História The Deep Feelings - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 9
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Dois


Fanfic / Fanfiction The Deep Feelings - Capítulo 3 - Dois

POV. Yuri

Segui Nico até a entrada do pátio. Matheus estava realmente com Alice e... Abraçados? Ele realmente está a fim da novata?

- Por quê? - Falou Nico e sua voz vacilava - Por que ela? Eu... Tenho algum problema?

- Não, Nico, você é linda, gentil e boa pessoa. Não tem nada de errado com você - A abracei por trás - Vem, vamos.... Seu lá, quer matar aula comigo?

Ela se virou pra mim e me abraçou, fiquei surpreso, porém, não soltei o abraço.

- Acha mesmo isso tudo de mim? - Falou ela escondendo seu rosto na minha blusa.

- Claro, e é por isso que eu gosto de... - Merda, falei muito!

- Gosta de? - Me olhou confusa.

- Sorvete! É, Sorvete. Por que não matamos aula na sorveteria? - Tentei disfarçar mas estava nervoso.

- Tudo bem. - Pera, ela concordou?

- Sério mesmo? - Balançou a cabeça positivamente. Finalmente um momento sozinho com a Nico!


POV. Matheus


- Desculpe..... Eu, não queria te pressionar, eu só queria ajudar.

- Acho que não tem problema mostrar pra você - Secou suas lágrimas - É o quinto colégio que eu entro e você foi a única pessoa que..... Quis ajudar.

- Mostrar...? - Do que ela tá falando?

- Sim. - Ela me puxou para fora do pátio e foi em direção à quadra de basquete. Como ela sabe o caminho? Me levou até a sala que guardam os materiais e trancou a porta.

- Pode me explicar por que a gente está aqui?

- Posso, mas feche os olhos.... É um pouco constrangedor - Fiz o que ela pediu, ouvi alguns barulhos mas não sabia o que era. - Pode abrir...

- Alice...

- Estranho, não é? - Por que ela.... Isso não é certo - Por que está chorando?

- Quem fez isso com você?

- Bem.... Eu desobedecido e fui castigada - Me aproximei e a abracei de novo - Ei, isso é meio constrangedor, eu só estou vestindo isso.

- Cala boca, idiota - Ela me abraçou de volta. Parecia que não aguentava mais guardar isso para si mesma e estava desesperada.

- Por favor, não conte pra ninguém.

- Eu não vou. O intervalo já vai acabar, vamos pra aula? - Ela fez que sim com a cabeça. Esperei do lado de fora ela se vestir e vi uma mensagem do Yuri.

Mensagem on.

Trouxa: Tô em um encontro com a Nico!

Eu: Estão matando aula? Você não me espanta, mas a Nico?

Trouxa: Depois eu explico, mas é as coisas com a novata, tá indo bem?

Eu: Não diz besteira. Vou voltar pra aula.

Trouxa: Tchau, CDF.

Eu: Tchau, "pegador".

Mensagem off.


- Alice? - Chamei ela - Tá tudo bem?

- Não.... Matheus me leva pra casa. Por favor?


POV. Nicole


- E então, o que ia dizer? - Perguntei, esse idiota não sabe mentir.

- Falar o que?

- Quando você parou a frase e improvisou no sorvete - Ele me olhou fixamente e ficou sério - Era tão importante assim?

- Muito. Muito importante, pra mim pelo menos.

- Então... Fala logo.

- De você...

- O que?

- Era o que eu ia falar... Nico, eu gosto de você.

- Ah, para de graça, fala logo o que era - Ele continuou me olhando fixamente, porém, agora parecia um pouco triste - Espera, é sério? - Ele Balançou a cabeça positivamente - Então.... Por que me animou e me apoiou quando falei que gostava do Math?

- Por isso mesmo, eu gosto de você. Contanto que esteja feliz por mim tudo bem.

- Yuri...

- Eu realmente não tenho nenhuma chance?

- Eu...

- Vai Nico, deixa eu pelo menos tentar.

- Eu não sei, Yuri, eu.... Eu vou pensar.

- Tudo bem.


POV. Matheus.


Andamos por um tempo antes de pararmos para beber alguma coisa pois estava muito quente. Ela comentou que algum lugar aí que ela estava era frio.

- Não esquenta. Logo você se acostuma com esse lugar - Falei, terminando meu suco. Ela ficou um tempo olhando o nada, como se estivesse lembrando de algo, e pelo visto não era nada bom. - Alice, tudo bem?

- Sim. Vamos?

Paguei nossos sucos e continuamos. Ela mora perto da minha casa. Chegamos e ela pareceu procurar algo, quando se cansou e tocou a campainha.

- Filha? O que houve?

- Passei mal, voltei cedo - Ela entrou rápido e então se virou - Obrigada por me trazer até aqui - E correu para dentro de casa.

- Dona Emily?

- Então é do mesmo colégio de Alice? Fico feliz dela ter feito um amigo. Quer entrar e comer algo?

- Obrigado, mas não. Tenho que voltar pra casa. Até mais, Dona Emily.

- Até.

Cheguei em casa cansado e fui direto pro meu quarto e me taquei na cama. Então Alice mora junto com a Dona Emily, será que ela conhece a menina que.... Espera um pouco. "Filha", " Depois do que passei não confio mais em ninguém". Aquelas marcas no corpo dela..... Alice.


Notas Finais


Na capa o Yuri:::


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...