História The Boy With The Black Eyes - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Naruto, Romance
Visualizações 13
Palavras 1.360
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey Girl, Hi Boy!
Hoje é o último capítulo da Fanfic, ahhh.
Mas, está tudo bem, pois eu sei que a Fanfic irá acabar, mas nossa conexão não.
Espero que goste, aprecie e diverta-se.
Boa leitura.

Capítulo 40 - The end.


Fanfic / Fanfiction The Boy With The Black Eyes - Capítulo 40 - The end.

...Sasuke...

 

As luzes de toda cidade apagam-se e eu observo o céu noturno, brilhante e repleto de estrelas.  Lembro-me que há algum tempo atrás, quando ainda estava com Yasmmin, ela tinha me prometido que um dia iria apagar todas as luzes da cidade para que eu pudesse observar todas as estrelas do céu.

Sorrio.

 

-Você cumpriu sua promessa- digo, ainda observando a maravilhosidade das estrelas.

-Eu sempre cumpro- diz ela, e eu sinto arrepios em meu corpo ao ouvir sua voz. Como ela conseguia fazer isto comigo?

-Não mesmo- digo.

-Qual eu deixei de cumprir?- pergunta observando-me.

-A de que ficaríamos juntos para sempre- digo, virando-me para ela.

-Sasuke, eu...- começa a explicar, eu a interrompo, não posso ouvir mais desculpas.

-Não, Yasmmin, está tudo bem- minto.

-Não, não está. Eu fui ridícula, certo, eu fui a pior pessoa do mundo – concordo- Eu te deixei aqui, fui embora e fiquei com uma pessoa que nunca foi e nunca será nada, nem um décimo do que você foi. Você foi, é e sempre será a pessoa mais importante do mundo pra mim, a coisa mais importante, e eu desistiria de tudo por você. Eu só preciso que você acredite- diz ela, sem tirar seus olhos dos meus.

-Você sabe que eu jamais pediria para desistir de algo que ama- digo, sincero.

-Eu sei, por isto você é a pessoa certa- diz ela e eu coro, sinto a eletricidade novamente.

-Yasmmin, eu só não posso...- digo.

-Sasuke, você pode, pode sim. Você sabe que pode, mas não quer, por que você não quer?- pergunta ela, e eu sinto-me forçado a responder.

-Por que eu não quero me machucar de novo- admito, o mais baixo que consigo dizer.

 

...Yasmmin...

 

Ouço Sasuke dizer isto e gelo, sei que é verdade, sempre soube, mas ouvi-lo dizer em voz alta doeu mais do que poderia imaginar.

 

-Sasuke, por favor- imploro.

-Mimo, não posso- ah, ponto pra mim, ele me chamou de Mimo.

-Você me chamou de quê?- pergunto, corando

-Hmm, de Yasmmin- diz ele, sem me olhar nos olhos.

-Sasuke, por favor, admita que ainda sente algo por mim, por menor que seja- digo, fazendo minha última tentativa de voltar com ele.

-Yasmmin, desculpe- diz ele e saí.

 

Enquanto o observando levantando-se e indo embora, percebo que ele esqueceu uma coisa, um livro. Olho para o livro, o pego e chamo Sasuke:

 

-Sasuke, acho que você esqueceu isto- digo, olhando para a capa.

-Ah, isto, obrigada- diz ele voltando e estendendo o braço para pegar o livro.

-Uau, que lindo- digo, sendo sincera, a capa era realmente muito linda.

-Sim, é- diz ele, e eu sinto um duplo sentido em sua resposta.

 

Observo mais atentamente a capa delicada, nela há um desenho de uma mulher de costas, mostrando apenas sua silhueta. É como se uma foto tivesse sido tirada e desenhada.

 

-Quem é ela?- pergunto, ainda com o livro em mãos.

-Você- diz ele e eu paraliso completamente, sinto uma lágrima escorrer e a limpo com o indicador.

-Este livro é seu?- pergunto o óbvio, já que vi o seu nome em ‘’autor’’.

-Sim- diz ele, sentando-se ao meu lado, no chão.

-Quando você o escreveu?- pergunto.

-Quando você me deixou- diz ele e nós ficamos alguns segundos em silêncio, não sei o que dizer.

 

Folheio o livro e observo as diversas fotos minhas, todas foram Sasuke que tirou. Elas são lindas, e algumas eu nem sabia que existiam.

 

-É sobre o que?- pergunto, me referindo ao livro.

-Sobre o maior amor da minha vida- diz ele, completamente corado e envergonhado, gosto quando o faço ficar assim.

 

Então, eu ignoro completamente todos os pensamentos, todas as vozes em minha cabeça que gritam que isto não irá dar certo e o beijo.

 

...Sasuke...

 

Sinto os lábios quentes de Yasmmin pressionados contra os meus e toda aquela eletricidade explode. O gosto dela mistura vinho caro, chiclete e o seu próprio sabor. Eu amo isto e não consigo me controlar, a deito na grama e sigo beijando-a.

 

-Não podemos fazer isso- digo, mas eu mesmo não acredito, claro que nós podemos.

-Claro que podemos- ela diz e eu rio internamente, beijo-a novamente.

 

E então nós nos sentimos novamente, depois de muitos anos, nós finalmente nos sentimos novamente. E isto foi melhor do que qualquer coisa.

 

... Gaara...

 

Observo Gabriela na cadeira ao meu lado e peço silêncio a todos, chamo Kiba e Gabriela e Katlin nos observam, confusas, enquanto eu e ele nos ajoelhamos e retiramos de nosso bolsos pequenas caixas.

 

-Hoje é um dia muito especial, um dia de reencontro- digo.

-Então, gostaríamos de saber...- diz Kiba.

-Se vocês querem casar com a gente- dizemos eu e Kiba em coro.

 

Gabriela e Katlin ficam paralisadas, Gabriela chora e Katlin abraça o Kiba.

 

-Sim, sim, sim!- dizem elas, enquanto eu e Kiba respiramos aliviados.

 

-Essa foi, definitivamente, a coisa mais difícil e assustadora que eu já fiz- diz Kiba e eu rio concordando. Ele está completamente certo.

 

...Kiba...

 

Observo a Katlin e choro enquanto vejo os olhos da pessoa que eu mais amo no mundo brilharem. Eu fiz muitas coisas erradas, mas eu nunca deixei de amá-la. E mesmo tendo jurado para mim mesmo que nunca ficaria preso a alguém, me arrisquei pedindo Katlin em casamento.

Sempre achei que quando fizesse o pedido, eu sentiria como se estivesse acorrentado. Mas agora, observando Katlin assim, tão linda, com aqueles olhos brilhando, acho que não poderia ter feito outra coisa. Eu estou com ela, então estou no lugar certo.

 

...Katlin...

 

Observo meu anel e o de Gabriela e algumas lágrimas escorrem de meus olhos.

 

-Você está chorando?- pergunta Kiba.

-Não- minto.

-Ah, admita- diz Kiba, rindo.

-Não mesmo- digo.

-Você me ama- diz ele, convencido, como sempre.

-Eu te amo- admito e o beijo, acho que não tenho noção do quanto eu amo este garoto.

 

... Gabriela...

 

Olho para Gaara, o beijo, e choro. O pedido foi feito há 10 minutos, mas eu ainda não consigo para de chorar. Olho para a porta e observo Yasmmin e Sasuke aproximando-se, de mãos dadas. Sorrio.

 

-Ah, os pombinhos finalmente chegaram- diz a mãe de Yasmmin, indicando dois lugares vazios na mesa – Sentem-se, por favor, a comida já vai ser servida.

-A senhora sabia disto o tempo todo?- pergunta Sasuke, curioso.

-Claro, eu sou a mãe dela, eu sei de tudo- diz ela, rindo.

A conversa entre elas continua e eu aproveito que Yasmmin sentou-se ao meu lado e digo:

 

-Então vocês voltaram?- pergunto, curiosa.

-Acho que não tem como voltar, se eu nunca fui. Nós sempre estivemos juntos, e isso nunca vai mudar- diz ela e eu observo o brilho dos seus olhos aumentar ao observar Sasuke.

 

Conversamos mais um pouco e no meio de tudo, eu digo:

 

-Eu e Gaara estamos noivos- digo, rápido.

-O quê?! Como assim?! Quando isto aconteceu?!- pergunta Yasmmin, com um sorriso enorme no rosto.

-Há uns 10 minutos atrás- digo.

-Nossa estou tão feliz por você- diz ela, sincera, enquanto me abraça (da melhor forma possível, já que estamos sentadas)

 

Ela me solta e diz:

 

-Não acredito que perdi o pedido- diz.

-Está tudo bem, você com certeza estava fazendo algo mais importante- digo e ela cora, então eu percebo- Espera, vocês estavam...- digo, rindo.

-Shiiiiiu, ninguém pode saber- diz ela, envergonhada.

-Meu deus, Yasmmin, você não presta- digo.

-Mas você me ama- diz ela, e não está mentindo.

-Eu senti tanto a sua falta- digo, sendo sincera.

-Eu senti também, não sei como pude ficar tanto tempo longe. Você me perdoa?- pergunta ela, com os olhos tristes.

-Claro que perdoo, você é a minha melhor amiga, e eu te amo- digo.

-E você, Katlin, me perdoa?- diz Yasmmin observando Katlin que estava na sua frente, na mesa.

-Eu sempre perdoo você, não consigo ficar brava com um ser humano lindo desses- diz ela, rindo.

 

Então Yasmmin pega nossas mãos, ela tem esse dom de nos unir sempre, e diz:

 

-Eu amo vocês, cada um de vocês, todo vocês- diz ela em voz alta e todos ouvem.

-Nós também amamos você- dizemos.

 

E então a calma habita nossos corações novamente. Agora está tudo bem. Para todos nós.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Ahhh, acabou.
Espero que tenha gostado, e, principalmente, sentido a conexão.
Irei escrever um capítulo ~extra~ e espero que leia, tenho certeza que irá gostar.
Agradeço a companhia.
Love u.

Xoxo, Mimo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...