História The Boy With The Black Eyes - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Naruto, Romance
Exibições 17
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hey Girl, Hi Boy.
Sim, eu sei que estou sumida.
Sim, eu sei que vocês querem me matar.
But....
Eu posso explicar o por que de não ter postado antes? Please.
Sim?
Okay.
Enfim, não postei por alguns motivos: -Estava doente (bem doente) -Sem criatividade -Sem computador (por alguns dias) -Triste (com alguns assuntos pessoais) -Confusa (na verdade, estou até agora)
Mas como as coisas melhoraram, um pouco, decidi acabar logo com a espera de vocês e postar um amazing (acho) capítulo.
Obrigada por entender-me.
Nós ''vemos'' nas notas finais.
Good Reading.

Capítulo 34 - Love and War.


Fanfic / Fanfiction The Boy With The Black Eyes - Capítulo 34 - Love and War.

...Yasmmin...

 

Vejo Nathaniel inclinando-se para beijar-me, gelo.

 

-O que você está fazendo?- pergunto afastando-me.

-Pensei que você quisesse o mesmo- diz ele com expressão de decepção.

-Oh- digo espantada- Você confundiu as coisas.- digo.

-Acho que você está confundindo as coisas- diz ele dando um passo para trás.

-Não, Nath, espera! Você sabe que você é uma grande e muito especial amigo...- digo

-Mas...?- interrompe-me ele

-Mas... É só isto. E eu não quero que você pense que poderá acontecer algo entre nós, por que não vai- digo sincera e convicta, mas ao ver a decepção estampada em seu rosto,arrependo-me.

-Eu pensei que...- diz ele tristemente.

-Desculpa, mas, mesmo com tudo o que aconteceu, eu não consigo deixar de amar ...- gelo ao não conseguir pronunciar o nome dele.

-O Sasuke?- pergunta.

-É, o Sasuke- digo.

-Mas.... Ele só lhe faz mal. É por causa dele que você está neste estado agora!- diz.

-Você sabe que não...- tento explicar.

-Se ele lhe amasse de verdade...- ele pausa e pensa-Ele estaria aqui agora- diz.

-E se você me amasse de verdade... Aceitaria minha escolha e iria embora- digo sentindo uma grande dor em meu coração.

 

Ao terminar de pronunciar estas palavras, Nathaniel levanta-se, e com lágrimas nos olhos sai.

 

Jogo-me no chão e sinto-me horrível por conseguir estragar até o que não seria possível.

 

...Nathaniel...

 

Saio do apartamento de Yasmmin sentindo-me mal, acabado. As palavras mal ditas ecoam em minha mente como uma grande dor de cabeça.

Sei que grande parte do ocorrido aconteceu por minha culpa, mas.... Mesmo assim.

As palavras ditas me fazem sentir-me pior do que antes.

Entro em meu apartamento e vou em direção às cartas de Yasmmin e Sasuke. Leio-as.

Sinto-me incontrolavelmente mal ao ver e sentir o grande amor deles, as cartas nunca mentem. E no instante em que as leio, é como se todo o meu mundo desmoronasse.

Sasuke a possui, e isto é demais para mim.

 

...Sasuke...

 

Entro no avião decidido a reencontrar Yasmmin, desde a última vez que nós nos vimos, eu tenho sentido a sua indiferença. E com os últimos acontecimentos, tudo piorou.

Mas, mesmo assim, o amor que eu sinto por aquela linda menina de cabelos rosados, fala mais forte.

Sento na poltrona do avião na esperança de ao reencontrar Yasmmin, ela perceba que ainda ama-me e volte para mim.

Assim espero.

 

...Gabriela...

 

Ao saber da notícia do fim do relacionamento de Yasmmin e Sasuke eu fico triste, acompanhei o relacionamento dos dois até aqui e nunca pensei que ele pudesse chegar ao fim assim.

Mesmo com alguns desentendimentos e discussões, YaSuke era um dos poucos casais que faziam-me acreditar no ''Feitos um para o outro''.

Olho para Gaara que está ao meu lado e digo:

 

-Será que eles irão voltar?- pergunto

-Claro- diz Gaara com convicção

-Como você pode ter tanta certeza?- pergunto curiosa

-Um amor como o deles, não acaba assim- diz ele

-Nossa, que filósofo- digo rindo e abraçando-o

-Sempre fui- diz ele gabando-se

 

Nós rimos e por alguns instantes eu esqueço do resto do mundo.

 

...Katlin...

 

Sorrio bobamente para Kiba, que esta cozinhando para nós. Ele percebe o que eu estou fazendo e diz:

 

-Para de me olhar- diz ele rindo e ficando vermelho.

-Não- digo rindo.

-Ah,para- diz ele mais vermelho ainda.

-Você fica tão fofinho quando está com vergonha- digo aproximando-me dele.

-É, eu sei- diz ele gabando-se.

-Ha,Ha,Ha, convencido- digo rindo ironicamente.

-Você sabe o que eu posso fazer com você?- pergunta ele olhando-me.

-Sei,e você sabe o que eu posso fazer com você?- pergunto maliciosa.

-Claro que sei- diz ele vindo beijar-me.

 

E assim, percebo o quanto ele tem poder sobre mim.

 

...Sasuke...

 

Depois de horas viajando, finalmente chego ao meu destino final. Dentro do táxi, nem mesmo por um instante, não consigo parar de imaginar o que Yasmmin está fazendo.

Ao parar em frente ao seu condomínio, eu congelo.

 

-Olá, senhor?- pergunta o porteiro ao ver-me olhando obcecado para a porta do condomínio.

-Oh, olá- digo sem emoção,

-O senhor precisa de alguma ajuda?- oferece-se ele.

 

Penso por alguns instantes e logo em seguida respondo.

 

-Sim, sim, gostaria de saber se a Yasmmin está em seu apartamento- digo.

 

E de repente, ouço uma voz respondendo a minha pergunta.

 

-Não, a senhorita Yasmmin não encontra-se em seu apartamento- diz alguma voz conhecida.

 

Viro-me e avisto um garoto loiro e olhos claros, o tipo de garoto que Yasmmin acharia perfeito.

 

-E você seria quem?- pergunto curioso fitando-o.

-Sou Nathaniel, um... ''amigo'' de Yasmmin- diz ele sorrindo de forma maliciosa ao falar ''amigo''.

-Bem, e eu sou o namorado dela- digo convencido.

-Que eu saiba, a Yasmmin não tem namorado nenhum, não mais- diz ele testando-me.

-Mas ela terá de volta hoje- digo.

-Acho que não- diz ele sorrindo.

-Eu só preciso falar com ela- digo sem pensar.

-Quero ver você conseguir falar com ela- diz Nathaniel aproximando-se.

 

Droga, vou ter de brigar com este idiota.

 

...Nathaniel...

 

Aproximo-me do ''namorado'' de Yasmmin e sinto meu sangue ferver. Sinto raiva dele.

Sei que eu e Yasmmin não temos nada e que, possivelmente, nunca teremos. Mas, ao imagina-los juntos, eu percebo o quanto eu gosto de Yasmmin e o quão longe eu iria por ela.

 

-Você quer mesmo fazer isto?- pergunta ele.

-Claro que sim- respondo sem convicção.

 

Então, sem ao menos pensar, eu inclino-me e acerto um soco em sua face. Ele revida na hora e eu sinto minha boca sangrando, nós acertamos socos um no outro enquanto o porteiro grita e liga para a polícia.

 

-Você não vai ficar com a Yasmmin!- digo enquanto bato-o.

-A Yasmmin é minha,eu rei ficar com ela sim!- revida ele.

-Não, ela não quer mais você- digo

-Claro que quer, a Yasmmin me ama mais que tudo- diz ele.

 

Então, nós ouvimos uma voz doce e suave, mas ao mesmo tempo fria e calculista, falando:

 

-O que está acontecendo aqui?- pergunta Yasmmin séria.

 

Ela está usando uma roupa de corrida e seu cabelo está preso em um coque frouxo, possivelmente ela estava correndo em torno do parque.

Sua testa está suada e sua expressão suaviza-se ao ver o rosto de Sasuke. E eu sinto-me desconfortável com isto.

 

-Yasmmin, eu...- começa a dizer Sasuke levantando-se do chão.

-Shiiiii, não fala nada, por favor, agora não- diz ela vindo em minha direção e vendo meus diversos hematomas. Gelo.

 

-Parece que as coisas ficaram ruins para você- diz ele irônica, aos meus ouvidos, olhando-me e rindo.

-Que nada, eu acertei uns bons socos nele- digo e ele ri.

 

Neste instante somos interrompidos pelo som de uma viatura policial.

 

-Oh, finalmente, agora sim poderemos tirar estes dois delinquentes daqui- diz o porteiro.

-Que história é este de levar alguém preso?- diz minha mãe e parando ao ver-me no estado em que encontro-me- O que houve com você, meu filho?- pergunta ela vindo em minha direção.

 

-Este idiota venho me agredir- digo fazendo-me de vitima e fitando Yasmmin.

 

Espero que ela fique com pena de mim.

 

...Sasuke...

 

Vejo os polícias aproximando-se e fico com raiva de Nathaniel por estar mentindo descaradamente, e ainda com mais raiva por Yasmmin estar acreditando.

 

-Isto é verdade?- pergunta ela olhando-me.

-Yasmmin, não...- digo tentando explicar-me.

-Eu não acredito que você foi capaz de fazer isto comigo!- diz ela, parecendo furiosa.

-Yasmmin, por favor, e escuta- digo.

 

Assim que termino de dizer isto eu vejo os policiais aproximando-se.

 

-Foi aqui que fizeram uma denuncia de agressão?- pergunta um dos policias.

-Sim, foi aquele delinquente que agrediu meu filho- diz a mãe de Nathaniel.

-A senhora confirma isto?- pergunta outro policial para Yasmmin.

 

Olha para ela frenética e apreensivamente.

Tudo depende dela.

 

 

 


Notas Finais


Hello novamente!
Passou rápido este capítulo né?
Thank You por ler até o fim.
Ah...
Yes! Eu sou má com você, por isto terminei mais um capítulo com suspense.
Diga-me nos comentários o que acha que Yasmmin irá fazer.
GoodBye.
Kisses.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...