História The Destroyer of Hearts - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, One Direction, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Cara Delevingne, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Niall Horan, Personagens Originais, Shawn Mendes, Shay Mitchell, Troian Bellisario, Zayn Malik
Visualizações 33
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey
Como prometido, voltei com mais um capítulo pra vocês
Boa leitura😘

Capítulo 16 - Eu amo você, mãe.


Eram quase 5h00 da manhã quando acordei, estava com uma sensação ruim. Levantei-me para ir até a cozinha beber um pouco de água, a casa estava totalmente silenciosa, caminhei em passos largos. Quando passei pelo quarto dos meus pais, escutei vozes, não sou dessas que fica ouvindo atrás da porta, mas depois de toda aquela história de mudança, eu passei a ficar mais atenta nas conversas dos meus pais, encostei meu ouvido na porta para poder escutar com clareza toda a conversa.
– Eu não consigo acreditar que você fez isso comigo – minha mãe dizia com voz de choro
– Eu estava bêbado, foi mais forte que eu – ele tentava se explicar.
Espera, é isso mesmo que estou pensando? Não pode ser
– Essa é a sua desculpa?! Não importa se você estava bêbado ou sóbrio, e porque justo com ela? Você sabe que ela é minha amiga e mãe de um dos melhores amigos dos nossos filhos – ela já soluçava, coloquei a mão na boca surpresa, isso não pode estar acontecendo
– Eu sei, me desculpe – ele começou a chorar também
– Eu quero o divórcio, e você vai sair dessa casa ainda hoje – ela disse com raiva – Será você que vai contar para os seus filhos, que dormiu com outra, e que essa outra é a mãe do Louis
– Ai meu Deus – disse para mim mesma, meus olhos já lacrimejavam, isso não, tudo menos isso. Corri para o meu quarto e tranquei a porta, me joguei na cama e chorei compulsivamente. Usei o travesseiro para abafar o choro, minha vida estava acabada, sempre tive meus pais como influencia para relacionamentos, eles mal brigavam, sempre os vi felizes. Sempre desejei ter um casamento como os deles, “o amor deles nunca irá acabar” era isso que eu pensava todos os dias, então era tudo uma farsa? Todos esses anos eu acreditei numa mentira?
Não percebi o tempo passar até meu despertador tocar, ele marcava 8h30 da manhã, sem nenhuma vontade, me levantei e fui tomar um banho. Me olhei no espelho, eu estava com o rosto inchado e olhos vermelhos, molhei meu rosto e escovei meus dentes, logo após entrei no box. Quando a água quente tocou o meu corpo senti meus músculos relaxarem, terminei de enxaguar meu cabelo e depois terminei o banho. Me cobri com um roupão e coloquei uma toalha no cabelo para tirar todo o resto de água que tinha ali, passei um pouco de hidratante corporal nos braços e nas pernas, penteei meu cabelo e procurei algo para vestir, o dia estava ensolarado então escolhei um short jeans e uma camiseta azul, calcei uma sandália e pronto.
Já se passava das 9h30, toda a conversa veio em minha mente mais uma vez, eu precisava falar com alguém sobre isso, pensei em Niall mas sei que sua reação não seria das melhores, me lembrei de Harry, isso, era com ele que eu falaria. Peguei meu celular e saí, desci as escadas apressadamente encontrando minha mãe na sala assistindo ao noticiário.
– Bom dia. – falei como se não soubesse de nada
– Bom dia querida, vai sair?
– Vou na casa do Harry, volto mais tarde. – Disse já abrindo a porta, ela apenas assentiu.

Quando cheguei a casa de Harry, toquei a campainha e sua mãe atendeu. Ela sorri ao me ver
– Bom dia, norinha – ela me abraçou, Anne me chamava assim desde que comecei a namorar com Harry, apesar de que, ela costumava me chamar assim bem antes, mas só para tirar “onda” com o Harry
– Bom dia, Anne – retribuí se abraço, ela me deu passagem para entrar – Harry está em casa?
– Está no quarto jogando videogame – ela riu – Pode subir, você já sabe o caminho – sorri para ela
Subi as escadas logo chegando ao corredor, o quarto era um dos primeiros, bati na porta e escutei um “Entre”, assim fiz. Ele estava jogado em sua cama, jogando algum jogo que não sei o nome, assim que passei pela porta ele me olhou, sorrindo em seguida. Me sentei ao seu lado
– Bom dia, amor – disse me dando um selinho
– Bom dia – deitei a cabeça em seu ombro, suspirando logo após
– Aconteceu algo? – Perguntou preocupado, pausando o jogo em seguida
– Sim – levantei a cabeça e ele me olhava atentamente – Meus pais vão se divorciar – encostei a cabeça em seu peito e comecei a chorar novamente
– O que? Por que? – Ele acariciava meus cabelos
– Ele a traiu, Harry – senti a raiva tomar conta do meu corpo – E o pior – fiz uma pausa – Foi com a mãe do Louis - Voltei a olha-lo, Harry estava boquiaberto. Ele piscou várias vezes tentando assimilar aquilo, não é para menos.
- Nossa – ele disse depois de alguns segundos – Por essa eu não esperava, logo a tia Johannah. Caramba. – Eu estava com vontade de chorar novamente
- Preciso contar para o Niall, mas não tenho coragem – suspirei derrotada, ele me abraçou
- Vai ficar tudo bem, você tem a mim – beijou minha cabeça
- Promete que nunca vai me abandonar? – Perguntei olhando fixamente para seus olhos
- Prometo – ele sorriu

Fiquei conversando com Harry por horas, ele me fez rir em todo momento, só ele mesmo. Ele acabou me dando coragem para contar ao Niall, não queria contar em casa, por isso chamei-o para ir à casa de Harry. Enquanto eu contava, percebi sua tristeza, mas infelizmente, sua raiva foi maior. Tentei acalmá-lo, mas não adiantou.
- Isso não vai ficar assim – ele disse chorando de raiva
– Não faça nenhuma besteira – implorei
Depois de muito insistir consegui convencê-lo. Vick também já estava a par de tudo.
– O Louis já sabe? – Niall perguntou depois de um tempo
– Provavelmente não. – Falei
– Se ele soubesse já teria ligado para nós – Harry falou, concordamos
– Precisamos ir para casa – falei – Temos que falar com eles – Niall assentiu.
Nós despedimos de Harry e de Vick, e fomos.
Quando chegamos em casa, nossos pais já nos esperavam na sala. As malas do papai já estavam prontas. Senti meu coração apertar.
– Já estamos sabendo de tudo – Niall sem olhar para o papai. Eles nos olharam confusos
– Eu escutei a conversa de vocês – confessei, mamãe me olhou triste
– Por que fez isso? – Niall perguntou olhando para nosso pai
– Eu não sabia o que estava fazendo – abaixou a cabeça – Me desculpem
– Não conte com o meu perdão – Niall falou com raiva, subiu as escadas rapidamente e bateu a porta do quarto com força.
– Não se posso te perdoar pai – uma lágrima escapou.
Ele me olhou triste, minha mãe observava tudo sem dizer uma palavra.
Ficamos alguns segundos naquela situação.
–É melhor você ir – mamãe disse sem olhá-lo.
Ele apenas concordou, me deu um abraço e foi pegar suas malas saindo logo em seguida. Voltei meu olhar para minha mãe, sem dizer nenhuma palavra, a abracei. Sabia que ela precisava de mim naquele momento tão difícil. E eu ajudá-la a superar tudo isso.
– Eu amo você, mãe – disse ainda abraçada com ela
– Eu também amo você, filha.


Notas Finais


Que bomba, isso ainda vai dar muito o que falar
Gostaram? Comentem!
Bjs😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...