História The Criminal Love - Justin Bieber - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Criminal, Justinbieber
Visualizações 59
Palavras 405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura Babys

Capítulo 5 - 5



P.O.V Anne

— Me explica isso menina, seu namorado levou um tiro e morreu — Alice berrava

— É, eu não o amava, mas gostava dele

— Sinto muito amiga — Sam disse e me abraçou

— Eu estou tão arrasada

— Vão ficar de conversinha ai vcs? Anne, traduza I not love you — Professsor diz

— Eu não amo você

O horário havia dado, saímos da sala e encontro o Jus... beijando a Jheniffer, eu passo direto e sento em uma mesa da cantina, o desgramado vai me buscar e fica beijando as garotas

— Anne? — Ele me vê sentado — Estava ocupado

— Percebi, agora vamos, preciso me trocar pra o velório do Chaz

— Vixi é mesmo

Fomos pra casa e eu fui direto pro meu quarto, peguei um vestido preto de alcinhas e um pouco colado, pra não ficar tudo preto eu peguei uma jaqueta vinho escuro e um sapato de salto com 8 cm preto, solto meus cabelos e passo um batom nude em meus lábios, desço pra escada e os garotos estavam falando de um tal de The Killers

— Quem é The Killers? — Pergunto

P.O.V Bieber

— The Killers? — Penso no que vou falar — Uma gangue inimiga

— Uhm, okay, vamos? — Anne disse

Fomos para cada um dos nossos carros e Anne foi comigo, esses últimos meses a casa ficou muito animada com ela, ela é minha Melhor amiga e ela é a melhor amiga que alguém pode ter

— Chegamos — Anne abriu a porta do carro e caminhou até o velório, ela chegou no caixão e estava fechado, não dava pra nem ver seu rosto — Por que está fechado? — Ela perguntou

— Os médicos disseram que liberou uma substância do corpo dele que faz mal a saúde, e seu rosto está muito inchado — Harry explicou pra Anne

— Anne, senta um pouco, não adianta ficar chorando em cima do caixão

— Me deixa — Ela disse rude

— Então tá né

Fui até a mesinha com comidas, peguei umas bolachas recheadas e um chá, me sentei em uma cadeira e fiquei observando o velório

**Algumas horas depois**

Estávamos todos nós e a família do Chaz vendo seu enterro, quando seu caixão estava a 7 palmos abaixo do chão os caras começaram a colocar terra em cima, quando terminaram Anne se aproximou e deixou uma rosa branca em cima de seu túmulo

— Adeus Chaz — Falamos em uníssono e voltamos para casa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...