História The danger is good - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Danielle Campbell, Magcon
Tags Aventura, Originais, Romance, Terror
Visualizações 14
Palavras 2.640
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom capítulo
comentem e favoritem
a foto do capitulo é o shawm mas é só pra vocês terem uma ideia de como o Cameron estava

Capítulo 5 - Are you okay ?


Fanfic / Fanfiction The danger is good - Capítulo 5 - Are you okay ?

                                                                                         P.O.V Louise  

Resolvi deixar para lá essa sensação , afinal eu só podia estar paranóica , bebi meu copo da água e resolvi me juntar com o pessoal la fora , Sofi parecia estar se dando muito bem com o Shawn , é , acho que fui trocada , ri do meu próprio pensamento 

-Está rindo do que ?-dei um pulo me engasgando com a bebida que tinha acabo de colocar na boca - Desculpa , não quis te assustar 

-Merda Matt , quer me matar ? não se aparece atrás de uma pessoa assim do nada - reclamei enquanto esperava minha respiração regular novamente e meu coração desacelerar 

-Não era a intenção , porque estava rindo ?

- Não era nada - respondi - não querendo ser intrometida mas a Lídia tem alguma coisa com o Jack.G ?- perguntei vendo os dois abraçados junto com o resto do pessoal 

-Minha irmã ? não , eles são melhores amigos 

Sei , pensei mas resolvi não comentar , melhores amigos da parte dele , porque ela não olha só como uma amiga olha para um amigo , pera , volta a fita , irmã ?

-O que ?- acho que minha expressão de confusão foi clara 

-Bom , ela é minha irmã e Larrisa é irmã do Can 

Antes que eu respondesse meu celular toca , peço licença para Matt vendo que era Aroon 

Ligação on 

-o que foi ? já ta em casa ? 

-Então maninha , não vai dar para ir , deu uns problemas aqui sabe , mas amanhã prometo que passamos o dia juntos 

-fala sério , mentir pra sua irmã ? fala logo que vai comer alguém , vou desligar 

Ligação off 

Mas que filho da puta , chegou hoje e já vai comer alguém , pelo menos ia poder ficar mais aqui , fui me juntar com o pessoal , e o único lugar vago era entra Cameron e Sofia que não parava de tagarelar com o amor dela , revolvi sentar lá mesmo 

- Quem era Lou ?- perguntou Matt que estava do lado de maia do outro lado da roda 

- Meu irmão avisando que me trocou por uma vadia qualquer - respondi dando de ombros arrancando risada de todos 

Logo as horas passaram e já era 4:30 da manhã e eu estava morta de sono resolvi chamar as meninas para ir embora e graças a deus todas concordaram , nós despedimos de todo mundo , quer dizer , quase todo mundo , notei que ele não estava lá , falei para as meninas me esperarem que eu ia no banheiro , logo que entrei na casa fui atrás dele , escutei um barulho vindo de um corredor e fui na direção , vi uma porta entre aberta e espiei pela brecha vendo Cameron no celular , ele parecia estar bem irritado , ignorei esse fato e empurrei a porta devagar e entrei , era um escritório , ele não notou minha presença por estar de costas , mas quando virou para trás e me viu  , queria não ter entrado ali pela cara que ele fez 

- O que está fazendo aqui ? - perguntou rudemente segurando meu braço 

-Eu ... eu - não conseguia responder , estava assustada 

-Escutou alguma coisa ?

- Me solta , ta doendo - falei tentando me livrar de seu aperto que cada segundo ficava mais forte , tinha certeza que iria ficar uma marca ali 

- ME PESPONDE - gritou fazendo eu dar um pulo - Escutou ou não ?

Fiz que não com a cabeça , aos poucos ele foi afrouxando as mãos no meu braço até me soltar , eu ainda estava em choque sem entender o que tinha acabado de acontecer 

- Sai daqui - ordenou ele 

Não pensei duas vezes e sai atordoada de lá tropeçando nos meus próprios pés , levantei a manga da minha blusa e vi que estava com a marca de sua mão, aquilo iria ficar roxo ,  abaixei a manga e continuei andando ,  acabei esbarrando em alguém no corredor mas não me preocupei em ver quem era ou prestar atenção no que falava , só queria sair de lá , ele tinha me assusta , encontrei as meninas na frente do carro já , elas perguntaram se eu estava bem apenas  ignorei e entrei no carro 

Deixamos Maia e Bia em suas casas , Sofia me perguntou se tinha acontecido algo , neguei mas ela não se convenceu e falou que amanhã iriamos conversar , dei graças a deus por estar com uma blusa de manga cumprida se não sabesse deus o questionário que iria ter que responder , e sinceramente não estava com cabeça para aquilo

Assim que chegamos em casa não falei nada , apenas subi para o meu quarto e fui tomar um banho , eu sei que parecia pouca coisa para eu ter ficado desse jeito , mas é que eu não esperava isso dele , ele me parecia ser calmo , mas vi que me enganei e ele não passava de um idiota , babaca , trouxa , tinha uma irmã tão legal , ele não podia ser igual ela ao em invés de ser um arrogante ? 

Eu estava com raiva e me sentia frustada , por mais idiota que ele tenha sido eu ainda tinha vontade de me aproximar dele , ele não passava de um arrogante idiota , eu sabia , mas acontece que as vezes consigo ultrapassar a barreira de idiotice , e me sentia muito frustada comigo mesma por isso 

 

 

 

-Acorda Louise - escutei alguém me chamar e logo fui sacudida sendo obrigada a abrir os olhos 

-Poha - resmunguei logo que aquela claridade invadiu  meus olhos 

Me sentei na cama encarando aquele ser sorridente , que logo parou de sorrir ao ver que fechei a cara 

-O que foi ? -perguntou 

-O que foi ? - indignei alterando o tom de voz - você me trocou por uma vadia qualquer Aroon - resmunguei cruzando os braços 

-Que roxo é esse no seu braço Louise ? - perguntou ficando sério 

Merda , mil vezes merda , o que eu falo ? pensa louise , pensa 

- Eu bati - respondi levantando da cama e indo pra o banheiro com ele vindo atrás 

Entrei no banheiro correndo e bati a porta , trancando em seguida 

- LOUISE - gritou meu irmãozinho do outro lado da porta 

-Vou tomar banho , depois conversamos - falei entrando no chuveiro 

Resolvi lavar o cabelo , não que estivesse precisando , eu só queria uma desculpa para ficar em baixo do chuveiro por mais tempo e pensar em uma boa desculpa , neste momento estou odiando o causador disso 

Terminei o banho  me enrolei na toalha e sai do banheiro , encontrando o ser sentado na minha cama 

-Mas que saco , eu quero me trocar Aroon - falei já ficando com raiva 

- Mas que mal humor , só quero que você me explique essa marca de mão no seu braço Lou 

-Mas eu não vou falar merda- resmunguei - agora me deixa me trocar - o empurrei para fora de quarto fechando a porta 

Eu mato o Cameron se ele aparecer na minha frente , além desse infeliz deixar meu braço roxo ainda me trás problemas por ter que mentir pro meu irmão 

Resolvi ir ver a hora , 15:00 , estava um clima gostoso para fazer uma caminhada na praia , peguei uma calça  legging preta , um top preto e meu tênis , coloquei uma blusa larga branca e sequei meu cabelo , logo fazendo um rabo com o mesmo , não iria levar meu celular 

Desci as escadas correndo indo para a cozinha encontrando Sofia no balcão comendo salada de fruta 

- Onde tá o Aroon ?- perguntei enquanto abria a geladeira e pegava uma garrafa de aguá e uma maça 

- Ele foi embora , recebeu uma ligação de sei lá quem , mas falou que te liga mais tarde - respondeu 

- Estou indo correr na praia e mas tarde volto - falei dando um beijo em sua bochecha 

- Seu carro ta ai na frente já - avisou me jogando as chaves 

- A praia é perto , eu vou a pé , guarda minha belezinha na garagem - respondi jogando a chave de volta para ela e saindo de casa 

Demorei uns 20 minutos para chegar na praia , não estava cheia , logo a senti o vento balançando meus cabelos trazendo consigo aquele cheiro de maresia que eu tanto amo , logo comecei a correr 

Já fazia 1 hora ou mais que estava correndo , já tinha tirado a blusa e estava só de top , resolvi parar em um quiosque e pedir uma aguá de côco   , paguei o cara e fui embora , eu estava cansada então resolvi cortar caminho passando por um beco

Péssima escolha , estava tento uma briga , eu podia ter virado as costas e ido embora , mas eu conhecia a pessoa que estava apanhando e era uma injustiça 3 contra 1 

- PARAM COM ISSO -Gritei correndo na direção deles empurrando um dos caras que dava socos em Cameron , mas ele acabou me empurrando fazendo eu cair e bater a testa em uma pedra 

-Bom , o recado está dado , agora aprenda a não mexer com nosso chefe - um dos caras falou logo em seguida saindo do beco acompanhado dos outros dois 

- Ai meu deus , você está bem ? - perguntei me aproximando de Cameron que estava sentado no chão encostado na parede gemendo de dor 

- Ai , não rela - falou ele assim que toquei no corte que ele tinha no supercílio - você está sangrando -  falou apontando para minha testa 

Levei o dedo  a testa sentindo uma a ardência lá mesmo e vi que estava sangrando , mas não era nade de mais comparando o estado que ele se encontrava , a boca estava corta , tinha um olho roxo , uma das bochechas estava um verde meio roxo , corte no supercílio e boca inchada 

- Vamos , vou te levar pra casa para fazer uns curativos , está de carro ? 

Foi difícil convencer ele a me deixar dirigir seu carro mas consegui , em 10 minutos chegamos em casa , Sofia não estava lá mas tinha deixado um bilhete avisando que estava na casa de Bia junto com maia e iriam dormir lá e era para eu ir mais tarde 

Ajudei ele a subir as escadas , logo chegamos no meu quarto , falei para ele me esperar no banheiro que eu já voltava , fui até o quarto de Sofi e pequei a caixa de primeiros socorros dela 

- Senta ai - falei assim que cheguei no banheiro apontando para o balção da pia que ele logo sentou 

Peguei um algodão molhando com antisséptico , me encachei no meio de suas pernas e comecei a limpar seus cortes , começando pelo da boca , e eu não consegui não reparar nela , sua boca era linda , tinha um tom meio avermelhada  e parecia que tinha sido desenhada a mão , percebi que estava tempo demais encarando seu boca então foquei no machucado 

- Ai isso arde - falou segurando minha mão que eu logo soltei 

- Para de reclamar - falei passando de novo o algodão vi que ele fechou os olhos , claramente fez isso para não tirar minha mão de lá 

Logo comecei a limpar o corte do supercílio 

-Porque me ajudou ? - olhei sem entender - digo , porque tentou me ajudar ao invés de sair correndo ?

Essa pergunta me fez pensar , porque eu o tinha ajudado ? afinal ontem ele foi um grosso comigo , me machucou , me fez ter brigar com meu irmão e ainda ajudar ele me rendeu um corte na testa , que por sinal estava ardendo 

- Nem eu sei - respondi me virando de costas para ele para poder pegar a pomada e o curativo 

- Bom agora vou fazer o curativo então não se mexe - ele assentiu 

Logo comecei a passar pomada no corte da sua boca , não era preciso fazer um curativo ali pois o corte não era tão grande 

-Me desculpa - falou ele derrepente me fazendo levantar o olhar e ver ao que ele se referia , ele viu meu braço roxo- eu estava nervoso e perdi a cabeça , me desculpa por isso Lou 

Meu apelido saindo da sua boca me causou uma sensação tão boa que até meus pelos se arrepiaram 

- Está tudo bem - falei 

Comecei a fazer o curativo do seu supercílio logo terminando 

- Terminei - avisei 

- Agora é sua fez - acho que minha cara deixou clara minha confusão pois ele acabou soltando uma risada - Agora é minha vez de fazer o curativo , vamos sente 

Me sentei e logo ele se posicionou no meio da minhas pernas e começou a limpar o sangue seco , eu tentei segurar o grito mas aquilo estava ardendo pra caralho 

- AIII , vai com calma - falei fazendo careta 

- Se parar de reclamar ajuda - falou 

Logo ele pegou a pomada e o curativo e começou a fazer 

- Terminei - avisou , mas ao invés de se afastar ele se aproximou mais levando uma da suas mãos na minha bochecha fazendo um carinho gostoso naquela região - você é linda - sussurrou me fazendo ficar vermelha 

- Não faz isso comigo - supliquei quase que inaudível 

Ele estava muito perto , eu sentia sua respiração se misturando com a minha , eu conseguia identificar seu cheiro , morango fresco , meu cérebro apitava indicando perigo e gritava para que eu me afastasse a medida que ele ia se aproximando mas meu corpo não se mexia , eu não consegui fazer nada , quando nossas bocas estavam a ponto de se relar um barulho ensurdecedor de celular se torna presente , fazendo tanto eu como ele sair do transe em que estávamos 

Era o celular dele , ele retirou do bolso de trás da calça jeans e atendeu , não prestei atenção no que ele falava 

- Bom , tenho que ir - falou assim que desligou 

- A claro , eu te levo até a porta - falei saindo do  quarto e descendo as escadas a brindo a porta logo em seguida - Bom , até qualquer dia - falei dando um sorriso sem graça 

- Nós vemos em breve Lou - ele falou logo em seguida dando um beijo no canto da minha boca - Na próxima você não me escapa - sussurrou no meu ouvido e em seguida se virou e foi embora , fechei a mesma e fui escorrendo até sentar no chão 

Mas que poha acabou de acontecer ? meu deus , esse homem vai me deixar louca , em momento quero matar ele pela forma como me trata e no outro quase o beijo ? santo pai , se aquele celular não tivesse tocado o que teria acontecido ? eu iria beija-lo e eu queria beijar ele , seus lábios eram convidativos de mais , seu cheiro de morango fresco me impregnava 

´´para com isso agora , ele é encrenca ´´

Justo agora meu querido subconsciente resolve aparecer 

Resolvi parar de me lamentar e separar as roupas para ir dormir na casa de Bia , logo que coloquei meu pé no quarto meu celular apita , pego ele em cima da cama e vejo que é de um número desconhecido 

Fique sem reação quando li a mensagem e acabei deixando o celular cair no chão 

 

 

 


Notas Finais


gostaram ? até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...