História The Boy Who Changed Everything - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Gavril Fadaye, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Personagens Originais
Tags A Seleção, Castas, Gay, Homosexualidade, Homossexual, Illéa, L3ddy, Lgbt, Luba, Lubatv, Lucas, Lucas Feuerschutte, Lucas Olioti, Palacio, Principe, Reino, Romance, Selecao, Selecionados, T3ddy
Exibições 34
Palavras 878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Is it the time?


 2 dias já haviam se passado, somente mais 1 Selecionado havia ido embora. Muitos dos 24 que ainda estavam presentes eram, ou pelo menos pareciam, bons o suficiente para o trono — mas só para continuar a tradição, meu pai já havia achado algum problema em todos aqueles que eu mais havia gostado. Os outros, eu esperava para chutá-los quando fosse necessário.

 “Senhor! ” G anunciou, me tirando de meus pensamentos. Ele adentrara o quarto e executara uma cuidadosa e suave reverência. “Os guardas acabaram de reportar uma briga no jardim. Eles gostariam de sua presença! ”

 Empurrei a cadeira para trás e ouvi o barulho estridente da cadeira arrastando-se sobre o piso.

 Me levantei lentamente e segui Gus até a porta. Um dos guardas abriu a porta para que saíssemos e foi o que fizemos. Segui ele até o primeiro andar, chegamos até o fim do corredor, notei do que se tratava, estávamos cada vez mais próximos da ala hospitalar.

 “Foi grave? ” Perguntei a Gus, com real preocupação. “Por que eles estão na ala hospitalar? ”

 “Não, não foi! ” Senti um alívio sobre minhas costas, embora não soubesse quem eram os dois selecionados, não os queria mandar embora sem motivos. “Na verdade, vossa alteza, os trouxemos aqui pois poucos conhecem a ala. Desta forma a notícia se espalharia mais devagar. ” Explicou.

O guarda que supervisionava a ala me nos viu aproximando dele, cada vez mais. Ele agachou para reproduzir uma reverência. A fez, com a maior delicadeza que o tinha.

 “Vossa alteza, ” Disse, colocando seu chapéu novamente e abrindo a porta ao seu lado. “Ahron está em sua maca e Klébio, o que mais se machucara está sendo examinado. ” Informou.

 “Estão dizendo que isso é porque Klébio preferiu não se envolver para ser chutado. ” Ele fazia aspas com as mãos, enfatizando a última palavra dita.

 A princípio pensei do que ele falava, só então entendi que se tratava de ele ter apanhado mais que Ahron. Senti uma certa culpa por ter de manter selecionados assim juntos a outros, que pelo menos assim, pareciam ótimas pessoas.

 Bem, da boca de outros pelo menos, temos mais um Selecionado com um ponto a mais que o leve ao trono. Isso é bom?

 Pedi gentilmente que me deixassem ir sozinho, quando concordaram eu me aproximei da maca em que Ahron estava deitado e puxei, com uma das mãos, a cortina de plástico clara para ter — por mais que fosse muito pouco — mais privacidade.

 “Ahron Bayer... ” Falei seu nome baixo e chamei sua atenção, seus olhos estavam fixos nos meus. “Fiquei sabendo de sua briga com Klébio. ”

 Ele estava calado, nenhuma palavra saiu de sua boca desde que cheguei.

 Apesar de sua impossibilidade, ele nem ao menos tentara utilizar as aulas de etiqueta que tivera. Menos cinco pontos, já que, de certa forma, isso era muito importante.

 “Então, você vai falar ou eu vou te despachar sem esforço algum? ” Meus dedos se levantaram e reproduziram aspas na palavra tecnicamente errada de se conjugar na linguagem da realeza.

 “A culpa não foi minha, ele quem... ”

 Levantei minha mão direita e comecei a falar antes que ele se quer terminasse.

 “Sem nenhuma ladainha! ” Exclamei, me exaltando. “Eu quero a sua versão da história, agora, e sem enrolação! ”

 Ele me olhara como se ensaiasse suas falas. Eu poderia abandoná-lo desde já, mas decidi esperar, pelo menos um pouco. Eu provavelmente perderia grande parte da minha reputação se o abandonasse sem ao menos saber seu lado do acontecido.

 Ele abriu sua boca para iniciar sua fala.

 

XxX

 

 “Você não pode expulsar pessoas quando bem entender, Lucas! ” Meu pai estava nervoso e soava bravo, o que não era novidade, ele sempre era rude comigo. “A partir de agora, vou querer um relatório que explique porque você está expulsando um selecionado, está bom assim para você?! ” Revirei meus olhos rapidamente com os braços cruzados.

 “Eu só pensei que a Seleção era para ser uma coisa boa, uma coisa que fosse me ajudar a encontrar meu futuro marido. ” As palavras saíram de minha boca de uma forma quase que instantânea, não liguei, uma hora ele iria escutar mesmo. “Mas pelo visto, ele só está sendo para favorecer a você e ao seu reinado, nada a mim! ”

 Me levantei e lhe dei as costas, sai do quarto pisando forte no carpete. Entrei no meu quarto. Julie e Kim estavam fazendo a faxina diária do quarto e fizeram uma reverência quando me viram, aumentando a velocidade da produção de seu trabalho.

 “Podem ficar, estou aqui para descansar apenas! ” Disse. “Estarei na sacada, se precisarem de algo. ” Fui até a sacada e me sentei, colocando sobre a mesa, um papel e um lápis.

 Eu precisava que aquilo acabasse mais rápido, não sei quanto tempo aguentaria meu pai a falar em minha orelha. Mas seria correto convocar a Elite? Acho cedo demais para isso...

 Comecei a pensar nos candidatos, ver as chances de cada um comigo, vendo qual era o melhor candidato ao trono até o momento. Kim Taehyung? Olioti? Nicolas Diuck, talvez?

 A verdade é que eu queria que tudo fosse diferente, talvez fosse mais fácil ser apenas um dos Selecionados, e não o “Selecionador”!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...