História The Darkness In Time [ Remake ] - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Luta, Mistério, Shounen, The Darkness In Time, Viagem No Tempo
Visualizações 2
Palavras 1.331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Estou repostando os capítulos pois deu alguns problemas na outra fanfic. Não quero perder essa fanfic pois ela foi a minha primeira fanfic e que me ajudou a progredir, sem ela não existiria as minhas outras. Por isso estou repostando com o meu mais novo jeito de escrever e ainda com uma melhoria a mais. Espero que gostem do primeiro capitulo ^^

Capítulo 1 - O destino é o nosso inimigo. Só vêemos a máscara dos outros.



Dark, indo pra escola

Dark- Minha vida é um lixo - Dark chega na escola.

Dark-lá vamos nois... - Depois da escola. Dark estava indo pra casa e já era 6:40 estava escurecendo.

Dark-... - Andando com cabeça baixa.

Dark- Queria que você estivesse aqui... irmã... - Entra na sua casa.

Dark- Olá...bem... não tem ninguém mesmo - Pega uma maçã e vai fazer o dever de casa.

Dark- Vou ir ligar a TV... - Dark pega o controle e liga a TV.

Jornalista- Boa noite! - Dark fazendo dever de casa.

Jornalista- Vamos para notícia mais bizarra do dia. Foi encontrado três pessoas mortas na escola de Fate.

Dark- Essa é minha escola... - Fala num tom calmo, logo termina o dever de casa por que não era muita coisa.

Dark- O que diabos aconteceu?

Jornalista- Foram encontrado cadáveres e em suas costas arranhões de algum animal... por exemplo o leão.

Dark- O que um animal desse faria na escola? Não tem lógica.

Jornalista- A única coisa que resta para os cadáveres são a certidão de óbito e os caixões - Dark, desliga a TV.

Dark- Bom... de qualquer forma não é problema meu... - Dark vai para o seu quarto e deita na sua cama.

Dark- Não me importo se alguém morreu... Mesmo que seja uma pessoa que conheço... afinal ninguém me conhece - No outro dia. Em sua escola.

Professor- Dark Youge. Acompanhe a Rin até a enfermaria - Dark se levanta.

Dark- Humpf - Dark e Rin saiem da sala.

Rin-... - Eles vão andando no corredor.

Dark- Você é aluna nova?

Rin- S....si...sim...

Dark- ... - Dark logo fica em silêncio com uma expressão "Tanto faz".

Rin- Você é o representante da sala certo?

Dark- Certo.

Rin- Woow que maneiro.

*Dark, sorri levemente,

Dark- Se me dá licença. Eu vou embora da escola.

Rin- Ah?

Dark- Falta apenas alguns minutos até irmos embora.

Rin- Mais não precisa fugir!

Dark- E quem disse que vou fugir?

Rin- Mais você não ia me levar na enfe- -Dark já estava com a mochila nas suas costas e assim vai indo embora.

Dark- Até parece que vou perder meu tempo - Dark vai até o campo gramado da escola.

Dark-... - Ele vê vários delinquentes em grupo.

Dark- Hum... - Ele se aproxima deles.

Dark- Boa tarde, Senhores!

Deliquente N° 1- Então, você é o pirralho representante de classe do primeiro ano...

Dark- Então, me conhecem?

Delinquente n° 1- Tsc... Não vem com essa! Todo mundo sabe que você anda brigando com meus parceiros!

Dark- Falando nisso... Eles tentaram me bater. Isso por que eu pedi para eles voltarem a sala de aula - O Deliquente N° 1 dá um passo e Dark dá um chute no seu rosto que o leva ao chão.

Dark- Eu acho que tá na hora de todos vocês tomarem jeito - Delinquente N° 2 dá um soco no rosto do dark.

Dark- Até que você bate forte mais. Eu bato mais forte - Diz isso em tom calmo enquanto dá uma rasteira nele.

Dark- Podem vim todos de uma vez - Deliquente N° 1 segura Dark pelas costas.

Deliquente N° 2- Tsc... Você vai pagar - Ele cospe um dente e levanta.

Deliquente N° 2- Quais são suas últimas palavras? Antes que eu desmaie você de socos.

Dark- Está sagrando seu nariz - O Deliquente N° 2 limpa.

Deliquente N° 2- Seu... SEU DESGRAÇADO!!!

Dark- humpf... - Dark dá um sorriso e dá uma cabeçada no Deliquente N° 2.

Deliquente N° 2- V-Vamos sair daqui! - Ele foge

Dark- Fatality! - O Deliquente N° 1 que tava segurando o Dar, saí correndo.

Dark- Isso mesmo... FUJAM!!! - Dark vê o relógio.

Dark- Pelo menos consegui me livrar deles... - Era 6:20 a hora de ir embora da escola.

Dark- ai ai ai... - Ele vai indo embora.

Dark-.... - A Rin chega perto dele.

Rin- Posso te acompanhar até sua casa?

Dark- Você que sabe...

Rin- ei...

Dark- Diga.

Rin- Podemos ser amigos?

Dark- Eu não tenho amigos. Mais talvez aconteça essa amizade.

Rin- Que foi?

Dark- É que ninguém nunca me disse isso...

Rin- Você não tem amigos?

Dark- Não, não tenho.... - Dark vai andar.

Dark- Então, vou indo.

Rin- Até - Depois de um tempo Dark entra na sua casa.

Dark- Talvez algo mude esse ano - Dark liga a TV.

Jornalista- Boa noite! - Dark senta numa cadeira e fica de braços cruzados assistindo.

Jornalista- Foi achado na enfermaria uma garota morta. Na escola de Fate.

Dark- Denovo? 

Jornalista- Dessa vez o cadáver estava sem alguns órgãos...

Dark- Tsc... - Desliga a TV.

Dark- Melhor eu ir dormir... - No dia seguinte. Dark saindo da escola às 18:10.

Rin- Eu tirei 3 na avaliação de matemática.

Dark- Problema seu.

Rin- Você tirou quanto?

Dark- Minha nota foi 9,2.

Rin- Wow! Você já foi sdf?

Dark- Quase...

Rin- Que legal. Você é muito inteligente!

Dark- Não é pra tanto...

Rin- Já volto, vou comprar algumas coisas...

Dark- Está bem - Logo Dark fala baixo - Não sei por que resolvi acompanhar ela... Talvez eu queira um amigo? - Dark fica esperando ela fora da loja. Rin estava na frente do vendedor.

Vendedor- O que você quer? - Ela se transforma numa criatura preta e branca com garras e dentes afiados.

Vendedor- O QUE É ISSO!? - Ela devora ele e quando volta ao normal estava com um pouco de sangue nos lábios. Logo ela lambe o sangue que estava em seus lábios, assim ela saí da loja.

Rin- Olá!

Dark- Eu ouvi uns barulhos estranhos lá dentro...

Rin- Não é nada... - Dark vê um pouco de sangue no rosto de Rin.

Dark-... - Eles vão indo.


( Pensamento)

Dark P.O.V On 

Isso é muito estranho. Pensando bem no dia quando as três pessoas morreram, foi o primeiro dia que ela entro na escola... o dia que ela foi na enfermaria foi o dia que uma garota morreu.

Dark P.O.V Off


Rin- Alguma coisa aconteceu?

Dark-.... - Dark para.

Dark- Você matou alguém alguma vez?

Rin- Não, e você?

Dark- Não se faça de desentendida!

Rin-... - Ela se transforma numa criatura.

Dark- Que diabos é isso!? - Ela corta de estômago do Dark.

Dark- A...a..a...A....aa... - Dark começa a correr.

Dark- Por que esto...ou... C-Co-Correndo? Medo? - Dark perdendo muito sangue.

Dark- M-Maldição... não devia ter confiado nela. Já e-estou ficando zon..zonzo.... - A criatura sai correndo atrás de Dark.

Dark- E-Ela é rápida... - Dark derepente tropeça em si mesmo.

Dark- T-Tsc... - Dark tremendo de medo.

Dark- Estou com muito medo... - Ela se prepara pra aplicar o golpe final.

Dark- hahaha... Queria t-ter assistido mais séries e animes... - Dark abaixa a cabeça.

Dark- É o fim n-não é? - Alguém arremessa a criatura pra longe.

Dark- Ah?

???- Desculpa. Deixei esse Não-humano escapar...

Dark- C-Como você pode falar isso numa boa?

???- E- - Dark cospe sangue.

???- Procure não se esforçar!

Dark- c...certo... - O Não-humano, vem correndo pra cima do cara desconhecido.

???- Acalme-se... criatura insolente - O Desconhecido retalha o braço da criatura com a sua espada e chuta a cara da criatura.

Dark- M-Mais!? - O desconhecido saí correndo e a criatura vem selvagemente até ele.

???- Tsc! - O desconhecido pula.

???- Morra sua aberração insignificante - O desconhecido começa pegar fogo.

Dark- T...ta pegando fogo! - Ele cria uma arma de chamas na sua mão esquerda.

???- É O SEU FIM!!! MORRA!!! - Ele dispara uma bala de fogo. A bala atravessa a testa dele e logo o Não-Humano começa pegar fogo e gritar. O Não-humano vira cinzas.

???- Humpf... - A visão de Dark escurece e ele acorda em cima da sua cama.

Dark- O que? Onde eu estou!? - Dark estava com curativos.

???- Amanha vai está melhor.

Dark- Quem é você afinal!?

???- Flames... Professor Flames.

Dark- Você é professor?

Prof Flames- Sou professor da escola Hope Flames... onde ensina a magia.

Dark- Isso é possível!?

Prof Flames- E, como você viu tudo isso... Você é minha responsabilidade. Então, eu convido você para Hope Flames.

Dark-...

Prof Flames- O que ue me diz?

Dark- Vou pensar se vou.

Prof Flames- Então, até amanhã.

Dark- Espe- -Prof Flames pula a janela.

Dark- Já se foi.. - Suspira.

Dark- Eu tenho que pensar um pouco mais.... afinal, não é todo dia que acontece de voce vê esse tipo de coisa - Dark fica triste.

Dark- Eu acho que minha irmã iria querer que eu mudasse de vida - Dark sorri confiante. Logo depois.

Dark- Já me decidi! - Eles estavam num parque.

Prof flames- Decidiu? - Dark sorri.

Dark- Hum! Sim. Eu vou querer ir nessa jornada!

Prof flames- Então, vamos.

Dark- Isso é meio inesperado... mais vamos!


Continua...


Notas Finais


Espero que gostem. Essa fanfic tem muito coisa pra acontecer ainda, já tenho tudo na minha cabeça. Não se preocupem não terminará tão cedo, vai demorar ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...