintura, ele passou seu rosto pelo meu pescoço, nos balançávamos bem devagar, ele me encarava nos olhos. 

- O que foi? Aconteceu algo? - Ele sorriu e balançou a cabeça negando.

- Você é tão linda e gostosa que eu não sei lidar - Ele sussurrou em meu ouvido - Estou doidinho para te tirar desse vestido, você fica muito melhor sem ele. 

- Você está bêbado? - Dou risada. 

- Talvez um pouquinho - Ele faz uma careta irônica - Mas tudo que estou dizendo é pura verdade - Ele sorriu - Vem cá. 

Ele me puxou para a fora do salão, ficou bem de frente comigo, sua boca entreaberta, ele respirava fundo, eu estava ansiosa para ouvir o que ele ia dizer. 

- Kristal... - Ele sussurra, mas fica meio difícil, ele faz um barulho com a boca, se encurva e acaba vomitando nos meus sapatos novinhos. Engoli em seco.

- YOONGI DO CÉU, VOCÊ VAI PAGAR POR ESSES SAPATOS.

 

 

CONTINUA...


Notas Finais


Espero que tenham gostado, prometo escrever mais vezes!! comentem sobre o que acharam hahaha esse Yoongi, quem gostaria de ser a Kristal agora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...