História The Chosen Ones - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Handong, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Yoonmin
Visualizações 70
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


45 FAVS AAAAA
99 COMENTÁRIOS AAAA
A FANFIC NÃO É TÃO FLOP ASSIM
obg gente, de vdd <3

O QUE ESTÃO SENDO OS PÔSTERES DO BTS E OS TEASERS DO NCT DREAM??? EU NÃO SEI


vcs provavelmente vão me matar nesse cap, eu mesma tenho raiva de mim.

mas mesmo assim espero que gostem.. até as notas finais <3

Capítulo 27 - Stiches


Flashback ON

Logo após mandar a mensagem pra Taehyung, Handong foi até a rodoviária, comprando passagens de ida e volta pra Busan.


Ao chegar lá, ela se hospedou em uma pequena pousada e ligou pra Namjoon falando:
_Ei, Nam... Por que não vem aqui? Me sinto tão sozinha... Podemos nos divertir um pouco.


Namjoon deu uma pequena risada e respondeu em seguida sem pensar muito:
_Obvio que vou, me manda o endereço pelo Kakao que já tô indo. Não sabia que tinha vindo pra Busan, mas que bom, preciso mesmo me divertir.

 


Handong desligou e sorriu vitoriosa.

 

Logo que Namjoon chegou lá, todas as luzes estavam apagadas, e ao dar alguns passos, Handong surgiu e bateu com uma pedra na cabeça de Namjoon, fazendo com que o mesmo apagasse na hora. 

 

Com isso, Handong foi até a portaria da pousada e chamou alguns seguranças, alegando que houve uma tentativa de assalto e que seu namorado estava apagado. 


Ela não pediu pra que acordassem, disse que o hospital que mais confiava ficava em Daegu, e que se a deixassem numa rua próxima do motel que ela estava, conseguiria levá-lo até lá.

 

Handong arquitetou tudo.

 

Alguns seguranças da pousada a levaram até o local, e Handong com Namjoon apagado e apoiado em seu ombro, entrou pelos fundos do Motel, indo diretamente ao seu apartamento que estrategicamente era o mais próximo da saída para os fundos do local.

 


Ao chegar em seu quarto, ela colocou Namjoon em um dos dois quartos do apartamento, o menor e que tem menos luz, se deu o trabalho de retirar até mesmo os móveis do cômodo e transferi-lo para o seu quarto e no dia em que chegou no motel, ligou para seu amigo que fazia obras por preços baratos e pediu que colocasse uma corrente presa a parede que ficava mais distante da porta.

 

Ela colocou Namjoon sentado encostado na parede, e colocou a mão em seu peito para verificar se não havia matado o coitado, pra sua sorte, Namjoon permanecia vivo e logo acorrentou o entorno de seu corpo, fazendo com que seus braços ficassem apertados ao lado de seu tronco.


A mesma se sentou em sua frente e sorriu orgulhosa de si mesma, dizendo como se estivesse conversando com Namjoon:
_Você mexeu com meu Taetae... É melhor amigo do meu inimigo... Uma ótima peça pra minha vingança contra Min Yoongi. Aposto que Tae vai adorar ver o garoto que mais implicava com ele nesse estado_ Handong cospe em Namjoon, dessa vez ficando de pé e fala_ Eu tenho nojo de vocês dois, meu irmão, ou melhor, meu oppa nunca fez nada pra vocês, monstros!

Handong começa a dar tapas e a arranhar Namjoon, já que o mesmo estava inconsciente.

 

Flashback OFF

 


_Você é uma peça essencial pra minha vingança_ Handong dá um chute na barriga de Namjoon que fica tonto por alguns segundos, sai do quarto sem olhar pra trás e fecha a porta com força._Taehyung vai ser muito feliz ao meu lado, e vai me ajudar a encontrar meus pais... ELE VAI!

 


_-~-_

 


Jimin estava sentado ao lado de Taehyung em seu sofá, quando disse olhando pra um papel em suas mãos:
_Então... Você vai atrás dela?

 

Taehyung estava com o celular na mão porém olhando pra frente quando respondeu:
_Eu tenho que ir. Por mais que eu odeie ela, não iria me perdoar se algo realmente muito ruim acontecesse com ela.

 

Jimin deu o bilhete pra Taehyung e se aproximou do mesmo dizendo:
_Vai ficar tudo bem, eu sei que vai.

Taehyung respondeu segurando na mão de Jimin com uma cara um pouco preocupada:
_Vá comigo Hyung, por favor.


Jimin ficou com uma expressão triste e respondeu segurando de volta a mão de Taehyung:
_Eu... Não posso. O meu problema a noite esqueceu? Não posso fazer algo assim até que eu saiba o que tá acontecendo.

 

Jimin puxou Taehyung pra um abraço que aconchegou sua cabeça no ombro do mais velho dizendo:
_Tudo bem, Jimin-Hyung, avisarei quando chegar em Daegu.


Jimin disse com um pequeno sorriso confortante:
_Me desculpa, queria ir... Mas não dá... Boa sorte.

 

_-~-_

 

Yoongi estava deitado em sua cama olhando pro seu celular que ainda não tinha nenhuma mensagem de Namjoon, o que o deixava um pouco triste. Ele coloca seu celular no criado mudo e põe suas duas mãos sobre sua barriga, falando enquanto olhava pro teto:
_Ele já deve ter esquecido de mim... Imaginei que isso fosse acontecer.

Mais ou menos 5 minutos depois, Yoongi vai até a cozinha pois estava com fome, abre sua geladeira e percebe que a mesma se encontrava vazia, e fala passando a mão no rosto:
_Aish... Vou ter que sair.

 

Yoongi pega um casaco verde escuro e veste o mesmo, junto com uma máscara preta, ele pega suas chaves que estavam em cima de uma mesinha ao lado da porta e sai de casa, indo pro mercado mais próximo, numa rua próxima à escola.

 


_Tchau, Jimin-Hyung. Eu volto logo._ Tae puxou Jimin pra um abraço antes que entrasse no táxi que o esperava em frente ao seu prédio. 

Jimin respondeu com um pequeno sorriso, se dirigindo até o táxi com Taehyung ao lado:
_Me avisa quando chegar, NÃO esquece. Boa viagem TaeTae.


Taehyung abriu um sorriso quadrado, do qual apaixona qualquer um, e entrou no táxi. Ao fechar a porta, ele acenou pra Jimin, que fez um coraçãozinho com seus dedos, fazendo com que Tae corasse e colocasse as mãos no rosto.


Quando o taxista ligou o carro, os sorrisos dos dois se fecharam um pouco, e quando o táxi começou a andar, ambos já não estavam mais sorrindo, mas não estavam com uma expressão triste, e sim decepcionada, em terem que se separar por causa de Handong, por mais que fosse por 1 ou 2 dias...


 Como eles achavam que ia ser.

 

Yoongi andava com o celular em uma mão e com umas notas de dinheiro na outra, ele andava em direção ao mercado, quando viu um táxi passando ao seu lado, dentro dele, pôde reconhecer Taehyung, com uma coloração de cabelo um pouco diferente, e estranhou o fato de ele estar indo embora logo após de ter saído com Jimin.


Ele olhou um pouco envolta da rua e pôde perceber que Jimin estava parado, olhando fixamente pro táxi que acabara de passar, Yoongi percebeu que tinha algo acontecendo apenas com o olhar de Jimin, então, resolveu se aproximar, pra tentar descobrir o que estava havendo, por mais que não quisesse nem olhar na cara de Jimin.

 


_-~-_

 

 

Handong estava sentada à frente de Namjoon mantendo a postura, e com um sorrisinho no rosto, esperando que o mesmo acordasse, ao ver que demoraria um pouco, pegou um copo de água fria, que tinha levado para essa situação, e jogou pelo corpo de Namjoon, fazendo com que ele se tremesse um pouco por causa do susto e da temperatura.

 

Ao perceber que Namjoon estava com os olhos abertos a olhando de cima a baixo, Handong sorriu novamente, segurando seus joelhos e mantendo a coluna reta, até que Namjoon perguntou suspirando:
_O que você quer comigo? O que eu te fiz?

 

Handong apoiou os cotovelos nos joelhos pra aproximar seu rosto de Namjoon e respondeu:
_Bom, você não me fez nada, mas você e Yoongi fizeram mal pro meu irmão.


Namjoon dando piscadas longas, se sentindo com sono por conta da batida na cabeça e pelo tempo sem comer, responde com a voz rouca:
_Eu achava que... Você me amava.


Handong ri e volta a ficar com as mãos no joelho, falando com um sorriso sonso e despreocupada:
_Se tem uma coisa que eu tenho de você, é nojo. E outra... Você não faz meu tipo.

Namjoon dá uma risadinha caindo de lado e com os olhos fechados pergunta:
_E qual seria seu tipo? Talvez o G-Dragon do Big Bang?

Handong se ajoelha na frente de Namjoon, colocando as mãos nas coxas e respondendo:
_Não, ele não faz meu tipo...


Handong se aproxima do ouvido de Namjoon provocativa e fala sussurrando:
_O meu tipo mesmo... É o Taehyung.

Namjoon arregala os olhos e fica um pouco confuso, perguntando com o tom um pouco mais alto:
_M-Mas ele não é seu irmão?


Handong fica de pé e cruza os braços respondendo olhando Namjoon de cima:
_Adotivo.


Namjoon diz dando um sorriso com os olhos quase fechados:
_Você nunca vai ficar com ele.

 

O rosto de Handong ficou vermelho, ela sentiu o ódio passando por todo seu corpo.

Ela acreditava que ficaria com Taehyung, era a certeza de sua vida, era seu sonho.


E toda vez que alguém duvidava de seu sonho, ela sentia que estavam duvidando de sua capacidade, que estavam duvidando dela.


Então ela se enfurecia.


E fazia coisas sem pensar nos outros, apenas em si mesma.

 


Ela foi até a sala, pegando uma tábua de madeira que achara justamente pra usar com Namjoon,  e vai até o quarto.

Ao fechar a porta do cômodo com força, ela vai até próximo de Namjoon e começa a batê-lo brutalmente fazendo-o sangrar a cada palavra:
_Eu... 

Vou... 


TER... 

 


O TAEHYUNG!

 

Marcas vermelhas e roxas tomavam conta de toda a superfície da pele de Namjoon, seu sangue era visível nas paredes e ele mesmo não tinha mais força pra gritar ou pedir socorro.


 Namjoon estava muito tempo sem comer, foi caindo pro lado aos poucos até se deitar, pôde sentir sua cabeça latejar é seu corpo arder. Sua visão aos poucos ficava cada vez mais embaçada.

 

 


Era o fim pra Namjoon.

 


Handong sentou mantendo como sempre a postura, costas eretas.


 Colocou as mãos nas canelas cruzando as pernas à frente de Namjoon e disse sem se importar com Namjoon morrendo bem na sua frente:
_Posso apertar ainda mais suas correntes se quiser, será ótimo com esses machucados. Não irei fazer isso se me responder uma só pergunta.

 

Handong puxa o cabelo de Namjoon, que estava enfraquecido e com os olhos fechados, pra cima, pra que pudesse olhar pro seu rosto ferido e perguntou:


_Como posso chegar a Yoongi?

 


Notas Finais


HANDONG AAAAAAA
gente desculpa rsrs

ESPERO Q TENHAM GOSTADO

de quem será o centésimo comentário??

bom, até semana que vem, vamos rezar pra fic chegar a 50 essa semana, se chegar, a sequência vai começar quando eu postar o cap 28 na meia noite de sábado pra domingo que vem okay? explico melhor qnd finalmente chegar a hora.

um beijao e obrigada por lerem (:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...