História The Cure - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Rupert "Rhodey" Rhodes, Laura Barton, Maria Hill, Mulher-Hulk Vermelha (Betty Ross-Banner), Natasha Romanoff, Nick Fury, Pepper Potts, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Bruce Banner, Brucenat, Brutasha, Clint Barton, Gavião Arqueiro, Homem De Ferro, Hulk, Natasha Romanoff, Tony Stark, Vingadores, Viuva Negra
Visualizações 33
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olarrrr, meus nenéns lindos!
Como vocês estão?

Bem-vindos a parte dois (final) desse capítulo emocionante! <3
Boa leitura!

Capítulo 31 - A Cura - Parte ll


Fanfic / Fanfiction The Cure - Capítulo 31 - A Cura - Parte ll

“Massagear seus pés, suas mãos e suas pernas. Deixe-me cuidar de tudo, amor! Feche os olhos, vou cantar sua música favorita. Escrevi esta canção de ninar para você. Faça silêncio agora, amor, não chore.”

Natasha Romanoff:

Quando a equipe viu que Hulk estava sob controle, todos foram saindo de perto e indo auxiliar as vítimas e suas famílias.

Hulk continuava me olhando, mas as feições já eram do Banner. Ele parecia esperar que eu dissesse algo. Então, continuei a alisar seu braço e sua mão.

- Vou massagear seus pés, suas mãos e suas pernas. Deixe-me cuidar de tudo, amor! Feche os olhos – ele realmente fechou os olhos quando falei isso, pois estava totalmente entregue – Vou cantar sua música favorita – eu não deixava de fazer carinho nas mãos dele – Escrevi esta canção de ninar pra você – foi nesse momento que o Banner voltou e correu para os meus braços – Faça silêncio agora, amor. Não chore! – eu beijei a testa dele e ele desmaiou.

...

- Banner já está descansando – Clint se juntou a nós – Laura me contou tudo, Nat – ele sentou ao meu lado e beijou minha testa – Você quase matou todo mundo do coração!

- Me perdoem, mas tive medo. Vocês lembram tudo o que aconteceu quando voltamos à Ghosttown! Enquanto eu estivesse na jogada, Betty não iria sossegar.

...

Fiquei brincando com Lila, Cooper e Nathaniel para ver se me distraia um pouco. Queria muito que Banner acordasse, mas ao mesmo tempo não queria. Eu queria vê-lo, mas não sei qual seria a minha reação. E por conta de tantos pensamentos e tantos conflitos que decidi dedicar toda a minha atenção e energia aos meus três sobrinhos lindos!

- Você parece mais viva do que nunca! – Banner apareceu – Precisamos conversar!

- Sim, mas agora não é o momento – respondi sem conseguir encará-lo – Falamos depois.

- Como quiser! – ele respondeu com a voz bastante tranquila e pegou Nathaniel no colo.

Eu não pude deixar de admirar aquela cena. Logo, Lilia e Cooper se juntaram a ele que começou a contar uma história.

“Irei te despir, porque você está cansada. Te cobrirei como você desejar. Quando você adormecer em meus braços. Posso não ter coisas extravagantes, mas eu vou te dar tudo. Tudo que você poderia querer, está em meus braços!”.

Bruce Banner:

Após acordar e brincar com os filhos do Clint, eu me sentia outra pessoa! As palavras que Nat disse ao Hulk não saíram da minha cabeça. Parece que aquele amor realmente começou a curar boa parte de mim. Parece que ela conseguiu ligar novamente meus sentimentos.

Abracei Laura e Wanda e agradeci pelo que fizeram por mim. Abracei Clint e Stark e chorei pedindo perdão. Entrei em um estado que passeava da culpa a gratidão. Conversei com todos na Torre e me comprometi a ajudar todas as vítimas e suas famílias pelos danos causados pelo Hulk.

Brinquei com as crianças e contei histórias pra elas.

Decidi que pegaria meu amor por Nat para curar a mim e a nossa família. Sim, aqui na Torre Stark somos uma grande família!

No fim doa dia, fui até o quarto que foi separado para ser nosso, mas que no momento estava sendo apenas meu. Para minha surpresa, Natasha estava ali tirando a roupa de treino. Ela estava tão distraída que nem me viu entrando.

- Posso te ajudar? – perguntei abraçando-a por trás.

Ela se assustou se afastou.

- Depois de tudo que aconteceu, você ainda tem a coragem de querer tentar me despir? – ela perguntou firme.

- Você me disse que o amor é a cura – sentei na cama – E amor é uma via de mão dupla. Eu irei te despir porque você está cansada e depois irei te cobrir como desejar. A minha vontade é te cobrir com o calor dos meus braços, mas acho que essa é a última coisa que você pode querer nesse momento – estendi meu braço, oferecendo minha mão pra ela e para minha surpresa ela aceitou – Posso não ter as coisas mais extravagantes, mas eu vou te dar tudo – beijei a mão dela – Acredite em mim pela última vez. Tudo que você precisa está nos meus braços.

- Inclusive a minha morte – ela continuava séria – Uma noite antes do acidente de carro, sonhei que você me jogava dentro do buraco do coelho.

- Você também sonhou com isso? – fiquei surpreso ao ver que sonhamos juntos mesmo separados.

...

Clint, Stark e Wanda estudavam no laboratório os tais cristais. Pepper e Laura brincavam com as crianças.

- Vamos deixar o Banner continuar aqui? – Wanda perguntou – Sei que essa Torre não é minha, mas ele me parece melhor. Me desculpem, mas eu não me sinto segura com ele e a Nat no mesmo lugar.

- Eu não tiro sua razão, bruxinha – Stark respondeu rindo e beijou a testa de Wanda – Mas temos que pensar no seguinte: Banner virou as costas para todos nós no momento em que mais precisávamos dele. Ele fez isso com a desculpa dos erros que cometemos no passado.

- Não podemos agir como ele e virar as costas porque no ele errou no passado – Clint completou – Se fizermos isso, vamos agir como ele.

- Isso seria muita hipocrisia de nossa parte – Stark continuava – Não podemos julgar alguém e agir como essa pessoa. Temos que lembrar que tudo o que ele fez foi controlado pela Betty Ross.

“Então, amor, me diga sim e eu lhe darei tudo. Então, amor, me diga sim e eu serei todo seu esta noite. Então, amor, me diga sim e eu lhe darei tudo. Eu estarei ao seu lado...”

- Voltamos à fase um, Nat. Você tem um milhão de razões para me deixar. Você tem um milhão de razões para não acreditar em mim. Mais uma vez eu não cumpri minhas promessas. Então, pela última vez, me deixe te dar uma razão pra ficar!

- Tenho medo de ser machucada novamente, Banner – ela respondia com lágrimas nos olhos – O que quer que eu faça?

- Eu quero que me diga sim, Nat! Me diga sim e eu lhe darei tudo. Me diga sim e eu serei todo seu esta noite e não falo com maldade. Me diga sim e eu lhe darei tudo. Prometo que desta vez, eu não sairei do seu lado...

 


Notas Finais


Será que o Banner merece perdão, nenéns?

Esse capítulo foi feito com a música que deu nome e sinopse pra nossa fic. A música que deu vida, na verdade, hahahahaha
Quem quiser conferir, tá aqui o link:
https://www.letras.mus.br/lady-gaga/the-cure/traducao.html

Também esqueci de uma coisa: Na parte do um deste capítulo, usei reflexões da música "Photograph" do Ed Sheeran. Essa música era pra ser a música do capítulo, mas não rendeu </3
Quem quiser conferir, tá aqui o link:
https://www.letras.mus.br/ed-sheeran/photograph/traducao.html

O que acharam da parte dois? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...