História The Destiny - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Psicopata, Vampiro
Exibições 4
Palavras 912
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpa a demora gente ;-;
Estava sem meu celular, aí não deu para postar... MAS VAMOS LÁ ^^

Capítulo 4 - Mysterious boy


Fanfic / Fanfiction The Destiny - Capítulo 4 - Mysterious boy

Esfrego os meus olhos para ver se não era uma ilusão aquilo.

???- Mizuki isso não é uma ilusão.

Quando ele fala aquilo automaticamente eu o chutei para longe da minha cama a fazendo ele bater as costas na parede fazendo ele derrubar uns livros meus na cabeça dele.

"Que força foi essa que tive agora?"

???- Aí! Não precisava agredir.

Mizuki- Quem é você?

Esculto alguém abrindo a porta e aceno para o menino de esconder em algum lugar.

Giovanni- Filha, está tudo bem? Escutei um barulho.

Mizuki- Sim pai, só caiu uns livros meus no chão.

Giovanni- Estão está bem, volte a dormi filha está cedo ainda.

Mizuki- O-ok.

*Ele saiu e fechou a porta*

Quando o garoto escutou fechando a porta ele saiu do esconderijo.

???- Nuss! Essa foi por pouco!

Mizuki- Agora me explica, quem é você?

???- Sim, mas primeiro liga a luz.

Mizuki- Tá.

Ao ligar a luz, vejo como ele realmente era, tinha cabelos pretos e olhos escuros, Era muito pálido como eu, usava umas roupas de adolescente [ele usava uma blusa que ia até a coxa com uma blusa xadrez por cima, usava calça jeans escura e usava um tênis All Star].

???- Por que está me encarando?

Mizuki- Não é na-nada -fico corada-

???- Você é muito fofa sabia?

Mizuki- É... Agora me diz, quem é você? -pergunto com um pouco de medo-

???- Você não lembra de mim Mizi? -ele murmura algo, mas não entendo-

Mizuki- Desculpe, mas não entendi o que disse.

???- Esquece... Mas você lembra de mim?

Miziki- Desculpa, mas não.

???- Então logo você saberá. -Ele da um sorriso- Você leu a carta que deixei?

Mizuki- Li sim, mas não entendi o que você queria dizer com "verdades que nunca foram reveladas a você logo se revelará"

???- Logo você vai saber fofa.

Mizuki- Pra que tanto mistério? Por que não pode simplesmente me fala agora?

???- Porque foram ordens fofa. Bem... Agora tenho que ir.

Mizuki- Tá, mas eu não sou fofa.

???- Você é SIM. Ah! Uma pergunta... Que colar é esse no seu pescoço?

Mizuki- E um amuleto que minha mãe me deu, ela falou que nunca deveria tirar ele do pescoço, pois é algo muito especial e que nunca deveria perdê-lo.

???- Entendi! Eu tenho um quase igual ao seu, olha -ele puxa o colar de baixo da sua blusa-

Mizuki- Ele é lindo!

???- Sim! -ele Mormura algo de novo baixo, mas não entendo-

Mizuki- o que disse?

???- Nada não fofa.

Alguns minutos já tinha passado dês que acordei e já estava amanhecendo. Ele puxou as cortinas e o sol queimou todo seu rosto, ele cai no chão rolando de um lado para o outro de dor

???- Aí aí aí, meu rosto

Mizuki- Caraca! Você tem o mesmo problema que eu! Pera aí, vou fechar a cortina. -fecho a cortina-

???- Merda! Falamos de mais, já deveria ter ido para minha casa faz tempo, mas espera...Você disse problema?

Mizuki- Sim, eu tenho isso dês de bebê, por ser muito pálida tenho uma alergia ao sol muito forte e toda vez que saiu nele me queimo de sair feridas, mas depois que eu saio dele em alguns minutos minha pele volta ao normal -ele ri- UE? Por que está rindo?

???- Você nunca achou isso estranho?

Mizuki- É... Não, os médicos disseram que é uma doença bem rarã. Bem... Passa isso aqui que você poderá sair no sol.

???- O Que é isso? -ele pega-

Mizuki- É um protetor solar que eu pai fez para mim, ele é bem forte dificilmente você irá se queimar no sol.

???- Mas ainda tem chance de se queimar?

So quando passar o efeito, então é melhor você ir "voando" -faço aspas com as mãos- para sua casa.  -ele passa o protetor-

???- Vou indo então.

Ele sobe na janela, da um sorriso, pula dela e some da minha vista. Logo depois disso voltei a dormir mesmo que depois de algumas horas acordaria de novo.

*As 6:00 AM* -Despertador tocando-

Mizuki- -Desligo o despertador e me espreguiço na cama- Aí que sono... -Boceja- Cada vez acordar cedo está ficando mais cansativo, ainda mais depois dessa madrugada... Ainda estou curiosa para saber quem era aquele cara e o que ele queria me contar.

Missy- -Bate na porta- Folha posso entrar?(Aff... Lá vem ela me encher a paciência)

Mizuki- Entra logo mãe...

Missy- Me desculpe por ontem filha...

Mizuki- Tanto faz mãe, já estou acostumada com isso. -Me levanto e vou no banheiro- Ah... Se era isso que queria dizer, pode sair.

Missy- É só isso mesmo.

Quando ela saiu do quanto pode ouvi que ela tentou falar algo, mas não consegui entender. Escovei meus dentes e coloquei meu uniforme [Que era quase igual a de estudante japonês] e fui para escola sem tomar café da manhã. Chegando lá, fui pegar as minhas coisas no armário e depois fui direto para sala. Sentando no meu lugar na penúltima carteira da parede.

*Bate o sinal*

"Poxa os gemios não vieram hoje... Eu queria tanto falar com eles, por que justo hoje eles tinham que faltar"

*A professora entra na sala*

Professora- Bom dia aulunos.

Alunos- Bom dia professora.

Professora- Hoje temos um aluno novo na escola... Pode entrar fofo. -ele entra-

Quando ele estou na sala eu fiquei em choque.

Professora- Pode se apresentar.

???- Olá turma! Meu nome é Christopher -ele da um sorriso- Não sou bom com palavras ou mesmo com apresentações, mas vim de uma escola muito longe, meus pais se mudaram para cá por causa de umas coisas que aconteceram -ele me encara- Espero que sejamos bons amigos! -Ele sorri-


Notas Finais


Até o próximo capítulo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...