História Daddy's boyfriend - Jikook (ABO) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Yoonseok
Exibições 1.147
Palavras 916
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Era pra atualizar amanhã ou sábado, but acabei tendo um tempinho

Capítulo 11 - Tão gostoso quanto você


Fanfic / Fanfiction Daddy's boyfriend - Jikook (ABO) - Capítulo 11 - Tão gostoso quanto você

Eu:
Ah, que legal! Por falar nisso, eu transei com ele :) 
Mensagem não enviada.

Eu: 
Isso é ótimo, Tae! 

Taehyungay:
E eu sei! Será que agora eu consigo?

Eu:
Não sei, mas boa sorte! Preciso voltar à "meus afazeres". Aproveite! 

Taehyungay:
Pode ter certeza que eu vou! Ah, não esqueçam do preservativo. Um Jeongguk só já dá trabalho demais.

Eu:
Haha que engraçado, você. Tchau!

Taehyungay:

Tchau, cadelinha!

Ah, mas que raiva! Taehyung sempre conseguiu tudo que quer. Não que eu seja diferente, felizmente também fui agraciado com esse dom. Mas Park Jimin é alguém que não posso ter e, se eu não posso, ele também não. Se sou egoísta? Talvez. Me aguarde, maninho.

Narradora POVs

Hoseok e Yoongi chegam, encontrando Jimin e Taehyung comendo pizza na sala.

-Opa, oi. - Yoongi abre um largo sorriso ao ver o alimento. Senta ao lado de Jimin, passa um dos braços sobre seus ombros. - Acho que cheguei em boa hora. 

-Chegamos. - Hoseok o corrige, sentando ao lado de Tae. - Olá, moço do pub. 

-Olá. - Sorri. - Meu nome é Kim Taehyung. Desculpe por não ter me apresentado. - Dá um riso assoprado. 

-Sem problemas, eu entendi o motivo. - Ri da mesma forma do outro. - Sou o Jung Hoseok. Prazer. 

-O prazer é meu. - Sorri.

-Bom, já que estão na minha casa, acho que tenho todo o direito. - Yoongi pega uma fatia enorme. 

-Acabamos de comer no pub. Como pode ainda estar com fome? - Hoseok encara-o incrédulo.

-É pizza. Não tem que estar com fome pra apreciar essa maravilha dos Deuses. - Todos riem. - Mas enfim, você vai ficar aqui hoje? - Fita Taehyung.

-Se não tiver problema. 

-Ah, não, pode ficar tranquilo. Aqui é igual coração de mãe, cabe todo mundo.

-O que houve com ele? - Jimin pergunta, rindo alto.

-Bebeu um pouco. - Hoseok responde, acompanhando-o nas risadas. - Yon, termine de comer e vamos pro quarto, antes que comece a dizer asneiras.

-Que asneiras? Sou o cara mais sensato daqui! - Coloca outro pedaço em sua boca.

-É claro. - Ri. - Chega, vamos. - Levanta-o e direcionam-se para o quarto. 

-Por favor, não transem aí! - Yoongi grita no meio do caminho, fazendo os dois na sala se debaterem em risos. 

-O que aconteceu aqui? - Kim pergunta, cessando o riso aos poucos.

-Isso é Min Yoongi bêbado. - Continua rindo. 

-Realmente não tem problema se eu ficar, né?

-Não, relaxa. - Cessa o riso. 

-E onde vou dormir? 

-Comigo. 

-Adorei. - Sorri malicioso. 

Terminam de comer, arrumam tudo e dirigem-se para o quarto. Park arruma a cama de modo que ambos consigam dormir bem. Kim deita-se primeiro, escolhendo seu lado. Em seguida, o menor.

-Não vamos dormir agora, certo?

-Deveríamos, está tarde, mas o sono não vem. 

-Sei um jeito de nos cansarmos rápido. - Lança-o um olhar pervertido.

-Se eu recusar, vai me estuprar durante a noite, não é? - Ri.

-É claro. Olha pra essa sua carinha de quem merece ser violentado. - Aperta sua bochecha e balança-a.

-Ah, lógico. - Retira a mão de Taehyung. - Não faça isso, agradeço.

-E isso eu posso? - Aproxima-se e beija o menor, que retribui rapidamente. 

Jimin puxa-o para mais perto, colando seus corpos. Leva suas mãos até a bunda do outro e aperta-a, fazendo Kim arfar entre o beijo. Taehyung passa uma de suas mãos dentro da blusa de Park, arranhando seu abdômen e ouvindo pequenos gemidos em resposta. O menor agarra forte a cintura alheia, colocando o outro sobre si, sentindo suas ereções em formação chocarem-se, ocasionando gemidos mais altos de ambos. Tira a camisa do outro, fazendo uma nota mental: "Até seus corpos são muito parecidos."
Imediatamente imagina Jeongguk. Lembra-se de seus maravilhosos momentos, ficando completamente duro em instantes. Taehyung, percebendo, senta-se sobre o membro rígido do outro, rebolando. 

-T-Tae... - Tenta ser firme mas sua voz sai falha. - Eu não quero transar. - O maior para seus movimentos e aproxima seus rostos.

-Outras opções estão disponíveis? - Sorri de canto.

-Estou ouvindo. - Morde o lábio inferior.

-Quero te chupar, Park. - Abaixa-se, desabotoa sua calça, observando o vasto volume sob a peça íntima. Passa a mão por cima e aperta, podendo ouvir maravilhosos sons saindo da boca carnuda do pequeno. 

Enfim, abaixa a peça. O membro de Jimin praticamente pula para fora. Kim arregala os olhos ao ver tal. Uma visão esplêndida à seu ver. Passa sua língua vagarosamente por toda a extensão, parando nos testículos e chupando-os. Park revira os olhos de prazer. Tae, então, volta a subir com sua língua e, sem avisos, abocanha todo o pênis do outro, fazendo-o tocar sua garganta. Movimenta-se rápido, arrancando inúmeros gemidos do menor. 

-Oh... - Morde forte seu lábio inferior na expectativa de conter um alto gemido ao sentir os lábios quentes do outro focarem-se em sua glande. 

Jimin leva suas mãos aos cabelos de Taehyung, ditando seus movimentos. Mantém-o no mesmo ritmo, até sentir seu orgasmo próximo. Puxa seus cabelos, afastando-o de sua intimidade. O maior entende e se pronuncia.

-Não, hyung, quero sentir seu gosto. - Volta a chupa-lo vorazmente. 

Park logo goza, despejando todo seu líquido viscoso na cavidade bucal do outro, que engole tudo com vontade. 

-Tão gostoso quanto você. - Deita-se ao lado do pequeno, umidificando seus próprios lábios. 

-Que delícia, TaeTae. - Permanece de olhos fechados, mordendo seu lábio inferior. 

-Vai ter que me compensar depois. - Sorri malvado.

-Como quiser. 


Notas Finais


Bjos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...