História The Contract {JK} - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Drama, Jungkook, Romance
Exibições 77
Palavras 961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey minhas lindas, tenho uma ótima notícia.

Consegui recuperar o capítulo 21 de "Recomeço", então vou voltar atualizar ela amanhã.

Bom, boa leitura! ^^

Capítulo 6 - Where Are You?


•2 Meses Depois.

•Jess

   Acordei com o sol batendo em meu rosto. Me levantei cambaleando e fui até o banheiro fazer minhas higienes matinais, vesti uma roupa qualquer, peguei me jaleco, meu estetoscópio, minha maleta e fui pra sala.

– Ué, Annabella ainda está deitada? - me perguntei enquanto ia até o quarto da mesma. Abri a porta e me deparei com ela dormindo de mau jeito. – Vai acordar com dores cabeção!

   Ri de leve e deixei um remédio com um copo d'água em cima do criado mudo, voltei até a sala, indo diretamente até a cozinha. Fiz o café e escrevi um bilhete para as garotas.

   Saí de casa, chamei um táxi e fui para o hospital.

•Annabella

   Acordei com dores nas costa e pescoço, resmunguei um palavrão e olhei para o relógio que estava no criado mudo.

– Por quê tem um copo e remédio aqui? - me questionei, dei de ombros e bebi o analgésico. Levantei fiz minhas higienes, vesti uma roupa e fui para cozinha.

   Tomei meu café e notei que tinha um bilhete na mesa. Peguei o mesmo e logo soube de quem era.

"Raparigas do meu Kokoro.

Hoje vou fazer plantão, possivelmente eu chegue amanhã pela manhã.

Tentem não morrem até !

Beijos, Jess."

Beleza Creuza. - chamei as meninas, e fui trabalhar, no caminho fiquei pensando contrato, eu e JungKook viramos grandes amigos graças as várias mensagens que trocamos.

•Brooke

    Acordei com Bella me chamando, decidi me levantar logo e fazer minhas higienes, vesti uma roupa qualquer, peguei meus materiais, tomei café e fui para a faculdade.

•Angel

    Hoje o dia seria mais agitado que o comum. Tomei meu café e fui para meu trabalho.

    Estava com um sentimento estranho e diferente.

– Vai acontecer alguma coisa... - sussurrei, respirei fundo e tentei esquecer esse sentimento.

Annabella

     Já estava de noite quando saí da agência. Nesse horário não tinha muitos taxistas trabalhando, então teria que ir para casa de apé.

    Estava andando distraidamente quando sinto estar sendo seguida, olhei para trás e não vi nada além da escuridão daquela noite fria.

– Isso que dá abusar no chocolate. - resmunguei e voltei a andar. Estava quase virando a esquina quando sinto alguém colocar a mão em minha boca sair me puxando pela calçada.

   Eu me debatia tentando sair dali, porém a pessoa que me segurava era forte demais. Mordi a mão que tampava minha boca e gritei:

– Me solta! - a pessoa simples me jogou no chão frio e sujo de um beco fedido. Vi a silhueta e percebi que era de um homem grande. Apoiei meus cotovelos no chão e fui indo para trás conforme aquele sujeito se aproximava. – O que quer de mim?

– Apenas brincar, se você for uma boa garota eu te deixo viva, caso contrário morrerá. - sua voz grossa me deixou com muito medo. Em um ato um tanto quanto rápido ele subiu em cima de mim e sentou-se em meu quadril.

– SAI DE CIMA DE MIM! - eu batia em seu peitoral tentando o afastar, porém não obtinha sucesso.  Senti minha bochecha esquerda arder devido ao tapa que ele me deu, senti as lágrimas começarem a vir. – SOCORRO! ALGUÉM ME AJUDA!!

– Cala boca vadia. - outros tapas vieram, não aguentei e comecei a chorar descontroladamente. Senti suas mãos apertarem minhas coxas e subirem até minha calcinha.

  Péssimo dia para se usar saia!

  Enquanto sua mão subia indo de encontro a minha intimidade, seus lábios castigavam meu pescoço.

– POR FAVOR, PARA! - gritei tentado sair debaixo daquele ser asqueroso, porém só ganhei outro tapa, porém mais forte. Ele começou a desabotoar sua calça quando conseguir o empurrar pra longe, me levantei e tentei sair correndo, mas senti meus cabelos serem puxados com força e meu corpo ir de encontro ao chão.

– Você me paga, vadia imunda! - me arrastei até encostar minhaa costa na parede gélida, o vi pegar alguma coisa na lixeira que tinha ali e vir pra cima de mim. Senti minha cabeça ser golpeada e algo quente escorrer pela minha testa.

   A ultima coisa que lembro antes de minha visão ficar turva, foi aquele nojento rasgando minha calcinha e copulando seu pênis em minha intimidade.

•Brooke

    Já se passava das dez e meia e nada de Annabella chegar, eu e Angel estamos muito preocupadas. Bella  nunca chegou em casa depois das oito.

   Tentávamos ligar em seu celular mas só dava caixa postal, já ligamos para a polícia, porém eles disseram que só poderiam da início a investigação depois de vinte e quatro horas de sumiço.

{...}

     Já estava amanhecendo, Annabella ainda não chegou, eu estava começando a entrar em pânico, não sabia o que fazer, Angel estava dormindo pois tomou dois sedativos ontem.

– Tá fazendo o que acordada? -ouvi a voz de Jess na porta. Encarei a garota em minha frente e corri para seus braços.

– A Annabella não dormiu em casa, não ligou e nem nada, eu não dormi a noite inteira, liguei pra polícia mas não poderiam inicar a busca antes de vinte e quatro horas. - falei tão rapidamente que não soube se ela entendeu alguma coisa.

– Se acalma. - ela se sentou no sofá me colocando ao seu lado, expliquei tudo novamente e ela foi pra cozinha, logo voltanto com um copo de água.

Jessie

     Depois de Brooke beber o acalmante que lhe dei, ela foi tomar um banho para esfriar a cabeça. Enquanto isso tentei ligar para Annabella e realmente não dava nada.

– Ai meu Deus, onde você está irmã?


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse capítulo.

Comentem suas opiniões, é importante pra mim saber se vocês estão gostando da estória ou se querem que eu mude algo.

Bom é isso.
Xoxo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...