História The creation of a forbidden love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Tags Colegial, Romance, Sadomasoquismo, Sexo, Tokyo Ghoul, Yaoi
Visualizações 30
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá galera essa é a primeira vez que eu escrevo uma fanfic, eu decidi escrever uma fanfic yaoi de tokyo ghoul, ou tentar escrever uma.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Pesadelo ou realidade.


Fanfic / Fanfiction The creation of a forbidden love - Capítulo 1 - Pesadelo ou realidade.

*Onde eu estou?  tento olhar em volta mais tudo o que eu vejo é escuridão, eu comecei a ouvir murmuros, sequi em direção a os sons que pareciam ser  de alguém  chorando, comecei a me aproximar ainda mais e então de repente aparece um cenário na minha frente, tudo começou a pegar fogo e a desabar, eu consigo ver alguém ajoelhado no chão e segurando uma pessoa nos braços, me assustei ao ver quem era,  era...era eu!, eu estava chorando com o Hide nos meus braços, ele está morto? fui tentar me aproximar, mas antes que eu pudesse chegar mais perto...*

Acordei com o despertador cocando, ólhei para o relógio e são 06:00 da manhã, então aquilo foi um sonho? mas parecia tão real e porque eu estava com o Hide morto nos meus braços?  Talvez eu esteja só com medo de perder ele, hide é o único amigo que eu tenho, e eu não consigo enmaginar a minha vida sem ele. 

Me levanto da cama e vou me arrumar, saio de casa e sigo o caminho  para a universidade, quando eu entro na universidade vejo que tem várias pessoas lanchando, me lembro que eu nunca mais poderei comer comida normal só carne humana, bem se eu sou um meio ghoul eu deveria poder comer comida humana sem sentir um gosto orrivel afinal eu não sou totalmente um ghoul, acabo saído do meus pensamentos quando sinto alguém me abraçando por trás quase me fazendo cair para frente, senti meu rosto esquentar quando vi que era Hide me abrasando.

Hide: Oi kaneki! - disse ele ficando na minha frente e balançando meus ombros- ei por que você não venho ontem? eu fiquei preocupado com você. 

Kaneki: Eu tive ums problemas- falei a primeira desculpa que apareceu na minha cabeça.

Hide: Você poderia ter mandado uma mensagem para mim, ou ter me ligado-disse ele emrritado. 

Kaneki: O-ok -falei sem jeito, ele está preocupado com migo que fofo...espera O QUE EU ACABEI DE PENSAR!?.

Hide: Kaneki você está bem? - perguntou ele se aproximando um pouco de mim. 

Kaneki: C-claro porque? - perguntei nervoso. 

Hide: É que você está meio vermelho, você está doente kaneki? - falou ele colocando a mão na minha testa. 

Kaneki:É....- antes que eu pudesse responder qualquer coisa o sinal bateu - e-eu preciso ir para a aula Tchau Hide vejo você depois-falei rapidamente e nem dei tempo para ele poder falar e sai correndo para a sala. 

Fiquei a aula inteira pensado no Hide, e por que eu pensei que ele é fofo?Acho que eu estou ficando louco como eu posso ter pensamentos assim do meu melhor amigo?, balancei minha cabeça de um lado para o outro tentando afastar qualquer pensamento inpuru da minha cabeça, o resto da aula foi normal.

No final da aula eu me encontrei com o Hide, nos conversamos sobre coisas aleatórias, ele ficou me perguntando o porque eu estava tão nervoso mais sedo, eu só disse para ele que eu estava nervoso por causa de uma prova, na verdade eu menti para não ter que falar a verdade, depois disso ele deu de ombros e não me perguntou mais nada.

Eu e Hide estávamos andado lado a lado pera rua, nos decidimos ir a anteiku comer alguma coisa, mesmo sendo o lugar onde eu conheci a Rize eu ainda gosto de ir para lá e eu também cocequi um emprego lá, e todos que trabalham lá também são ghouls, eu estava tão perdido nos meus pensamentos que eu nem percebi que nos aviamus chegado, 

Eu e Hide entramos e nos sentamos na mesma mesa de sempre, hoje é o meu dia de folga então eu passo ficar só como um cliente, eu só pedi uma xícara de café, e o Hide pediu um pedaso de bolo de chocolate. 

Hide: Kaneki você não vai comer nada?.- perguntou ele me olhando. 

Kaneki: Eu não estou com fome - falei depois de tomar uma gole de café. 

Hide: Tem certeza mesmo de que não vai querer nada? Você está tão magrinho - ele disse  me olhando de cima a baixo,  

Acho que um tomate teria enveja de mim agora, como ele consegue fazer eu ficar sem jeito tão facilmente?.

Hide: você está parece um tomate haha,  por acaso você está pensando numa coisa enpura Kaneki? - disse ele com um sorriso malicioso.

 Nossa que vergonha! eu não sei o que falar, talvez eu possa me jogar da janela, acho que a dor é melhor do que esse constrangimento que eu estou passando agora, mais a única coisa que eu consegui fazer é esconder meu rosto com as mãos. 

Touka: ei baka! porque está com as mãos na cara? - escuto a voz da Touka me chamando.

Kaneki: é algum p-problema Touka-cham? - digo tirando minhas mãos do meu rosto.

Touka: tem sim, nos já estamos fechando, então da para você e o seu namoradinho iren logo antes que eu me enrrite! - falou ela com um ólhar mortal para nos. 

Kaneki: nos nã....- fui interrompido

Hide: é não se preocupe nós já estamos indo - fala Hide passando o braço em volta de meus ombros .

Pagamos a conta e fomos embora, Hide insistiu em me acompanhar até em casa, ele ficou me dizendo que estava muito tarde para eu ficar andando sozinho pela rua, eu deixei ele me levar até em casa, quando nos chegámos ele se despediu de mim e foi para a sua própria casa. 

Eu entrei em casa e joguei minha mochila no sofá,  me sentei no sofá e liguei a televisão, fiquei mudando de canal até para num que estava passando um programa adulto, me senti constrangido  por esta vendo esse tipo de programa, percebi que eu não fiquei ecitado vendo aquilo, que estranho. 

Vou para o banheiro tomar banho, tiro as minhas roupas e entro de baixo do chuveiro, fico pensando em algumas coisas que aconteceram hoje, termino de tomar banho e saio do banheiro e vou para o meu quarto de toalha, visto o meu pijama e me deito na cama,  depois de uns minutos acabo pegando no sono .


Notas Finais


Foi mal o capítulo pequeno galera, mais é que está quase na hora de eu ir pra o colégio, e se eu não ir a minha mãe vai me matar, eu prometo que no próximo eu vou escrever mais coisa, talvez o próximo saia hoje a noite.

Eu espelho que tenham gostado do capítulo, comentem o que acharam e Tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...