História The Danger Around Us - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber, Nina Dobrev, Paul Wesley
Tags Atlanta, Criminal, Hailey Baldwin, Jailey, Justin Bieber, Sequestro
Exibições 562
Palavras 2.690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espera deixa eu surtar... AI MEU DEUS 400 FAVORITOS EU AMO VOCÊS, OBRIGADO GENTE 😍💕

Demorei, mas valeu a pena, acho que vocês vão adorar o acontecimento nesse capítulo. 😏


LEIAM AS NOTAS FINAIS
LEIAM AS NOTAS FINAIS
LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 17 - Marriage


Comecei a tossir com o cheiro do álcool em meu nariz, fui abrindo os olhos aos poucos e percebi que estava na cama de alguem, do Justin especificamente, olhei para os lados e vi minha pequena ali agarrada com seu urso, minha primeira reação foi me levantar e abraça-la, ouvi seu resmungo dizendo que eu estava a esmagando fazendo aos que estavam ao nosso redor rirem.

- Meu Deus, meu amor onde você estava? - perguntei passando a mão nos fios de seu cabelo loiro

- No paquinho mamãe. - a olhei confusa e olhei Justin que parecia nervoso

- Jenny estava com Katherine, ela a levou no parque porque a pequena queria tomar sorvete. - ouvi Ryan e tirei Jenny de meu colo a colocando sentada na cama.

Sai do quarto em passos rápidos e desci a escada procurei Katherine pela casa inteira, porem ela não estava lá dentro, fui para o jardim e nada, o que restava era a área da piscina, e ela estava na, sentada na beira da piscina com uma regata preta e um short branco com seus pés dentro da água; assim que me viu se levantou e me olhou com superioridade; ridícula; levei minha mão de encontro com seu rosto fazendo o mesmo virar e ela me olhar com raiva em seguida.

- NUNCA MAIS COLOQUE AS MÃOS NA MINHA FILHA, VOCÊ ENTENDEU? - gritei e logo senti alguém segurar meu braço

- Se acalma! - era Dylan - Deixa ela explicar.

- Explicar? Explicar o que? Essa mulher não tem o que explicar ela...

- Eu disse pra ela avisar! - a morena a minha frente se pronunciou me interrompendo - Jenny estava quieta na sala com o urso e eu fui perguntar o que ela tinha, disse que estava com saudade do pai e da mãe dela então eu perguntei se ela queria ir no parque e tomar sorvete, Jenny aceitou na hora.

- E você levou a menina sem avisar ninguém! - Ryan disse e também notei raiva em sua voz

- É claro que não, disse a Jenny que avisasse a vó dela ou os tios enquanto eu ia pegar a minha bolsa. Quando eu voltei ela já estava na porta me esperando, eu achei que já tinha avisado então sai com ela.

- Filha... - olhei a pequena que estava no colo do tio Christian

- Diculpa mamãe. - seus olhinhos estavam marejados - Eu não achei a vovó e nem os titios então eu não disse que ia no paquinho com a tia Kath, diculpa. - sua voz era de choro e eu não aguentei vê-la daquele jeito por um mal entendido

- Oh meu amor, não fique assim - fui até ela a pegando não colo, seu rosto foi para curva de meu pescoço e meu olhar para Katherine - Me desculpe, eu... Não devia ter te batido sem saber da explicação. - me senti uma idiota naquele momento, foi horrível

- Não tem problema, entendo sua reação, se eu fosse mãe e outra mulher levasse minha filha a algum lugar sem me avisar ou avisar alguém também teria a mesma atitude. - eu apenas assenti e dei as costas voltando para dentro da

- Ei ei - Ouvi a voz de Justin e o mesmo segurou meu braço me fazendo o olhar - Fica calma, esta muito nevosa.

- Eu estou me sentindo uma idiota , não acredito que tive que pedir desculpas a ela.

- Eu sei que odiou isso, mas você errou então não seria nada mais justo que pedir desculpa pra Katherine. - o olhei estranhando aquele comportamento, Justin havia me dito milhares de vezes que ele estava sendo obrigado a casar com ela e naquele momento ele estava a defendendo. - O que foi?

- Nada Justin, nada! - vi Dylan entrando e seu olhar foi diretamente para nós - Vamos pra casa.

Justin deu um beijo na cabeça de Julie que de jeito nenhum tirava seu rosto da curva de meu pescoço, a pequena estava triste acho que ela acabou percebendo o que havia causado por não ter avisado a ninguém onde tinha ido e com quem.
Me despedi de todos ali presentes e sai da casa indo para o carro de Dylan, ele estava calado não havia direcionado nenhuma palavra a mim; já tinha colocado Jenny em sua cadeirinha e me posicionei no banco do carona, o moreno ao meu lado devia estar nervoso, ele não ousava nem me olhar, aquilo realmente me incomodou.

- O que foi? - perguntei colocando a mão em sua perna porem Dylan a tirou de lá

- Você esta mesmo me perguntando isso? - o carro foi ligado e ele começou a dirigir, eu o olhava um pouco confusa mas logo me toquei, porém Dylan, não me deu um tempo para a resposta - A minha noiva sai com o ex para uma festa onde a noiva dele deveria o acompanhar, passa a noite inteira sem dar uma noticia, chega tarde na casa dele sendo a ultima a saber o que estava acontecendo com a sua própria filha. E você ainda me pergunta o que foi?

- Amor me des...

- Não! Eu quero saber onde vocês estavam e porque nenhum dos dois atendia o telefone.

- Estava tarde, fomos para um hotel.

- Juntos? Sabemos que Justin tem seguranças em todo lugar não seria problemas eles escoltarem vocês pra casa.

- Pelo fato do Justin ser o que ele é seria perigoso, sabe como é a vida dele eu contei tudo a você, todos estão de olho esperando um pequeno erro pra fazer ele cair. Justin apenas achou melhor ficarmos em um hotel próximo de onde foi a festa, ela acabou tarde.

- Ficaram juntos? - o olhei por alguns segundos, odiava mentir para o Dylan, ele nunca mentiu pra mim, mas era preciso.

- É claro que não, ele pegou dois quartos. Nós demoramos pra chegar em casa porque fomos dormir tarde.

- Espero que não esteja mentindo pra mim... - sua voz não era mais de nervosismo, parecia um medo misturado com insegurança e ver o jeito que ele havia ficado depois de ter falado aquilo me cortou o coração.

O arrependimento não era algo que estava em mim, eu havia adorado aquela noite foi uma das melhores da minha vida, sentir o corpo de Justin junto ao meu, o cheiro dele em meu corpo, os nossos gemidos que mais pareciam música, nossa conexão que apesar dos anos que passaram ainda estava presente, acordar e o ver ali do meu lado, com certeza estava na lista das melhores coisas que me aconteceu; porém, Justin estava tão estranho naquela manhã, parecia tão arrependido do que nós havíamos feito que me fez com que eu me sentisse horrível, mas apenas o tempo poderia dizer o que havia acontecido com ele.

[...]

Dois meses depois...

Dois meses já tinham se passado, era o dia, o meu dia, o meu casamento e por enorme coincidência era também o de Justin com Katherine.
E como estávamos? Justin a cada dia que passava demonstrava mais que havia se arrependido do que nós tínhamos feito naquela noite, nossa relação não estava a mesma coisa, não existiam mais beijos, nem carícias, apenas a relação de duas pessoas que tem um filho e são separados, amigos talvez, sua atenção era toda para Jenny, nossas conversas eram sobre Jenny, o assunto sempre era a Jenny, nada mais, de vez enquando ele me perguntava sobre a empresa mas era algo bem raro.
A dois meses atrás eu havia mesmo pensado em acabar o meu noivado para ficar com Justin, mas com tudo que aconteceu, ou melhor, não aconteceu, eu decidi que levaria adiante.
Dylan? Não poderia estar mais feliz, em uma noite ele havia me confessado que se sentia ameaçado, achava que iria me perder para o Justin.
Katherine? Naqueles dois meses ela se mostrou totalmente o contrario daquela mulher que conheci no hospital, era gentil, brincava com Julie que acabou a adotando como tia, a pequena não queria chama-la de madrasta pois ela não era má. Nós havíamos conversado algumas vezes, ela fazia questão de me pedir opiniões sobre o casamento dela, eu não sabia se era pra jogar na minha cara que iria se casar com o pai da minha filha ou se precisava mesmo das minhas opiniões.
Resumindo, tudo estava normal, como estava quando cheguei a Atlanta, Justin com sua noiva Katherine, eu com meu noivo Dylan e Jenny a única coisa que ligava nós dois.

- Ei rápido, você precisa colocar o vestido. - ouvi a voz de Kendall - Está a muito tempo se encarando no espelho, não gostou da maquiagem ou do cabelo?

- Não, esta tudo muito bonito, só estava pensando...

- Só te digo uma coisa amiga, casar sem amor não é bom...

Eu a olhei e suspirei, Kendall era a minha melhor amiga, a irmã que eu nunca tive e ela sabia absolutamente de tudo que havia acontecido, sabia que eu não amava o homem que estava me esperando na igreja.

Sai do quarto de Jenny e fui para o meu onde estava meu vestido, fechei a porta e fiquei o olhando em cima da cama, era lindo, um verdadeiro sonho, suas mangas eram longas e rendadas, meus ombros ficavam a mostra, tinha uma linda abertura nas costas e era cheio de pedrinhas no babado; tirei meu roupão e coloquei o vestido, não era tão difícil já que não tinha zíper; peguei o sapato branco e também o  coloquei, peguei o buque que estava em cima da poltrona próxima a cama e fui para frente do espelho, suspirei ao me olhar; era mesmo aquilo que eu queria?

POV. Justin Bieber

Os últimos meses foram decisivos, e eu havia decidido me casar com Katherine, mas naquele momento eu me encontrava encarando meu reflexo no espelho do banheiro e me perguntando, o que eu estava fazendo?  Será que era mesmo o que eu queria? Mesmo com tantas perguntas eu não podia voltar atrás da minha decisão, naqueles dois meses, com as minhas atitudes eu afastei Ashley de mim, eu a entreguei de bandeja para o Dylan, mas foi melhor assim, desse modo Ashley estaria afastada de mim e nenhum inimigo meu iria querer atingi-la, eu teria que me preocupe apenas com a minha pequena.

- Ei dude, ta pronto? - escutei a voz de Ryan e me virei vendo o mesmo entrar no quarto - Que foi cara?

- Eu estou fazendo a coisa certa? - perguntei e o mesmo me olhou confuso

- Esta me perguntando isso mesmo? Você sempre sabe o que faz e agora esta em duvida?

- Eu não dormi a noite toda, eu fiquei pensando e pensando, me virava na cama varias vezes, e não conseguia tirar ela da minha cabeça Ryan.

- Porque você a ama Justin. - o vi se encostar na parede e cruzar seus braços - Esta fazendo uma burrada enorme em se casar com a Katherine, ela parece uma mulher legal, é bonita e tudo mais, e acho que ela não merece se casar com alguem que não a ama, talvez vocês dois podem até se dar bem, mas não existe amor, e acho que do lado dela também não.

- Você quer dizer que...

- Não deixa ela dizer sim pra ele, se deixar vai ser tarde de mais. - Ryan se desincostou da parede e abriu a porta para sair do quarto, mas antes parou e me olhou com um sorriso no rosto - Vai atrás dela, ainda da tempo.

E então ele saiu, fechou a porta e me deixou ali sozinho; andava de um lado para o outro pensando no que eu devia fazer, tinha uma mulher linda se arrumando para me dizer sim no altar em algumas horas, havia outra que devia já estar na igreja iniciando o casamento com outro; senti meu celular vibrar em meu bolso, o peguei e vi o numero de Ashley no visor entranhei mas logo atendi.

Ligação ON

- Ash? - perguntei esperançoso

- Papai? É a Jenny - a voz da minha pequena soava triste do outro lado da linha

- Filha o que houve?

- Puque você e a mamãe não ficam juntos? Lembra que eu pedi um imãozinho? Não quelo que o tio Dylan me de um.

- Meu amor, você ainda é muito pequena pra entender.

- Maisi a mamãe te ama papai, ama muito. - suspirei ao escuta-la fechei meus olhos por alguns segundos e pensei.

- Me espera que eu já estou indo!

Ligação OFF

Desliguei o celular e o coloquei de volta no bolso, peguei as chaves do meu carro que estavam em cima da pequena mesinha próxima a porta e sai de meu quarto, desci as escadas e vi os garotos lá em baixo, todos bem vestidos era até engraçado ver todos eles com ternos e tão elegantes, sempre fui acostumado com os garotos usando roupas largadas ou as que usavamos quando tínhamos que fazer algum roubo.

- Ryan, diz a Katherine que eu sinto muito, mas eu não posso fazer isso. - ele apenas sorrio e assentiu

Sai rápido de casa e caminhei até a garagem, entrei em minha Bugatti, liguei a mesma e sai com ela em alta velocidade; eu deveria estar em mais ou menos a 240 km/h não prestava muita atenção na velocidade que estava indo só queria chegar logo naquela igreja e acabar com aquele casamento a tempo.

POV. Narrador

Quando duas pessoas estão destinadas a ficarem juntas, não há nada e nem ninguém que possa mudar o que o destino decidiu para ambos, ele era o motivo do sorriso dela, ela era o motivo da felicidade dele, um amor tão grande que não coube nos dois e teve de vir um terceiro, ou melhor, uma terceira, uma pequena criaturinha que ligava os dois de uma tal maneira que deixava os de fora com certa fúria da ligação que eles tinham.

As pessoas soltavam xingamentos, buzinas eram ouvidas de todos os lados e gritos também, Justin corria pelas ruas olhando no relógio e se sentia frustrado a cada minuto que perdia.

- Estamos reunidos aqui para celebrar a união de Ashley Monrey Baldwin e Dylan Carter Scott. - Dizia o padre do outro lado da cidade dando inicio a celebração.

A igreja estava cheia, famílias e amigos de ambas as partes, Ashley esboçava um sorriso falso em seu rosto e Dylan não podia estar mais feliz, Kendall e Kylie também sorriam falsamente pois sabiam que ali não existia amor algum, a pequena Jenny estava quieta no banco apenas observando sua mãe no altar com outro homem, e garotinha olhava para a porta esperando que seu pai chegasse e acabasse com aquela loucura.

- Se existem alguem contra esse casamento, fale agora ou cale-se para sempre.

Seria realmente a hora perfeita para que Justin entrasse na igreja e dissesse "Eu sou contra", mas não foi o que aconteceu, o loiro ainda estava na estrada, e a cada minuto que passava ele se frustrava ainda mais com medo de que chegasse tarde de mais.

- Dylan Carter, você aceita Ashley Monrey como sua legitima esposa? - o padre perguntou ao moreno que tinha um sorriso enorme estampado em seu rosto

- Aceito - olhou para a loira ao lado que forçou um sorriso para ele

- Ashley Monrey, você aceita Dylan Carter como seu legítimo esposo? - perguntou a loira que soltou um suspiro e olhou o moreno ao lado

- Eu ace...

- Ashley não!

A voz de Justin ecoou pela igreja fazendo com que todos os olhares fossem voltados para a porta do lugar, a pequena Jenny, Kendall e Kylie sorriram ao ver o loiro ali acabando com aquilo.

- Não faz isso, por favor... - ele pedia enquanto caminhava até o altar, os olhos de Ashley estavam marejados e ela tentava não deixar que um sorriso aparecesse.

- Me de um motivo para eu não me casar com ele, Justin.

- Porque eu te amo Ashley!



LEIAM AS NOTAS FINAIS.


Notas Finais


OH MY GOD E AGORA? 😱

Ei gente, tem 400 favoritos aqui e poucos comentários, comentem por favor, isso me incentiva 💕

OLHA O TRAILER DA FANFIC GENTE: https://youtu.be/Fi8zZF_saaI


Gostou? Favorita
Quer mais? Comente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...