História The Confused Lover - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Imagine, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Exibições 85
Palavras 1.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 23 - Hugs


Fanfic / Fanfiction The Confused Lover - Capítulo 23 - Hugs

Capítulo 23 - Hugs


[Seul, 03 de setembro de 2016]

-Não devia ficar dormindo até tarde, faz mal pra saúde.

Ouvi uma voz grossa ao meu lado, eu ainda de olhos fechados. Certamente não era D.O, ele fora embora ontem. E depois, ainda chorei muito antes de dormir, pensando em tudo o que ocorrera.

Abri os olhos com certa dificuldade e vi, sentado na ponta da cama, Sehun com um belo sorriso no rosto.

-Como se eu fosse ficar pior do que já estou. - esfreguei os olhos - Por que veio visitar uma idiota como eu?

-Porque eu me importo com uma idiota como você - ele riu - eu acho que está precisando de alguém.

-Realmente - me sentei na cama - Que horas são?

-Já passou do meio dia - Sehun acariciou minha cabeça - que tal almoçarmos em algum lugar legal?

Assenti sem muita animação e logo me dirigi ao banheiro com uma muda de roupas. Tomei uma ducha e me arrumei rapidamente.

Sair com Sehun seria ótimo para eu esquecer das coisas que mantém minha mente em uma completa confusão. E pensar que da última vez que almoçamos juntos, eu não tinha nem metade das preocupações que tenho agora.

-Vamos? - saí do banheiro e olhei para o moreno que ainda se encontrava sentado em minha cama, dessa vez analizando meu inconfundível caderno de desenhos.

-Você desenhou cada um de nós... É impressionante. - Sehun sorriu, virando o caderno para mim - Fiquei até mais bonito.

-Você é bonito de qualquer jeito, Sehunnie - pude ver um pequeno rubor em seu rosto - E pretendo seguir carreira em arte. Arte digital, pra ser mais específica.

-Tenho certeza que irá ser muito bem sucedida - ele fechou o caderno e se levantou - Vamos.

Segurei em sua mão e fui mansão afora. Kai parecia ter saído, por o local estar completamente silencioso. Entramos no carro discreto de Sehun.

-Chanyeol e Suho estão bem? - perguntei.

-Já se entenderam. Mas Chanyeol parece estar bem aflito. Assim como você. - Sehun se concentrou na estrada, mas pude ver uma pequena expressão de tristeza em seu rosto.

Suspirei alto. Era doloroso demais, tudo aquilo.

Uma chuva fraca começou a cair, como se quisesse representar meus sentimentos.

-Não fomos feitos para ficarmos juntos - murmurei, observando as gotas que caiam pela janela do carro.

-Entendo... - Sehun suspirou - Eu só não gosto de te ver nesse estado. Sabe, seu sorriso ilumina tudo ao redor. E agora, só vejo tudo apagado.

Oh Sehun, aquecendo meu coração.

-Eu irei me esforçar - sorri fraco.

Chegamos numa grande casa, feita de tijolos porém em tom moderno. Possuia um belo jardim em sua frente. Olhei para Sehun, surpresa. Eu pensava que iríamos para um restaurante.

-Essa é minha casa - ele sorriu.

-Bonita... - olhei mais uma vez - Principalmente o jardim.

-Obrigado. Vamos entrar...

No exato momento em que ele disse, um trovão se fez no céu, com um som estrondoso. A chuva, que antes estava leve, se tornou forte.

-Você tem um guarda-chuva? - perguntei.

-Não... - ele olhou para baixo.

E agora?

-Tive uma ideia. Vem cá. - Sehun me chamou, abrindo os braços.

-Ir... pra onde? Eu já estou aqui.

-Pros meus braços, bobinha - ele riu - vem logo.

Estranhei, porém logo fui instintivamente para seu colo, e ele me cobriu com seu casaco, num abraço.

-Okay, agora andamos juntos e rapidamente pra dentro. Aí você nem se molha - ele sorriu. Estavamos basicamente nariz com nariz, e eu involuntariamente prendi a respiração. Ele era muito bonito, e ainda assim de perto...

Sehun abriu a porta do carro e me puxou para fora junto com ele, ainda sem desgrudarmos. Agora de pé, meu rosto ficou em seu peito, e ele inclinou a cabeça, me assegurando por completo que eu não me molharia. Corremos desajeitadamente até a porta, que Sehun abriu com dificuldade.

Logo estavamos dentro da casa completamente escura, com Sehun todo encharcado e eu sem uma gota em meu corpo.

-Fez um ótimo trabalho - sorri fortemente. Sehun se molhou para me proteger da chuva. Que amor...

-Você está sorrindo... - ele também abriu um sorriso - Valeu a pena.

De repente, as luzes se acenderam e um grande grito se fez na vasta sala em que estávamos.

-Feliz aniversário!

Todos os oito meninos estavam lá, gritando. Suho segurava um bolo, D.O e Kai seguravam uma grande faixa com meu nome. Todos sorriam, até Chanyeol.

Com tudo aquilo, até me esqueci de que era meu aniversário.

Eu fiquei completamente sem reação, não consegui dizer nada. E então começaram a cantar "Parabéns pra você" em coreano.

Sorri. Como não havia sorrido em todos aqueles dias. Um sorriso finalmente feliz. Lágrimas desceram de meus olhos. Mas não eram lágrimas de tristeza, mas sim de alegria e emoção.

-Obrigada, meninos. - limpei as lágrimas do meu rosto. - Vem cá, preciso abraçar vocês.

Todos foram pra cima de mim.

-Calma gente, façam um fila pra abraçar ela! - Sehun gritou.

E então eles se organizaram velozmente em uma fila. Sehun foi para o fim da mesma. Comecei a abraçar fortemente um a um.

O primeiro foi Suho. Apenas possuia um resticio de roxo em seu olho direito. Ainda bem.

-Desculpa por todo o desentendimento - o abracei.

-Estavamos bêbados. - ele sorriu - Vamos fingir que nada ocorreu.

-Certo.

O segundo foi Kai.

-Você que tramou tudo isso, né? - perguntei.

-Pior que não, maninha. - ele deu seu belo sorriso.

-E quem foi? - franzi as sombrancelhas - você era o único que sabia do meu aniversário.

-Sehun.

Mas é claro. Ele descobre as coisas tão facilmente.

O terceiro foi Chen.

-Feliz aniversário, Ni. E desculpa eu ser tão desastrado.

-Não tem problema. Somos uma dupla de desastrados. - sorri pra ele, que depositou um beijo em minha testa.

O quarto foi Baekhyun. Este nunca mais fora malicioso comigo desde a viagem, e agradeço só tê-lo na sua forma doce e gentil.

-Não fica triste, eu gosto muito de você pra te ver assim.

-Eu também gosto muito de você, Baek - o apertei mais no abraço.

O quinto foi Xiumin. Fofo como sempre.

-Sinto muito que não tenha dado certo com Chanyeol - ele sussurrou em meu ouvido.

-Eu sei... - apenas o acariciei no abraço. Eu não queria falar sobre aquilo.

O sexto foi Lay.

-Também gosto do seu sorriso - ele segurou em minhas mãos.

-Não tanto quanto eu gosto do seu - sorri e ele logo em seguida.

O sétimo foi D.O.

-Obrigada, melhor amigo - o puxei forte para mim no abraço.

-Sim, melhor amiga... - ele sorriu.

O penúltimo foi Chanyeol. Agora estava risonho, e me apertou forte em seu abraço, como eu também.

Não dissemos nada um para o outro. Não precisávamos, afinal. Sabíamos que o melhor era aquilo.

E então, o último, Sehun.

-Você que fez tudo isso - o olhei com um ar feliz.

-Sim. De nada. - ele riu e eu também.

Ficamos brincando e comendo até tarde da noite. Foi tudo muito divertido, e todos pareciam fazer o máximo possível para me ver feliz. Eu amo esses meninos...

Já no fim da festa, eles iam se despedindo aos poucos.

-Vamos pra casa? - Kai perguntou.

-Que tal ela ficar essa noite em minha casa? - Sehun perguntou, ao meu lado - Eu queria ficar por mais tempo com ela.

-Eu também acho uma ótima ideia - sorri. Sehun estava sendo tão maravilhoso comigo durante esse dia inteiro... Eu realmente queria ficar mais tempo com ele.

-Então okay. Tenha uma boa noite - Kai se retirou depois de me dar um beijo na testa.

-Então, o que vamos fazer? - sorri a Sehun.

-Tenho ótimas ideias...


Notas Finais


Alguma ideia das ideias...... do Sehun? Ahahha

E novidade, tenho uma nova fanfic a caminho, daqui a pouco irei começar a postar. É diferente dessa, mas também se baseia no romance. E gente- Luhan!

Beijos açucarados.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...