História The Chronicles of Once Upon a Time - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Albert Spencer (Rei George), Alice, Anastasia (Rainha Vermelha/Rainha Branca), Anna, August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Cruella De Vil, Cyrus, David Nolan (Príncipe Encantado), Dr. Archie Hopper (Jiminy Cricket), Dr. Whale (Dr. Victor Frankenstein), Elsa, Emma Swan, Fa Mulan, Hades, Henry Mills, Isaac (O Autor), Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Madre Superiora (Fada Azul), Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Mérida, Neal Cassidy (Baelfire), Paige (Grace), Personagens Originais, Peter Pan, Princesa Aurora, Príncipe James, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Ursúla (Bruxa do Mar), Violet, Vovó (Granny), Wendy Darling, Will Scarlet, Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Captaincharmingfriendly, Captainswan, Onceuponatime, Ouat, Outlawqueen, Rumbelle, Snakehorse, Snowing, Snowqueen, Swanjones, Swanqueenfriendly, Wickedqueen
Exibições 91
Palavras 2.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olaaaaaaa estamos aqui para mais uma parte dessa fic. Hahaha boa leitura e me contem o que vocês acharam!

Capítulo 5 - Back to the pass 5


Fanfic / Fanfiction The Chronicles of Once Upon a Time - Capítulo 5 - Back to the pass 5

Killian olha pra frente e vê Emma deitada dormindo, a casa era deles, a casa onde ele pertencia, ele vai ate o quarto dos meninos e vê Yan inquieto, ele entra no quarto e Leiah esta acordada olhando pro teto enquanto Yan se vira de um lado pro outro tentando dormir confortável. Mas a situação era clara, os meninos sentiam falta dele, Killian fala:
– Rapaz, seu pai está aqui não precisa ter medo
Yan não responde, ele olha diretamente pra Killian, mas não vê nada. Killian se toca que ele esta sonhando e olha pra Leiah ao lado, as lagrimas da menina estavam bem caladas, mas ainda sim as gotas caíam no colchão dizendo muita coisa. O coração de Killian só faltou explodir de saudade da familia e ele toca o rostinho de Leiah, a menina olha diretamente nos olhos do pai e ainda assim pergunta a Yan:
– Yann... Papa vota?
Killian responde mesmo sabendo que ela não pode ouvir
– Eu vou voltar querida, não se preocupe.
– Não sei Lea... Eu também sinto falta do papai, mas eu to aqui...
Leiah sai da cama e vai em direção a cama de Yan e deita lá com o irmão. Killian olha toda a cena emocionado e chega perto dos seus filhos e diz:
– Eu juro meus amores. Eu vou voltar pra vocês.
Ele vai ate o quarto de Emma ainda no sonho e vê ela dormindo. Ele chega perto da cama, senta na beirada e fala:
– Emma. Eu sei, você esta se comunicando comigo. E eu prometo que vou mostrar a você o quanto eu te amo! Sabe, eu vi sua descrença Emma, seu amor encoberto e o tamanho das paredes que eu derrubei, eu vejo que você esta cansada, você não é mais aquela jovem, mas continua linda e estonteante pra mim, Emma eu queria te conhecer desde o dia que nasceu, por que ate você nessa época que estou você é maravilhosa, é linda e tão forte, minha Emma. Seus olhos e cabelos estão bem mais produzidos, mas seu coração esta ali, sua bondade e quando falei de nós, você abriu um sorriso como se desde o inicio quisesse amar alguem assim e você sabe que você foi a minha melhor escolha, eu escolhi ter uma familia com você, e eu vou cumprir essa promessa ate o fim.
Emma ainda dormindo murmura sonhando:
– Killian, eu te encontrarei... Eu sempre te encontrarei...eu te amo!

Killian acorda do sonho. Ele olha ao seu redor e lembra que ele ainda estava preso no passado. A frustração de ter acordado ali foi tamanha que ele joga o gancho na parede e ele se gruda como faca. Uma batida forte na porta faz Killian colocar a calça e atender a porta. Era Henry:
– Eu vi...
– O que você viu garoto? – Killian pergunta
– Meus... Meus três irmãos, quatro... Seila! Um era loiro dos olhos azuis, a pequena tinha olhos verdes e cabelo preto, o mais novinho tinha olhos azuis e cabelo preto, e um menino mais velho que tinha cabelo preto e olhos negros também... E eu vi as minhas mães...
Killian bate a porta trazendo Henry mais perto e pede pra o menino sentar na cadeira falando baixo e Killian pergunta:
– Nome... Dos seus irmãos
– o loiro parece q tinha seu nome e a menina era a Leiah, o mais novo Razel e o mais velho o Roland... Não consegui identificar a outra menina de quem era...
Killian olha pra Henry feliz com lagrimas nos olhos e o abraça apertado. Henry diz:
– A Emma... Ela esta...
– Cansada não é? – Killian fala com tristeza
– é sim, minha mãe é uma pessoa forte e cheia de vida. O que houve com ela? – Henry questiona sem entender
– Ela passou por muita coisa Henry. Estresse constante, não so ela como Regina. E agora que estou longe dela, esta mais difícil
– Você pode vê-la? – Henry arregala os olhos e Killian responde – Sim, de alguma forma nossas mentes estão conectadas
– Você ama mesmo a minha mae não é?
– Mais que a mim Henry, mais que a mim mesmo – Killian responde com tristeza
– Olha, aconteceu algo ontem, mas eu so soube hoje de manhã – Henry fala sem graça
– o que foi garoto? – Killian fala sério
– O Robin... Foi preso ontem
Killian arregala os olhos e entra no banheiro dizendo:
– garoto 5 minutos e estaremos lá so vou tomar um banho!

Killian chega na delegacia e vê Robin com um arrocheado no olho, isso as 7 da manhã e ele pergunta:
– O que houve parceiro? Você ta bem?
– Bom parceiro, eu lavei minha alma ontem! – Robin diz rindo e gemendo de dor
– O que foi que você fez?! – Killian pergunta e a porta da delegacia se abre com uma Regina furiosa dizendo:
– Não esta claro forasteiro? Ele ontem queria abusar da sua prefeita!
Killian olha assustado pra Robin e ele vira os olhos e atrás de Regina vem um Graham com os lábios partidos e hematomas pela cara. Killian reprimiu um riso e disse:
– Prefeita Regina... Me perdoe, meu amigo deveria estar bêbado ou algo assim. Ele não é de ser violento! – Killian fala temeroso e ao mesmo tempo xingando Rumplestilskin mentalmente por ter chegados as coisas a esse ponto.
– Eu imagino senhor...
– Killian... Jones
Regina olha bem pra Killian e passa as maos por cima do rosto de Killian tentando conhecer ele e ela diz:
– Graham, vá buscar a outra xerife
– Regina? Você requisitando a ajuda de Emma?
– Não interessa a ideia foi sua e ela precisa estar aqui independente de eu não gostar da presença dela!
Robin fala sussurando a Killian:
– Se eu não fosse apaixonado por Regina... Não iria conseguir transar com ela nem forçado!
– Obrigado parceiro. Você lavou minha alma também – Killian pisca pra ele e Robin RI
Quando Graham sai da delegacia. Regina chega devagar em Killian e ela olha ele de cima a baixo. E diz:
– Killian Jones não é? Interessante senhor Killian, eu te conheço de algum lugar, mas magia...
– Magia prefeita? Não sei do que...
Regina puxa a magia que esconde o rosto de Killian e ele cai no chão como se tivesse tomado um tapa. O rosto de Killian estava vermelho e Robin se prende as barras e disse:
– Killian! Esta tudo bem?
Killian se levanta e olha pra Regina, as mãos dela ficam em fogo e o rosto dela se espanta dizendo:
– Ora ora! Aqui esta meu querido Killian Jones ou como posso dizer... Capitão hook!
– Olá Regina... Ou como posso dizer Evil Queen!
Regina levanta Killian pelo pescoço e Robin diz:
– Regina por favor!
Silêncio! Agora eu quero saber Hook... Como você chegou aqui e por que seu amigo tentou me assediar!
– Ele não te contou? Ele é seu marido!
– Isso é mentira! Nunca me casei com ninguém a não ser o pai de Branca!
– Regina, eu não posso explicar muito. Mas alguém conseguiu quebrar as regras da linha do tempo! E nós estamos aqui
– Você... Vocês são do futuro?! Isso não...
– Como você explica as visões que você esta tendo então? Você viu Razel não viu? – Killian falou e Regina largou ele no chão e ele segura o pescoço doendo
Regina olha pra Robin assustada e ela segura as mãos pensando que algo estava acontecendo e que ela não estava entendendo quase nada. Emma chega junto a Graham e olha pra os dois e diz:
– Regina o que esta acontecendo aqui?! Você mandou me chamar por que?
Regina não responde, ela esta pasma e branca pensando no que era possível ou impossivel. Killian olha pra Emma e ela arregala os olhos e diz:
– O que ta acontecendo aqui? Killian por que você esta aqui? Quem é esse homem?
– Oi amor! Esse é o Robin, meu parceiro de familia
Regina olha pra Killian ainda com raiva e confusão e responde:
– Gold!
– O que Gold tem a ver com isso Regina? Não estou entendendo – Emma responde seria
– Não é pra entender senhorita Swan! – Regina olha pra Emma e vê os arroxeados pelo pescoço e diz– O que foi isso senhorita Swan? – Emma gagueja e Regina diz olhando pra Killian sarcastica– Deixa pra lá. Eu vou com esse meliante ate Gold e vou sozinha! Graham... Você esta dispensado hoje e Emma... Faça o que você quiser com o pir... Killian!
Emma fica sem entender enquanto Regina solta Robin e sai com ele puxando pelo braço enquanto Graham se aproxima dela dizendo:
– Estou tentando entender isso, mas se quiser...
Killian fecha o punho e diz baixinho:
– O Robin lavou a alma, mas eu ainda não!
Emma fala olhando pra Killian:
– Graham, eu assumo daqui não se preocupe comigo
– Não mesmo Emma?
– Estou certa de que o senhor Killian é apenas um cliente que quer encontrar sua esposa
Graham sai dali e Killian diz:
– Emma esta na hora de saber a verdade
Emma chora e diz:
– Me diga que Yan e Leiah não são meus filhos! E que eu não sou casada com o capitão Gancho
Killian fica pasmo e não sente nada apenas a vontade de abraçar Emma sem fim. Ele da um sorriso maior que seus olhos azuis e diz:
– Emma, amor, você sabe quem eu sou?
– Eu te vi ontem... Você estava no meu quarto, dizendo o quão eu era linda pra você, mesmo descrente, mesmo eu... Isso é estranho! Eu tenho poderes?! eu não sei que sou... Como você venho parar aqui e nossos filhos...
– Emma não precisa de explicação. Eu te amo
Ela olha nos olhos de Killian e diz:
– Eu acho que também te amo... Por que eu olhei para aquelas crianças e depois a você e senti meu coração inchar de felicidade e você... Ainda acredita em mim mesmo que eu seja
– Outra Emma? Você poderia estar em outros destinos Emma. Eu sempre vou te encontrar!
Killian beija Emma e entre os beijos a sua Emma vem a tona dizendo:
– Esse é o pirata que eu me lembro!
– E essa é a minha Emma que sinto falta!
Killian coloca ela na mesa da delegacia espalhando todas as outras coisas e Emma puxa ele pra mais perto pela cintura e diz:
– Killian, mata minha saudade
– Emma. Você pode estar mais nova, mais ainda tem o mesmo fogo – Killian rasga a blusa de Emma com tudo e diz – Minha nossa Emma! Quando eu voltar vou gostar de te ver vestida com essas lingeries e esses cabelos cacheados...
– Não sei como sou no futuro, mas não gostaria de mudar isso – Emma RI e ele diz – Faço questão de que você esteja cada vez mais linda!
Killian beija Emma nos seios e beija seu colo fazendo um caminho pelo seu corpo, ele tira sua calcinha e beija suas pernas deixando-a pronta pra ele, ele joga a jaqueta dele no chão e ela diz:
– Eu ate gosto da sua jaqueta Killian!
– Essa fala é minha Swan! – Ele diz rindo com a voz rouca de tesão e tira a camisa e a calça, colocou de volta a jaqueta e Emma passa as maos pelo seu corpo o adorando e cedendo aos seus encantos... Ele desce sobre ela e encosta seu membro nela e ela geme baixinho, ela pede – Killian, vamos logo com isso!
Ele coloca sua extensão nela e começa a se movimentar devagar e depois começa mais rápido e mais forte, ela geme cada vez mais alto e os flashes de lembranças de Emma começam a voltar como se ela tivesse visto tudo aquilo, o primeiro beijo, o primeiro " eu te amo" , a primeira transa, o nascimento de Yan, o casamento, a chegada de Leiah. Tudo vem a mente de Emma e assim que ela sente a onda de prazer se estendendo pelo corpo ela diz ofegante:
– Kill... Killian...
– Oi amor – ele responde com carinho
– Eu te amo. Muito! E sei o que você precisa me lembrar...
– O que Emma? – ele diz docemente
– Que eu preciso dessa minha força. Minha vitalidade, minha coragem pra enfrentar a vida. Mas eu não consigo se não for com você
Killian sorri e diz:
– Eu te amo, ontem, hoje , amanha e pela eternidade.
Ele levanta e diz:
– Se vista amor. Precisamos ajudar o Robin a fazer a Regina lembrar...
– Mas quando vocês saírem daqui...– Emma olha pra ele lembrando de todas as lembranças boas da sua vida futura e teme, ele diz – Você vai fazer as melhores escolhas Emma. Quando eu for embora, ninguém vai mais lembrar que eu existi aqui, e acredite nosso encontro sera do jeitinho que você gosta.
– Bem aventureiro? – Emma ri
– Acredite Emma, ainda adoro quando você me ameaça, me sinto voltando ao pé de feijão
Ela faz uma cara de que não entendeu e ele diz:
– daqui a umas semanas você vai entender.
– eu e a Regina vamos nos entender? – Emma pergunta
– Bom, a Regina foi nossa madrinha de casamento, por ai você tira sua consideração
– É um pouco difícil de acreditar...
– Acredite amor. Nosso casamento teve duas Reginas e não queira saber o porquê.
Emma se arrepia e diz:
– Realmente melhor não.
Eles andam pela rua e ela diz:
– agora vamos aonde?
– Loja de Gold. Eu vou fazer o crocodilo me mandar de volta com Robin!

• Storybrooke dias atuais •

Emma dorme com Yan e Leiah na cama, os dois estão ressonando lentamente enquanto ela olha pro teto e fecha os olhos. De repente a voz de Killian vem na sua mente e um lampejo dela transando com ele na delegacia vem como uma lembrança e ela se levanta devagar sorrindo e dizendo:
– Ele conseguiu, Killian!
Henry passa pela porta e olha pra a mae acordada. Ele vê que ela esta sorrindo e diz:
– Mae? O killian falou com você?
– Ele conseguiu querido. Ele esta comigo agora lá e vai falar com Robin e Regina que me parece que ainda não esta 100% convencida
– Ele vai voltar? Ele foi tao sincero comigo no passado, falou tantas coisas
– Ele vai sim. Eles vão conseguir e nossa familia estará completa novamente. Eu tenho fé




Notas Finais


Ate o próximo capitulo queridos!! Leiam e me digam o que acharam 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...