História The Butler ||JiKook - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Namjin, Rapmonster, Tae, Vhope, Vmin, Yaoi, Yoongi
Exibições 324
Palavras 1.485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi nenês
🌚
Boa leitura :3❤

Capítulo 33 - 33


Fanfic / Fanfiction The Butler ||JiKook - Capítulo 33 - 33

Acordo e sinto água quente contra meu corpo, e uma mão alisa minhas penas junto a um sabonete. Sigo o o olhar até JungKook, e o mesmo estala a língua.

- Você não devia ter acordado agora.

Ele se afasta e eu tento levantar, falhando logo em seguida. O moreno se aproxima com um pano branco em mãos e vejo um pequeno sorriso torto em seu rosto.

- Não acorde mais.

Assim que ele termina de falar, se abaixa ao meu lado e pressiona o pano contra meu rosto, me obrigando a respirar contra o tecido macio que tinha cheiro de remédio.

Novamente, meus olhos pesam... E mais uma vez, me entrego a escuridão.

[...]

Acordo com o rosto afundado em algo macio e deitado de bruços, percebo que se trata de uma cama quando, depois de um tempo, consigo levantar o rosto.

Sinto meus braços amarrados, assim como meus pulsos, e qualquer tentativa de me mexer, é em vão.

Viro a cabeça em busca de algo e me deparo com um quarto escuro, com algumas velas espalhadas pelos móveis, e sinto um cheiro agradável de baunilha pairar no ar.

Continuo sem entender o que está acontecendo. Viro minha Cabeça para o outro lado e vejo JungKook sentado em uma poltrona, com uma taça de vinho na mão e me encarando com os olhos fundos de sempre.

- O q-que... 

- Eu disse que eu estava tentando não ser agressivo com você... Mas você me desobedeceu.

A voz dele está mais rouca que o normal e ele coloca a taça de vinho sobre um móvel.

- M-me solta... Por que me prendeu JungKook? - Minha voz sai falhada e minha garganta arde.

- Porque hoje... Eu vou te punir, e te mostrar porque não deve me desobedecer.

Assim que a última palavra escapa por entre seus lábios, todos os pelos do meu corpo se arrepiam.

Será que ele sabe que eu sou um Bondage?

(N/A: Bondage=Atração por amarrar e/ou ser amarrado durante o sexo)

Ele levanta e caminha até mim, roçando os dedos por minhas coxas e só agora dou conta que estou completamente nu.

- Suas coxas são tão brancas... - Ele aperta a direita e desfere um tapa logo em seguida - Eu vou deixá-las tão marcadas Jimin... 

Um gemido sôfrego escapa por meus lábios e eu me concentro na ardência em minha coxa, pedindo mais mentalmente. 

Talvez eu seja estranho por gostar de apanhar na hora do sexo? Talvez

- A marca da minha mão ficou linda na sua pele, vou fazer mais isso.

JungKook senta na cama e me deita em seu colo de bruços, fazendo com que minha bunda fique um pouco elevada por conta de suas pernas.

Sinto um formigamento no meio das pernas e percebo que estou começando a ficar duro, apenas com alguns toques.

Jeon alisa minhas coxas com suas mãos enormes, me causando arrepios e me fazendo relaxar o pescoço, ficando com o rosto contra o colchão novamente.

- Você vai contar os tapas, e se você não o fizer, não vou deixar você vir, entendeu? - Aceno com a cabeça, confirmando e sinto a corda que me amarra apertar mais meus braços, me fazendo gemer - Responda Jimin! 

- Entendi - Minha voz sai baixa e eu sinto o primeiro tapa ser desferido em minha coxa - Um... - Dessa vez, o tapa vem mais forte, fazendo minha nádega esquerda arder -D-dois - A cada tapa, o desejo aumenta, me fazendo implorar mentalmente por ele - Três... 

E assim foram 43 tapas bem dados em toda minha bunda e coxas, fazendo as mesmas arderem insistentemente. JungKook me deita novamente, dessa vez, de barriga para cima. Ele se afasta e vejo ele voltando com um frasco em mãos, mas não é o de lubrificante. Ele coloca o frasco na cama ao meu lado e eu leio a embalagem.

" Hot de Morango" 

Quando olho JungKook novamente, ele está sem camisa, apenas com a calça jeans preta agarrada. É incrível como ele consegue ficar lindo de qualquer jeito, ainda mais com os cabelos levemente bagunçados.

Não se mexa, se o fizer, já sabe. 

Ele pega o frasco, abrindo o mesmo e colocando uma boa quantidade em suas mãos. JungKook arruma a postura e começa a passar o gel por meu corpo, iniciando pelo tronco. (N/A: O Gel proporciona uma sensação de calor quando assoprado, massageado ou lambido, Também Hidrata e amacia a pele)

A massagem dele continua descendo e agora, já passa por minha virilha. O moreno encara meu rosto por alguns segundos e volta a pegar o frasco, abrindo e despejando o gel no meu membro, me fazendo gemer alto.

Ele massageia aquela área por alguns instantes mas logo continua, descendo para minhas coxas e massageando-as, dando alguns tapas e apertos.

Quando o gel está presente em todo meu corpo ele volta para cima, espalhando uma quantidade ainda maior no meu pescoço e colocando a embalagem no móvel ao lado da cama.

Ele novamente, tem um sorriso torto no rosto.

Será que ele também é um bondage?

JungKook aproxima o rosto de meu pescoço e chupa, lambe e morde o mesmo, logo, o gel começa esquentar me fazendo gemer e impulsionar o quadril pra frente, criando um contato pequeno entre nossas pélvis.

- Hey Jimin... Tenha calma, não se esqueça que eu estou no controle.

Aceno com a cabeça novamente e ele volta a brincar com meu corpo, agora, massageando os lados do mesmo enquanto espalha beijos e lambidas molhadas por todo meu peito e barriga. 

Sua pele fica ainda mais gostosa com esse hot.

Logo, meu corpo inteiro está quente, e gemidos descontrolados escapam por meus lábios.

Não goze Jimin, ou será castigado.

Como ele quer que eu não goze? Estou quase no meu ápice e tenho certeza que ele nem começou.

Jeon afasta minhas pernas e fica ajoelhado entre elas, se inclinando e pegando meu membro, envolvido pelo gel e pelo pré-gozo, que já escorre.

Ele começa uma masturbação lenta, fazendo o gel aquecer e me causando espasmos por todo corpo. JungKook se abaixa ainda mais, e envolve minha glande com a boca me fazendo gemer alto e apertar os olhos.

Sua boca, agora, trabalha todo comprimento da minha intimidade, esquentando a mesma.

- J-JungKook... eu não aguento mais, por favor - Com um fio de voz, imploro pelo orgasmo.

- Peça 

Ele acha que me controla? Ele está certo.

- Por favor... M-me deixe vir JungKook, eu preciso...  

O aperto em sua mão se intensifica no meu membro, me levando a delírio.

- Você já pode gozar. 

Assim que as palavras dele chegam a meus ouvidos, eu me venho em um orgasmo explosivo e quente, desmanchando sobre a mão de JungKook e meu estômago.

Seus dedos finos se dirigem até meus mamilos, e começam a estimulá-los. Logo sua boca se faz presente naquela área também, fazendo uma nova ereção começar a aparecer em minha intimidade.

- Você gosta que eu mexa aqui, Jimin? - As sensações estavam me levando a loucura, e eu não era capaz de responder - Jimin, responda!

- Eu gosto J-Jeon... 

- Gosto quando você me chama de Jeon, é sexy. 

Ele afasta suas mãos e levanta para tirar a calça e a cueca, meu olhar se direciona para seu membro ereto, e envolvido pelo pré-gozo já se fazendo presente.

JungKook se deita no meio das minhas pernas e me penetra sem dó nem piedade.  Um grito agudo escapa por meus lábios e eu tenho certeza de uma coisa.

Não vou andar por vários dias.

Gemidos altos e sofridos escapam por entre meus lábios, sinto lágrimas escorrerem por meu rosto e aperto a corda que amarra mais braços atrás de meu corpo.

- Sente essa dor? Ela vai ficar pior se você não me obedecer Jimin, você é capaz de seguir minhas ordens?

Suas estocadas rápidas e fundas começam, arranhando minhas paredes internas e alargando minha entrada cada vez mais.

Quando me dou conta, já estou de quatro sendo inteiramente fodido pelo pau grande e grosso de JungKook, sentindo cada parte de sua intimidade dentro de mim.

Seus movimentos se intensificam e posso o ouvi-lo rosnando palavrões contra minha nuca, aproveitando para chupar e morder toda área, me fazendo ir as nuvens e voltar. Tapas são desferidos em minhas coxas e bunda, fazendo minha pele arder.

Pouco tempo depois, meu segundo orgasmo chega, e eu aperto minha entrada envolta do membro do moreno, o fazendo urrar.

Logo, sinto seu líquido quente e viscoso escorrer da minha entrada para minhas pernas. Desmonto em sua cama e JungKook dasaba em cima de mim, rosnando palavras sem sentido. Sinto ele sair de mim e gemo contra o travesseiro, sensível pelo segundo orgasmo em tão pouco tempo.

Sinto algo ser colocado em um dos meus dedos e logo, JungKook se deita ao meu lado.

- Descanse pequeno - Sua voz tem um tom divertido e um sorriso está presente em seu rosto.

Tento falar algo mas minha voz falha, não sinto minhas pernas e meu corpo arde. Me entrego para o sono sentindo um cafuné em meus cabelos.


POV JEON JUNGKOOK 

Será que eu fiz certo em colocar o anel no dedo dele? Ah, não importa. Eu amo Park Jimin.


Notas Finais


LEVANTA A MÃO QUEM TA BERRANDO COM ESSA ATUALIZAÇÃO
Oi nenês
Várias coisas nesse cap hein
Comentem se gostaram
Espero que gostem :3❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...