História The complicated love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Amor, Colegial, Romance
Visualizações 13
Palavras 1.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Festa
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii genteeeee então segundo capitulo e espero q vcs gostem e boa leitura✨✨

Capítulo 2 - Acidente?


P.O.V Lolla 

      Acordei e estava em uma cama de hospital, fico tentando lembra do que aconteceu mas não consigo lembrar de nada.Ouço um barulho na porta e logo ela se abre, meus olhos se encontram com um par de olhos caramelados e reconheço ser os de Justin.

  

      -O que aconteceu -Pergunto pra ele que tinha uma cara de cansado.

      -Você sofreu um acidente quando saiu da minha casa -Fala ele olhando pro chão.

     -Estou começando a me lembrar eu sair correndo muito de sua casa e depois não lembro. -Falo olhando pros seus olhos.

       

      Ele se aproxima ficando do meu lado e sentando em um banco que estava perto dali, ele pegou minha mão e ficou acariciando.

       -Eu tentei ligar pra algum familiar seu mas não achei nenhum. -Fala ele ainda  acariciando minha mão.

      -É que meus pais morreram e meu irmão não deve nem lembrar que eu existo -Eu falo com os olhos cheios de lágrimas.

     -Ei não chora, eu só falei isso porque você ia te que se ausentar um pouco da escola e também tomar alguns remédios -Fala ele pegando o celular que estava tocando. 

 

P.O.V Justin 

  

   Nossa pela primeira vez na vida fiquei com pena de alguém, ela não tem ninguém como ela vai se cuidar sozinha em casa e tomar os remédios.

      Bom depois que conversei com ela meu celular toca e reconheço esse número sendo número da minha mãe.Peço licença pra Lolla pra eu poder atender. 

 

    -Oi mãe aconteceu alguma coisa? -Falo pra ela 

    -Oi filho não aconteceu nada só fiquei preocupada, fui na sua casa  e você não estava, aonde você está? -Pergunta ela com um tom de voz grosso.

     -Eu estou no hospital uma amiga minha sofreu um acidente e mãe ela não tem parentes nenhum eu estava pensando será que eu podia passar um tempo na sua casa com ela? -Pergunto com um tom de voz manhoso. 

      -Aí Justin preciso pensar depois te ligo -Fala ela desligando na minha cara como sempre. 

     Entro no quarto do hospital e lá estava ela olhando cada detalhe daquele  

     -Oii então já que você não tem nenhum parente você podia ficar um tempo lá em casa na verdade na casa da minha mãe. -Falo sentando naquele mesmo banco 

   -Justin não precisa você já fez demais pra mim -Fala ela olhando pra baixo.

   -Mas eu quero, sei que a gente nunca se falou direito na escola mas agora eu já te conheço melhor e eu não vou aceitar não como resposta -Falo debochando um pouco.

   -Ok então eu aceito -Fala ela dando uma risada gostosa. 

   -Ahhh muito obrigada eu vou cuidar muito bem de você haha -Falo dando um abraço apertado na mesma.

   Depois o médico examinou ela e falou que de noite ela receberia alta. 

 

     .......De noite.......

 

   Nesse momento estamos saindo do hospital e entrando no carro, ela ficou o tempo todo olhando pra janela então eu resolvo falar. 

   -Hoje vamos ficar na minha casa amanhã você pode passar na sua pegar algumas roupas e de lá vamos pra casa da minha mãe ok? -Falo olhando pra estrada.

  -Por mim tudo bem -Fala ela dessa vez olhando pra mim.     

      

P.O.V Lolla 

   Depois de um tempinho a gente chega na casa dele e descemos do carro, eu vou caminhando até a entrada e espero ele vim. Ele abre a porta e da espaço pra eu entrar fechando logo em seguida. 

    -Então eu tenho um quarto de hóspedes na frente do meu e lá tem algumas roupas da minha mãe se precisar -Ele fala subindo as escadas e indo em direção ao seu quarto. 

 

     Entro no quarto dos hóspedes procuro a roupa da mãe dele e vou ao banheiro tomar banho. Saio já com a roupa e desço as escadas indo pra sala e logo eu escuto passos nas escadas e olho vendo o Justin vestindo um conjunto de moletom e logo ele vem se sentar ao meu lado. 

 

     -Então você está com fome? -Pergunta ele botando uma almofada em cima das pernas.

     -Um pouco -Falo olhando pras minhas unhas. 

     -Vou pedir pizza -Fala ele pegando o celular e discando o número da pizzaria.

     -Que sabor você vai querer? -Ele pergunta me encarando.

     -Pode ser portuguesa -Falo olhando pra ele. 

     Ele desliga o celular e vai ligar a TV enquanto isso meu celular toca e na tela estava escrito Ana já sabia que ela faria milhares de perguntas e eu não estava com cabeça pra isso então recusei a chamada

     O Justin tinha razão eu não tenho ninguém a não ser meu Irmão então resolvo ligar pra ele faz uns 10 meses que a gente não se ver mesmo ele nem lembrando que eu existo eu pego meu celular e disco o número dele e boto na orelha logo ouvindo alguém falando.

    -Alô quem é? Fala ele com uma voz de sono. 

   -Oi Chaz sou eu Lolla sua Irma -Quando falo isso Justin me encara sabendo que eu estava falado com meu irmão. 

   -Lolla?Quanto tempo irmãzinha oq você quer comigo Vadia?-Pergunta ele com uma voz de sono. 

  -Nada só queria saber se você estava vivo -Falo e logo ouço a campainha tocar e o Justin ir atender.

  -E desde quando vadia se preocupa comigo? -Fala ele debochando.

  -Aí tá tchau Chaz -Falo já segurando o choro, pensei que ele iria pedir desculpas mais não.

  -Tchau irmãzinha -Fala ele rindo. 

   Quando finalizo a chamada Justin me chama pra comer a pizza. 

    -E aí oq ele falou?  -Pergunta ele percebendo minha cara triste. 

    -Ah ele falou que desde quando vadia se preocupa com ele e depois eu desliguei -Falei já deixando uma lágrima cair. 

    -Não chora Lolla você não precisa dele, você tem eu agora eu serei seu irmão, agora você não está mais sozinha -Fala ele chegando mais perto de mim e me abraçando. 

    -Obrigada Justin muito obrigada -Falo em meio a soluços. 

    

    Subi as escadas indo em direção ao quarto de hóspedes mas logo ouço um barulho de trovão. Desde que meus pais morreram eu tenho trauma de trovão então eu saio correndo e entro no quarto e me jogando na cama ficando de bruços e tentando dormir. 

       Já era duas da manhã e eu não conseguir dormir resolvo levantar e ir no quarto de Justin chego na porta abro e vou até a cama dele. 

 

     -Justin -Chamo ele que estava em um sono profundo. 

    -Hum -Fala ele tentando abrir os olhos. 

    -Eu não estou conseguindo dormir por causa dos trovões posso me deitar com você? -Pergunto pra ele que ainda estava com os olhos fechados. 

    -Pode sim -Fala ele se afastando para eu deitar. 

    Eu me deito e sinto mãos em minhas cinturas e logo me abraçando e depois cair no sono.

 

Continua...

    

    


Notas Finais


Espero tenham gostado e se gostaram comentem pra eu continuar bjssss😘😘💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...