História The Clock Strikes Twelve Midnight - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Almas Meia-noite
Exibições 10
Palavras 848
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 21 - Bad Finale


Fanfic / Fanfiction The Clock Strikes Twelve Midnight - Capítulo 21 - Bad Finale

Capítulo Final — The Finale II

Jonathan e Jack se encaravam de maneira agressiva, pegando uma folha de papel de seu bolso direito, eles fitavam a folha em silêncio, até Jonathan abrir sua boca e dizer algumas coisas.

— Mary, sei que você pode ter dificuldades, e não me importo nenhum pouco. — A Mesma estava surpresa. — Mas, uma coisa que não admito, e mentiras. — O Garoto lhe entregou a folha delicadamente.

Suas mãos sentiam aquele pedaço de caderno velho, preso ao passado de seus pais, ela começou a ler lentamente e mentalmente.

Cada linha do parágrafo uma expressão diferente, ela terminou de ler, e fitou Jonathan, com toda certeza, estava machucada, Jack tirou-lhe de seu bolso a letra inteira, todos se encaixaram, formando a música e as almas inteiras, em um círculo ao redor de Mary, James apareceu no mesmo instante, encarando a cena estressado e confuso, com tudo, o destino poderia trazer as lágrimas.

— Eu sempre fui uma alma? É Ninguém me contou? — A Mesma estava com os olhos cheios de lágrimas. — Vocês mentiram para mim este tempo todo? E-Eu… Estou… Nem sei como me expressar.

— Você prometeu vingança, se libertar as almas, vai ser como dito, Mary… — Disse James, já estava nervoso com toda situação.

Ela suspirou, abaixou sua cabeça, e riu sarcasticamente por alguns segundos, levantou delicadamente sua cabeça com um sorriso.

— Eu? Salvar vocês? Quem me dera minhas amigas, uma pena que não vou ajudá-las, como vocês não me ajudaram no momento que mais precisei em minha vida toda. — Mary saiu de perto de Jack, indo em direção a Jonathan.

— Boa Menina. — Jonathan ria de tudo aquilo. — Só tenho um serviço a você, mate Jack… — Sussurrou Jonathan em seu ouvido.

A Mesma estava com uma agustia no coração, pegou sua faca que estava no bolso direito, e foi em direção a ele.

— Sorry. — Disse Mary com um sorriso e lágrimas despejando ao seu rosto.

A Mesma enfiou a faca em seu peito, que fez Jack cair no chão lentamente, seus olhos fechavam e seus suspiros eram válidos, tentava lutar contra sua morte.

— M-Mary… S-Sempre vo-vou te a-amar… — Disse Jack, com sua voz sumindo, e seu último suspirou.

As almas a olhavam indignadas com a situação, Mary virou-se lentamente para trás, com seu vestido totalmente manchado de sangue e com alguns pequenos rasgos nele.

A sexta alma sumiu, parecia triste, as outras almas sumiam, elas olhavam ao seu “corpo” de fantasma que sumia aos poucos, James estava triste com sua sobrinha, que foi em direção a ela, Mary se irritou imediatamente e enfiou a faca em seu peito, fazendo o mesmo cair, Mary não sentiu nada, Jonathan foi até no ombro da mesma, que respirava pesadamente, mas ria com orgulho de toda a situação catastrófica.

Um homem saiu das sombras, os suspiros do passado eram testemunhas do futuro, e as lágrimas viravam cinzas de um pecado.

Mary não conseguiu identificar o homem, ele era apenas um vulto para a garota, que se sentia atordoada, Jack se contorcia de dor no chão, a mesma virou-se a ele, com um sorriso tenebroso.

— Good. — Riu o homem, que se sentia contente por fora, mas sua alma totalmente destruída por dentro, ainda guardava rancor de Mary.

— Concordo. — Apenas balançou a cabeça de confirmação, Jonathan ainda confirmava totalmente feliz.

Um vento gelado soprava em seus rostos, as almas estavam pacificamente se manifestando, depois de 30 anos não puderam ter a vingança e o sangue percorrendo em suas mãos.

Jonathan se aproximou de Mary mais uma vez, pousou suas mãos na garota, que fez a mesma sentir um arrepio em seu corpo inteiro, endireitou sua boca até seus ouvidos.

— Mary… — Disse Jonathan em um pequeno sussurro. — Não podemos deixá-la viver, você presenciou muitas coisas, mas não podemos deixá-la de testemunha, a polícia não pode saber dos assassinatos cometido, boa noite, minha doce Mary, tenha bons sonhos. — Novamente, ela sentia um arrepio, estava com os olhos arregalados, e a faca em sua mãos. — Gentilmente, a senhorita poderia me passar a faca para nós não termos problemas?

A Mesma não mexeu um músculo, Jonathan pegou a faca de sua mão sem perceber, a mesma virou-se rapidamente para trás, mas não foi rápida suficiente para impedir sua morte não planejada.

Jonathan enfiou-lhe a faca em suas costas, perfurando seus pulmões, o sangue escorria pela boca, e seu vestido estava mais sangrento do que imaginava, ela deslizou lentamente até o chão, ao lado de Jack, seus olhos ainda estavam abertos, presenciando mais uma vez.

Seus últimos suspiros foram dolorosos, lutando contra si mesma para viver mais alguns minutos, se arrependendo de tudo que a mesma fez.

“Espero que possam me perdoar.”

Ela pensava, enquanto morria aos poucos pela faca, deixada pelo assassino.

“Me desculpa, não queria ter este final.”

Por fim, as lágrimas que restarão, se tornaram cinzas, Jonathan e o tal homem, sairão rindo de Mary, que estava morta no chão, e que fechava lentamente seus olhos.

— Me…Perdoem… — Foram suas últimas palavras, não escutadas por ninguém, apenas pelo vento, que presenciou tudo aquilo.

Mas, acredito que no fim, cada lágrima derramada vai se tornar um sorriso.


Notas Finais


— Este e o final ruim! Mas o final verdadeiro e o Primeiro
— Espero que tenham gostado <3
— O Que vocês acham de segunda temporada?— Eu lançaria ano que vem.— Mas, o que você acham ao respeito?
— Acabou a Fic <3 Bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...