História The Camp - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Green Day
Personagens Billie Joe Armstrong, Mike Dirnt, Tré Cool
Tags Trillie
Exibições 25
Palavras 2.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá :)
Queria agradecer aos comentários e favoritos mais uma vez.
Vou atualizar The Camp aos domingos :)
Estou escrevendo uma fanfic com a ~JackssMiranda e deixarei o link nas notas finais, para quem se interessar. É uma fanfic Trillie chamada Give me novacaine.
E por falar nessa criatura maravilhosa, Jack <3 este capítulo é dedicado para ela, ou a fanfic toda ou enfim, eu adoro você imensuravelmente, extraordinary girl <3
Ok, boa leitura e qualquer coisa é só falar rs !
Beijos

Capítulo 3 - Três


Fanfic / Fanfiction The Camp - Capítulo 3 - Três

O despertador tocou acordando Mike e Tré. Billie como sempre continuava a dormir, e o amigo aproximou-se para acordá-lo.

- Bom dia Tré ! O que houve para dormir ao contrário ? Problemas na janela ?

- Não, eu só achei que fosse melhor. – disse envergonhado e correu para o banheiro.

- Ok. – Mike deu de ombros. – Acorda Billie.

- Mais cinco minutos. – ele resmungou com o rosto no travesseiro.

- Todo dia é a mesma coisa !

- Não seja chato Mike. – ele levantou coçando os olhos. – Podia chover para que nós pudéssemos ficar o dia todo dormindo.

- Se chover ou não, eles não vão parar as atividades Billie, isso é um acampamento.

- Não podem nos arriscar a ser atingidos por um raio, Mike.

- Como você consegue ser tão dramático ? – ele sorriu bagunçando ainda mais o cabelo do outro. – Anime-se que hoje é dia de piscina.

- Nossa, estou tão mais animado ! – ele respondeu irônico. – Qual é ? Onde você descobre tudo isso ?

- Entregaram um cronograma antes de entrarmos no ônibus Billie, mas você fez um aviãozinho de papel com o seu e jogou pela janela.

- Oh, era um cronograma ? – ele torceu o canto da boca. - E qual dia é dia da maratona de quem dorme mais ?

- No dia que terminar e você for pra sua casa pode dormir quanto quiser.

- Chato. – respondeu mostrando a língua.

- Anda, pegue sua sunga e tome um banho. Você tem que começar a ser mais higiênico.

- Nem fudendo, já tomo banho á noite e é muito ! E nem trouxe sunga, não pretendo entrar naquela enorme banheira de xixi. – respondeu fazendo com que Mike revirasse os olhos.

 

Após se arrumarem o trio desceu para tomar café e depois foram liberados para usarem a piscina. Billie apressou-se em sentar na área coberta, apenas observando com seus óculos escuros enquanto os outros pulavam na água.

- Vamos lá Tré, esse aí é desanimado. – Mike chamou.

- Eu acho que ficarei por aqui, não sei nadar.

- Tem uma parte mais rasa.

- Melhor não arriscar. – ele sorriu tímido.

- Você que sabe, mas se quiser é só me chamar que eu dou uma força.

- Obrigado.

- Tré é um rapaz sábio Mike. Você devia aprender com ele. E a propósito, fala pra Brittney comprar um biquíni do tamanho certo da próxima vez.

Mike mostrou o dedo do meio e saiu pulando na água com os outros.

- Por que você não gosta dela ?

- Ela que não gosta de mim, acha que sou uma má influência pro Mike. Até pediu para que ele se afastasse, mas ainda bem que ele não deu ouvidos.

- Por que você seria uma má influência ? Você é tão legal.

- Você que é incrível Tré. Eu fico feliz de ter você por aqui. Mas ela é uma idiota, sabe. Mike é alto, loiro e de olhos azuis, toda patricinha precisa de um cara assim. É só isso. – ele respondeu e o outro ficou em silêncio. – Me diga, porque mudou de escola logo no último ano ?

- Eu morava em outra cidade, mas meu pai precisou se mudar por questões de emprego.

- Entendi. Você gostava de lá ?

- Não fazia diferença.

Billie assentiu e encarou o outro por algum tempo. Não sabia exatamente o que era, mas Tré tinha alguma coisa que o deixava fofo. Alguma coisa que fazia Billie ter vontade de abraçá-lo a todo momento. De tocar novamente no seu rosto e no seu cabelo. Alguma coisa que estava tomando grande parte de seus pensamentos, como na noite anterior em que ficou observando o outro dormir por muito tempo até pegar no sono.

- Mike ! – ele levantou de repente e Tré se assustou. – Mike ! – Billie gritou novamente correndo para perto da área da piscina.

- O que foi Billie ? – ele correu aproximando-se do outro, que apenas sorria largamente.

- Mike, eu estou tão feliz.

O mais alto retirou os óculos escuros do amigo e pegou o rosto dele em suas mãos, olhando  fixamente em seus olhos.

- Não usou nada, né ?

- Claro que não ! – disse pegando novamente seus óculos. - Eu estou realmente feliz. Eu sinto a vida correr em minhas veias Mike. Eu quero muito viver.

- Billie ! Seus olhos estão tão brilhantes. O que houve ?

- Eu estou apaixonado. – respondeu fazendo Mike gargalhar. – Cadê a porra da graça ?

- Você apaixonado ? – perguntou enquanto ria.

- Sim, não posso ?

- Desculpa Billie, mas isso é muito surreal. Como você ficou apaixonado assim, de repente ?

- Não sei. Eu conheci ele há pouco tempo e já estou assim, mas Mike, nós somos complemento um do outro. O que falta em mim eu encontro nele e vice-versa. Eu estou tão fudido, não quero sofrer por isso, mas por outro lado eu nunca me senti tão vivo.

- Calma. Respira primeiro Billie. E você está apaixonado por ele ? Quem é ele ?

- Tré. – disse como se fosse obvio.

- Você conheceu ele há dois dias Billie. – Mike falou colocando as mãos na cintura.

- E daí ? Tenho que esperar quanto tempo para me apaixonar ? Tem lei para isso agora ? Você não está sendo legal comigo Michael Ryan. Eu venho contar a porra do meu sentimento e você fica duvidando.

- Tudo bem, me desculpa. É só que é muito difícil de entender tudo isso ! Eu queria ter uma câmera para mandar uma foto sua pro seu pai agora. Nunca vi você tão feliz Billie. – ele sorriu para o amigo. – E o que você vai fazer agora ?

- Não sei. Eu tenho medo de falar e ele me bater ou sei lá. Eu tô tão fudido Mike.

- Billie Joe com medo de apanhar. – Mike cruzou os braços. – A situação está mesmo complicada.

- Se continuar fazendo piadas eu não vou falar mais nada pra você.

- Tá certo, desculpa de novo. Olha, você só precisa ficar calmo, deixar as coisas acontecerem e se ele gostar de você vai demonstrar também, de um jeito ou de outro. E o Tré não tem cara de quem vai bater em você nem em ninguém.

- Eu sei, ele é um amor. – Billie falou olhando para onde ele estava sentado e Tré disfarçou já que observava os dois conversarem.

- Eu estarei aqui, como sempre estive. Vai fundo nisso ! Seja feliz, sinta tudo que tiver que sentir. Se você sair machucado eu estarei aqui.

- Obrigado. – respondeu abraçando Mike.

- Eu estou todo molhado Billie.

- Não me importo. – apertou-o e andou para perto de Tré que agora estava sendo incomodado. – O que vocês querem ? – Billie gritou e Mike correu logo atrás.

- Só estávamos convidando seu namorado para um mergulho.

- Não seja estúpido David, o cara não sabe nadar, não faça merdas. – Mike respondeu bravo.

- Oh, mas não tem problemas. – Josh abriu um sorriso cínico. – Ele é gordo, não vai afundar.

- Cala a boca ! – Billie gritou empurrando o outro que foi revidar, mas Tré entrou na frente.

- Não encosta... nele. – disse deixando Mike de boca aberta. – Nós não queremos problemas.

Billie olhava para baixo e ergueu a cabeça devagar enquanto sorria. Passou um braço nos ombros dele.

- Não vamos perder nosso tempo com eles. – deixou um beijo no rosto de Tré e puxou-o pela mão até a área das cadeiras.

- Deixem os caras em paz. – Mike falou antes de voltar para a piscina deixando os outros por ali.

- Você ficou muito bem de lápis, poderia usar mais vezes. – Billie disse sentando-se numa espreguiçadeira.

- Eu tentei tirar no banho mas não saiu tudo. – Tré respondeu puxando um sorriso de canto.

- Demora um pouco, mas se eu fosse você retocaria ao invés de tirar.

- Vou pensar nisso. – ele sorriu e Billie espelhou. – Você também fica bem de óculos escuros e boné.

- Obrigado ! Vou adotar esse novo visual agora. – ele respondeu – Sabe Tré, eu falo coisas e faço coisas as vezes, mas se você não gostar pode me falar.

- Tudo bem, mas por enquanto você não falou nem fez nada que eu não gostasse.

- Isso é bom Tré. – ele sorriu de novo.

A hora do almoço havia chegado. Depois de comerem, os três seguiram o monitor até uma área onde haviam paredes de escaladas.

- Quando você pensa que não vai ficar pior... – Billie resmungou abaixando a cabeça.

- Vamos dividir as equipes novamente, desta vez entre meninos e meninas. O objetivo é escalar essa parede e pegar uma bandeira, entregar á um colega que deverá correr e passar debaixo daquela rede. Ao sair encontra outro colega que leva a bandeira correndo para aquela base e quando ele completar outra pessoa sobe novamente na parede e tudo se repete. Podem dividir os trios.

- Podemos ser nós três ? – Mike perguntou.

- Eu poderia ficar com a parte de apenas levar a bandeira para a base ? – Billie perguntou manhoso.

- Tudo bem, e você o que achar melhor de fazer Tré ? Se rastejar pela lama debaixo da rede, ou escalar ?

- A lama parece melhor. – Tré sorriu e Mike assentiu.

Ao decidirem, pegaram os equipamentos e começaram a gincana. Mike escalou rapidamente, alcançando a primeira bandeira e desceu entregando-a para Tré. Ele correu e rastejou na lama debaixo da rede, encontrando Billie, que pegou a bandeira de suas mãos e correu sem muita vontade deixando-a na base.

- Isso é um saco completo. – encontrou Tré e ajudou-o a limpar a lama de seu rosto. – Olha só como você ficou.

- Não vejo a hora de tomar um banho.  

Quando a gincana terminou puderam comemorar a vitória. Mike brincou com sua namorada e seguiram abraçado até a trilha que levava aos quartos.

 

- Mas Billie é só uma festa, não precisa ir de pijama se não quiser.

- Nem fudendo vou descer até lá e ver aquelas vadias em pijamas minúsculos nem aqueles babacas. Já inventei que estou com febre e vou permanecer aqui.

- É só uma festa Billie, mas que coisa. – Mike continuou tentando convencê-lo.

- Divirtam-se. – Billie respondeu.

- Quer que eu busque comida para você pelo menos ?

- Comida é sempre bom. – ele sorriu e Mike revirou os olhos.

Tré desceu com o loiro e pegou algumas coisas para levar até o quarto. Quando chegou encontrou Billie deitado em sua cama do mesmo jeito que estava quando saiu. Os braços cruzados, as pernas esticadas e o olhar fixo em algum ponto.

- Eu trouxe para você. – Tré deixou as coisas sobre a cama.

- Obrigado Tré.

- Acho que eu vou ficar aqui também se você não se importar.

- Claro, não é bom você ficar lá perto daqueles caras. – Billie disse sorrindo e pegando uma latinha de refrigerante. – Você é muito gentil Tré. Sua namorada vai ter muita sorte.

- A sua também. – ele respondeu com o rosto vermelho.

- Não, eu não terei tanta sorte. Afinal sou um merda e nesse mundo de merda pessoas como eu ficam sozinhas porque são merdas, e pessoas como você ficam sozinhas quando os outros são uns merdas.

- Não fale assim Billie. – Tré tirou um espelho de seu bolso e entregou para ele. – Veja, você não é nenhum merda. Você tem lindos olhos verdes, um cabelo legal, e roupas legais, e é um cara incrível.

- Você acha tudo isso mesmo Tré ? – ele perguntou desconfiado.

- Tenho certeza.

- Senta aqui comigo. – pediu e o outro sentou-se ao seu lado. – Obrigado por tudo Tré. – ele disse deitando-se no peito do outro.

Tré ficou em silêncio sem saber como agir. Devagar deslizou os dedos pelo braço de Billie que sorriu já de olhos fechados. Não demorou para que os dois estivessem dormindo.

Quando Mike voltou, encontrou os dois dormindo juntos. Sorriu por ver Billie feliz e ajeitou a coberta sobre eles, apagando a luz e pegando no sono também.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...