História The Darkness Night - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Tags Criaturas, Drama, Ghoul, Monstros, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 9
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Perdão qualquer erro! <3
Boa leitura *-*

Capítulo 2 - Plano


Fanfic / Fanfiction The Darkness Night - Capítulo 2 - Plano

Meu braço não mudava de aparência, por mais que eu passasse medicamentos no ferimento, mas enquanto dormia, algo saia dali, logo acordei assustado, uma espécie de pó de cor amarela, mas esverdeado e flutuava como se fosse num conto de fadas, fiquei observando em choque, o que significava aquilo?. Rapidamente aquele pó luminoso se espalhou pelo meu braço machucado, e aquela mancha dolorosa sumia na minha frente indo diretamente pela janela, corri em direção da mesma e sem medo a escancarei para ver, para onde aquilo iria, estava subindo em direção ao céu estrelado e em um piscar de olhos se dissipou, olhei para o meu braço, onde está a mancha? Do nada meu celular vibra e ascende no outro lado do quarto, me assustando. Era uma mensagem de JungKook.

 

Você está conseguindo dormir? Tem milhares de coisas passando pela minha cabeça. Você está bem, ou entediado?

~Olá Kook. Eu também não consigo dormir, estou simplesmente olhando esse céu estrelado.

 

O que está fazendo na janela Park Jimin? Você está ficando louco, saia daí agora.

~Se tivesse visto o mesmo que eu, não diria isso. Só tente dormir, eu estou bem sozinho, não precisa se preocupar.

 

Mas se acontecer algo com você, não há quem me dê cola nos exercícios.

~Só tente dormir. Da próxima vez te ensino como calcular os exercícios sem a minha ajuda. Boa Noite Kook.

 

Uma dor enorme tomou conta do meu peito, fazendo o celular cair da minha mão, quando meus olhos se abriram pude ver o mesmo pó luminoso como se estivesse desenhando uma flor em meu peito, tirei a camisa e vi que também havia uma mancha naquele local, e novamente aquela coisa levou consigo para bem longe. Aquilo me curou, mas não sei como, assustado, pensei em ser coisa da minha cabeça então para não ficar louco de vez, decidi ir dormir e fingir que  nada havia acontecido naquela noite. Amanhece o dia, novamente ligo a televisão e deixo passando as notícias enquanto tomo um banho, e enquanto o âncora do Jornal falava sobre mais desaparecimentos, eu observava no espelho, a água correndo pelos meus cabelos, até cobrir os meus olhos e me afogando levemente, isso me fez acordar, fui para o sofá em frente a televisão ligada, e com a toalha nas costas e o cabelo molhado pingando na mesma, me sentei e tentei ver aonde essas pessoas haviam sido vistas pela última vez, uma delas desapareceu á três quarteirões da minha casa. Não liguei para o ocorrido e me arrumei para tomar café como se nada tivesse acontecido, nem na noite passada, nem com aquela garota, nem no nosso mundo, como se fosse somente mais um dia.

Arrumado, fui beber meu café enquanto saia de casa, estava amargo, joguei fora e comprei um expresso perto da escola.

Entrando lá com o copo na mão, fui até a enfermeira para registrar que eu já estava bem, ela quase desmaia mas somente disfarçou, e disse para me cuidar mais, como se aquilo fosse causado por algum descuido meu, fui para a sala sem procurar Kook, já que estava confuso e estressado, não queria ligar pra nada, mas foi preciso voltar ao meu normal quando começou a aula. Iríamos para a biblioteca naquela aula, acompanhado de Kook e seu mais novo amigo desajeitado, Leonard. Não quero excluí-lo então nos tornamos amigos também, mesmo ele não sabendo do que me causou, mas deixei pra lá e foquei no presente. Os dois foram se sentar com seus livros de pesquisa em uma mesa perto da janela, e eu fui atrás de um livro que me faltava, que coincidentemente ficava em uma prateleira afastada das outras pessoas, não havia ninguém naquela seção. Pego um livro com  a esperança de ser o que buscava, estava empoeirado então o soprei, e vi que era o que procurava, folheei o livro ali mesmo, em uma das páginas encontrei um bilhete que parecia ter sido deixado ali à pouco tempo.

 

Você está confuso, nós sabemos. Se quiser mais respostas terá que acreditar em nós, não queremos te machucar, somente que nos ajude a proteger vocês.

-O que ele quer dizer com ‘vocês’? –Folheei novamente e outro bilhete surgiu.

Você tem contato com JungKook e Leonard, por esse simples fato, eles vão querê-los também. Só você não basta.

-Jimin há algo errado? –Leonard corre para saber de mim. Seus olhos tinham uma cor muito viva, nunca vi uma cor assim nos olhos de alguém.

-Hm. Não há nada com o que se preocupar, já estou indo, só preciso de mais um livro.

-Tudo bem. Perdão por te atrapalhar.

-Não é necessário, você não me atrapalha.

O que estava acontecendo era estranho demais, como poderia ser correspondido com bilhetes dentro de um livro velho, e que estava em minhas mãos? Como conseguiria encontrar os autores desses bilhetes?  Precisava procurar nos lugares óbvios, os bosques onde pessoas desapareceram, se eu deveria acreditar neles, então ‘eles’ não são algo comum, se querem nos proteger então há mais deles, mas não poderia deixar Kook e Kim sozinhos, precisava ficar de olho neles até descobrir sobre isso.

Sem pensar duas vezes, expliquei tudo para os dois e fiz rapidamente um plano, vi Leo engolir a seco, como se soubesse de algo, mas queria descobrir com meus próprios olhos, JungKook disse que era uma ideia suicida ir no bosque trilhado ao anoitecer, mas era a nossa única esperança, Leo estava nervoso mas concordou comigo sem medo. O plano era: como estávamos numa sexta-feira, eles iriam dormir na minha casa para termos certeza da nossa segurança, ao amanhecer iríamos procurar nos noticiários, os locais onde desapareceram algumas pessoas, independentemente do lugar que iríamos, eu tinha certeza que ‘eles’ saberiam, depois iremos arrumar algumas coisas para sobrevivência e então vamos procurá-los. Não havia nenhuma reação de reprovação, então foi decidido, e voltamos para a sala de aula com o bater do sinal, estávamos totalmente nervosos em pensar ‘’Com o que nos encontraríamos?’’, o medo de morrer tomava conta da nossa mente, mas aquilo era preciso, pelo bem do Leo e do Kook, mesmo que ainda não saiba do mistério de Leonard, eu não quero perdê-lo.


Notas Finais


Recomendações:

-Boy Meets Evil - Yoonmin and Vkook ~ gotzeuski e skywalkrr
https://spiritfanfics.com/historia/boy-meets-evil--yoonmin-and-vkook-9054865

-Jack ~ KandyG
https://spiritfanfics.com/historia/jack-9494912

See Ya!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...