História The dark side of red - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 2
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura :-D

Capítulo 2 - O trabalho 📚


Fanfic / Fanfiction The dark side of red - Capítulo 2 - O trabalho 📚

A aula acaba, pego meus livros e vou em direção a porta mas alguém me puxa me viro e vejo que è o jung hoseok.

- oque foi. Falo com raiva 

- não fica com raiva só quero te perguntar aonde agente vamos fazer o trabalho?. Ele diz me soltando.

- na minha casa. Digo revirando o olho.

- ta certo então amanha depois da aula. Ele diz pegando seus livros e abrindo a porta da sala. - esqueci deixa eu me aprensentar. Ele fala vindo em minha direção. - eu sou. O interrompo.

- não precisa falar eu sei jung hoseok. Digo sorrindo.

- não me chama assim me chama de hoseok ou hope. Ele diz me encarando.

- ta hoseok, agora eu tenho que ir tchau. Falo saindo da sala.

        

             ********

Chego em casa, jogo minha bolsa na sala e vou em direção ao meu quarto. Durmo um pouco depois acordo olho no relogio e vejo que são 7:00h da noite. Levando e vou até a sala, sento e fico vendo um pouco de tv, bate a fome vou até a cozinha e faço alguma coisa pra mim comer, bate o sono de novo vou até o meu quarto tomo um banho e durmo.

Acordo, faço minhas higienes coloco uma roupa, vou até a sala e vejo a minha tia.

- chegou tarde ontem. Falo me sentando no sofá.

- ontem tive que fazer plantão.ela fala se sentando do meu lado.

- ata, tia hoje eu vo fazer um trabalho aqui em casa que o professor passou e è em dupla. Falo me levantando do sofá.

- s/n, a casa também è sua você pode trazer quem voce quiser aqui. Ela diz me encarando.

- obrigada tia. Abraço ela. - ue não vai ir pro hospital hoje. 

- não hoje eu to de folga. Ela diz sorrindo.

- ata, tia vo indo tchau. Abraço ela, pego minha bolsa e abro a porta.

No caminho comecei a pensar coisas aleatórias. Olho paro o parquinho que tinha na rua e vejo uma criança e sua mãe e seu pai brincando com ela. Começo a pensar em meus pais, minha tia não me fala deles, sempre que eu tento puxar um assunto sobre a morte de meus pais ela sempre escapa ai eu acabo desistindo. Ela so fala que meus pais morreram em um acidente de carro.

               ******

Chego na faculdade e não vejo a yumi.

- nossa essa menina falta muito. Falo comigo mesma.

- quem falta muito?. Alguém fala atraz de mim, me viro e vejo que e hoseok.

- ai que susto. Falo colocando a mão em meu peito. 

- calma não quis te assustar. Ele fala chegando mais perto.

- v...vamos logo para a sala não quero me atrasar de novo. Dou um empurrãozinho de leve. 

- ta vamos. Ele fala sorrindo, tenho que adimitir aquele sorriso è lindo, não para s/n não pensa isso.

Chegando na sala, sento em uma cadeira no canto e hoseok senta atrás de mim. A aula acaba pego meus livros e espero hoseok pega seus livros.

- vamos?. Ele fala se levantando.

- vamos. Abro a porta e saimos da sala.

       

            *********

No caminho tava um silêncio até  que ele fala algo.

- me fala da sua vida. Ele diz olhando  pra mim.

- bem meus pais morreram em um acidente de carro e eu vivo com a minha tia. Fui sincera, ele rapidamente desfez o sorriso.

- ou desculpa. Ele pega minha mão. Sua mão tava gelada.

- não tem problema. Tiro minha mão de sua mão. - e você conta da sua vida?.

- bem eu nunca soube quem foi meus pais sempre eu morava com minha avó mas a 3 anos ela morreu então eu moro sozinho. ele para de andar.

- sinto muito. Por impulso acabo o abraçando. - ou desculpa. Falo saindo rapidamente do abraço.

- não problema se queser pode fazer isso de novo. Ele fala rindo e me encarando.

- v...vamos ta ficando tarde. Começo a andar.

- ta vamos. Ele começa a andar.

        

                **********

Chegando em casa abro a porta e entro, vejo que o hoseok ainda esta do lado de fora.

- anda entre. Ele entra.- vamos começar a fazer o trabalho.

- vamos. Puxo ele e subo as escadas indo em direção ao meu quarto.

- uau que quarto diferente. Ele diz com a boca aberta.

- porque?. Sento na cama

- seila è meu estranho ver uma menina com um quarto todo preto, todas as meninas tem o quarto rosa, roxo seila. Ele fala se sentando do meu lado da cama.

- eu não sou todas as meninas. Falo com raiva.

- eu sei por isso você e diferente. O encaro. - eu amo pessoas diferentes. Acabo soltando um sorrisinho.

- viu eu sei te fazer sorrir. Ele diz rindo.

- sabe nada. Dou um tapinha em seu ombro.

- ouuu doeu. Ele diz com uma carinha fofa. -Beija pra passar a dor.

- vamos começar a fazer o trabalho. Falo mudando o assunto.

Pego os livros e começamos a fazer o trabalho, eu copiava e ele via alguma coisa no livro.

- pronto! Agora e sua vez de copiar. Coloco a caneta em sua mão.

- mais já você copia rapido. Ele diz sorrindo. - por que eu não consigo lê.

- não consegue lê oque?. Falo confusa.

- n..nada. Ele pega a caneta.

- tá, copia rapido. Falo sorrindo para ele.

- pode deixa senhorita s/n. Ele começa a copiar.

Acabamos de fazer o trabalho.

- sua tia ta em casa?. Ele diz me perguntando.

- não, acho que teve outro Platão. Falo me levantando. - quer comer alguma coisa?

- não, por mim eu ficaria aqui so te olhando. Ele chega perto de mim.

- ta tarde. Me afasto dando um paço para traz.

- eu não acho, se lembra do meu favor. Ele se aproxima mais

- eu não faço esse tipo de favor. O empurro.

- ta bom mais você ainda ta me devendo um favor. Ele diz com um sorrisinho sínico.

- ta já ta tarde. Aponto para a porta.

- ta já entendi o recado. Ele abre a porta e sai e eu vou atrás dele.

- tchau até amanha na escola. Abro a porta da sala.

- antes tenho que fazer algo. Ele chega perto de mim e me beija, confesso que fiquei surpresa mas logo aceitei o beijo, ele pede passagem com a lingua e eu logo dou, seu beijo e doce e calmo.

- agora sim até amanha na escola. Ele diz saindo do beijo e indo embora.

- oque eu fiz, eu sou uma maluca de ter aceitado o beijo. Falo sozinha. - oque aquele garoto faz comigo. Falo dando leves tapas em meu rosto.

Tomei meu banho e fui deitar na minha cama, acabei dormindo.


CONTINUA...







Notas Finais


Vai acontecer muitas coisas ainda fiquem preparados. Até o próximo capítulo... :-))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...