História The bus boy - Jikook - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, V
Tags Jikook, Lemon, Masoquismo, Sadomoasoquismo, Sexo, Tortura, Vhope, Violencia
Exibições 129
Palavras 1.841
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DEMOREI MAIS TO AQUI AAAAAA
CARA ESSA PORRINHA TEMM 1.841 PALAVRAS SOCORRINHO
EU DEMOREI POR QUE PRA MIM FLUFFY É MAIS COMPLEXO
pra ser fofo tem que ter uma história e eu tava com pouca criatividade :(
VÃO LÁ LER MINHAS OUTRAS FIC'S PUDINZINHOS
VOU DEIXAR LINK LÁ EM BAIXO
AMO VCS
good reading <3

Capítulo 3 - Taeseok - Fluffy


Fanfic / Fanfiction The bus boy - Jikook - Capítulo 3 - Taeseok - Fluffy

Hoseok

Depois que Jimin saiu com Jungkook para algum lugar, não tinha onde me esconder ou desculpas para sair de perto de Taehyung

- Então – o que estava em minha frente se senta ao meu lado – parece que fui abandonado novamente por Jungkook – olha para o chão com um semblante triste

- Eu estou aqui pra você – coro quando percebo o peso de minhas palavras

- Sabe – vira seu rosto para me ver – eu lhe percebo a muito tempo Hoseok, só você não percebeu por ser muito lerdo – quando diz as últimas palavras sorri quadrado

- C-como a-assi-ssim me per-percebeu? – digo nervoso

- Te olho sabe, você é realmente muito bonito – me encara – tem um sorriso contagiante, não consigo te ver feliz  e não ser também

- E-eu não percebi – fixo meu olhar em seus lábios, tão lindos

- Vamos ao parque? – diz se levantando

- M-mas estamos e horário de au-aula – me encolho

- Não haverá problema, te garanto – olho para o lado um pouco receoso – ei eu cuidarei de você – sorri

- Tudo bem – me levanto – mas por onde vamos sair?

- Me acompanhe senhorita – estende a sua mão para mim e eu a seguro

Ele me leva para o fundo da escola, como era recreio todos os professores estaria se alimentando não havia ninguém no local.

-  É aqui – para em frente a um muro coberto de grama, puta merda eu não sei escalar isso não

- V-vamos escalar isso? – olho para cima e o medo me domina

O mesmo entra em meio as folhas e abre com a mão uma saída para fora

- Não será necessário – faz um sinal para mim passar e sussurra em minha orelha – não deixaria minha princesa se machucar

Confesso que arrepiei, quando saímos andamos em direção a praça central da cidade conversando sobre coisas aleatórias e cada minuto que passa me apaixono mais um pouco pelo seu sorriso.

Quando chegamos ao local, sentamos em um banco à frente de um lago. Não havia muitas pessoas somente algumas crianças brincando, e Taehyung as encarava com um brilho no olhar

- Quer um sorvete? – dessa vez tomo a iniciativa e pergunto ao mesmo

- Adoraria, vou ali na barraquinha – se levanta

- Não, não eu vou pagar – me ponho em sua frente e o mesmo avança encaixando atrás de mim

- Princesa, eu lhe trouxe aqui então pagarei tudo – sussurra novamente em meu ouvido saí de trás de mim e se coloca em minha frente – vai querer doque?

- M-morango e cre-creme – e vejo o mesmo se afastar

Como pode mudar da água para o vinho tão rapidamente? não sei mais explicar e nem mesmo definir Kim Taehyung. Vejo o mesmo voltar com dois sorvetes na mão

- Pronto – me entrega oque estava em sua mão esquerda

Enquanto saboreávamos os nossos sorvetes, comecei a lambuzar-me

Mas não de proposito e então sinto os lábios quentes de Tae encostarem nos meus e sua língua “limpar” envolta da minha boca , depois que o mesmo se afasta, fico completamente estático

- O-oq-oque f-foi iss-isso? – encosto a mão por onde ele passou sua língua

- Não gostou? me desculpe foi reflexo eu nã... – interrompi o mesmo com um beijo

Começo com um selinho que transmitia sentimentos, e logo depois pedindo passagem que foi concedida imediatamente, era longo, calmo e sua boca estava com gosto de chocolate por conta do sorvete. Logo o ar fez falta e nos separamos por obrigação, pois poderia ficar uma vida o beijando sem parar

- Não acha melhor irmos para casa – coro violentamente ao sentir olhares feios encima de nós – as pessoas estão olhando TaeTae-ssi

- Não me importo – sorri e passa as mãos pela extensão de minha face – Só me importo com você agora bebê – dá um selinho em meu nariz – Mas acho melhor irmos para casa mesmo

- Tu-tudo bem – lentamos e o mais alto passa as mãos pela minha cintura me causando uma corrente elétrica percorrer meu corpo

Fomos andando até a saída do mesmo, ainda com ele olhando as crianças brincando pelo parque, ele tem um grande fascínio por elas.

- Porque gosta tanto de crianças Taehyung? – pergunto entrelaçando nossas mãos sentindo ele arrepiar

- Por que elas são inocentes, transparecem uma calma tão imensa em todos os momentos que me sinto muito bem perto delas – sorri com um sentimento puro que podia jurar que o mesmo era uma criança

Quando me apaixonei por ele de longe, não sabia que de perto o amaria mais ainda.

Chegamos no portão do parque e então quando ele iria se despedir eu o interrompo

- Você poderia ir lá em casa sabe, quer dizer, se você quiser daqui a pouco é hora do almoço e... – passo a mão pela minha nuca

- Adoraria ir na sua casa Hoseokkie – diz fazendo aegyo

- A-ah mas me lembrei que minha omma e meu appa estão em casa com meus parentes e aish – me arrependi logo por ter dito após ver a carinha do Tae parecendo um cachorrinho triste e depois de segundos sua expressão muda

- Podemos ir na minha casa eu moro sozinho, yah – levantas as mãos e faz uma dancinha

- Ok então avisarei minha mãe

[...]

Quando chegamos na casa de Taehyung fiquei muito surpreso, era um apartamento enorme.

- Você mora com sua família? – digo adentrando a casa e deixando meus sapatos ao lado da porta – Eles não estão em casa? – olho para os lados

- Não, eu moro sozinho – tremi meu deus arrepiei

- Nesse apartamento enorme? Não se sente sozinho? – sento no sofá

- Às vezes – se senta ao meu lado escorando sua cabeça na curva do meu pescoço – por isso pode vir aqui quando quiser – sorri malicioso

Socorro.

- Quer comer algo? – eu pergunto

- Estou com fome – me retiro indo aonde vulgo ser a cozinha – ei, onde vai?

- Prepara algo para comermos, já que virei aqui mais vezes tenho que me acostumar com tudo – sorrio e desapareço de sua visão

Chego na cozinha e abro a geladeira, estava lotada de todo o tipo de comida até de coisas que eu não conhecia.

Então sinto um corpo atrás do meu e fungando meu pescoço

- Você tem um cheiro bom – cheira mais e dá um beijo no mesmo lugar – queria saber se sua boca é gostosa como você

Antes de poder me manifestar o mesmo me coloca encima da bancada me beijando calmamente de uma maneira doce, sua boca tinha gosto de cereja, um dos melhores que já havia provado

Paramos de nos beijar pela falta de ar e Taehyung me olha com aquele brilho, sorrindo grandemente

- Eu te amo tanto Hoseok -  ao dizer isso sela nossos lábios e esconde sua cabeça no meu tronco

- E-eu também te amo Tae-ssi – lhe retribuo o abraço e levanto sua cabeça começando novamente um beijo

Dessa vez ele era mais necessitado transparecia desejo, que era tudo que eu estava sentindo.

Ele levou sua mão até minha bundo apertando-a me fazendo arfar, ao ouvir isso ele me pressiona mais contra seu corpo me fazendo sentir sua respiração e até uma ereção se formando

Enquanto nos beijávamos fui até seu ouvido dei um beijinho no local e sussurrei

- V-vamos para o quarto Taehyung oppa? – ao ouvir essas palavras o mesmo arregalou os olhos e me pegando em seu colo me levando onde julgo ser seu quarto

Me coloca na cama com delicadeza e tira sua própria blusa me dando uma visão perfeita de seu corpo lindo

- Tem certeza que quer isso Hobi? Não quero te apressar... – disse ele com uma voz fofa

- Se vo-você não quiser tu-tudo be-bemm – abaixo a cabeça

- Não, não isso é tudo que eu mais quero bebê – beija meu abdômen por cima da blusa – Eu só queria que fosse especial...

- Se for com você será perfeito oppa – me sento e beijo sua testa

Ele me coloca de costa sobre os travesseiros e tira minha blusa, encarando meu corpo oque me fez corar

- Tão lindo – escuto-o sussurrar para si mesmo

Retira minha calça me deixando apenas de box e vendo minha ereção que já estava formada, ele a beija por cima do tecido e vai tirando delicadamente deixando beijos molhados sobre minhas coxas

Quando a tira o mesmo me encara como se pedisse permissão para me tocar e então assinto, ele pega meu membro pela base deixando beijos pela glande me fazendo gemer baixinho

- Oque você quer que eu faça baby? – olha em meus olhos

- Q-quero qu-que me chupe oppaa – minha voz arrasta, pois sinto o mesmo enfiar meu membro em sua boca

Ele fazia movimentos rápidos com precisão enquanto massageava meu testículo as vezes o tirava inteiro e colocava novamente, podendo ver sua saliva escorrendo.

Excitante.

- TaeTae e-eu vou go-go... – sou interrompido ao sentir sua boca longe de mim, tendo gemidos de reprovação

- Calma baby, irá gozar quando eu estiver dentro de você – beija meu pescoço e deixando chupões com força, para marcar mesmo – de quatro Hoseok

Não penso duas vezes e me viro empinando minha bunda com toda força que tinha e então o vejo tirando sua calça tendo perfeita visão de seu pau, que era enorme

Fecho meus olhos ao sentir sua boca em minha entrada, molhando a mesma e dando leves chupões  adentrando sua língua e deixando o local molhado

- Bebê tem certeza que quer isso? – estala a boca – podemos esperar...

- N-não TaeTae eu qu-quero... – falo com um pouco de dificuldade

Então sinto um de seus dedos dentro de mim, me fazendo dar gemidos de dor, e logo vindo o segundo, me acostumo rapidamente e começo rebolar sobre eles

Taehyung tira sua calça junto da cueca tendo a visão de seu enorme membro e coloca a cabeça em minha entrada me fazendo ter espasmos de prazer, podendo gozar ali mesmo

E então ele se movimenta devagar dentro de mim e parando para que me acostumasse com seu enorme volume, rebolo sobre o mesmo  e então ele começa estocar calmamente

- M-mais rápi-pido Taehyung...ahn – gemo alto

- Com certeza bebê

Ele dava estocadas fortes com precisão fazendo-me arrepiar por completo, dava gritos altos que qualquer que estivesse presente no prédio poderia ouvir.

O barulho de nossos corpos se chocando era maravilhoso, uma música para meus ouvidos, Tae dava leves arfadas e sua voz grave me fazia ficar ainda mais excitado.

Estava delirando, havia esquecido meu próprio nome por alguns segundos. Assim ele acerta o meu ponto “G”

- TAEHYUNG M-MAIS RÁ-RÁPIDO – basicamente urro a frase

E ele aumenta mais ainda a velocidade, fazendo a cama bater contra a parede em sintonia com sua estocadas

- Bebê e-eu vou... – e assim gozo, e logo Tae também

Permanece dentro de mim por alguns segundos e deita em meu lado se retirando

- Isso f-foi perfeito Tae – aninho em seu peito

- Pra mim também bebê – beija o topo de minha cabeça

E então adormeço, mas antes escuto o mesmo sussurrar em meu ouvido

“Estarei sempre com você Hoseok-ah, te amo”

 

 

 

 

 


Notas Finais


DESCULPEM OS ERRINHOS
E SE TIVER UMA BOSTA, NÃO DESISTAM JIMIN <3

Link da Fic Vhope - https://spiritfanfics.com/historia/youve-always-been-the-love-of-my-life--texting-6880079

Link da Fic Jungmo - https://spiritfanfics.com/historia/my-childish--jungmo-7099768

Link da OneShot Vhope - https://spiritfanfics.com/historia/my-childish--jungmo-7099768

TEMAIS 1SHOT NO MEU PERFIL PQ SOU A LOUCA DOS 1SHOT SIM

OBRIGADA PEELOS 33 FAVS AMO TUDO VCS <3

fiquem com kim namjoon irmãos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...