História The Depressing World of Ivlis - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Chrysaris

Postado
Categorias Mogeko Castle, The Gray Garden, Wadanohara and The Great Blue Sea
Personagens Idate, Ivlis, Met, Moge-ko, Personagens Originais
Tags Funamusea, Licorice, Satanick
Visualizações 67
Palavras 1.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Slash, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIE DEMOREI MAS CHEGAY!!
Desculpem se esse cap ficou meio inútil... Mas foi necessário para que eu possa dar continuidade na fic <3

NÃO SEI SE ALGUÉM NÃO SABE MAAAS... Para quem não sabe snickers é chocolate <3 To fazendo propagandinha de graça mesmo D,=

Capítulo 4 - O Piquenique: Parte 4


Fanfic / Fanfiction The Depressing World of Ivlis - Capítulo 4 - O Piquenique: Parte 4

            Amanhã será o grande dia, e como Satanick não contou para ninguém onde será o piquenique, todos decidiram se encontrar na casa dele (é, isso não vai ser bom). Cada um começou a preparar algo de comer para levar. Afinal, piquenique sem comida não é piquenique (ou é?).

            No dia seguinte, já no final da manhã, Ivlis acordou, tarde como o de costume, e logo notou que o dia estava sereno... Sereno até demais para uma casa onde um ser chamado Satanick residia!… Ivlis se perguntava onde aquele Diabo poderia estar e, pensando um pouco mais sobre isso, notou que também não foi atacado durante seu sono, e isso era algo extremamente raro de não se acontecer por ali.

            Ivlis também sentiu a falta (embora muito depois) de Licorice, que normalmente se deitava com Ivlis após o mesmo já estar dormindo e, então, acordavam juntos... Ainda assim, havia vestígios de alguém esteve dormindo ao seu lado até pouco tempo atrás…

            Ivlis se levantou e começou sua rotina diária, que se resumia a nada mais, nada menos, do que ir de pijama até a cozinha e comer qualquer coisa, depois voltar para a cama e finalmente dormir direito... Porque com o Satanick atormentando a noite toda, ‘’dormir direito‘’ não é algo possível. Ao chegar lá, se deparou com Licorice estranhamente animado demais procurando alguma coisa entre armários.

Ivlis: Rice!

            Ivlis sorriu ao vê-lo. Licorice, porém, corou por ter sido chamado daquela forma.

Licorice: Mama!

Ivlis: O que está fazendo?

Licorice: Tínhamos que cozinhar algo. Lembra?

Ivlis: Ah... Sim, sim.

Licorice: Mas não tem ingredientes decentes aqui, Mama! Você já viu que tem um coração pulsando dentro da geladeira?!

Ivlis: Satanick... Bom, você quer ir comprar alguma coisa comigo?

            Ivlis o abraçou sorrindo, e isso fez com que Licorice corasse ainda mais.

Licorice: P-Parece bom... Vamos!

Ivlis: Sei que ainda podemos encontrar ingredientes decentes mesmo nesse lugar infernal.

Licorice: Ok! Vamos!

            Saindo da casa de Satanick em busca de algo como um mercado, os dois caminharam durante 10 minutos inteiros pelas ruas de Pitch Black World. Licorice, corado, voando em seus pensamentos, que só se resumiam à Ivlis; Ivlis, ainda nem havia acordado direito. Ele estava andando meio mongo e sem prestar um pingo de atenção no que estava em sua volta, até que subitamente tropeçou em alguma coisa e foi levado bruscamente para o chão o que o fez até quebrar o seu nariz.

Ivlis: Mas que...!

Licorice: Oh… O que aconteceu?

            O foco de Licorice voltou ao mundo real, onde seu pai estava jogado no chão, de pijama e com o nariz sangrando. Parcialmente por baixo de Ivlis, estava um demônio deitado, vomitando sangue.

???: Arrrrrgh!

            Ivlis levantou-se, um tanto zonzo por ter batido a cabeça, mas já reparando no demônio todo ensanguentado, com alguns órgãos pendurados para fora do corpo, em que havia tropeçado. Licorice, vendo aquilo, apenas reclamou.

Licorice: Hey! Não fique deitado aqui!

???: Está me vendo com escolha?!

Ivlis: Não se preocupe com isso, Licorice. Vamos prosseguir.

Licorice: Tudo bem...

???: Nunca te vi por aqui... Você não é daqui não, é? Ivlis… Já que sei o seu nome, direi o meu. Prazer, Sullivan.

Ivlis: É. Não sou daqui, realmente. E nem queria estar aqui! Vocês são mais idiotas do que eu imaginava! Não me admira que seu Diabo seja o Satanick... Olha para você, deitado aí no chão, com a barriga aberta, e ainda querendo conversar! Por que não morre logo?! Aberração!

            Ivlis estava muito irritado por algum motivo. Sullivan apenas virou a cara, emburrado.

Sullivan: Nossa! Grosso! Estupidinho!

Ivlis: Que seja! Vamos continuar Licorice!

Licorice: O-Ok!

            Os dois ignoraram Sullivan ali e voltaram a caminhar, mas o demônio gritou os chamando.

Sullivan: Espera! Hey! Por favor! Ivlis!

            Ivlis apenas parou e virou parcialmente o rosto para vê-lo.

Ivlis: O quê?! Não vou te ajudar.

Sullivan: Não é isso... É que algo não vai sair da minha cabeça agora... Por que você está de pijama?

Ivlis: O quê?! Era isso?!

Licorice: Vamos continuar Mama.

            Sullivan sorria amigavelmente, mas Ivlis se encheu de ódio por algum motivo. De todo modo, ele não fez nada quanto a isso, apenas continuou seguindo seu caminho. Andaram por mais 5 minutos quando de repente Ivlis parou, olhando para Licorice.

Ivlis: Hey...

Licorice: O que houve?

Ivlis: Onde estamos indo?

Licorice: Ao mercado, ué.

Ivlis: Que fica onde?

            Licorice parou e pensou um pouco.

Licorice: Não sei!

Ivlis: Porque estamos andando sem rumo? E... Aonde viemos parar...?

Licorice: Melhor perguntarmos a alguém. Que tal aquela moça?

            Ele apontou para um suposto demônio com cabelo rosa escuro e uma roupa listrada dos pés a cabeça que estava a poucos metros dali.

Ivlis: Vamos lá, respondeu Ivlis.

Licorice: Hey, você sabe onde tem um mercado aqui por perto?

Satsukugi: Meu nome é Satsukugi, e eu sou uma Shinigami! Yey!

Ivlis: Então tá, né... Mas você sabe de algum mercado?

Satsukugi: Meu nome é Satsukugi, e eu sou uma Shinigami! Yey!

            Ivlis e Licorice apenas olhavam para a cara dela, que estava sorrindo como uma boba.

Ivlis: Érrr... Não sei o que te dizer.

Satsukugi: Meu nome é Satsukugi, e eu sou uma Shinigami! Yey!

Ivlis: Já chega! Qual é o se problema?! Vamos, Licorice!

            Ivlis explodiu em ódio outra vez, puxando Licorice pelo braço, e indo em direção contrária à da menina.

Satsukugi: Hey!

            Ivlis a olhou rapidamente, pensando que iria receber sua resposta, mas ela apenas riu.

Satsukugi: Por que você está de pijama?

            Ivlis ficou irado naquele momento, mas não se rendeu à tentação de espancá-la até a morte.

Ivlis: VAMOS, Licorice!

Satsukugi: O mercado fica por ali.

            A Shinigami apontou para a outra direção.

Licorice: O-Obrigada.

            Os dois seguiram na direção indicada, mas Ivlis permanecia irritado. MUITO irritado.

Ivlis: Onde está?! Não tem nada aqui!

Licorice: Você está com fome, né? Toma um snickers. Você não é você quando está com fome...

            Ele entregou o chocolate nas mãos de Ivlis, que engoliu no mesmo instante, mesmo sem tirar do pacote.

Ivlis: Olha lá! Um mercado!

Licorice: Quer dizer que você não viu ele enquanto estava de mau humor?

Ivlis: Quê?! Esquece isso, vamos logo lá.

Licorice: Ok...

            Chegando ao mercado, Ivlis disse para que Licorice pegasse o que desejasse, independentemente do preço ou qualquer coisa do tipo, e assim ele o fez. Colocaram tudo na conta do Satanick e voltaram pelo mesmo caminho em que foram parar ali.

Licorice: Ainda está aqui?

Sullivan: Pois é... Minha filhinha me deixou aqui.

Ivlis: Que azar o seu.

            Ivlis continuou seu caminho, desviando de Sullivan, que agora estava chorando jogado por ali.

Licorice: Hey… Por que você está de pijama? Até mesmo aqui não é comum ver alguém andando de pijama todo ensanguentado com o sangue dos outros...

Ivlis: Bom, eu não sei. Apenas me animei para sair com você e acabei me esquecendo disso.

            Ivlis sorriu, corado, fazendo Licorice corar também.

Ivlis: Espero que não tenha ninguém em casa. Ou espero que tenha?... Será que o Nick já voltou Licorice?...

            Chegando a casa, Ivlis suspirou ao ver que ela ainda estava vazia. Mas onde será que Satanick foi parar? Já Licorice logo correu para começar os preparos da sua refeição.

Ivlis: Aliás... O que irá fazer?

Licorice: Torta de chocolate! E você?

Ivlis: É tão comum que nem parece que é filho do Satanick. Eu... Vou fazer biscoito de qualquer coisa.

Licorice: Grr... Para de falar dele!

Ivlis: Ué...

            Passando um booooom tempo, já no final da tarde, Satanick ainda não havia voltado. Ivlis e Licorice já haviam feito tudo que era necessário, e agora só restava esperar. Ivlis estava levando a torta de Licorice da mesa até a geladeira, enquanto que Licorice apenas observava à sua frente. Até que de repente...

Satanick: CHEGUEEEEEI!

            O Diabo eufórico gritava enquanto pulava da janela bem em cima de Ivlis, o que fez com que ele jogasse longe a torta de Licorice, bem na cara do mesmo. Satanick agarrou Ivlis, caído no chão e este ficou pasmo, em silêncio. Já Licorice, também ficou em silêncio, com uma torta bem no meio da cara. Satanick começou a apertar Ivlis sem parar.

Satanick: Cutie Cutie Cutie Cutie!

Ivlis: Te odeio! GRRRR!

Satanick: Também te amo! OWN

            Licorice sem dizer uma única palavra, apenas se virou e se direcionou até seu quarto, com uma expressão meio triste. Ivlis não tinha muito o que fazer, caído lá no chão com Satanick por cima dele... Enquanto isso Idate, a orca que Satanick havia convidado surgiu entrando pela porta.

Idate: Oi, prontos para a festa do pijama crianças?

Satanick permaneceu o apertando por mais 2 horas inteiras enquanto Orca ficou apenas fumando e observando... Todos com toda certeza estavam super animados para o piquenique do dia seguinte! Ou será que não...?


Notas Finais


Quase morri de falta de Satanick escrevendo isso D,=
Gente, quais os shipps de vocês? Os envolvendo o Satanick ou Ivlis ou seila...

Até a próxima o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...