História The dancer - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Abo, Dança, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Namjin, Sope, Taeyoon, Vhope
Visualizações 78
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTE... Tá foda viu...

Desculpa a dmr toda, e aproveitem o lemon u.u

Espero que gostem o/

Capítulo 18 - Sex


Jimin

Minha vida está de ponta cabeça. Literalmente. Até um mês atrás meu único amor era a dança, e isso mudou graças a quem ? Jeon Jungkook. Não esperava todas aquelas revelações e nem esperava que EU revelasse aquilo, admitir estar apaixonado é difícil pra mim, mas, fazer o que né ? Amor faz essas coisas, sobe à cabeça.

É um amor tão grande que agora eu estou dirigindo, levando meu atual namorado para conhecer minha ex - namorada. Santo Taeyang… Me socorre.

- Kookie, você não precisava se vestir tão bem assim, você fica lindo de qualquer jeito - eu disse enquanto olhava para a estrada a frente, um sorriso escapa ao saber que aquilo não era nenhuma mentira.

- Lógico que precisava, quero esfregar na cara dela que agora você tem uma pessoa muito melhor - eu dei uma gargalhada com aquelas palavras, fazendo meu olhos desaparecerem. Dei um leve tapinha na coxa de Kookie e deixei minha mão apoiada ali.

Jeon vestia uma calça de couro preta, com uma regata branca e uma jaqueta também de couro. Seu sabato era algo como uma bota, parecia do exército, combinava bem. Ele estava maravilhoso, cheiroso, com o cabelo em um topete que o deixava sexy. Como eu queria pegar ele agora mesmo.

- Chegamos… - eu disse, estacionei o carro no estacionamento da lanchonete. Kookie não disse nada, apenas saiu do carro e me puxo u depois que eu tranquei o carro.

Sinceramente, eu não estava nem um pouco ansioso para aquilo. Entramos na lanchonete e andamos um pouco, procurando a bendita pessoa que quase destruiu minha vida. Quando avistei Hysoo eu tive um flashback na minha cabeça que me fez ficar com uma tontura horrível, eu cambaleei para o lado, com sorte, Kookie me segurou.

- Você 'tá bém, Jiminie ? O que houve ?

- Kookie… Eu não quero ficar aqui, por favor… Eu achei que iria dar conta, que eu iria conseguir encarar ela, mas não dá. Por favor, vamos embora - eu implorei tanto, que ele acabou cedendo. Não sei se ele a viu ou coisa do tipo, mas só sei que fomos para a casa na árvore do Kookie. Poderíamos morar naquele lugar.

Eu já não quis trabalhar nesse dia, Kookie ficou do meu lado e não saiu em nenhum minuto. Eu estava abalado, foi tudo muito rápido, foram lembranças do passado que me destruíram por completo. Estávamos deitados na cama que havia ali, um do lado outro, nos encarando.

- Jiminie… - Kookie me chamou enquanto acariciava meu cabelo, eu parecia um ômega indefeso. Eu sou um alfa muito esquisito mesmo - o que houve naquela hora ? Você a viu ? - eu concordei com a cabeça.

- Kookie… Ela fez muito mal pra mim, eu achei que aguentaria encará-la com você ao meu lado, mas foi tudo táo rápido - eu o abracei forte - não sou um alfa durão como muitos, mas também não sou alguém indefeso. Só que… Meu passado não é dos melhores, eu apenas sofri para chegar onde estou. Não consigo andar na rua normalmente, você reparou que sempre estamos de carro e nunca caminhamos certo ? - eu o encarei, vi que seus olhos estavam marejados - sou reconhecido, sou famoso, e me irritava quando alguém não sabia quem eu era, por pura arrogância em pensar que eu merecia tudo de bom depois de tudo. E, olha só o que eu consegui… - eu acariciei a bochecha dele e senti uma lágrima em seu rosto - eu consegui a melhor coisa que eu poderia ter - Kookie retirou minha mão de sua bochecha e a beijou.

- Jiminie… - ele me abraçou, deixei um sorriso grande aparecer - tudo bem, eu entendo. Estarei aqui com você, por qualquer coisas que acontecer. Confie em mim, 'tá ? Por favor, se quiser me contar qualquer coisa, eu estou aqui para te ouvir.

- Obrigado Kookie… Não como em tão pouco tempo você fez isso comigo…

- Isso o que ? - ele desmanchou o abraço me encarando.

- Isso, me deixar feliz desse jeito… - dei um beijo rápido nele e o vi sorrir, aquele sorrisinho lindo.

- Que bom - ele voltou a me abraçar - você também me faz feliz, eu te amo Jiminie.

- Também te amo Kookie…

Acabamos dormindo assim mesmo… Não teve briga, não teve escândalo, não teve tapas para lá ou para cá… Por enquanto.

-----------

- Jiminie… Acorda… - eu abri os olhos lentamente e vi o Kookie em cima de mim.

- Kookie… Não fica… Em c-cima…

- Hm ? Por que Jiminie ? - ele começou a se mexer com um sorriso malicioso no rosto.

Eu não aguentei e não falei nada, apenas pressionei minha ereção contra a sua bunda que agora rebolava. Me levantei, ficando sentado e comecei a beija-lo, ele ainda rebolava, quicava e se esfregava em mim. Arranquei sua camiseta e ele não demorou para ele arrancar a minha, voltei a beija-lo enquanto desafivelava seu cinto, ele levantou do meu colo e arrancou a calça, junto da cueca. Logo, ele tirou o resto das minhas roupas, me deixando só de cueca. Kookie estava me deixando louco, eu o deitei na cama e comecei a beijar seu peacoço enquanto acariciava seu membro exposto.

Desci meu beijo para o seu peitoral bem definido, fui para o mamilo direito e ele gemeu mais alto, ele sempre fora sensível ali. Depois de lambidas e carícias em seus mamilos, eu fui descendo por seu abdômen até sua virilha. Lambi a glande de seu membro e senti sua mão em meu cabelo, apertando com força, comecei a chupa-lo com vontade.

- J-jiminie… - Kookie começou a gemer e eu senti seu membro pulsar na minha boca.

Após longas chupadas e lambidas, eu me afastei e tirei minha cueca, fui até o Jeon. Ele estava deitado ainda, eu subi em cima dele e fiz ele engolir meu membro. Eu sentia sua língua me lambuzar inteiro, eu joguei minha cabeça pra trás, fechando meu olhos e abro um pouco a boca para deixar meus gemidos saírem. Kookie era muito bom naquilo, até quando eu metia na boca dele, ele conseguia ser maravilhoso.

Eu apertava seu cabelo com minhas mãos, enquanto ele apertava e dava leves tapas na minha bunda. Quando eu senti que estava prestes a goza, eu sai da boca dele e comecei a beijá-lo, fui até seu ouvido comecei a gemer.

- Kookie - ah… Quer que eu te coma ?

- S-sim Jiminie… Por favor…

Eu nem pensei quando ergui as pernas do Jungkook, deixando sua entrada exposta. Ele estava uma delícia naquela posição e muito bem lubrificado.

- Só enfia Jiminie…

E foi o que eu fiz. Eu meti com tudo, ouvi um gemido alto e comecei a estocar. Ele não parava de gemer e sua entrada se contria mais e mais, eu estava enlouquecendo. Nossos gemidos se misturavam até que eu ouvi um grito de prazer vindo dele quando acerte o ponto dele.

- M-mais J-Jim.. Ah… - ele não conseguia formar nenhuma frase de forma certa, sempre era interrompida pr algum gemido.

Finalmente eu senti um molhado no meu abdomen e vi que Kookie havia gozado, depois de 3 estocadas fortes nele, eu me desfiz dentro dele, senti o nó ser formado e logo cai sobre ele. Não há riscos de ele engravidar fora do cio, então estava tudo bem.

- Você é tão bom, Kookie… Me pergunto se eu estou morto e acabei vindo para o Paraíso… - eu disse de forma ofegante, rolei para o lado e fiz com que ele deitasse a cabeça no meu peito.

- Que coincidência… Porque eu sinto o mesmo - ele me deu um beijo rápido e voltou a se deitar.

Por favor… Que isso não seja um sonho…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...