História The Dark Girls - Capítulo 27


Postado
Categorias Magcon
Personagens Cameron Dallas, Matthew Espinosa, Nash Grier
Tags Magcon
Exibições 30
Palavras 1.894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente mais um capitulo para voces, espero que gostem<3
To muito feliz que a fic está voltando

Capítulo 27 - Opportunity


Fanfic / Fanfiction The Dark Girls - Capítulo 27 - Opportunity

2 meses depois

Depois que eu fui embora de Chino Hills minha vida mudou completamente e não para melhor e sim para pior.

Como Christian era um dos maiores traficantes comecei a ficar muito próximo das drogas e confesso que sempre tive vontade experimentar, mas nunca tive coragem, comentei com Christian sobre essa minha “vontade” e ele simplesmente foi em um de seus armários, tirou de lá um pacotinho com uns cristais azuis, logo em seguida tirando um potinho onde tinha maconha e várias outras drogas, fiquei assustada e Christian começou a rir.

-Lia, preciso que você comece a vender minhas drogas-ele olhou nos meus olhos

-Porque? -Perguntei assustada-Você não tem pessoas que fazem isso para você, porque eu tenho que fazer isso agora? -Falo num tom grosseiro

-Porque nossas vendas estão abaixando e como você e gostosa, você consegue vender mais fácil-ele disse me olhando de baixo para cima, não falei nada apenas afirmei com a cabeça, logo depois Christian tirou de seu bolso uma seda e começou a bolar um beck, logo depois tirando um isqueiro e me entregando o beck, recusei mais depois pensei, porque não? E só um trago.

Peguei e coloquei na minha boca, peguei o isqueiro e acendi logo dando um trago, comecei a tossir, mas Christian pegou o beck da minha boca e me mostrou como era, em cada tragada que eu dava eu ficava cada vez mais leve, eu adorei a sensação.

A cada dia que passava eu ficava cada vez mais próximo do tráfico, comecei a me encontrar com pessoas horríveis, e cada vez mais fui me afundando, me destruindo pouco a pouco, eu não me importava mais com nada, eu só queria sentir aquela sensação de ficar leve.

Íamos em festivais, shows, baladas, boates e vendíamos tudo, era uma grande felicidade para o Christian porque o dinheiro só crescia, Christian dava tudo para mim e eu vendia feito água.

2 meses depois

Christian me falou que íamos em um iate de um grande amigo dele, e cada vez mais eu me entregava para as drogas, já tinha experimentado todo tipo de droga, e cada vez que eu me drogava eu lembrava de Chino Hills, pensava em como minha vida estaria se eu tivesse lá, com as meninas, com a Loren e Chris, com os meninos e principalmente com o Cam.

Eu nunca mais falei com ninguém de lá, nem com a Chris que eu considerava como uma mãe, pelo que eu sei, os meninos estão todos famosos, Cameron e Nash estão participando de um filme, Shawn esta namorando com a Camilla e estão fazendo sucesso com a musica e Shawn esta trabalhando com uma gravadora muito famosa, Sammy, Nate e os Jack´s fecharam com uma gravadora e cada vez faziam mais sucesso, Matt e Jordy estão juntos e já saíram em varias capas de revistas, Maggie está começando a superar e está começando a compor musicas, Dakota apareceu em um filme e estourou e começou a namorar com o Austin e Hanna esta fazendo o maior sucesso, começou a namorar com o Justin e esta fazendo uma serie acho que teen Wolf, e eu? Vivia drogada, eu transava com o Christian quase toda hora, ia em shoppings comprava tudo o que eu queria e vivia jogada na cama.

Quando entramos no iate, levei um susto não eram os cafetões, os traficantes, eram pessoas formais, artistas, diretores, produtores, agentes eu fiquei feliz em ver que não eram pessoas más, que traficavam e matavam, Christian olhou para mim e viu meu sorriso logo apertou minha mão forte, fiquei sem entender e fomos indo em direção a uma mesa que estavam vários artistas, Christian começou a puxar assunto com as pessoas e eu disse que ia ao banheiro, queria me livrar daquela conversa chata, fui andando a procura de um banheiro, quando eu vi um bar, fui em direção e pedi um Martini.

Fiquei brincando com a azeitona, quando um senhor me observou e parou ao meu lado, logo puxando conversa

-Olá, desculpa atrapalhar sua noite, meu  nome e Roy Raymond sou dono da Victoria Secrets, eu estava de olhando de longe e vi que você tem o perfil de uma Angel- eu imediatamente arregalei os olhos, prestando atenção em cada palavra que saia de sua boca

-Eu gostaria muito de ter você como uma de minhas Angels, se estiver interessada esta aqui meu cartão-disse ele me entregando seu cartão- As portas sempre vao estar abertas para vo..-ele nem terminou a frase.

-Talia, Talia Baker-disse dando um aperto de mão, desfiz o aperto de mao e vi Christian me chamando, fui ao seu encontro e ele me puxou para o lado

-O que aquele velho foi falar com você? -ele pegou no meu braço com força, e eu gemi de dor.

-Nada demais-dei de ombros e ele apertou mais, fazendo eu gritar- Christian você esta me machucando, me solta-eu disse o encarando, logo em seguida Christian pegou no meu braço e foi me “arrastando” para fora do iate

-O que você esta fazendo Christian?-disse brava

-Vamos embora agora-ele disse

-Mas eu não quero ir embora-falo logo sentindo uma ardência no lado esquerdo de meu rosto, logo passando a mão em seguida, meus olhos estavam marejados, Christian tentou me tocar e eu recuei, não estava acreditando que Christian tinha me dado um tapa.

-Não toca em mim-Sai e fui em direção ao carro, o caminho todo foi em silencio, quando chegamos em casa, fui em direção ao nosso quarto jogando os meus saltos em qualquer lugar, indo em direção ao banheiro.

Me olhei no espelho e vi que tinha uma marca roxa no meu lado esquerdo, liguei a torneira para encher a banheira, tranquei a porta, coloquei uns sais de banho na banheira, me despi e entrei, a água quente em contato com a minha pele fazia meus músculos relaxassem cada vez mais.

Escutei Christian batendo na porta dei de ombros e mergulhei, pensando em tudo que tinha acontecido, o Christian nunca tinha me batido, nunca tinha sido grosso comigo e de uns tempos para cá, ele estava agindo com agressividade, me tratando mal, e eu estava cansada queria minha antiga vida de volta. Fui tirada dos  meus pensamentos quando estava quase me afogando, tomei um banho, coloquei uma baby-doll e fui direto para cama, Christian deitou ao meu lado fazendo carinho no meu ombro.

-Lia me desculpe, eu estava estressado-logo dando um beijo em minha orelha-Eu amo você!-ele disse me abraçando por trás, eu apenas fiquei quieta ouvindo sua respiração em meu ombro, eu queria sair dali.

Fiquei a noite toda pensando na oportunidade que me apareceu no dia anterior, será que essa era minha chance de sair desse mundo de trafico, drogas e ir para uma vida boa, sem coisas ruins , será essa minha oportunidade de voltar a ter minha “antiga” vida?

4 meses depois

Christian ficou sabendo sobre o Roy e ele ficou muito bravo, começou a me bater, me obrigava a fazer coisas que eu odiava fazer, falava que eu nunca ia conseguir sair dessa vida, eu tinha parado com as drogas, eu não frequentava mais os lugares sujos de antes, eu estava mudando para seguir a carreira como modelo, mais Christian descobriu e destruiu tudo.

Todo dia eu era espancada, eu ficava presa no quarto sem poder sair, com seguranças na porta, eu estava cansada, eu chorava todos os dias em sair daquele inferno.

Eu odiava o Christian, eu tinha nojo dele.

Bolei um plano magnifico, para conseguir sair dessa merda de vida, eu faria de tudo para sair.

Christian chegou no quarto e eu estava na cama apenas de lingerie, ele me olhou com ódio, fui andando em sua direção, logo colocando minha mão em sua bochecha, massageando-a, passei meu dedo sobre seu lábio inferior, logo beijando seu pescoço, Christian pegou em minha cintura e eu falei em sua orelha.

-Me faça sua hoje!-falo e Christian inicia um beijo calmo, e eu não sentia nada apenas nojo, beijei Christian com “vontade” e ele começou a tirar minhas lingeries, como eu estava toda roxa e dolorida, a cada toque eu gemia de dor, Christian nem ao menos avisou colocou a camisinha e me penetrou ,senti um desconforto enorme, mas comecei a gemer para ele achar que eu estava gostando, depois de alguns minutos finjo um orgasmo e ele também logo deitando ao meu lado, deitei em seu peito e falei

-Eu amo você-e beijei seu peito, eu me senti um nojo, logo depois Christian dormiu e eu também, no dia seguinte resolvi conversar com ele.

-Christian precisamos conversar-falo seria

-Vá em frente-ele fala

-Eu amo você muito, mas eu preciso ir embora-falo com os olhos marejados

-Eu também amo você-ele fala-Você pode ir-ele sorriu sinico, levantei e comecei a fazer minhas malas, peguei tudo o que eu tinha daquela casa e coloquei nas malas, queria sair de la o mais rápido possível, Christian era muito bipolar então eu corri o mais rápido possível, antes que ele mudasse de ideia.

Peguei minha Land Rover preta, coloquei minhas coisas no carro e me despedi de todo mundo, não vi Christian então escrevi um bilhete

Christian, obrigado por tudo, você mudou a minha vida totalmente, eu vou sentir muito sua falta!!

Espero que você encontre alguém que vá te amar pro resto da sua vida, que va amar esse seu jeito louco de ser. <3

                                                                               XOXO , Talia

Peguei meu telefone e liguei para Roy

-Alo?-falo em duvida- Roy?

-Talia, sabia que você ia me ligar-ele disse feliz

-Eu aceito sua proposta-disse empolgada, Roy falou que sua assistente ia mandar tudo direitinho para o meu email, liguei o radio estava passando uma propaganda de um show que ia ter na Time Square, aumentei o radio

-05 de fevereiro não perca Jack and Jack , Skate e Sammy na Time Square, garanta seu ingresso já- ele fala e eu me arrepio toda, essa era minha oportunidade de falar com eles, fui ate a Time Square e comprei um ingresso para assistir o show e ainda tirar foto, fui em direção a um hotel e fiquei la pelos 4 dias ate o show, tinha recebido o email de Roy e eu tive que fazer algumas fotos e so faltava a aprovação.

No dia do show eu estava ansiosa, sera que eu mudei muito? Sera que eles vao me reconhecer? Essas perguntas ficavam aparecendo em minha cabeça, quando eu vi eles a emoção tomou conta de mim, eu chorava igual a uma criança que tinha ganhado um brinquedo que ela tanto queria, observei o show e eles cantavam muito bem, logo depois do show era a hora das fotos, eu cheguei atrasada e fui a ultima da fila, meu estomago estava virado e eu não conseguia pensar em nada, andei ate a porta para tirar a foto

-MEU DEUS!-Nate fala com a mão na boca, logo os Jacks e Sammy me olham e ficam com a mesma reação

-Oi gente-falo envergonhada- Sentiram minha falta?-logo vieram os quatros me dando abraços apertados, falando que eu estava mais bonita, que eu tinha ganhado corpo, e que estavam morrendo de saudades, eles me contaram as novidades e vi que o Gilinsky não parava de olhar para mim e confesso que eu também não parava de olhar para ele, confesso que ele estava muito mais atraente que tempos atras.

3 meses depois 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...