História The Bride - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Casamento, Drama, Noiva, Romance
Exibições 373
Palavras 2.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


BEM VINDAS A SEMANA ABENÇOADA :P FINALMENTE, DEPOIS DE UMA OU DUAS SEMANAS, ELA FINALMENTE CHEGOU A VOCÊS <3 <3

Olá pessoa atrás da tela, tudo bom com você? :P

Demorei, mas finalmente cheguei com mais um capítulo para vocês. <3 Obrigada pela ajuda com a celebridade, graças a vocês consegui ter uma ideia <3

Sejam bem vindas leitoras novas <3 Espero que gostem de The Bride :p

Booaa leituraa amoress <3

Capítulo 9 - Chapter Eight


Fanfic / Fanfiction The Bride - Capítulo 9 - Chapter Eight

                            Abri um pouco os olhos, sentindo a claridade entrando através da janela do grandioso quarto fazer arder os meus olhos e causar uma terrível dor de cabeça. Instantaneamente, fechei os olhos rolando com o corpo para o lado contrário da janela. Senti o meu corpo trombar em outro corpo, me fazendo abrir os olhos de imediato, surpresa.

                         Prendi a respiração assim que notei Justin dormindo ao meu lado, apenas com uma calça de moletom. Cuidadosamente, vou um pouco mais para trás, ficando na ponta oposta dele, sem qualquer toque. Olho para a expressão serena de Justin dormindo, tentando me lembrar da noite passada, o que tinha acontecido.

                        Depois de muito pensar, desisto de tentar me lembrar sobre a noite passada, a dor de cabeça parecia piorar sempre que eu tentava lembrar. O melhor era perguntar para Justin quando ele acordar, provavelmente ele deve se lembrar mais da noite passada do que eu. Olho mais uma vez para Justin, antes de me deitar de barriga para cima, olhando para o teto claro do quarto.

                        Espreguicei-me, sentindo as minhas articulações estalarem.  Cuidadosamente, me sentei na cama, criando coragem para ir fazer a minha higiene matinal. Coloquei um pé de cada vez para fora da cama, indo pegar uma roupa junto a minha nécessaire. Optei por uma roupa mais simples, uma calça jeans escura, com uma blusa de manga comprida combinando com a temperatura nem tão quente, nem tão fria de Austin.

                        Entrei no banheiro, trancando a porta para caso Justin acordasse e quisesse ir no banheiro. Coloquei a minha roupa em cima da pia, verificando antes se estava seco, antes de me olhar no espelho. Fiquei estática assim que eu vi que usava uma blusa de Justin. O que tinha acontecido na noite passada?

                        Passei as mãos pelo meu cabelo, sentindo o rabo de cavalo completamente desfeito, enquanto tentando lembrar. Eu só conseguia me lembrar até a parte que eu vi Justin conversando com outra mulher na balada. O que aconteceu depois daquilo? Respirei fundo, tentando me lembrar, mas nada me vinha à mente.

                        Decidi ir tomar banho para conseguir relaxar, e tirar o cheiro de bebida que eu deveria estar. Abri a torneira da banheira, me despindo enquanto a mesma enchia. Senti o cheiro forte de Justin naquela camiseta fazendo o meu coração disparar, me deixando um pouco mais nervosa. O que estava acontecendo comigo? Neguei com a cabeça, me concentrando em tomar o meu banho. Senti a água quente contra a minha pele, me relaxando instantaneamente. Fechei os olhos, encostando a cabeça na borda da banheira, relaxando completamente.

(...)

                       Depois de tomar um banho revigorante, colocar a cabeça no lugar e tomar um remédio para a dor de cabeça, sai do banheiro, encontrando um Justin quase todo arrumado mexendo na sua bolsa, em busca de algo. Mordi o lábio, sem saber o que falar para ele, ou como encarar ele, já que eu não sabia o que tinha acontecido noite passada.

-Bom dia Sam. –Justin falou com um sorriso, assim que me notou. Eu apenas acenei com a cabeça, um tanto envergonhada. –Está de ressaca? –Ele perguntou com um sorriso, pegando uma blusa de frio dentro da sua mochila. Decidi não ficar parada, ir calçar logo os pés.

-Eu tomei um remédio para a dor de cabeça. –Falei baixo, olhando para ele com o canto do olho. Ele assentiu com a cabeça, vestindo a blusa de frio. Peguei a minha bota de cano médio junto a uma meia, tirando os pés do chão frio do quarto. –Você quer ir comer? –Perguntei para ele, já arrumada.

-Minha barriga está roncando. –Ele admitiu com um sorriso, enquanto ajeitava a blusa em si. –Se estiver pronta, podemos ir. –Ele falou, colocando algo dentro do bolso com um sorriso para mim. Eu apenas acenei com a cabeça, observando ele. Peguei o cartão do quarto, entregando para ele ir abrindo a porta.

                       Justin agia de forma tão normal, que eu duvidava que tinha acontecido alguma coisa ontem, ou se aconteceu, ele está fingindo que não aconteceu. Mordi os lábios, passando as mãos no rosto, tentando esquecer que eu tinha acordado com ele ao meu lado apenas de moletom. Pensar nisso estava de certo modo me enlouquecendo.

                       Passei o primeiro perfume que eu achei, colocando a meu nécessaire junto a minha mala, antes de sair para onde Justin já me esperava. Tranquei a porta do quarto, descendo pelas escadas como de costume com ele. Ele abriu a porta para mim passar quando chegamos ao térreo, me deixando envergonhada, por uma razão desconhecida.

-Quer ficar pelo hotel? –Ele perguntou pela primeira vez, desde que chegamos ao saguão. –Ou quer ir para algum lugar comer? –Olhei para ele enquanto pensava. Não tínhamos comido nenhuma vez no hotel desde que saímos, sempre saímos. Justin nunca tinha estado em um hotel como esse, então provavelmente não sabe como a comida daqui é.

-Vamos comer no hotel. Não comemos aqui nenhuma vez, e talvez seja uma nova experiência para você, já que nunca ficou em um hotel como esse. –Falei, vendo o sorriso brilhante dele a minha frente. De alguma forma, pensar que ele nunca experimentou essas coisas, e está experimentando comigo, me deixa muito feliz.

                       Fomos em direção ao restaurante do hotel em silêncio. Justin não puxava nenhum assunto, e eu não conseguia pensar em nada para falar com ele. A cena dele dormindo ao meu lado, de alguma forma não saia da minha cabeça. Puxei as mangas da blusa um pouco para baixo, tentando controlar o meu nervosismo.

-Hoje o clima ficou frio. –Justin comentou, me fazendo olhar para ele. Perceber que ele estava tentando puxar assunto comigo, me deixava de certa forma animada. –Você tem planos do que fazer hoje? –Ele perguntou, mas eu apenas neguei com a cabeça. –Eu preciso ir em uma lavanderia, antes que eu fique sem roupas. –Ele falou bagunçando um pouco o cabelo.

-Será que tem alguma aqui perto? –Perguntei para ele baixo. –Acho que eu também deveria lavar algumas roupas que eu já usei. –Falei, dando de ombros enquanto o via sorrir. Era algo impressionante, sempre que eu o olhava ele estava sorrindo.

-Eu escutei alguém comentando que tem uma por perto. –Ele deu de ombros, entrando no restaurante do hotel. Assim que entramos, percebi ele olhar tudo ao redor, como se estivesse decorando cada detalhe do mesmo.

-Vamos, tem várias coisas para escolher. –Falei para Justin, puxando ele pela blusa de frio para uma mesa repleta de comidas variadas. Tinha vários tipos de bolo recheado, bolo comum, alguns mini croissant, algumas frutas, misto, pão. Peguei o prato, pegando alguns mini croissant e uma maçã. –Você pode escolher o que quiser, está pago na estádia. –Comentei com Justin, que assentiu com a cabeça, pegando um prato e se servindo.

(...)

                       Me sentei na cama fuçando no meu celular, enquanto esperava Justin terminar de pegar as suas coisas para irmos a lavanderia. Já tínhamos tomado o café da manhã, e decidimos ir para a lavanderia logo para podermos fazer algo mais tarde. As minhas roupas que eu ia lavar já estavam arrumadas em um canto, só faltava Justin mesmo. Suspirei, me deitando sobre a enorme cama de casal, lembrei da noite passada, que ainda não tinha falado com Justin, me deixando nervosa. Ainda queria saber, mas como eu poderia perguntar para ele?

-Vamos? –Justin perguntou, me tirando dos meus devaneios. Olhei para ele, percebendo que ele estava com a mochila dele nas costas, me fazendo arregalar os olhos surpresa. Quanto de roupa ele trouxe para essa viagem? –Acho que eu fiz um pouco errado a minha mochila. –Ele falou, respondendo a minha pergunta mental.

-Me lembre de irmos comprar mais roupas para você. –Falei, me levantando da cama e colocando o meu celular no bolso de trás da minha calça jeans. Peguei o pequeno monte de roupas que eu tinha separado.

-Eu não preciso disso. –Ele falou revirando os olhos, me fazendo olhar para ele com as sobrancelhas arqueadas. –Tem lavanderia para isso, sem roupa eu não fico. Essa é uma certeza. –Ele falou me fazendo rir. –Mas duvido que você não ia me querer sem roupa. –Ele falou brincando me deixando com vergonha. Dei um tapa no braço dele envergonhada pela sua brincadeira, o fazendo rir.-Vamos logo. –Falei, saindo do quarto com Justin ainda rindo atrás de mim. Respirei fundo, ignorando as minhas bochechas que provavelmente deveriam estar vermelhas. De tanto demorar para pegar as suas coisas, eu já tinha descoberto onde era a lavanderia, então não teríamos que pedir informações a ninguém.

-Você tem certeza mesmo que sabe onde é? –Justin perguntou, enquanto descíamos as escadas. –Olha, eu realmente não quero ficar perdido por aqui. –Ele falou, me fazendo revirar os olhos rindo do que ele disse. O clima entre nós dois desde que tomamos café da manhã deu uma melhorada de 90%. Mas mesmo assim eu não conseguia perguntar a ele o que aconteceu na noite anterior.

-Confia em mim, eu vi no Google maps. É 15 minutos do hotel. –Falei para ele, assim que chegamos no saguão. Olhei para Justin, decidindo tentar perguntar logo e acabar com as minhas dúvidas. –Jus-Justin. –Chamei ele, gaguejando um pouco por causa do nervoso.

-O que foi? –Ele perguntou, olhando dentro dos meus olhos. Engoli em seco, perdendo toda a coragem de perguntar. E se algo tiver acontecido? Como eu terei coragem de olhar novamente para a cara dele? Ele me olhou todo confuso, me fazendo rir nervosa.

-O que... –Comecei a perguntar para ele, que fez um sinal para mim continuar a falar. –O que você acha de ficarmos assistindo filme quando voltarmos? –Perguntei dando um sorriso amarelo, percebendo que eu não consegui perguntar o que eu realmente queria saber.

-O clima realmente está bom para ficarmos assistindo filme com um balde de pipoca. –Ele falou, colocando a mão sobre o queixo pensando. –Será que lá eles tem filmes? –Justin perguntou pensativo. Suspirei, me sentindo agoniada por não saber. –Já é ali. –Ele comentou chamando a minha atenção enquanto apontava para a lavanderia.

-15 minutos como eu tinha te falado, falei para confiar em mim que não ia se perder. –Falei, dando um sorriso amarelo para ele, que apenas me mostrou a língua como uma criança. Atravessamos a rua indo em direção à lavanderia.

                       A lavanderia estava literalmente vazia, o que era bom, pois não teríamos de esperar ninguém para conseguirmos lavarmos as nossas roupas. Fui até o homem que estava atrás do balcão, que me estendeu uma cesta e tudo mais o que eu ia precisar, enquanto eu pegava o dinheiro para pagar. Dei o dinheiro para ele, colocando tudo dentro da cesta e indo em direção a uma das máquinas para começar a lavar.

(...)

-Justin. –Decidi tentar perguntar mais uma vez, enquanto ele estava concentrado na roupa dele dentro da máquina. –Você sabe, na noite passada, bem eu... –Parei a pergunta perdendo toda a coragem. Passei a mão sobre o meu cabelo, sentindo o meu rosto esquentar. Eu não ia conseguir perguntar nunca se continuar assim.

-Você quer saber sobre o strip tease? –Justin perguntou me fazendo arregalar os olhos, olhando para ele. Ele começou a rir alto, atraindo a atenção de algumas pessoas que tinham chegado depois de nós. –Estou brincando. –Ele falou, me fazendo suspirar aliviada. –Nós só dançamos e você passou mal, então decidi te trazer de volta. –Ele falou com um sorriso.

-Mesmo? -Perguntei enquanto ele apenas assentiu com a cabeça com um pequeno sorriso. –Eu estraguei a sua noite, me desculpe! –Exclamei desesperada assim que me lembrei dele com a mulher na boate. Justin apenas sorriu se aproximando de mim.

-Só vou te desculpar com uma condição. –Ele falou, me deixando curiosa. Olhei para ele, esperando ele falar. –Vamos dançar enquanto esperamos. –Ele falou com um sorriso imenso, me fazendo olhar para ele como se ele fosse louco.

-As pessoas vão ficar olhando como se fôssemos doidos. –Falei para ele, que apenas sorriu para mim, se aproximando de mim. –Não tem nenhuma música tocando, não podemos dançar quando voltarmos no hotel? –Perguntei molhando os lábios, me sentindo nervosa. Justin se afastou de mim, me deixando aliviada, indo em direção ao homem que estava no balcão, ele falou algo para ele que assentiu com a cabeça para o mesmo, no mesmo momento começou a tocar uma música.

-Agora tem música. –Justin falou com um sorriso, enquanto se aproximava. Cocei a nuca envergonhada. –Me concede essa dança milady? –Ele perguntou, estendendo a mão para mim, enquanto se inclinava na minha direção. Suspirei baixo, pegando na mão dele. Não tinha jeito, ele era teimoso. –Esquece que tem outras pessoas, e se divirta. –Ele falou começando a me girar no ritmo da música, tomando cuidado para eu não bater em nenhuma máquina.

                      Olhei para Justin, que me olhava com um sorriso enquanto dançávamos. Ele parecia estar se divertindo. Ele me olhou arqueando uma sobrancelha, me fazendo suspirar, desistindo. Fingi não haver mais ninguém além de nós dois como ele pediu, seguindo os seus passos. Justin sorriu ainda mais, me puxando para perto dele.

                      Justin segurou nas pontas dos meus dedos, me girando 360º graus no ritmo da música que soava por toda a lavanderia com um sorriso. Era como se fossemos só nos dois ali, assim como ele pediu para mim fingir. Ele me puxou para mais perto dele, mas sem querer a minha bota escorregou, fazendo com que ele caísse por cima de mim.

                      Para não me esmagar, Justin colocou as suas mãos como apoio, deixando o seu rosto próximo ao meu em um ato impensado. Senti as minhas bochechas começarem esquentar, quando percebi que ele olhava para os meus lábios. Estávamos tão perto que eu podia sentir a sua respiração batendo contra o meu rosto. Ele começou a se aproximar um pouco mais devagar, fazendo o meu coração bater mais rápido. Ele colocou uma das mãos sobre o meu rosto,me fazendo fechar os olhos apreciando o toque dele.

                      Quando faltava menos de 1mm para nossos lábios encostarem, escutei o sino da porta da lavanderia, me fazendo acordar. Empurrei Justin para longe de mim. Ele pareceu ter acordado assim que eu empurrei ele, pois seus olhos se arregalaram. Eu apenas me levantei indo prestar atenção nas roupas dentro da máquina, enquanto sentia o meu rosto quente.


Notas Finais


Olá amores, nao me matem por ter acabado assim esse capítulo >.<

Amores, desculpem os erros, eu reviso os capítulos, mas como sou meio distraida, tem erros que passam desapercebidos </3 Agradeço a todas por lerem, acompanharem, favoritarem e comentarem, voces mudam o meu dia. Agradeço de coração. Estou muito feliz por a fic ter chego a esse tanto de favoritos, de leitoras, me sinto grata. Obrigada.

Não viu o trailer de The Bride? Clique aqui então -> https://www.youtube.com/watch?v=AtIp-jyXmEk <-

Conversem comigo amores, me digam o que acharam desse capítulo? O que acham que vai acontecer no próximo? E agora como vai ser entre Justin e Sam? O que será que está acontecendo a Sam?

Bom, até terça <3 ~Como decidi postar intercalando, só volto Terça ><


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...