História The Destination Is Here - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Esperança, Jimin, Romance, Suga
Exibições 46
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


[No capítulo anterior...] Yejin é demitida do trabalho, é apanhada pela mãe, Jimin a encontra no caminho e a conforta. Porém, dias depois ela descobre sobre um tumor por via do vício pela bebida.

Capítulo 4 - Um novo sonho!


Fanfic / Fanfiction The Destination Is Here - Capítulo 4 - Um novo sonho!

[YEJIN]

 

Estava alguns dias no hospital, eu realmente não estava bem, mas o olhar do médico me trazia confiança para continuar sendo forte e aguentar. O Jimin havia descoberto que estou doente, ele não parecia nada feliz. A enfermeira chamou o doutor correndo quando ela viu que minha febre estava abaixando, ele me avaliou e parecia estar realmente melhorando, ele pediu para marcar essa madrugada a cirurgia. Finalmente comecei a melhorar, mas agora estava com mais medo ainda.

- Seja forte Ye-jin, você vai conseguir passar por isso, não tenha medo, eu irei salvá-la.

Aquelas palavras pareciam ser tão equilibradas, ele me confortava com aqueles olhos de anjo celeste.

Jimin entrou no quarto e os outros saíram do quarto.

- Yejin? Você está bem?

- Sim... estou bem Jimin.

- Você me deixou preocupado, porque não avisou sobre isso?

- E você acha que eu tinha forças para deixar mensagem?

- Ah desculpe. Soube que você irá fazer a cirurgia esta noite. Você está bem?

- Sim, estou um pouco com medo, mas aquele médico me confortou dizendo que vai me salvar e eu confio nele. Mas achei que ia morrer quando descobri que tinha tumor.

- Eu desejo melhoras a você.

- Obrigada!

 

 

Eles estavam se preparando para minha cirurgia, eles estavam me levando para a sala, Jimin estava na sala de espera esperando a cirurgia acabar. Foi aí que meu sonho surgiu, eu fiquei triste por um lado, mas até que ganhar esse tumor não foi tão ruim, eu vi como os médicos eram com seus pacientes e isso me invejou, também quero fazer isso, quero salvar vidas, quero ajudar essas pessoas. Eu agradeço muito a eles por salvarem minha vida. Por fazerem dar tudo certo. Depois dessa cirurgia “se eu sobreviver” eu com certeza serei outra garota e irei seguir esse sonho.

 

[JIMIN]

 

- Nossa que demora.

Eu estava inquieto esta noite, não parava de pensar se ela está indo bem. Mas que droga e a hora parece durar uma eternidade. O médico saiu da sala.

- Você é o guardião dela?

- Praticamente isso.

- A cirurgia foi um sucesso. Você pode respirar agora.

- Muito obrigado doutor, obrigado mesmo. Posso ver ela?

- Primeiro vá descansar, quando amanhecer você poderá vê-la.

Fiquei tão feliz, ela está bem, isso é um alívio. Fui para casa dormir, eu quero muito poder sair com ela, será que ela ainda vai querer me ver ou fingir que é durona?

 

Dormi até mais tarde, o que fez eu perder a hora da escola, não ia fazer diferença, porque vou ir vê-la. Eu estava saindo de casa quando meu pai me para.

- Por que não foi a escola ainda? Já está bem tarde.

Sai de casa sem respondê-lo e ele gritou.

- É isso que dá se juntar a um grupo de idiotas que não vai estudar nunca.

Ele fala como se me conhecesse, mal ele sabe o que gosto de fazer.

- Não fica brabo com seu pai Jimin.

- Mãe?

- Não fique assim, você sabe que ele é ganancioso e só quer o seu bem.

- Ok.

Eu não ouço nada do que meu pai diz, ele é um idiota, está sempre comandando minha vida aish.

Saio de casa em direção ao hospital, entrei no quarto e a vejo dormindo, a enfermeira disse que ela ainda não havia acordado, ela disse que levaria um mês ou mais para ela se recuperar. Isso dependia dela mesma. Eu quero muito poder ficar com ela, mas e se ela não se recuperar 100% quando eu ir embora...

Ela dormia silenciosamente, como um bebê, ela é muito linda enquanto dorme, me lembrei das vezes em que saímos por coincidência, o dia em que a encontrei bêbada, o dia em que ela estava na biblioteca, parecia destino, pois onde ela estava eu também estava. Esse ano, eu a conheci como a verdadeira Yejin que ninguém conhecia. Doce, meiga, pura, tímida, inteligente e esforçada. Ela é o motivo do meu sorriso.

Eu encostei minha mão na cabeça dela acariciando seu rosto e seu cabelo, ela tinha um rosto muito lindo, ela tem lábios pequenos e rosados, tem uma forma muito fofa, eu lembro de seu sorriso quando estava triste, era como uma luz em meio a escuridão e chuva.

- Eu vou sentir sua falta Yejin.

 

[YEJIN]

 

Eu acordei essa tarde, se eu estou aqui é porque a cirurgia foi um sucesso, o doutor entrou na sala fazendo silêncio, pois Jimin estava dormindo no sofá.

- Como você está?

- Eu estou bem... Ele ficou aqui desde quando?

- Ele ficou essa madrugada esperando a cirurgia acabar e depois mandei ele para casa descansar. De manhã ele já estava de volta, ele não saiu do quarto nem um minuto. Ele estava muito preocupado com você.

- Quando poderei sair do hospital?

- Você vai ficar aqui durante 7 dias, vamos ficar de olho em você para ver como está se recuperando, se tudo parecer normal, você poderá ir para casa.

- Que bom!

O Dr. In Ho saiu do quarto. Fiquei olhando Jimin dormir, ele havia se preocupado mesmo comigo, não esperava isso dele.

- Nossa, o que é isso? Que sensação é essa?

Eu me sentia quente, meu coração pulava e meu corpo formigava. Uma sensação muito estranha, mas muito boa.

O Jimin então acorda.

- Oh, você acordou?

- Yejin?

Ele levou um grande susto.

- Nossa, você está bem?

- Claro que estou. Por que se preocupar comigo?

- Aish, eu aqui preocupado com você e você fala assim comigo?

Eu começo a rir.

- Que bom que você está melhor.

Ele fica tão feliz que beija minha testa com um sorriso grande.

- O que foi isso seu tarado?

- Aigooo, que fofinha.

Ele bagunça todo o meu cabelo.

- Posso pedir uma coisa?

- Não.

- Se recupere logo para a gente sair.

- Que? Eu disse que não pode pedir nada.

- Você vai sair comigo, não é?

Ele segura minha mão esperando minha resposta, eu largo a mão dele e respondo.

- Por que está agindo assim?

- Hum, não sei, eu quero apenas sair com você.

- Hum... ok. A gente pode sair então.

 

 

Sete dias se passaram e o doutor me liberou para ir para casa, meu pai veio me buscar nesse dia e pagou a conta do hospital.

- Só não faça muito esforço e continue tomando seus medicamentos na hora certa.

- Ye, Gamsahamnida. *Sim, obrigada*

- Obrigado doutor por cuidar da minha filha.

 

Voltando para casa, eu estiquei os braços de felicidade por estar de volta, minha mãe estava em casa e disse.

- Hum, você voltou? Que bom, melhore logo!

Murmurei baixinho.

- Ué, o que deu nela?

Entrei no quarto e deitei na cama, recebo uma mensagem do Jimin.

- ‘ Oii, olhe na janela! ’

Quando abri a cortina do meu quarto, Jimin estava encostado em seu carro acenando para mim. Já sei o que significa isso – Vamos sair –.

Me arrumei rápido, coloquei uma saia rosa, com um casaco jeans, um tênis e escovei meu cabelo, passei pó e um batom rosa.

Eu cumprimentei primeiro.

- Annyeong haseyo. *Oi*

- Oie, tudo bem?

Ele abriu a porta do carro para mim e entrei. Hoje é domingo, e Jimin disse que queria sair comigo quando me recuperasse. Fomos ao cinema assistir um filme de ação, depois fomos à um restaurante comer.

- Nossa, senti falta da comida de verdade.

- Coma bastante.

Depois fomos dar uma volta na rua, ele comprou sorvete para nós dois.

- Hum, Yejin, está sujo aqui no canto.

Eu limpei com a língua e ele disse que ainda estava sujo.

- Espera, eu faço isso.

Ele se aproximou de mim e passou o dedo onde estava sujo. Ele estava muito próximo, meu coração parecia que ia explodir. Então me afasto dele imediatamente andando na frente dele sob passos lentos. Paramos em uma ponte e fiquei impressionada com a luz das estrelas.

- Oh!

Eu apontei para o céu estrelado e ele olhou para cima.

- Nossa que lindo.

Ficamos encantados com tantas estrelas no céu. Eu fiquei também impressionada com o Jimin, porque ele é rico, mas não é mimado, fresco e não gasta com jantares luxuosos, e isso me fez gostar dele, por ser uma pessoa educada e divertida, além disso, quem adivinharia que ele é rico, ele tem coração de uma pessoa humilde. Meu coração começou a palpitar novamente. Eu devo ter algo errado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...