História The Criminal Love - Justin Bieber - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Criminal, Justinbieber
Visualizações 35
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura babys

Capítulo 11 - 10


P.O.V Bieber

— Oh Justin — A vadia gemia meu nome

— Isso Anne, isso

— Anne?? — Ela para tudo que está fazendo e sai do meu colo  Agora chame a tal de Anne pra te satisfazer

Ela veste a minúscula roupa dela e eu visto minha bermuda f fico deitado no sofá

— Estão falando sobre mim?  — Anne entra na casa — Não acredito qua até nesses momentos voces falam de mim

A vadia sai com raiva e eu fico mexendo no celular

— Oque faz aqui? Veio me ver foi?

— Meu querido, a última coisa q eu iria fazer é ver você

— Anne — Zayn descia as escadas em minha direção — Vamos?

— Claro

P.O.V Anne

Estávamos indo para uma patinação no gelo, o carro estava tocando uma música até q parou

— Hm... e melhor você tomar cuidado pelas ruas — Ele diz e eu olho pra ele curiosa — Uma mulher que tem vários capangas estão formando uma gangue, eles não traficam, mas roubam bancos e matam todos que ousa atravessar o caminho dela

— Sério? Me conte mais — Seguro o riso, imaginem só, saber que essa pessoa sou eu? Eu me tornei perigosa, não sou a garotinha inocente como antes, bom ele exagerou um pouco, eu, Sam e Margo formamos uma gangue, nós assaltamos bancos, matamos quem nós quisermos e traficamos, mas ninguém sabe disso, apenas colocamos a mercadoria na cidade sem ao menos saberem quem colocou essa droga na cidade

— Ela tem uma gangue, ela é bem perigosa, tome cuidado ao sair nas ruas, ainda mais que você é uma milionária, por causa da herança

— Irei tomar cuidado, prometo — me seguro pra não rir

(...)

— Olha só como eu sei patinar — Falo pro Zayn e ele ri, mas acabo levando um tombo

— Anne cuidado — Ele se aproxima de mim, quando ele vai me dar um beijo eu viro a bochecha

(...)

Estava andando pelas ruas vazias do bairro até que encontro a puta que estava com o Justin

— Olha se não é vadiazinha do Bieber

— Não me chama assim sua piriguete — ela diz

— Não querida, errou, eu sou assassina — Saco uma arma, miro na sua cabeça e atiro  Não ouse atravessar meu caminho, caso ao contrário, ops, esqueci, você ja morreu querida

Abaixo a máscara que tava usando e quando me viro pra trás eu bato em um corpo masculino, era o de Justin

— Peguem a e coloque no quarto de tortura — Aquele retardado diz

Eles me levam a força, eu juro que se eu sai daqui eu mato todos. Eles me colocam em um quarto escuro apenas com uma cadeira, me sento nela e logo aparece o Bieber

— Ora ora, veja se não é a novata que anda matando e roubando todos — Ele ri — Está se saindo super bem, mas, vamos ver a misteriosa garota que se esconde por trás dessa linda máscara

— É, eu sei que sou boa, você pode ter me pegado, mas tem pessoas mais perto de você que faz parte de minha gangue e você nem imagina — Falo lembrando da Margo, ela namora Harry

— Ora ora, ela é misteriosa ela  ele ri — Mas não será mais —

 Ele coloca a mão no começo da máscara e puxa — Anne?

— Olá Bieber

— Você? Não pode ser, você é minha rival agora? Oq está tramando?

— Não sou rival de ninguém, apenas mato quem entra no meu caminho baby

— Você sabe que posso te entregar pra polícia ne? Todos estão ansiosos pra saber quem é a garota que anda matando e roubando todos  ele ri  mas, podemos fazer um acordo

— Acordo com você? Me fale mais sobre isso Bieber

— Você sabe, os The Killers, nosso inimigo, eles estão doidos pra te pegar, podemos unir nossas gangues, e derrotar nosso querido inimigo, duas gangues grandes, em uma só, isso vai ser ótimo

— Por que deveria aceitar essa proposta?

— Porque você não vai querer que eu te tranque aqui, pra você morrer de fome e sede

— Eu aceito — Me levanto da cadeira

— Ótimo, durma aqui hoje!

— O querido, você não manda em mim não, mas, vou ficar aqui pq a Sam vai me infernizar pra saber por que eu matei a guria lá

Subo as escadas e vou pra um quarto vazio, so tinha algumas blusas minhas, de antes de me mudar, entro no banheiro, ligo o chuveiro no quente, coloco meu cabelo pra trás deixando aquela água quente escorrendo pelo meu corpo, fecho meus olhos sentindo a água cair pelo meus rosto, aquilo é extremamente confortavel, sinto uma mão em volta de minha cintura, e dou um sorriso

— Justin?

— Hm.. deixa eu ver... acertou

Ele me vira, coloca a mão em minha cintura e me puxa para si, aqueles olhos castanhos se encontram ao meu, seus lábios encostaram na ponta de meus nariz. Depois ele desceu a minha bochecha. Ele parecia apreciar cada momento como se fosse o último para nós por um longo momento

Quando finalmente seus lábios aveludados tocaram os meus, me senti pisando em nuvens. Nada mais no mundo importava além de nós. Além do toque macios de seus lábios.... Do seu embriagante perfume doce... De suas mãos forçando meu pescoço para aproximar-me ainda mais dele


Notas Finais


AAAAAHHH, VAI TER HOT NO PRÓXIMO CAP EEEEE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...