História The Criminal - Capítulo 48


Escrita por: ~

Exibições 377
Palavras 1.690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


pessoas maravilhosas do meu core, não desisti da fic e espero não ter que desistir por falta de tempo pra escrever, além de estar tudo muito corrido pra mim não escrevo apenas essa história ai está dificil postar rapidamente como antes, mas agradeço aos leitores que mesmo com a demora sempre comentam e não desistem de mim <3 boa leitura

Capítulo 48 - Mulher da minha vida


Fanfic / Fanfiction The Criminal - Capítulo 48 - Mulher da minha vida

Lauren chegou em casa com Camila abrindo a porta rapidamente, ao trancá-la começaram a se beijar dali mesmo, os lábios como se estivessem famintos uma da outra, Clara fez um som com a garganta pra mostrar que estava no local

-desculpem mas acho melhor fazerem isso no quarto

-uh, desculpa dona Clara eu.. ai que vergonha

-a culpa é minha mãe, é difícil a resistir a uma mulher tão linda!

-tudo bem queridas, estava apenas brincando, vejo que fizeram as pazes, isso é bom

-sim, estamos bem! A Camz vai dormir comigo hoje, estou subindo pro quarto

-boa noite

-boa noite mama

-boa noite senhora Jauregui

-apenas Clara

As duas subiram as escadas correndo, ao entrar no quarto Lauren trancou de chave

-fiquei sem saber onde esconder minha cara quando sua mãe pegou a gente no maior amasso

-normal amor, ela não tem besteira, você me deixou quente lá na praia, não consegui resistir

-uh, foi mesmo? –envolveu seus braços no pescoço dela mordendo o lábio inferior

-sim, mas acho que podemos resolver isso agora mesmo

-pode ter certeza que sim, preciso de você dentro de mim logo! Preciso te sentir

Puxou o rosto de Lauren para perto do seu e atacou seus lábios carnudos e rosados invadindo-a com sua língua que serpenteava pedindo espaço que logo foi concedido, as mãos da latina apertando com força a cintura da garota, seus corpos pressionados um contra o outro, Camila puxou o cabelo de sua noiva um pouco pra trás e deslizou sua língua pela região do pescoço onde foi distribuindo beijos fazendo-a arrepiar-se, gemeu em satisfação, não conseguiu deixar seus lábios longe dos dela por muito tempo, logo retomou o beijo, com habilidade e rapidez tirou a blusa da garota e deslizou seus dentro por entre os seios de Camila como se tivesse desenhando em sua pele cor de caramelo, seus olhos castanhos queimavam fitando os verdes de Lauren, era uma conexão forte apenas entre um simples olhar, demonstrava todo o desejo e amor que ligava as duas. A latina já impaciente começou a tirar a calça de Lauren e deslizá-la por suas pernas até arremessar pra qualquer lugar do quarto, pernas torneadas, pele branquinha, barriga levemente chapada, beijavam-se e se tocavam de modo apaixonado, a latina sempre mantendo um cuidado com o braço da amada, já estava praticamente recuperada mas não 100% ainda. Camila conduziu sua garota até a cama fazendo-a se deitar e ficou por cima de seu quadril, tirou o que usava por baixo ficando despida e fitou os olhos de Lauren, em seus lábios havia um sorriso bobo no qual só aparecia quando estava com Camila

-você é tudo pra mim sabia?

-você é meu amor, achei que jamais fosse dizer isso pra alguém

-te amo baby

-eu também te amo Camz

A garota deslizou suas mãos para as pernas da latina acariciando enquanto beijavam-se, seus dedos deslizaram facilmente pela região molhada dela, seu clitóris já quente e úmido, os dedos movimentando-se e deslizando ali, dois de seus dedos mergulharam para dentro dela estocando bem lentamente, Camila gemeu baixinho e continuou beijando-a

-isso Laur... ohh.. bem ai! UUhh amor, um pouco mais forte

-assim uh? –estocou mais fundo e movimentou seus dedos de forma mais rápida

-ahh.. isso amor.. UUhh!! Você é tão gostosa Lauren!

-e você é minha perdição!

Fez a garota deitar na cama ficando por cima dela, começou a beijar sua pele, a barriga lisinha e os seios medianos, Lauren começou a deslizar sua língua pelo mamilo de Camila fazendo com que ela arqueasse as costas um pouco, ela fazia questão de ver sua garota lhe chupando, os lábios carnudos de Lauren brincando com o seio da latina, sugando e mordendo levemente

POV LAUREN

Segurei nos braços de minha garota contra o colchão macio e mantive meus lábios conectados a seus seios deliciosos, o cheiro de sua pele estava me deixando alucinada, meus dedos continuavam estocando freneticamente dentro dela que mordia o lábio com força deixando-o avermelhado, suas mãos pousaram em minhas pernas apertando e arranhando minha pele, deixando uma leve ardência prazerosa, Camila mordeu minha orelha sussurrando safadezas ao pé do meu ouvido

-você fode tão gostoso.. uuh.. fico totalmente em órbita quando está me penetrando dessa maneira.. ahhh!! Isso.. amor.. q-que.. gostoso Lauren! Porra! Não para

Seus gemidos já não eram mais tão tímidos como no começo, o prazer evidente já deixava seu corpo sensível e em alerta, mapeei todo seu corpo com o toque de minhas mãos e fui beijando cada parte dela, uma das mãos dela enterraram-se nos meus cabelos antes de me puxar para um beijo ardente, não tão calmo quanto antes, ela parecia faminta e eu estava totalmente em êxtase dando-lhe prazer, é maravilhoso ter sua garota gemendo próximo ao seu ouvido, falando seu nome e rebolando em seus dedos. Me sinto tão molhada que poderia gozar apenas em proporcionar prazer pra ela. conforme os movimentos iam aumentando seu corpo começou a dar leves espasmos, seu coração batia aceleradamente assim como o meu

-ooohh L-lauren.. uuuhh.. isso é tão gostoso! Uhh!

-isso baby girl, geme pra mim, eu amo te ouvir gemer assim com essa voz tão sensual

-gosta? Ahh!

Nossos lábios se conectaram de novo mas ela teve dificuldade em continuar me beijando quando seu corpo chegou ao ápice e senti meus dedos sendo lubrificados pelo seu liquido quente, ela gemeu de uma maneira deliciosamente excitante que fez eu sentir um calor na minha intimidade, tirei minha blusa com rapidez e retirei meus dedos de dentro dela que ainda respirava de forma descompassada e me olhava como se tivesse fascinada, nem precisei falar nada, logo seu corpo estava colado ao meu, foi tirando toda e qualquer peça do meu corpo e sem aviso algum começou a me chupar, gemi na mesma hora quando sua língua quente deslizou meu  clitóris, eu tive vontade de gozar em sua boca no mesmo instante, mas precisava de um pouco mais pra isso acontecer, mas nem precisei pedir, ela me conhece bem e sabe exatamente onde me tocar para fazer-me chegar ao ápice em questão de segundos. Logo senti um formigamento em meus seios, sua boca sugando intercalando entre os dois, fechei meus olhos para aproveitar melhor a sensação, Camila começou a beijar minha barriga e uma de suas mãos massageava meu seio esquerdo, ela foi descendo até minha intimidade e deslizou a língua da minha entrada até em cima, mexi um pouco o quadril quando ela começou a me chupar, não me contive e segurei em seus cabeços indicando exatamente como eu queria, sua língua bailava sob a minha carne quente e pulsante enquanto meus gemidos escapavam de minha boca com facilidade

-uuhh Karla!!

-amo quando me chama pelo primeiro nome, soa tão sexy vindo de ti!

-o-ohh.. acha mesmo? Ahhh!!! –gemi um pouco mais alto quando suas unhas deslizaram por minhas coxas

-sim eu acho, e amo seus gemidos um pouco roucos, isso me deixa tão quente!

Nem foi necessário a penetração, dentro de poucos segundos cheguei ao meu ápice totalmente satisfeita, ela continuou me chupando, seus lábios melados por meu gozo mas Camila não se importava, ela gostava de sentir meu gosto assim como eu também amava sentir o gosto dela após o sexo. Voltamos a nos beijar, porém com um ritmo mais lento, as respirações ainda voltando ao normal, suas pernas encaixadas com as minhas, suas mãos acariciando meu rosto e seu sorriso me deixando feito uma boba, beijei sua testa e sorri de lado contemplando a minha linda garota que logo será minha mulher

-por que me olha assim?

-por que estou muito apaixonada e porque você é linda demais

-ainda nem acredito que vamos nos casar –olhou para a aliança em seu dedo

-quero que seja o mais rápido que puder, não quero parar mais tempo sem ser a sua esposa

Trocamos alguns beijos e carícias e Camila logo dormiu. Levantei da cama devagar e peguei meu celular indo pro banheiro, era um pouco tarde mas liguei pra Verônica, demorou um pouco mas atendeu

-o que aprontou dessa vez?

-porque acha que aprontei?

-me ligando a essas horas, deve ser algo sério

-atrapalhei alguma transa?

-eu não passo 24 horas por dia transando com a Lucy, nem sou você e Camila

-quem dera a gente passasse 24 horas do dia transando

-que NINFOMANÍACA!

-vai dizer que sexo não é maravilhoso? Principalmente sexo com amor?

-sim, é perfeito! Agora diz, o que houve? Estou morrendo de sono

-pedi ela em casamento

-sério? não está me ligando pra brincar comigo né?

-não idiota, pedi ela em casamento lá na praia

-e ela disse o que?

-SIM! quero casar logo e vai ser na praia

-parabéns! Estou feliz por ti, a noticia é maravilhosa mas não entendi porque não poderia me contar só amanhã

-fiquei ansiosa, tenho uma proposta

-qual?

-você e a Lucy estão noivas certo?

-exatamente

-porque não fazemos uma cerimônia juntas na praia? O que acha?

-PERFEITO!

-será que ela concorda?

-a Lucy não liga pra essas coisas, não importa o lugar onde a gente vai se casar, nos amamos

-então está combinado?

-sim! pra quando quer isso?

-amanhã a gente conversa direito a respeito, preciso voltar pra cama porque se a Camz notar que não estou lá vai acordar, ela gosta de dormir me abraçando, já que sai da cama ela sente falta daqui a pouco

-você fala como se ela fosse um bebê

-e ela é, o meu bebê

-é impressionante a sua mudança, será que algum extraterrestre não sequestrou minha amiga durona que nunca quis relacionamento sério com ninguém e te colocou no lugar dela?

-claro que não boba, as pessoas mudam, e o amor ele simplesmente acontece, quando menos estamos esperando, assim como aconteceu contigo. Vou te deixar dormir, depois a gente conversa, boa noite

-boa noite, é bom saber que está feliz

Sorri com a constatação da minha melhor amiga e desliguei, coloquei o celular em cima de uma mesinha e voltei pra cama, me aproximei da Camz e ela imediatamente agarrou-se a mim, eu não poderia desejar nada melhor do que estar assim, nos braços da mulher da minha vida.

 


Notas Finais


aguardo comentários <3 bjs
obs: se tiver erros depois corrijo, escrevi morrendo de sono e cansaço kkk depois olho se tem erros demais e conserto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...