História The Boy Who Changed Everything - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Gavril Fadaye, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Personagens Originais
Tags A Seleção, Castas, Gay, Homosexualidade, Homossexual, Illéa, L3ddy, Lgbt, Luba, Lubatv, Lucas, Lucas Feuerschutte, Lucas Olioti, Palacio, Principe, Reino, Romance, Selecao, Selecionados, T3ddy
Exibições 38
Palavras 757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Attack


Lucas Olioti

 Um som estridente e fino tomava conta da minha audição. Eu havia sido acordado rápido demais. Quando me dei conta de que andava, já estava em uma escadaria enorme em um pequeno e escuro corredor bastante íngreme. Onde eu estava?

 Um dos guardas do palácio tomava uma de minhas mãos atrás de si e me puxava para que descesse aquela escadaria mais rápido.

 “O que está acontecendo? ” Perguntei sonolento, curioso a algum dos guardas. Senti meu hálito exalar, não estava nada bom.

 “Alguém lhe explicará lá embaixo, senhor Olioti! ” O guarda me disse de forma simples e rápida de forma que continuou a me puxar mais para baixo.

 Não paramos até chegar a uma entrada subterrânea. Não haviam mais degraus. Observei cada detalhe por ali, ainda que houvesse uma grande falta de luz.

 “Senhor Olioti, por favor, sente-se. ” Outro guarda me indicava uma espécie de bancos formado por algumas pedras para que me sentasse. “Embora muitos já saibam o que está acontecendo, explicaremos assim que todos chegarem até aqui. ”

 Kim Taehyung já estava ali, ele conversava com Klébio, estavam, ou pelo menos pareciam, preocupados. Somente após olhar todo o seu corpo pude notar que todos, com exceção do rei, da rainha e do príncipe ainda estavam utilizando roupas de dormir, ou seja, apenas shorts samba-canção.

 Mudei os olhos de rota e olhei para o príncipe, sua aparência de cansado indicava que ele não fora dormir tão cedo. Sua cabeça estava sobre suas mãos entrelaçadas, apoiadas sobre a pequena mesa de madeira que eles tinham com algumas xícaras e chaleiras.

 Contei os selecionados mentalmente, faltava apenas um. A porta se abriu, novamente, era ele.

 “Senhores selecionados, e vossa realeza ” Um guarda alto e musculoso começou a falar alto para que todos ouvissem. “O palácio acaba de sofrer danos em sua segurança, o que acabou permitindo a entrada de entidades rebeldes dentro do palácio. ”

 Muitos demonstravam surpresa e medo ao ouvir as palavras que o guarda dizia. Embora eu também estivesse, procurei manter a calma diante da situação. Olhei para Lucas, ele já havia despertado, estava com os olhos abertos, observando a todos.

 “Poderão voltar aos seus aposentos assim que o incidente terminar. Obrigado por sua atenção. ” O guarda terminara e deixara um som diante da repentina falta de sua voz forte e alta no ambiente.

 Andei um pouco e me sentei próximo a Klébio.

 “Você já soube disso alguma vez? ” Sussurrei próximo ao ouvido de Klébio.

 Ele se assustou um pouco com minha voz, não havia notado minha presença antes.

 “Nunca nem ouvi falar sobre isso! ” Klébio disse com uma voz suave, preocupada ainda assim. “Eu, provavelmente, estou tão nervoso quanto você! ”

 Fiquei em silêncio e ele retomou sua conversa com Taehyung. Eles pareciam tão despreocupados, tão calmos. Talvez eu devesse estar também...

 

 (Horas depois...)

 O barulho do palácio havia parado, um dos guardas — acredito que aquele fosse o guarda-mor — subiu para analisar a situação do palácio e nos orientar se podíamos, ou não voltar a nossos aposentos.

 Ele acabara de entrar na pequena e escura sala novamente. Levantou sua mão direita, como se pedisse um pouco de atenção e silêncio. Executou uma reverência.

 “Senhores, ” Era o mesmo que falava anteriormente, sua voz havia perdido um pouco sua força, ele agora falava um pouco rouco. “O palácio sofreu graves danos, por isso, solicitamos que não andem pelo palácio antes que todos sejam avisados. Os guardas os levarão aos seus aposentos, apenas descansem por enquanto. ” Terminou, e executou outra reverência direcionada à realeza antes de sair.

 Os guardas começaram a tomar a mão dos selecionados das quais eram responsáveis e saindo calmamente. Saí em segundo, por estar bem perto da porta.

 “Senhor Olioti e Senhor Taehyung, podem esperar um minutinho? ” Uma voz calma nos chamou, identifiquei rapidamente, era de Lucas.

 Taehyung desceu alguns degraus e ficou mais perto de mim, de forma que Feuerschütte subia para nos encontrar. Não me movi, congelei naquele momento, não consegui me mover.

 “Acabei de comunicar os outros selecionados lá embaixo e não os queria deixá-los de fora. ” Sua voz soava calma e sonolenta, ele parecia muito cansado. “Por conta do acontecido, acredito que alguns ficarão assustados. Por isso, fiquem totalmente à vontade para sair da Seleção, apenas me enviem uma carta que confirme isso. ”

 Fiz uma reverência e Taehyung me acompanhou em seguida, não houveram palavras depois de sua fala, então ele apenas virou as costas e desceu em seguida, continuamos subindo até os nossos quartos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...