História The Children of Fairy Tales - Interativa - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Gaby_Amorinha

Exibições 46
Palavras 2.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Crossover, Escolar, Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sufilena: Olá, pessoinhas do meu coração! Dito e feito! Capítulo novo todos os sábados! AMEI fazer esse capítulo. Achei ele bem divertido! Não tenho muita coisa o que falar. Só sei que: espero que gostem! Beijos e até as notas finais!

Gaby: Oi leitores! Assim como combinamos, um capítulo novo de apresentações hoje. Esperamos que gostem, que os donos do personagens gostem de como eles saíram e que todos se divirtam. Ah! E não se esqueçam de acessar o blog da Fairy ao final do capítulo, ok? Link nas notas finais. Boa leitura!

Capítulo 4 - Apresentações - Parte II


Fanfic / Fanfiction The Children of Fairy Tales - Interativa - Capítulo 4 - Apresentações - Parte II

- Acho que já está na hora de ir. - disse Tavern para si mesma e esvaziando a segunda garrafa de bebida, que deixou no chão perto de sua cama.

A garota retocou o seu batom e ajeitou o seu cabelo olhando pelo reflexo do espelho e logo depois, saiu do quarto.

Tinha chegado na escola na noite do dia anterior. Se fosse para chegar no mesmo dia em que todos, iria se atrasar. Morava numa vila juntamente de seu pai, Gastón, que era bem afastada da escola.

Pegou toda a papelada e as coisas mais no check-in e lendo o nome do novato imediatamente.

Blake Christopher Pitchiner” pensou ela, enquanto lia. “Adivinha quem não faz a mínima ideia de como possa ser esse garoto? Eles podiam entregar uma foto junto dessa papelada toda”.

Tavern estava reclamando a toa. Era o primeiro ano que ela apresentava a escola para alguém. Ano passado ela era novata. Era a primeira vez que passava pelo aperto de procurar algum novato no meio daquela bagunça que nem sequer conhecia.

Para Blake não era muito diferente. Se sentia um pouco perdido no meio daquele monte de pessoas e mal sabia quem deveria encontrar ou esperar. Sempre fora educado em casa, portanto era seu primeiro ano em uma escola de verdade. Katherine, uma amiga de sua mãe, era uma boa professora. Tanto que ele vai estudar no ano correto para a sua idade.

O garoto observava as pessoas andando de um lado para o outro, algumas sendo levadas pelos seus veteranos, sentado em uma cadeira que, por milagre, estava vaga.

- Você é o Blake Pitchiner? - uma garota loira perguntou à ele.

- Sim, sou eu. - disse ele se levantando de imediato, fazendo a garota olhar para cima. Blake era um garoto muito alto com os seus 1,90 de altura.

- Tavern LeGume, mas pode me chamar só de Tav. - disse a loira, soando sedutora. - Tenho muita coisa para te mostrar, então me siga.

Blake não podia fazer outra coisa a não ser segui-la. Tav tinha uma facilidade grande para conversar com garotos bonitos e Blake não era considerado feio.

Já do lado de fora do prédio principal, Tavern entregou toda a papelada para o garoto, explicando o que era cada coisa. Os horários, o número do quarto, o número do armário, mapa e também entregado todas as chaves.

- Além das matérias obrigatórias e as obrigatórias exclusivas, também temos as atividades extra-curriculares. Se quiser, pode fazer Música, já que notei que gosta de música pelo o que li na pequena ficha que entregaram pra mim.

- O que são as obrigatórias exclusivas?

- Administração de Reino, pra quem vai herdar um reino, e Prática Mágica, pra quem tem poderes mágicos. Alguma delas é o seu caso?

- Somente Prática Mágica.

- Interessante. Vamos prosseguir.

Um dos últimos lugares pelo quais Tavern passou foram o campo de lacrosse e o bosque.

- E ali temos o bosque, que eu acho que você deve passar grande parte do tempo, já que aqui diz que você gosta de natureza. - disse se referindo ao papel em suas mãos. - E ali é o campo de lacrosse. Vou te dar uma dica: embaixo das arquibancadas é um ótimo lugar para namorar.

Blake não sabia como agir perante aquilo. Tav estava dando em cima dele? Por mais que parecesse, ela não estava. Aquele era o seu jeito natural de falar com os garotos.

- Já te disse onde é o dormitório masculino, então é aqui que nos despedimos. Nos vemos por aí… Blake. - disse ela, por fim, e dando uma piscadela para ele no final da frase e logo depois, sumindo ao entrar no prédio principal.

Antes que o garoto fosse até o seu dormitório, ele adentrou o bosque. Estava, mais especificamente, procurando algo e sorriu quando o encontrou.

- Oi...

 

(...)

 

Rose mal acreditou que conseguira um canto para se sentar no meio da bagunça que eram os novatos andando de um lado para o outro. Veteranos apareciam de todos os lados, levando alunos embora, e ela conseguia ver, por sua visão periférica, seu irmão Ben andando de um lado para o outro e xingando em voz baixa.

- Ben, logo logo nossos veteranos vão nos encontrar.

O garoto bufou. Rose voltou a atenção à rosa que desenhava em uma folha de seda e achou melhor, nem que apenas por hora, não alimentar os desesperos do irmão. Ele estava muito agitado e ela tinha que ficar atenta para acalmá-lo se ele começasse a se irritar demais. Não podia deixar um acidente acontecer no primeiro dia na escola nova.

E ela teria que aguentar essa situação por muito tempo, pois sua veterana estava atrasada.

Beatrice não fizera de propósito. Decidira dar uma volta pelo bosque antes de ir encontrar quem quer que fosse o novato a quem tinham lhe designado mas ficou curiosa sobre uma das árvores específicas e… Bom, Beatrice se distraía com facilidade com a natureza, que fazer? Como resultado, ela teve que ir correndo até seu check-in pegar a papelada de uma tal Roselyn Beauty e então se enfiar salão adentro, procurando a novata.

- Rosalyn Beauty… - ela murmurou. - Rei Adam e Rainha Bella, de Bela e a Fera? - Bea se perguntou. - Hm… Interessante.

Ela precisou caminhar bastante entre os alunos. Pascal guinchava em seu ombro, tentando dar direções para a garota: para cá, para lá, já olhamos ali, mas Rosleyn parecia ter evaporado no ar.

Beatrice sorriu. Adorava um desafio.

- Vem Pascal, vamos olhar mais de cima. - ela disse, colocando o camaleão no bolso para que ficasse mais seguro e correndo até uma das pilastras do salão. Beatrice tinha um talento curioso para corridas e escaladas, era bem ágil, herança de seu pai. Ela subiu na pilastra com uma rapidez que deixaria até os filhos de Tarzan surpresos, e então observou o salão de cima de um lado a outro. - Roselyn, Roselyn… AHA! - exclamou, ao encontrar a menina sentada no fundo do salão, desenhando. - Danadinha, se escondeu, foi?

Bea saltou do alto da pilastra, arrancando alguns gritos de susto de pessoas próximas, e então foi atravessando o local até a menina. Depois de todo esse estardalhaço, não teve como Rose não ter sua atenção atraída, e ao ver que era em sua direção que a tal garota loira estava vindo quis se enfiar em um buraco para sumir.

- Roselyn! - a loira cumprimentou, apertando a mão da novata. - Meu nome é Beatrice Rider, filha de Flynn Rider e Rapunzel. - ela disse, divertida. Pascal guinchou alguma coisa chamando atenção, e Bea o pegou na mão. - E esse é o Pascal.

- Ah! Olá, Pascal. - Rose comentou, rindo um pouco. Achara graça no pequeno camaleão. Bea o devolveu ao seu ombro e puxou Rose pela mão, a colocando de pé.

- Eu tenho muita coisa pra te mostrar. Vamos andando?

- Sim! Até mais, Ben. - Rose se despediu do irmão.

- Quem é ele?

- Meu irmão, Benjamin. Se comporte, viu? - Rose recomendou. A última coisa de que precisavam era que, no primeiro dia na escola, ela ou Ben perdessem o controle.

- Hmpf. Certo.

Rose puxou uma mecha do cabelo para trás da orelha. Estava nervosa em deixar Ben sozinho, mas agora tinha que seguir as regras, então apenas foi seguindo Bea para fora do prédio principal.

- Seus documentos e chaves. - Beatrice comentou, entregando um bocado de papéis e um molho de chaves para ela. - Tem aí mapa da escola, seus horários, senha do armário, chave do seu quarto… Tem um monte de matérias obrigatórias pra você fazer, mais Administração de Reino se for herdar um reino e Prática Mágica se tiver poderes mágicos. Você se encaixa?

- Ah… - Rose mexeu em um mecha do cabelo. Sua natureza verdadeira era segredo, e por isso, não deveria se matricular em Prática Mágica. - Não. Não tenho poderes e meu irmão vai herdar o reino, ele é mais velho.

- Entendi. Tem todas as extra-curriculares também, se inscreva em alguma se lhe agradar… E ali fica o refeitório. - Bea disse, apontando para um prédio distante. As duas continuaram caminhando por algum bom tempo, Beatrice mostrando coisas pelo campus e Rose prestando atenção em tudo. Ela viu muitas paisagens que gostaria de tentar desenhar depois, mas no momento não parou para nada. Deixou que Beatrice a guiasse pela escola até que chegassem ao dormitório feminino e ela lhe mostrou o seu quarto.

- Aqui, quarto 112. Você vai dividir com Tavern LeGume, filha de Gastón e… - Bea parou de falar. Ela e Rose se olharam por um instante e Beatrice podia jurar que um pouco da cor sumiu do rosto da morena. - Poxa. Eu sinto muito, de verdade. A Fada deve ter se confundido, eu posso…

- Não! Não, tudo bem, não quero incomodar. - Rose se apressou a dizer.

De todas as garotas da escola, sua colega de quarto tinha que ser a filha de Gastón? Só podia ser de propósito, não tinha como o universo lhe arrumar uma coincidência tão desagradável.

- Bem… Você que sabe. Suas coisas já estão aí dentro. Boa sorte, ok?

- Obrigada. Por tudo.

Beatrice deu de ombros, seu jeito de dizer “de nada”. Pascal guinchou alguma coisa, mas a loira apenas afagou a cabeça dele.

- Vem Pascal, eu tenho umas coisas para fazer.

Rose respirou fundo algumas vezes, observando Beatrice ir embora, e só então abriu seu quarto.

Tavern não estava lá, mas era visível por algumas garrafas vazias de bebida, roupas espalhadas e uma palheta de sombras de maquiagem aberta que já se acomodara (e bem) na cama da direita. Rose entrou em silêncio e pegou suas malas, começando a ajeitar suas coisas.

Ia ser um longo ano.

 

(...)

 

Tavern não voltou para seu quarto até tarde da noite. A escola tinha um toque de recolher, e ela abusou disso até o último minuto. Quando, por fim, não podia mais estar pela escola afora, entrou em seu quarto.

Encontrou Rose sentada na cama, terminando o desenho que fazia mais cedo. Durante o dia nem se dera ao trabalho de procurar saber quem seria sua nova colega de quarto, mas agora que a menina já estava ali não ia simplesmente ignorá-la.

- Boa noite. - ela cumprimentou, meio sem vontade. Rose, concentrada em seu desenho, percebera apenas agora que Tavern tinha chegado. Ficou surpresa. A garota não lembrava o pai em praticamente nada, fisicamente falando.

- Boa noite.

- Quem é você?

- Roselyn Beauty. Rose.

Tav ergueu a sobrancelha.

- Beauty? Alguma relação com Bella e Adam?

Rose pensou em mentir, mas não era de seu feitio. Era uma boa garota.

- Filha. - ela disse.

- Não. Não pode estar falando sério.

- Eu não escolhi isso, ok? A gente vai ter que lidar.

- Não vamos não. - Tav disse, abrindo a porta do quarto. - Vá pedir à Fada para que te troque de quarto.

Rose franziu a testa e se levantou, colocando o desenho na cama.

- Certamente que não. - ela respondeu. Podia até ser uma boa garota, mas não seria trouxa a ponto de simplesmente obedecer uma ordem dessas de Tavern sem discutir.

- Eu já me instalei aqui desde ontem, cheguei primeiro. Saia você.

O queixo de Rose caiu. Se a garota não tinha nada físico do pai, era visível que era tão insuportável quanto, ao menos levando em conta o que sua mãe já lhe dissera sobre Gastón. Rose firmou o queixo e ergueu a cabeça. Bella nunca tinha baixado a cabeça para Gastón. Ela não abaixaria para sua filha.

- Não. Eu gostei do quarto, e não me importo de ficar aqui. Se você não gostou, os incomodados que se mudem.

E dito isso, ela voltou para a cama, pegando seu desenho e voltando a trabalhar nele. Tav fechou a cara e bateu a porta irritada. Era só o que faltava! A filha de Bella era tão metida e nariz em pé quanto Gastón dizia que a própria Bella era! E teria que passar o ano inteiro dividindo o quarto com a princesinha mimada!

Ela grunhiu, irritada, e pegou mais uma garrafa, se jogando na cama e voltando a beber. Achou melhor ignorar a presença de Rose por enquanto, depois daria um jeito de espantar a garota de lá.

Talvez Rose tivesse problemas com fofocas. Talvez o blog da Fairy fosse afastá-la de seu quarto!

Com um sorriso cruel, Tavern abriu o blog em seu celular.


Notas Finais


Blog da Fairy: http://fairyblog.myfreesites.net/

LEIA A POSTAGEM DO DIA 26 DE NOVEMBRO!

Sufilena: Então, o que acharam? Gostaram? Odiaram? Se puderem comentar o que acharam, vão fazer essas autoras ficarem muito felizes! Essa Fairy está a cada dia mais atrevida! Vê se pode! Falar assim do nosso Flynn! Todo mundo gosta do Flynn. Não tem como não gostar. Enfim, espero que tenham gostado! Não esqueçam que comentários, principalmente grandes, nos deixam muito felizes! Beijos e até o próximo sábado!

Gaby: Gente, Sufi disse tudo, como pode alguém falar do Flynn! Eu espero sinceramente que vocês tenham gostado, e por favor, deixem comentários pra gente, a gente AMA. Mil beijos a vocês que adoram uma treta assim como nós, e até a semana que vem ❤

NOSSAS OUTRAS HISTÓRIAS:
Sufilena:

BFFs (Originais, one-shot)

https://spiritfanfics.com/historia/bffs-6933333

Don't Stop Believin (Glee, interativa, co-autoria com Gaby_Amorinha):

https://spiritfanfics.com/historia/dont-stop-believin--interativa-6553263

Gaby_Amorinha:

Os Gêmeos Potter e a Pedra Filosofal (Harry Potter - 1ª temporada de "Gêmeos Potter", encerrada):

https://spiritfanfics.com/historia/os-gemeos-potter-e-a-pedra-filosofal-285426

Os Gêmeos Potter e a Câmara Secreta (Harry Potter - 2ª temporada de "Gêmeos Potter"):

https://spiritfanfics.com/historia/os-gemeos-potter-e-a-camara-secreta-501121

Destino (Naruto):

https://spiritfanfics.com/historia/destino-476076

Don't Stop Believin (Glee, interativa, co-autoria com Sufilena):

https://spiritfanfics.com/historia/dont-stop-believin--interativa-6553263

E confira aqui minha página no facebook:

https://www.facebook.com/autoragabyfraga

Um conto que participou de um concurso no wattpad (ganhou menção honrosa. Fiquei emocionada):

https://www.wattpad.com/story/59821909-a-guerreira-de-zhorel

E links para comprar meus contos originais na Amazon!

[+18] Os Contos de Will e Richard - 1. Antes:

https://www.amazon.com.br/Antes-Contos-Will-Richard-Livro-ebook/dp/B01FK6SW44

[+18] Os Contos de Will e Richard - 2. Sete Anos:

https://www.amazon.com.br/Sete-Anos-Contos-Richard-Livro-ebook/dp/B01J4GLDOM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...