História The Criminal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alessia Cara, Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Visualizações 59
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais uma fic meus amoreeees
Já estava morrendo de saudades de escrever então passei a ler bastantes fic pra ter algumas idéias. Bom essa fic é baseada na maioria das fics criminais que tem sobre o Justin, mas pra dar uma diferenciada eu coloquei o Shawn como o criminoso já que ele é sempre o anjinho...
Enfim, boa leitura, comentem bastante isso é muito importante pra mim

Capítulo 1 - Abusada


Perdi a carona da Lilly por ter acordado atrasasa, então tive que ir a pé mesmo. Tinha a sensação de estar sendo seguida, por isso apressei o passo.

Um carro preto parou do meu lado e um cara saiu de lá, corri mas não adiantou. Ele me pegou pela cintura e me colocou dentro do carro, onde já tinha um outro cara no banco de trás. Ele amarrou a minha mão e minha boca. Comecei a chorar e eles tiraram a toca, revelando uns garotos lindos...


- Vai ser mais divertido do que eu imaginava Adams... -ele acariciou meu rosto e eu me afastei esbarrando num loiro do meu lado


- Como o velho idiota teve coragem de colocar uma preciosidade dessa como garantia?! -disse o motorista e todos os caras dentro do carro riram


- Qual o seu nome? -perguntou o moreno gato tirando o pano da minha boca


Cecília: Sabe o meu sobrenome mas não sabe o meu nome? -disse com deboche


- Abusada... -riu- As minhas preferidas!! 


[...]

No meio do caminho acabei descobrindo o nome de todos. Luke, Ryan, Josh e o "chefão" Shawn. Eles falaram que o meu pai pegou uma boa quantidade de dinheiro com eles e me usou como garantia do pagamento. Já que ele não conseguiu a quantia eu fui sequestrada.

Entrei na mansão sendo arrastada pelo Shawn. Ele me jogou no chão da sala e todos se sentaram no sofá...


Ryan: Quem vai começar a brincar com ela? -disse malicioso e eu me encolhi


Luke: Adoraria...


Shawn: Ninguém vai tocar nela, não antes de mim! -uma mulher entrou- Marie, eu preciso que você fale pra Jane comprar umas roupas pra Adams e colocar no meu quarto -a mulher assentiu saindo- O gato comeu a sua língua gatinha


Josh: Acho que ela deve ser muda -eles riram e o Shawn se aproximou de mim, virei a cabeça e ele segurou meu queixo com força me fazendo olhar pra ele


Shawn: Ainda não sei seu nome... Vai continuar sendo abusada? Posso te castigar...


Cecilia: Cecília... -disse num sussurro


Shawn: Ah decidiu falar agora


Luke: Se fazendo de difícil, porque com essa cara de vadia...


Cecília: Vadia é a sua mãe! -gritei irritada e todos riram exceto ele que veio irritado ate mim


Luke: Você sabe com quem está lidando? -ele me deu tapa forte no rosto 


Shawn: Manera!


Luke: Eu vou dar uma lição nela, quem essa vadia pensa que é?!! -ele puxou meu braço com força me levantando- Você está perdeu a noção! 


Shawn: Relaxa cara, ela vai perder essa marra já já! -o Luke me deu outro tapa dessa vez fazendo meu nariz sangrar um pouco- Chega! -o empurrou pra longe


Luke: Isso não acaba aqui! -o Shawn me puxou e me arrastou pela escada me levando ate um quarto onde me jogou com força e eu acabei caindo no chão


Shawn: Quer apanhar ate implorar por misericórdia? -neguei com a cabeça- Então cala a sua boca e só responda quando falar com você! Outra abuso seu e eu vou deixar eles te matarem, está ouvindo? -assenti- Está ouvindo?


Cecília: Não sou surda -sussurrei e ele riu negando, logo vindo ate mim puxando meu cabelo


Shawn: Vou ter que te ensinar bons modos? -ele me deu um soco perto dos olhos abriu meu supercílio- Adoraria usar e abusar desse corpinho talvez assim você aprende a respeitar! Você não está na sua casa, está nas minhas mãos, minha submissa. Então se não quiser que eu te machuque acho melhor ficar na sua! Estamos estendidos?


Cecília: Sim -ele desamarrou minhas mãos


Shawn: No banheiro tem uma caixa de primeiros socorros, se vira! -ele saiu trancando o quarto


~~~~~~~~~~~~~~~

Fiquei sentada no chão o tempo todo, não fazia ideia de quanto tempo s passou. A porta foi aberta e eu me encolhi, mas logo vi que era a Marie, ela estsva com uma bandeja de comida, colocou do meu lado e s abaixou ficando na minha frente...


Marie: O senhor Mendes pediu pra mim trazer isso, e falou que assim que você acabar é pra descer... -assenti olhando pra baixo- Por mais cruéis que eles possam aparentar, eles são bons, eu cuido deles desde pirralhos. Eles só estão no caminho errado, entende? -assenti e ela acariciou minha bochecha e se levantou- Eu vou indo, qualquer coisa pode contar comigo


Cecília: Obrigada.. -ela saiu


Comi lentamente e depois desci as escadas encontrando eles na sala. Assim que me viram pararam de conversar...


Shawn: Pensei que não fosse descer nunca! 


Ryan: Mesmo machucada continua gata, como consegue?! -disse puxando meu braço e me jogando no sofá- É o seguinte, vamos ligar pro seu pai e você vai pedir socorro,nada mais, sem gracinha


Cecilia: Não quero falar com ele


Luke: Ninguém perguntou se você quer, você só obedece! 


Cecília: Não sou obrigada


Luke: Você disse que daria um jeito nela Mendes! -o Shawn bufou e veio até mim


Cecília: Desculpa


Shawn: Não acha que é tarde demais? Você fala antes de pensar e isso só vai te trazer problemas! Você vai falar com o seu pai e depois vamos ter uma conversinha mais intima no meu quarto... -todos riram e ele ligou pro meu pai- Alô, oi querido Johnny, sua filha é realmente muito linda... Cala a boca e me escuta! Tem uma semana pra me devolver ou nunca mais vai ver a sua filha. Não vou matar ela porque seria uma desperdício, mas você sabe muito bem o que seria ideal pra uma princesa com ela -sorriu malicioso e colocou o telefone na minha boca


Cecília: Eu te odeio! -gritei chorando e ele desligou a ligação, comecei a soluçar


Luke: Ficou com medinho? -sentou do meu lado e ficou acariciando meu rosto, solucei alto- Shii... Se acalma, eu ainda não fiz nada, prometo que você vai amar


Cecília: Por favor...


Luke: Não estava batendo de frente comigo, agora abaixou a bola? -ele riu sentando do lado do Ryan


Shawn: Volta pro quarto e para de chorar! -permaneci sentada- Precisa de ajuda pra andar? -neguei me levantando e indo pro quarto


Me deitei na cama afundando a cabeça no travesseiro chorando horrores. Comecei a socar a cama até que a porta foi aberta...


Shawn: Te dei liberdade pra deitar na minha cama? -me levantei sem olhar pra ele- Eu mandei você parar de chorar! 


Cecília: Então faça parar de doer!


Shawn: Sem drama! Você está muito insuportável, não aguento nem olhar pra sua cara mais


Cecília: Então me mata logo! -gritei


Shawn: Acho que você ainda não entendeu quem manda! -ele me empurrou na cama e subiu em mim beijando meu pescoço


Cecília: Por favor não faz isso -ele desceu os beijos pro meu colo e seio


Shawn: Você é tão linda, pele de porcelana, parece uma boneca -selou nossos lábios pedindo passagem com a língua


Marie: Sai de cima dela agora Mendes! -gritou e ele tombou do meu lado


Shawn: Não se mete nisso!


Marie: Sua mãe não criou filho pra ser estuprador! Vem comigo querida -me levantei indo ate ela que me abraçou de lado


Shawn: Você não pode se meter nos meus negócios!


Marie: Você não vai encostar um dedo nela, está ouvindo?! -ele assentiu- Esfria a cabeça e vê se coloca a mente no lugar. Não esqueça de ter caráter e não see um covarde estúpido! -ela saiu me levando junto


Cecília: Obrigado mais uma vez -disse entrando no quarto dela


Marie: Ele encostou em você? -neguei- Promete?


Cecília: Você chegou a tempo


Marie: Você pode dormir aqui hoje, mas eu não vou poder te defender sempre então tenta obedecer ele. Eu sei que você tem um genio forte -sorri olhando pro chão- mas é pro seu próprio bem! 


Cecilia: Vou tentar mas é que ele são muito abusados e... -suspirei- Estou com muita raiva do meu pai, é tudo culpa dele


Marie: Sua mãe deve estar muito nervosa


Cecília: Ela morreu quando eu tinha 10 anos... 


Marie: Eu sinto muito


Cecília: Tudo bem... 


Marie: Deita aqui e relaxa... -me deitei e ela se sentou acariciando meu cabelo- Vai ficar tudo bem, meu anjo


Fechei os olhos tentando fazer com que aquele pesadelo todo acabasse. Ainda não acredito que meu pai foi capaz de fazer isso. Eu só queria fugir dali mas eu estava com medo, muito medo!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...