História The Chess Game - Interativa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 32
Palavras 4.216
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E VOCÊS TINHAMA CHADO QUE EU HAVIA DESISTIDO NÉ? NUNCAAA~~~~~~ VOU TERMINAR SIM ESSA PORRA U.U Desculpem eu me enlouquecer, sou assim mesmo.. Mas vamos lá.. Eu tive que escrever esse capítulo mil vezes, estava gostando de nenhuma vez, mas eu queria muito continuar então vai isso.. E eu perdi a metade do capítulo, então tive que fazer novamente, sendo que em tanto detalhe.. Desculpem por estar meio bosta.

APROVEITEM

VOU DAR UMA RESUMIDA NO CAP PASSADO! Então, eles vão ter uma próxima missão e não podem errar, pois assim podem acabar morrendo.. É o JoonHyuk entrou! E ele se lembra dos pais, quando mais ninguém lembra! Enfim.. é só isso mesmo kkkk

Capítulo 3 - Capítulo dois.


Setor B - Sala 36

YangMi gritava com todos para que dessem mais uma volta na sala de corrida deles, todos estavam exaustos, pareciam que havia corrido uma maratona, YeonHwa fo ia primeira a cair no chão e a ter sua respiração quase falha, pedindo água para alguém. Mas a líder se aproximou dela e a chutou, fazendo a mesma cair no chão, YangMi era uma pessoa sem coração na maioria das vezes.

- Hey sua... Imbecil, você precisa se levantar! É assim que treina? - ela disse cuspindo as palavras na mesma.

- Deixa ela. - Hani se intrometeu parando ao lado das duas, YangMi odiava ela e então a encarou, mas logo voltou seu olhar para a que estava caída.

- Você é tão inútil quanto o novato. Vocês relaxam demais. Por isso eu fui líder, ganhei de todos vocês. - ela disse inflando o seu ego. A verdade era que para ser líder precisava acabar com todos no campo de batalha, e ela conseguiu, mas ninguém havia gostado da decisão. YangMi saiu dali, esbarrando em Hana, que quase socou a mesma, mas teve paciência e apenas suspirou. 

TaeWok correu até a YeonHwa que estava no chão, tossindo um pouco, ele veio com água e entregou para a mesma que bebeu. JoonHyuk observava tudo de longe, quando olhou para as escadas e viu a treinadora anotando tudo em seu tablet, ficou surpreso e indignado por ela não ter feito nada. 

"Vai lá paquerar ela." - Uma voz em sua cabeça dizia, o fazendo balançá-la compulsivamente, e assim que ergueu o olhar percebeu a mesma olhando para si, ficando corado.

- Hey tapado! - YangMi falou chegando perto dele. 

- H-hum? - ele se ajeitou ficando com a postura reta e então se curvou um pouco.

- Vai treinar mais, se você nos prejudicar nessa missão, juro que eu acabo com você, huh? - ela se aproximou dele dando um pequeno soco em sua barriga, o fazendo soltar um pequeno gemido de dor. E em seguida a mesma se retirou dali.

- Eu odeio ela com todas as minhas forças. - TaekWon disse, mordendo o lábio inferior, bufando.

- Não podemos deixar ela ser líder.. Nós não vencemos dela, mas acho que.. - YeonHwa olhou para o JoonHyuk.

- Ele? Acho que não. Ele é mais tapado que eu. - TaekWon respondeu.

- Nós não vencemos dela, e só tem uma chance por pessoa.. Precisamos tentar. - Hani disse, caminhando até o garoto, que já se assustava com a aproximação.

- E-eu não fiz nada. - ele disse.

- Sabemos.. Mas queremos pedir um favor. - ela disse. Ele apenas ficou a observando. - Lute contra a YangMi e tire o trono dela de líder. - o garoto quase se engasgou com o própria saliva.

- Q-que? - ele perguntou, não acreditando naquilo.

- Sei que consegue vencer. - ela falou. - Por favor.. Nós detestamos ela, e você também, não é? 

- Eu vou levar uma surra... - ele sussurrou.

- Vamos treinar você para que não faça isso. Mas quero que na hora do jantar você faça isso, huh? Proponha para ela.. - ele engoliu a seco, piscando seus olhos freneticamente. Hani segurou o rosto do mesmo, obrigando ele a encarar ela. - Responda.

- T-tudo bem. - ele disse, não era o que ele queria dizer.. Mas ele disse, ganhando um sorriso sincero dela que soltou seu rosto e voltou para o resto do pessoal. A cabeça do mesmo ficou tonta e ele deu um passo em falso para trás, caindo no chão.. Desmaiando.

- Ele vai cair! - essa foi a última coisa que o mesmo escutou.

 

(...)

 

JoonHyuk estava deitado no sofá, todos os outros - menos a YangMi - estavam rodando o mesmo.

- Ele vai acordar - Hana perguntou, mais para si do que para os outros.

- Espero.. - YeonHwa respondeu. O mesmo abriu os olhos, e todos pareciam ter dado um suspiro de alivio. 

- Wow.. Não sabia que haviam garotas tão belas aqui. - ele disse abrindo um sorriso sapeca, deixando todos confusos. 

- Desculpe? - Hana perguntou, como se não tivesse entendido ou ele estivesse falando em outra língua.

- Que peitos, hein.. - ele comentou rindo, foi quando levou um tapa da Hana, ganhando uma - quase - gargalhada do TaekWon.

- Quem é você e o que fizeram com o precioso JoonHyuk? - YeonHwa perguntou.

- Não sei. Mas esse é super engraçado. - TaekWon respondeu.

- Acho que ele bateu muito forte a cabeça. - Hani respondeu.

- O que está acontecendo aqui? - YangMi surgiu, olhando para eles. 

- Hey.. Estava esperando por ti. - JoonHyuk se levantou, como se estivesse bonzinho, e então apontou para ela. - Sua loira oxigenada.. Vamos lutar, eu quero pegar o cargo de líder. - a mesma ergueu a sobrancelha e caiu na gargalhada.

- Você? Puff... Faça-me o favor.. - todos observavam aquilo perfeitamente.

- Sim, eu. Está com medo de perder para mim? - ele abriu um sorriso cínico, provocador. A expressão da Yang logo foi mudada.

- Não. EU sei que vou ganhar. Vamos fazer assim então.. Se você ganhar se tornará livre, mas se não... Se tornará meu escravo por uma semana! - ela disse, vitoriosa.

- Tudo bem. Fechado. - ele disse. - Mas tem uma condição.. Sem armas, apenas nossos punhos.

- Fechado. - ela disse já estalando os dedos. - Vamos deixar melhor, huh? Vou lutar com você só com essa mão. - ela ergueu a mão direita e escondeu a esquerda.

- E eu vou ganhar de você com apenas um piscar de olhos. - ele disse e correu para cima dela.

A garota esperava um soco e foi exatamente o que recebeu, ela desviou na maior facilidade pegando no braço dele e colocou toda sua força o virando, fazendo o mesmo atingir suas costas no chão e então aproveitou para chutar seu rosto, que o mesmo desviou dando um pulo para poder voltar a ficar em pé, mas esse tempo fora muito devagar, fazendo a mesma acerta rum chute em sua barriga, o fazendo ir um pouco para trás e enquanto se recuperava ela deu outro, o fazendo bater contra um móvel e o quebrar. 

- Acho melhor desistir. - ela disse ficando por cima do mesmo.

- Nunca. - ele respondeu pegando o pé dela e a puxando, a mesma caiu por cima de sua mão, a fazendo sentir uma dor horrível, ele ficou por cima da mesma a dando vários socos, até que ela segurou um e levou sua mão até sua boca, mordendo com toda sua força, a fazendo sangrar.  Ele soltou um grito, tirando sua mão dali, mas percebeu que sua pele ficou. Como um humano poderia fazer aquilo? Se é que ela era humana. Ela o empurrou, invertendo as posições, e agora ficou por cima, batendo com toda força em seu rosto, ela estava com raiva, muita raiva, e não tinha como ele revirar, já que seus joelhos estavam prendendo suas mãos contra o chão. Os outros apenas observavam.

- Desista! - ela disse, ele cuspia sangue.

- N-não. -falou com dificuldade. 

A mão da mesma latejava, ela já não aguentava bater nele, então ela deu a hipótese que o mesmo não iria se levantar, por isso ela se levanto e deu as costas, mas foi atingida por uma barrada de ferro, a fazendo cair no chão. Com raiva a memsa se levantou e virou para ele, que estava com uma em suas mãos e outra ao lado dela.

- V-vamos mudar as regras.. Pode com arma. - ele disse com muita dificuldade e quase sem conseguir ficar e pé. 

YangMi revirou os olhos e pegou a barra com as duas mãos, ela correu até o mesmo e com apenas um golpe em sua cabeça ele caiu, desmaiado, ela não bateu com tanta força, não queri matá-lo.

- Pessoa-- DongHee entrou e viu aquela cena, ela deixou o tablet cair no chão e então correu até o mesmo que estava ali, caído. 

- Antes que fale algo.. Ele que me desafiou. E perdeu feio. - YangMi falou jogando a barra de ferro no chão e então saiu dali. Todos estavam surpresos. 

DongHee tirou se seu bolso um kit de remédio, com agulhas, ela aplicou na agulha e então colocou na veia do mesmo, injetando nele que o fez acordar de imediato.

- O-o que aconteceu? - ele perguntou, mas logo colocou sua mão na cabeça, sentindo uma enorme dor. - A-ai... 

- Vou cuidar de você. - DongHee disse, pegando um pózinho e olhou para as feridas dele, haviam no canto da boca, no olho e na sobrancelha.. - Vai arder. - ela disse aplixando aquele pó branco nas ferida, o mesmo gritou de dor. Ela tocou na cabeça, por onde foi atingido pela barra de ferro, pegou uma bandagem e colocou ali. Pegou um remédio e o entregou. - Engula. - ela disse e ele a obedeceu.

- Ele vai ficar bem? - YeonHwa perguntou, sentindo-se um pouco culpada.

- Acho que foi realmente a batida na cabeça que deixou ele doido daquele jeito.. Ele nem treinou para lutar com ela. - TaeWok disse balançando a cabeça em negação.

- Hani e Hana.. Poderiam arrumar a cama dele? Ele precisa descansar. E amanhã o dia de vocês será muito cheio.. Então por favor. - ela pediu e as duas se curvaram, retirando-se.

- TaeWok, poderia levar ele? - ela pediu com um pequeno sorriso e ele apenas assentiu, pegando o mesmo nos braços com um pouco de dificuldade, mas conseguiu. 

DongHee olhou para YeonHwa, ela não sabia o que dizer então apenas se curvou e retirou-se rapidamente, fazendo a loira que ficou suspirar e então guardar as coisas de volta em seu bolso. Ela se levantou e viu a bagunça, voltou para pegar o tablet e mandou alguns faxineiros robôs para limparem o local. 

 

(...)

JoonHyuk estava deitado, ele já havia dormido o suficiente, estava no quarto dele o TaeWok, ele o observava preocupado. Quando ele se levantou e suspirou olhando para o mesmo, confuso.

- O que aconteceu? – ele perguntou.

- Você lutou contra a YangMi e perdeu feio.. Foi nossa culpa, desculpe. – ele disse abaixando a cabeça. – Se nós não tivéssemos falado aquilo com você..

- Oh.. Mas eu já lutei com ela? – ele perguntou confuso. 

- Sim.. - ele respondeu. - E você estava um tanto que diferente, estranho. - ele falou coçando a nuca.

- Oh.. Não acredito. - JoonHyuk sabia exatamente do que ele estava falando, ou melhor, de quem.. - Foi o Gou. - ele falou sério, mais o seu colega pareceu não acreditar  queria rir.

- G-gou? - ele realmente se prendia para não soltar uma gargalhada ali.

- É minha segunda personalidade.. - ele olhou para seu amigo. - Pode rir. - disse suspirando, mas logo colocou a mão sobre sua cabeça, doía. 

Hani entrou no quarto e chamou os dois, parecia que a próxima missão já seria anunciada. Fora quando eles se levantaram e seguiram a mesma até a sala principal. Se encontrava lá Hana, YeonHwa, YangMi. As três sentadas no sofá, e de frente para o sofá estava DongHee e  KyunSeok. 

- Sentem-se. - Kyun disse, olhando seriamente para os dois que foram logo se sentando. - Temos a nova missão para vocês. - ele disse. - E a missão será; Vocês precisam sequestrar dois irmãos. Um tem 8 anos, e o outro tem 5. - DongHee colocou em holograma os dados de cada garoto. Para todos ali isso era normal, menos para o JoonHyuk. - Dessa vez, sem matar os pais. - ele falou, era bem mais difícil fazer esse tipo de missão sem matar alguém, poucas pessoas conseguiam.

- Vocês terão uma semana de treinamento avançado. - DongHee disse. 

- Começando agora. - Kyun apenas disse isso, dando a ordem que eles fossem para a sala de treinamento, todos se levantaram e curvaram-se saindo do local, menos JoonHyuk que olhou para trás, um pouco confuso. - Perdeu alguma coisa?

- Não.. - ele disse, suspirando e então voltou para seu caminho.

 

(...)

 

O tempo passou, um tempo suficiente para que eles estivessem perto do dia da missão, estavam todos muito tensos, pois saberiam que se falhassem.. Adeus, todos morreriam. Cada um já sabia mais ou menos o que fazer, se não, tudo. E agora era a última vez que eles treinavam, ainda não estavam se dando bem e seguiam as ordens da líder com um rosto não tão agradável. 

- Vamos, eu quero que dessa vez todos acertem! E no tempo! Ouviram? - ela gritou, e todos responderam;

- Sim! - e então ela clicou no conômetro, e ele começou a contar. Todos sabia o que fazer, e o foi feito.

YeonHwa mapeou toda a casa, pois esse era o seu trabalho. Assim entraram de fininho a Hana junto com Hani, e ficaram de guarda por fora YeonHwa, junto com o TaekWon, JoonHyuk já iria começar a atuar. A casa era um réplica completamente igual a que eles iriam invadir, única diferença era que a líder também iria participar, por enquanto ela só observava. Estava tudo indo muito bem, até que a Hani tropeça e ativa o alarme da casa, YangMi apenas aperta um botão e suspira.

- E nós erramos mais uma vez. Hani, você poderia ser um pouco mais útil, sabia? - ela disse, já sem paciência.

- E você deveria fazer alguma coisa, em vez de ficar só olhando feito idiota. - a mesma respondeu, no mesmo tom de ignorância.

- J-já é para eu ir? - JoonHyuk apareceu e YangMi revirou os olhos. 

- Esqueça. Eu acho bom vocês se prepararem, talvez para a morte. - a mesma desligou o simulador e saiu da sala, voltando para o seu quarto. 

- Nós sempre erramos por besteira. - TaekWon surgiu, suspirando.

- Me desculpem por esse erro, não cometerei ele novamente. - Hani se curva um pouco, pedindo perdão e sai.

Hana a observou, e não disse nada, apenas olhou para os demais e então bateu palma chamando a tenção deles.

- Vamos treinar mais, é fato que se não treinarmos.. Não vamos conseguir. E não tenham medo da morte. 

JoonHyuk suspirou e seguiu eles para a outra sala de treinamento. Já haviam perdido tempo demais tentando treinar na réplica da casa, agora precisavam treinar sozinhos. Cada um seguiu para o que era melhor, faltavam apenas 43 horas para que a missão deles fosse efetuada, no próximo dias eles iriam descansar e ter um relaxamento psicológico, que é sempre proposto antes de uma missão. DongHee estava olhando para eles, observando cada um, e o que eles haviam evoluído apenas naquela semana. Quando KyunSeok apareceu atrás dela.

- Como estão indo? - ele perguntou.

- Estão bem. YeonHwa está conseguindo desenvolver melhor o mapa das casas. JoonHyuk está mais ágil. TaekWon menos lerdo e prestando mais atenção nos lugares. Hana está mais forte. YangMi está a mesma coisa, cujo a mesma não treinou tanto quanto os outros e Hani está mais ágil e forte. Quase no nível da YangMi. - ela respondeu.

- Continue dando aquilo para eles. - o mesmo disse e deu meia volta, saindo. 

DongHee assentiu e voltou a olhar para os mesmos que estavam suados já, faziam duas horas que estavam ali treinando. Ela deu meia volta, saindo.

 

(...)

 

O dia da missão chegou, estavam todos na sala principal, nervosos, YeonHwa piscava incondicionalmente, Hani estava com o olhar neutro, mas por dentro tremia, JoonHyuk não sabia nem o que pensar, Hana está sentada, contando os segundos e TaekWon estava ao lado de Yeon, não se importando muito, ele estava confiante. YangMi chegou e então bateu palma, chamando atenção deles.

- Hoje é o dia que vamos ver se damos continuação a nossas vidas, ou se morreremos. Então, independente de qualquer um, boa sorte. - ela disse indo para a frente deles, no meio da sala e pediu para que todos ficassem em pé. - Curvem-se! - ela disse e todos o fizeram. 

- Muito bem, todos me sigam! - Kyun entrou na sala e já foi para uma sala ao lado da porta, todos apenas - em silêncio - seguiram o mesmo. DongHee logo iria por trás.

Eles entraram em um lugar que havia uma espécie de máquina enorme, Kyun apontou para dentro da mesma e foi até alguns funcionários que estavam sentados de frente para enormes televisões, mostrando o alvo - a casa. Eles todos mexiam naquilo, como se soubessem o que faziam, e realmente sabiam.

- Entrem na máquina. - ele ordenou e todos entraram, apenas JoonHyuk que ficou meio perdido.

- Entre na máquina. - DongHee sussurrou para o mesmo que logo depois entrou e a mesma se fechou, assustando o jovem loiro. Ganhando risadinhas da Yeon e o Taek.

- Boa sorte.  - Kyun disse e do nada, tudo ficou escuro. 

 

Seul, Ano 2037

O clima da grande cidade do país asiático era neve, e estava de noite, madrugada para ser mais exato, era no mês de Janeiro. Algumas luzes estavam apagadas da vizinhança, outras acessas, eles acordaram no fundo do quintal do alvo deles. Estavam com as bolsas, precisavam colocar as roupas e ainda cobrir o rosto, pois isso era fatal, além de colocarem luvas para não ficar digitais. Eles entraram pela janela, abrindo a mesma devagar, conseguiram arrombar a mesma, e assim foram primeiro Hani, Hana e YangMi. Os outros três ficaram de fora, YeonHwa já havia dado o mapa da casa, com tudo, eles iriam ficar ali para caso desse algo errado e então poderiam fugir. TaekWon iria ficar de olho na frente da casa e JoonHyuk teria o trabalho importante de.. Não fazer nada. Era novato, e YangMi não queria arriscar. 

- Vamos ver aqui. - Hani falou em sussurro e então seguiu para a cozinha, e foi desarmar o alarme. Assim que o fez, TaekWon entrou, junto com o JoonHyuk.

- Ficarei aqui em baixo. - disse TaekWon.

- E-eu... o que eu faço? - JoonHyuk estava perdido. 

- Apenas fique aí. - YangMi disse subindo as escadas, foi quando escutou a porta do quarto ser aberta e então ela para, mandando os outros atrás de si pararem. Era um adolescente. Não havia recebido a informação de ter um adolescente na casa. Ela voltou, sentindo que o mesmo iria descer as escadas e pediu para cada um se esconder apenas apontando.

Todos se escolheram em seus devidos lugares, fazendo barulho algum. Mas JoonHyuk foi o que se escondeu pior, debaixo da mesa. 

O adolescente desceu e apagou a luz, que descuidadosamente eles haviam deixado acesa, e foi até a janela - que eles também haviam deixado aberta. E estranhou, pois a mesma tinha tranca, mas deixou passar, foi quando se assustou por ver uma sombra passando no quintal, mas pensou ser o cachorro. Mal sabia ele que o seu cachorro já estava morto. 

Ele foi até a cozinha, mas escutou um barulho debaixo da mesa, YangMi que estava no teto olhou para o JoonHyuk como se fosse matá-lo por ter feito barulho, o adolescente se aproximou da mesa e se abaixou, JoonHyuk por reflexo chutou o mesmo. 

Toda a missão fora por água abaixo.

YangMi sai do teto e então bate com força na cabeça do garoto para que ele desmaiasse e olha com ódio para o loiro, alguém desce as escadas e vê os dois, foi quando a mulher olhou para o chão e então gritou, tentou correr para o telefone, mas Hani a acertou com um soco, não poderiam matar ninguém, essa era a regra. A moça cai no chão e YangMi grita:

- YeonHwa ligue a máquina de volta! Hana! Hani! peguem as crianças! - ela disse e então puxou o JoonHyuk pelo braço, iria tirá-lo dali. Foi quando a mesma se levantou e então jogou um vaso na cabeça da Yang e agarrou a perna do JoonHyuk, o fazendo cair junto com a loira. 

TaekWon chegou e então tentou ajudar, mas para isso teria que deixar a garota inconsciente. O adolescente já havia acordado, ele - cambaleando - pulou nas costas de TaekWon e o puxou para trás, o enforcando. JoonHyuk se levantou, quando a mulher pegou uma arma na gaveta e então apontou para ele.

- Saiam daqui! - ela gritou, o mesmo começou a ficar tonto, eles tinham que matá-los, se não morreriam ali. A visão do mesmo ficou borrada, ele estava tremendo. Ele se lembrou dos seus pais, o último sorriso que os dois deram, e um beijo de boa noite.. Antes de... Tudo aquilo acontecer.

YeonHwa jogou uma bomba dentro da casa, quebrando a janela, era uma fumaça que iria fazer os que estavam sem máscara dormirem, Hani e Hana pegaram as crianças que acordaram e agora berravam com medo, elas saíram da janela do primeiro andar, YangMi arrancou TaekWon dos braços do garoto e então o chutou no meio das bolas, o fazendo gemer de dor, o puxando dali junto com o JoonHyuk, a fumaça já havia consumido o local e a mulher caiu no chão, derrubando a arma. Porém ao saírem do local JoonHyuk tirou a máscara, para respirar, antes de sumirem.

- O portal já está quase pronto. - Yeonhwa disse.

- Eu não sei o motivo de não matá-los.. Eles iram falar sobre isso para a polícia. JoonHyuk! COloque a máscara! - Hana o repreendeu. O mesmo logo colocou a máscara.

- Mas eu desliguei todas as câmeras. - TaekWon disse, vitorioso. Não era verdade, a câmera do quintal estava ligada, e filmou - com perfeição - o rosto de JoonHyuk. 

Eles entraram na máquina e assim, dormiram novamente. Acordando agora.. Apenas no local.

 

DongHee se encontrava ali, observando eles, e KyunSeok também. As crianças já haviam sido levadas para seus respectivos lugares. KyunSeok estava com a afeição bastante séria. Ele se aproximou do JoonHyuk e então o ergueu pela gola da camisa, retirando sua máscara e o dando um soco com força, o que fez todos se assustarem. Ele então bateu nele novamente.

- Você. É. Idiota? - a cada pausa ele lhe desferia um outro soco, o fazendo cuspir sangue. - Eu disse uma coisa, e você desobedeceu completamente! Não atraia atenção! E o que você fez? Agora eles nos viram, e agora? Vão procurar você! A primeira missão que vocês cometem sucesso, mas fizeram isso tudo desmoronar! 

- O que está falando, senhor? - YangMi se levantou.

- Estou falando desse jovem, o rosto dele apareceu na câmera! Isso é bom? Não! é terrível.

- Vocês não podem simplesmente apagar os dados? - a mesma disse, KyunSeok abriu um sorriso cínico.

- Apagar os dados? Que tal eu apagar sua vida?! - ele falou, era o único ali que deixava a menor com medo. - Garoto, da próxima vez, eu juro que vai ser pior. - ele disse saindo dali em seguida.

DongHee suspirou e então se abaixou na frente dele, indicou para os outros que poderiam ir. Olhou para o JoonHyuk que tinha seus olhos fixados no chão. 

- Eu não sou tão bom quanto eles, não é? - o mesmo disse. - Eu não tinha nada de importante para fazer, mas mesmo assim.. 

- Escuta.. Você é alguém forte, só precisa parar de ser perdido.. e pensar muito, você pensa demais. Deixe se levar. Huh? Tenho certeza que é especial. - ela falou, estendendo a mão para o mesmo, que pegou na dela e então a garota se levantou junto a ele. - Vou te levar para a enfermaria, e depois você precisa se arrumar, tem uma surpresa para vocês.

 

~

 

- Parabéns! - Todos gritaram, assim que os seis surgiram na sala de jantar, estavam alguns funcionários ali. 

- Obrigada! Eu sei que somos demais! Mas pra que isso? - TaekWon foi o primeiro a se pronunciar.

- Por terem conseguido efetuar a primeira missão com sucesso! Vocês vão viver ainda mais! - DongHee disse com um sorriso, não era um sorriso verdadeiro, ela nunca demonstrava suas emoções. - E todos nós estamos orgulhosos! - ela falou.

- Podemos comer? - YeonHwa perguntou. Havia uma mesa cheia de comidas.

- Sim! Podem comer, só hoje estão fora da dieta! - ela disse apontando para a mesa e então todos foram imediatamente atacar, apenas JoonHyuk que ficou na porta ainda olhando para o chão. - JoonHyuk? - ela chamou sua atenção. - Não vai comer? - ele negou com a cabeça e então saiu. 

- Ele é estranho. - YangMi disse rindo, lembrando-se da surra que levou dela. 

A porta foi aberta e KyunSeok surgiu com um garoto ao seu lado, ele era alto, e possuía uma expressão serena, os cinco que estavam ali pararam de comer para prestar atenção. 

- Esse é o novo membro do Grupo 066, seu nome é Lee Hyun. E ele será o novo líder. - KyunSeok disse simplista. YangMi quase estourou o prato no chão.

- É um prazer em conhecer vocês! Vamos nos dar super bem. - ele se curvou um pouco e ao ficar normal abriu um sorriso perverso. A simples aparência escondia, nada mais nada menos como a pior pessoa que eles já iriam conhecer. 

 

Continua..

 

 

 


Notas Finais


Gente eu preciso saber quem ainda ta, pq se for assim eu continuo com os personagens, e quem não tiver, eu tiro os personagens e colocarei outros para vagas! Enfim.. Bom eu perdi o capítulo e tive que fazer uma boa aprte novamente, eu tirei muita coisa do que eu queria mostrar nesse, mas deixarei pra mostra rno próximo! Espero que tenham gostado :3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...