História The Boyfriend - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Jeonghyo, Jeongyeon, Jihyo, Junghyo, Jungyeon, Kpop, K-pop, Twice
Exibições 82
Palavras 883
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


olha a bomba que tem nesse capítulo

Capítulo 8 - Letter


Narrativa pela perspectiva da Jeongyeon.

Faz exatamente três dias em que eu resolvi virar o namorado de aluguel da Jihyo, no começo quando eu aceitei esse trabalho por causa das minhas dívidas, eu não imaginei que seria tão cansativo e complicado lidar com uma garota desse tipo, eu não fiquei com muitas garotas em minha vida, mas só as que eu fiquei posso confirmar que prefiro totalmente a anatomia feminina do que a masculina, uma vez eu acabei ficando com uma garota chamada Mina durante uma balada, foram ótimos amassos, mas depois ela acabou ficando grudenta demais e sempre querendo a minha atenção, eu acabei dando um fora nela, não tão delicado, mas assim que eu conheci Jihyo pessoalmente ela prendeu a minha atenção, ela é totalmente diferente de todas as garotas com quem eu fiquei até agora, Jihyo é uma junção de uma garota fofa e energética mas ao mesmo tempo ela é grossa e sexy, eu não consigo entender como ela consegue ter múltiplas personalidades, isso é oque me atrai, ela não é aquela típica garota que tem ciúmes excessivo, Jihyo parece ser uma garota que sabe muito bem como cuidar de si mesma, mas ao mesmo tempo ela é tão frágil, eu sinto vontade de protegê-la. Nesse momento eu estou no quarto dela olhando os porta-retratos espalhados pelo quarto, seu quarto é tão feminino e colorido, tem vários animais de pelúcia em cima da cama dela e tem uma estante com vários livros de contos de fada e alguns sobre matemática, biologia, eu não deveria ter entrado no quarto dela sem pedir permissão mas, de algum modo eu quero saber mais sobre ela, Jihyo é tão intrigante, ela me faz agir impussivamente.

'Ai, merda' Exclamo de dor ao bater o meu pé em algo que parecia ser uma caixa em baixo da cama, me abaixo para ver oque atingiu o meu pé e foi mesmo uma caixa, minha intuição como sempre certa de novo, puxei a caixa de baixo da cama e a abri, meus olhos exploravam a caixa com cuidado, observando tudo oque havia ali, eu não deveria estar sendo tão intrometida, Jihyo me deixou dormir aqui e eu estou vasculhando as coisas dela, Jeongyeon seu príncipe idiota.

'Preciso parar de falar comigo mesma' Exclamo baixo enquanto minhas duas mãos vasculhavam a caixa, havia brinquedos antigos e livros infantis, algumas fotos de uma menina com seus pais, talvez essa menina sorrindo alegremente abraçada aos pais seja a Jihyo?

Minha atenção prega na carta em que eu havia achado, ela estava aberta e havia um papel dentro, não Jeogyeon, você não deve ler isso, não é sua carta, ponha ela de volta no lugar e guarde essa caixa rapidamente antes que Jihyo volte e veja você mechendo nas coisas dela, mas pensando bem, minha curiosidade fala mais alto, pego a carta e tiro o papel desgastado que havia dentro do envelope. 

Carta.

De: Minatozaki Sana

Para: Park Jihyo

 Data: 22/06/2015, carta entregue às oito da noite.

(Essa carta é de um ano atrás, penso comigo mesma.)

"Jihyo, eu sei que vai parecer covarde eu te mandar uma carta em vez de falar pessoalmente mas você sabe que eu não tenho coragem para isso e provavelmente acabaria chorando ao te ver, eu só achei que seria necessário te mandar essa carta antes de ir embora, você tem que saber que não foi culpa sua oque aconteceu com a Chaeyoung, foi minha, você me deixou encarregada de observar ela e nem isso eu consegui fazer, eu não pude tomar conta da sua irmã mais nova Jihyo, Chaeyoung ficou traumatizada e machucada por minha culpa, eu não queria..."

Ouço um barulho de porta sendo aberta, provavelmente a Jihyo saiu do banho, boto a carta dentro do envelope rapidamente e chuto a caixa para baixo da cama, não tenho tempo para sair correndo do quarto, Jihyo vai me ver se eu sair, vou apenas continuar observando os portas-retratos, espero que ela não note que eu mexi em suas coisas, mas essa carta, eu queria ter terminado de ler ela, quem diabos é Minatozaki Sana e oque aconteceu com essa tal de Chaeyoung que parece ser a irmã mais nova da Jihyo? 

A porta do quarto se abre, Jihyo entra, eu não consigo olhar para trás, a culpa está me dominando por ter lido metade daquela carta, estranho a Jihyo não falar nada e me viro para observar ela, assim que me viro ela percebe a minha presença, assim que ela se virou a toalha branca que estava em seu corpo caiu, revelando o corpo escultural com várias curvas, o corpo dela é totalmente delineado, sua pele é tão palida quanto a neve, seus seios parecem ser macios e leves, provavelmente eu estou babando agora, não consigo parar de encarar Jihyo, olhei para ela e ela parecia a ponta de surtar de raiva, seu rosto estava vermelho e ela já havia se cobrindo novamente com a toalha branca, ela veio para cima de mim e eu acabei tropeçando no tapete de borboleta que havia ali no quarto.

'Jihyo calma, você vai...' Tentei avisar antes que fosse tarde demais, Jihyo caiu com tudo em cima do meu corpo e eu acabei batendo a cabeça fortemente por causa do impacto do seu corpo em cima do meu, fecho os olhos por conta da dor e acabo desmaiando.

Continua.


Notas Finais


que ta contecendo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...