História The Cruise - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Caitlin Beadles, Chaz Somers, Christian Beadles, Jamie Dornan, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Caitlin Beadles, Chaz Somers, Christian Beadles, Jamie Dornan, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Gangster, Ídolo, Justin Bieber, Máfia, Romance
Visualizações 224
Palavras 2.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieee Maravis

Eu sei que falei que ia postar no final de semana e tal só que eu estava meio ocupada aí não deu.

Mais aí está.

Boa leitura.

Capítulo 6 - Jealous?


Fanfic / Fanfiction The Cruise - Capítulo 6 - Jealous?

 Becky Campbell POV 


 Odeio era o que eu estava sentindo, a Melanie veio junto com a gente o Christian decidiu ir junto e chamou ela, a pior coisa foi o fato que eu tive que emprestar um vestido pra ela. Bieber ficou um pouco estranho comigo, nada demais pode até ser coisa da minha cabeça mais ele não está como estava antes de sair para o Shopping. Antes de sair do navio ele quis me beijar dês que chegamos ele mau olhou pra minha cara. 

Agora estávamos sozinhos no carro dele, em um silêncio horrível, só quero saber porque ele está assim. 

 - Justin...?- Olho ele.

 - Hum...- Continuo olhando a estrada 

- Aconteceu alguma coisa? Coloco minha mão em sua nuca e começo a fazer carinho na mesma sentindo ele se arrepiar. 

 - Não. Porque?

 - Você tá estranho... 

- Não estou não.

 Puxei meu vestido deixando o mesmo na altura de minha cintura, sentei em seu colo deixando uma perna de cada lado de seu corpo.

 - Me fala o que aconteceu? - Beijei seu pescoço. 

 - Eu estou dirigindo Becky não provoca. - Deu de ombros. 

 - Porque tá assim? - Mordo seu pescoço. 

 - Se eu bater o carro você será a responsável. - Deu de ombros

 - Tá bom. Sorrio e Beijo seu pescoço, logo sinto uma de suas mãos em minha bunda. 

 - Já chegamos. - Ele falou parando o carro.

 - Hum...- Beijo seus lábios. 

 Suas duas mãos estavam em minha apertando a mesma enquanto explorava cada lugar de minha boca. 

 - Vão ficar ai se comendo? - Ouvir a voz de Ryan. 

 - Que porra. Depois a gente continua. Ajeita esse vestido. - Justin falou. 

 Sair de cima dele ajeitei o vestido, retoquei o batom e sair do carro. 

 - Vocês não cansam? - Chaz olhou pra nós rindo.

 - Cuida da sua vida Cara. - Justin pego em minha mão e caminhamos pra entrada do prédio. 

 - O que estamos fazendo aqui? - Perguntei pra ele. 

 - É um evento de gangstes,Todos aqui são gente ruim. - Olhei ele assustada. - Achou que eu era o que? - Riu - Achei que só tinha o navio. E a única coisa errada era traficar as meninas. - Olho ele - Aquilo é só um disfarce. -Deu de ombros. 

 O local era chique com pessoas elegantes, sentamos em uma mesa que tinha o nome Bieber. 

 - Não fui com a cara daquela garota. - Kelsey que estava sentada ao meu lado sussurrou. 

 -Porque? - Perguntei mesmo sem saber a quem ela se referia. 

 - Ela tá olhando muito pra o meu homem. - Olhei ela - Tá bom...tá olhando muito pra o Chaz...- Sussurrou

 - Beija ele! - Dei uma piscadela pra ela e olhei para as pessoas ao nosso redor. 

Percebi que um homem me encarava muito, estaca ficando com um pouco de medo. Ele não me era estranho, mais seu olhar era misterioso, enigmático. Vamos confessar que era um gostoso mais não vem ao caso.

 - Algum problema? - Ouvir a voz de Justin em meu ouvido fazendo com que todos os meus pelos arrepiar-sem.

 - Não. - Desviei meu olhar do olhar do cara, assim que percebi que Justin olhava pra mesma direção que eu.

 - Brain ....- Me olhou, estremeci ao escutar aquele nome. Será que ele descobriu? Então esse é o famoso Brain...o desgraçado do Brain. Olhei pra ele com um certo receio. - Aquele cara que estava olhando. - Completou. 

 - Eu não estava olhando, ele que estava me encarando. - Dei de ombros. 

 - Hum...Não quero você comigo e olhando pra outros. - Falou firme.

 - Hum...- Fitei minha taça. 

 - Amiga vamos comigo ao banheiro? - Cassie olhou pra mim. 

 - Vamos. - Kelsey falou rindo e já levantou. 

 Rimos e caminhamos até o banheiro. Vários olhares estavam sobre nós...tanto de homens como de mulheres. Entramos no banheiro e por sorte estava vazio.

 - Eu ainda não acredito que o Chris trouxe aquela vagabunda. - Kelsey falou enquanto ajeitava o cabelo. 

 - Eu também não gostei disso. - Cassie pegava o batom na bolsa pra retocar o mesmo. 

 - Então somos três. - Rimos. - Você fez o que eu falei? - Olhei pra Kelsey.

 - Não. - Me olhou colocando uma mão na cintura. 

 - Porque não? - Olhei ela..

 - Eu não posso simplesmente chegar nele e o beijar, ele não me dá intimidade como o Bieber te dá. - Falou óbvia

 - Você acha que ele me da intimidade porque? - Olhei elas.- Eu ataco amiga. - Joguei o cabelo pra trás.

 - Explica isso amiga. - Rio junto com a Cassie.

 - Eu chego nele, eu Beijo ele sem ele pedir, chego na sala dele de supresa...essas coisas, - Olho meu reflexo no espelho.

 - Hum...- Ficou pensativa. 

 - Eu vou investir no Ryan. - Cassie falou sorrindo

. - Faz isso. - Sorrir pra ela. -Vamos? - Olhei elas.

 - Eu vou usar o banheiro. - Kelsey falou.  

- Então eu vou na frente. - Sorrir e sair do banheiro.

 Essa festa tá um saco o real motivo dela deve ser quem usa a roupa mais elegante, ou quem está com uma acompanhante mais gostosa, as pessoas só ficam sentadas olhando uns pra cara dos outros.

 Fui tirada de meus pensamentos com uma mão apertando meu braço me fazendo parar de andar. 

 - Aí. - Olhei pra a pessoa e pra minha infelicidade era Brain. Sentir meu corpo extremecer.

 - Fica caladinha, tem alguma novidade? - Apertou mais ainda meu braço. 

 - Aí...me solta - Tentei puxar meu braço.  

- Acho melhor se comportar lembra da sua preciosa irmã. - Me olhou desafiador. Engolir em seco e olhei ele. 

 - Não. Eu não tenho nenhuma novidade já falei que preciso conquistar a confiança dele.- Fitei o chão. 

 - Amanhã vou mandar alguém lá e quero novidades.

 - Hum...Agora me solta. - Tentei puxar meu braço novamente.

 -Algum problema aqui? - Ouvir a voz de Justin. Olhei ele e depois Brain. 

 - Não...ele me confundiu com outra pessoa. - Puxei meu braço de vez e fiquei ao lado de Justin. 

 - É...foi isso. - Brain falou cruzando os braços 

 - Hum...Vamos embora Becky. - Segurou em minha mão e saímos dali.




 Já estávamos a quase uma hora ali sentados e nada acontecia. Eu sinceramente estou odiando isso. 

 - Vamos embora...- Kelsey sussurrou pra Chaz mais alto o suficiente pra que eu ouvisse.

 - Por favor. - Sussurrou de volta rindo. - Vamos? - Levantou.

 - Vamos. - Kelsey levantou logo depois dele.

 - Pra onde vão? - Justin olhou eles

 - Pra um bar, uma boate qualquer coisa menos ficar aqui. - Chaz falou e saiu junto com Kelsey.

 - Tamo junto. - Chris levantou junto com a ridícula da Melanie e saíram..

    - Nós também vamos. - Ryan levantou junto com Cassie e saíram. Olhei pra Justin.

 - Vamos ficar aqui mesmo? - Olhei ele fazendo careta. 

 -É ruim em. -Levantou e me olhou, levantei e saímos daquele prédio. 

 - Demoraram em. - Chaz falou olhando pra nós.

 Ele estava encostado no carro e Kelsey encostada em seu corpo e ele abraçava seu ela por trás. Que fofos.

 - Pra onde vamos? - Melanie perguntou.  

A todo minuto eu sentia ela me olhando principalmente quando eu estava falando com Justin.

 - Boate de sempre. - Justin falou indo pra seu carro. 

 Seguir ele entrando no carro, o mesmo deu partida os menino estavam logo atrás em seus carros. 

 - Não estava mais aguentando aquela festa.- Olhei ele.

 - Elas sempre costumam ser um saco. - Riu. 

 - E porque você ainda me levou? - Rio olhando ele. 

 - Acha que eu vou ficar entendido sozinho? - Me olhou. 

 - Belo amigo você em. - Bato em seu ombro

. - Amigo? - Arqueou uma sobrancelha.

 - A gente é amigo né?

 - Você chupa o pau dos seus amigos? 

 - Depende. - Olhei para a estrada.

 - Do que? -Riu

 -Se forem gostosos e deixarem, eu chupo mesmo. - Dei de ombros. 

 - Então chupa meu pau! - Me olhou rindo

 - Com prazer. - Mordo os lábios.

 Sorrir e olhei ele, desabotoei sua calça coloquei seu amiguinho pra fora da cueca, começo a massagear seu membro excitando o mesmo. 

 - Eu não estava falando sério. - Me olhou..

 - Só aproveita. Seu membro já estava ficando animado, massagem o suas bolas e abocanho seu membro.

 - Hum...mais rápido Acelerei os movimentos ainda massageando suas bolas, sentir uma de suas mãos em meu cabelo fazendo aumentar a velocidade deixando na velocidade que ele queria.

- Awn...isso...puta que pariu que boca gostosa. Tirei seu membro da boca e passei a língua por toda sua extensão.

 - Rápido.... Chupei suas bolas....logo voltei a chupar seu membro... aumentei a velocidade a cada gemido seu.

 - Eu vou gozar... Ignorei suas palavras e continuei os movimentos esperando por seu momento. - Awnn...-Ele gozou e eu engoli tudo. 

 - Delicioso - Sorrio. 

 - Você é uma tentação em. - Parou o carro. - Chegamos.

 Sentei no banco do carro pra arrumar meu cabelo e o batom. Sair do carro junto com ele, entramos naquela boate e seguimos pra um lugar reservado provavelmente a área vip. Sentei em um sofá ao lado de Justin, e observei o local, chegaram algumas bebidas na nossa mesa. Olhei pra meninas todas estavam empolgadas por passarem um tempo fora do Cruzeiro. Eu estava apenas entediada. Deitei minha cabeça no ombro de Justin e fechei os olhos. Continuei com os olhos fechados por um bom tempo enquanto eles conversavam, bebiam e até beijavam. Pois é pelo o que tô escutando tirando Melanie e Chris os outros estão aproveitando.  

- Becky? - Ouvir uma voz um pouco conhecida por mim. - É você mesmo? A meu Deus. 

 Abrir os olhos e dei de cara com Peter, o meu melhor amigo de infância eu não seria capaz de esquecer ele. 

 - Peter.- Levantei e corri até ele abracei o mesmo que logo correspondeu ao Abraço caloroso. 

 - Eu pensei que tinha morrido sua louca. - Falou ainda me abraçando.

 E ali naquele momento eu me sentir segura dês da morte dos meus pais, Peter era como um irmão sempre me sentia protegida e feliz ao seu lado. 

 - Que saudade de você. - Desfiz o Abraço e olhei em seu rosto.

 - Eu também estou com muita saudade. Onde estava esse tempo todo? - Aqueou uma sobrancelha.

 - Loga história. - Fiz careta.

 - Eu tenho tempo.- Me olhou.

 - O que é isso? - Ouvir a voz de Justin. E logo ele me tirou dos braços do meu amigo. 

 - Quem é esse Angel? - Peter pegou me puxando pra seus braços novamente. 

 - Eu que pergunto, quem é você? - Justin me puxou pra seus braços novamente.  

- Eu sou o melhor amigo dela.- Me puxou novamente. 

 - Eu sou...- Justin já ia me puxar novamente mais interrompi 

 - Chega! - Olho eles. - Peter esse é Justin, Justin esse é Peter. - Cruzo os braços.  

- Hum...Vamos embora Becky. -Justin pegou em minha mão. 

 - Ela está ocupada, pode ir ela vai pra minha casa hoje.

 - Quem você acha que é?-Justin parou em sua frente apontando o dedo pra seu rosto. 

 - Pergunto a mesma coisa. Becky não tinha uma companhia melhor não? Esse cara....- Fez careta. 

 - Eu vou acabar com a raça desse cara..- Percebi sua irritação. 

 - Garotos por favor não briguem. - Separo eles. - Peter Justin é meu...- Olhei ele sem saber o que falar. -

 Namorado. - Abraçou meu corpo. 

 - Você costumava ter bom gosto Angel. - Me olhou decepcionado. - Bom aparece lá em casa qualquer dia. 

 -Claro..- Sorrio e ele caminha pra longe logo sumindo de minha visão. 

- Precisava disso? - Olho Justin 

 - Cala a porra da boca. - Me soltou e caminhou até a mesa onde todos estavam nós observando. - Vamos embora por hoje já deu.

 Todos assentiram e saíram em seus carros.


 XXX


 - Quem é aquele cara? - Justin perguntou assim que entramos no quarto.

 - Meu amigo já falei. 

 - Amigos não ficam daquele jeito. - Falou tirando seu terno. 

 - Cala a boca você não sabe de nada na minha vida. - Gritei. 

 - Isso é o que você acha. Eu sei de tudo....- Tudo? Será que ele descobriu.- Acha que sou bobo? - Riu- Eu sei muita coisa sobre você.

 - Então o que você sabe? - Olho ele 

 - Eu sei que.....


Notas Finais


Primeiro não me matem por acabar nessa parte.
Segundo próximo capítulo só de hoje a oito.

Bjs até o próximo.
Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...