História The Desire - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Exibições 487
Palavras 1.812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


NOTAS FINAIS, MEGA AVISO IMPORTANTE.

Capítulo 16 - LexyXVI


‘Lexy Wollmer.

 

Em meu quarto eu andava de um lado para o outro, talvez a mistura intensa de sensações estivesse me afetando profundamente naquele momento, mas não posso negar o quanto é revigorante não me sentir apenas mais uma peça no jogo ridículo dele, agora eu era praticamente o tabuleiro todo.

A noite passou tranquila e por incrível que possa parecer, Bieber não apareceu em meu quarto, eu devia dar graças a Deus? Ou ter medo? Afinal, estamos falando de alguém com sérios problemas de instabilidade mental, então talvez ter medo é a melhor opção no momento.

Quando o dia raiou eu sentia meu corpo pesar sobre a cama, eu não havia conseguido pregar o olho e essa noite mal dormida estava surtindo resultado, e não era uma coisa muito legal. Ainda indisposta me levantei e literalmente arrastei meu corpo para o banheiro, me despi avistando em meu corpo marcas da noite de ontem, os dedos de Bieber marcados em meu quadril eram bem visíveis, não que ele ligasse para isso, aliás ele ia ficar feliz por ver que conseguiu me marcas, ele é um idiota.

Terminei de retirar minhas roupas de dormir, as pendurando atrás da porta como de costume, minhas peças intimas foram para o cesto de roupas sujas e só então pude me dirigir ao box, a pouca agua que ainda havia perto do ralo estava bem gelada, a ponto de que o simples toque da pele dos meus pés quentes em contato com ela, fez meu corpo se arrepiar por inteiro.

Com um sorriso fraco pela reação liguei o registro por completo, meu corpo estava bem abaixo do chuveiro quando a agua bateu com força sobre minha cabeça, um grito estridente saiu de minha boca ao sentir a agua completamente gelada escorrendo por todo meu corpo, sai batendo os dentes debaixo do chuveiro querendo matar o Bieber, só podia ter sido ele.

Bufando e sem escolhas me lavei na agua gelada mesmo, não daria o braço a torcer, não mesmo. Depois de banhada e tremendo até os dentes, sai do banheiro me vestindo casualmente sensual para a escola, talvez o fato de que Bieber teria um grande ódio ao me ver de calça colocada, com uma regata preta justa a ponto de deixar a barrinha do meu sutiã vermelho a mostra e claro uma botinha preta fechada, tudo para irrita-lo.

Depois de pronta, peguei minha bolsa jogando em minhas costas e segui até a cozinha, no corredor até a mesma, muitas meninas brigavam entre si e meu nome era mencionado com muita raiva por ambas, preferi ignorar, afina eram muitas meninas com ódio para bater boca naquele momento. Entrei na cozinha vendo Marc e Judite conversando entre si, ambos não estavam cozinhando como sempre faziam, naquele momento a cozinha estava completamente parada.

—Marc! —Exclamei seguindo até ele que sorriu fraco para mim —Estou faminta! —Disse manhosa vendo seu sorriso desaparecer —O que tem para comer?

—Você ainda não soube as novas regras Lexy? —Franzi o cenho negando —Senhor Bieber especificou que o horário de café da manhã das meninas da boate seria as quatro e meia da manhã, e se até as cinco elas não comerem, não comem mais. —Abri a boca horrorizada —Ele deixou claro que você quem exigiu as novas regras, e que estava responsável por isso. —Olhei para trás vendo todas as meninas me encarando com os braços cruzados.

—Eu não faço ideia da existência dessas regras. —Disse olhando para Judite que sorriu fraco.

—Sinto muito meninas, mas vocês só poderão comer as três da tare agora. —Arqueei a sobrancelha horrorizada, como todas elas ficariam sem comer até as três à tarde —São as novas regras, então se acostumem, andem, vão trabalhar! —Mesmo contrariadas, todas respeitavam muito Judite e Marc a ponto de não contraria-los.

—Preciso ir, mas quando eu voltar, vou ver o que eu posso fazer... —Murmurei para os dois que assentiram fraco.

Literalmente eu corri pelo salão, as meninas estavam com tanto ódio que ambas me aguardavam na ponta do salão, elas realmente querem me matar, mas eu não tenho culpa de nada disso, não que elas se importem. Entrei na sala com tudo vendo Bieber levar um leve susto ao me ver entrar ali.

—Você é louco? —Gritei irritada, todos os meninos presentes bufaram já sabendo a enorme confusão que iria rolar —Todas elas querem me matar! —Disse ficando em frente à mesa.

—Ótimo, elas vão me poupar dor de cabeça... —Bieber murmurou rindo.

—HAHA, muito engraçado, mas adivinha só, eu não vou assumir a culpa disso! —Disse apontando o dedo para sua face.

—São as novas regras e elas servem para você também, então é melhor se acostumar. —Ele disse se levantando e se colocando em minha frente.

—Eu não...

—Você nada Lexy, você vai seguir as minhas regras, você vai fazer o que eu mandar. —Grunhi batendo o pé com força no chão —E adivinha só quem vai te levar para a escola e te buscar todos os dias... —Murmurou segurando minha bochecha —Sim, eu. —Bieber riu.

Em uma sequência de movimentos impensáveis, meus punhos fechados acertavam o peito dele com toda minha força, sua risada apenas me deixava mais irada, porque ele ria de mim? Eu estava o batendo, com força, e brutalmente, porque ele ria.

—Anda logo Lexy! —Bieber segurou minhas mãos me jogando no chão —Vamos para a aula bebe! —Disse caminhando até a porta.

Olhei ao redor vendo os meninos rindo, era incrível como ele conseguia me humilhar. Bufando me levantei seguindo com ele até o salão, Bieber me puxou antes de entramos no salão me segurando pelo quadril, ele riu enquanto me puxou para fora do corredor onde demos de cara com todas as meninas paradas.

—Eu só quero saber um detalhe. —Bieber disse alto chamando a atenção de todas —Porque não estão trabalhando? —Todas abaixaram a cabeça depois e me fuzilarem —Ou vocês acham que tem todas tem mordomia como Lexy? Só porque ela pode comer a hora que quiser, não precisa limpar nada ou trabalhar a noite, não quer dizer que vocês tem esse privilégio! —Arregalei os olhos para Bieber que riu me olhando —Mas se vocês se sentem melhor, Lexy vai seguir algumas regras também... só algumas... —Com raiva me soltei de Bieber correndo para o lado de fora, aquelas meninas não perderiam a oportunidade de tentar me matar até o fim desse dia, eu aposto que não.

—Entra no carro sexy. —Entrei batendo a porta com força, Bieber entrou logo em seguida me fuzilando por ter batido a porta, mas dane-se, ele estava tentando me matar.

—Vou embora da boate, depois da escola. —Disse seria.

—Adivinha só Lexy. —Bieber ligou o carro dando partida —Falei com Miranda agora pouco, e ela e Jones deixaram ordens especificas de te manter sobre meus olhos, isso quer dizer, que não, você não irá embora da boate. —Bieber pousou sua mão sobre minha coxa.

—Eles não mandam em mim. —Grunhi empurrando sua mão.

—Mandam sim, você está sobre a responsabilidade deles, e como eles estão longe deixaram sua guarda comigo, isso quer dizer que tudo que mandar você obedece, e eu acabo com você. —Riu colocando sua mão novamente em minha coxa.

—Odeio vocês! —Disse seca me virando para a porta.

Bieber riu apertando minha bunda, grunhi com raiva me sentando direito novamente. Assim que Jones voltasse com Miranda, iria mandar eles para a puta que pariu, fossem quem fossem, eu não conseguia suportar a ideia de ficar sobre os cuidados do Bieber.

—Adivinha Lexy... —Bufei arqueando a sobrancelha.

—Está cheio de surpresa hoje Bieber. —O mesmo riu assentindo —O que é dessa vez?

—Vou manter surpresa até depois da aula. —Disse parando em frente à minha escola.

Revirei os olhos saindo do carro na esperança dele dar partida e bater em um caminhão morrendo no local do acidente, mas isso não aconteceu, diferente dos meus pensamentos, Bieber saiu do carro se colocando ao meu lado e pegando em minha mãos, todos os olhares da escola pararam sobre nós, isso incluía Cater, Joe e Sasha, ambos nos olhavam espantados, Bieber me puxou pelo campus da escola me levando até o lado de dentro da mesma, com muita relutância, não tive escolha a não ser leva-lo até minha sala, aonde ele fez questão de me parar na porta e me beijar, até tentei empurrá-lo, mas ele apalpou tanto minha bunda, que quase colocou seu corpo ao meu.

—Até mais tarde amor. —Disse em alto e bom som para todos os alunos que nos olhavam chocados com a cena.

Ótimo, agora eu seria a mais nova vadia da escola, legal.

Entrei na sala correndo, eu não queria estar ali, passou por aquilo, nem se longe conseguia me aguentar em pé de tanto ódio, incrível, como ele conseguia me humilhar.

 

‘Justin Bieber.

 

Era as novas regras o jogo, Lexy não vai sai por cima de mim e ficar por isso mesmo, ela eu as cartas, eu joguei. Confesso que foi maravilhoso acordar, me banhar na agua quente e depois de pronto desligar o registro, Chaz que estava tomando banho faltou querer me matar, mas ainda sim relevou, mas as meninas que só poderão tomar banho quando eu abri a porta do banheiro comunitário delas, se banharam na agua gelada, elas odiaram.

É claro que eu estava me divertindo fazendo a vida delas um inferno e ainda mais por saber que elas se vingariam de Lexy, talvez roubem seus pertences, quebrem as coisas dela, ou até mesmo ameassem a mesma, será legal ela vir pedir socorro em meus braços e eu poder joga-las aos lobos.

Sendo retirado de meus pensamentos, peguei meu celular em meu bolso enquanto ainda saia da escola, era engraçado como todos me olhavam sérios, a fama de cafetã o era bem reconhecida, mas ainda assim era ótimo ter todo aquele respeito.

—Fala Chris. —Disse sério.

—Bieber, fomos convidados por Roney para uma reunião. —Bufei entrando em meu carro —Ele quer fazer uma compra, mas disse que tem que ser pessoalmente. —Revirei os olhos, Roney era um grande babaca, mas e sempre me dava dor de cabeça, pelo fato de bater tanto nas garotas, que elas voltavam para minha boate quase loucas.

—Já disse que não vou mais vender minhas garotas para ele, o cara é um babaca. —Disse dando partida com o carro.

—Bieber, ele está disposto a pagar 100 milhões por uma garota. —Ri fraco.

—Pouco. —Disse seco.

—De 100 em 100 tiramos uma grana dele. —Chris tinha razão de certo modo.

—Já estou chegando. —O mesmo confirmou e eu desliguei.

Eu iria tirar uma grana bem alta esse babaca e deixaria claro que se puta que ele quer voltar com um arranhão, eu o mataria com prazer, não trabalho com prostituta arrebentada e espera-las até que se recuperem a ponto de não espantar meus clientes leva muito tempo, tempo demais para mim.


Notas Finais


Pessoal, nao poderei postar BB nem BT, pelo simples fato que estou usando o pc do meu irmao porque meu pc esta sendo formatado, ele bugou e foi necessário, entao vou ver como faço para postar durante a semana, mas nao garanto.
Uma leitora me mandou uma mensagem que o titulo me chocou no primeiro instante, por favor, meu core nao aguenta gente, enfim, ela sugeriu para criar um grupo aonde a gente possa conversar, quem sabe eu possa dizer as vezes uma coisinha ou outra sobre os capitulos, mas enfim, eu posso ate criar, mas se tiver uma media de vinte integrantes, menos que isso eu nao vou criar, porque acaba ficando um grupo morto, falo isso porque ja fiz um e morreu em poucos minutos, entao se voces querem, vai ser um grupo para falar sobre todas as fanfic, independentes se forem so minhas, e tambem pode ser de assuntos variados, entao com uma media de vinte meninas eu faço a grupo, e peço que nao deixem o mesmo morrer, se nao irei apaga-lo ok? entao mandem os cantatos com o DDD e quando tiver a cota maxima eu crio.
É isso meninas, comentem o que acharam e beijinhos lindas, se cuidem<3 e desculpa por nao postar nas outras fic, mas é porque ainda vai demorar a formataçao do meu pc, estou desde de as cinco e agora sao nove quinze e adivinhem? esta no 81%, que raiiiva. mas enfim, comentem o que acharem e beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...