História The Devil Angel - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Super Junior
Personagens Cho Kyuhyun, Choi Siwon, Han Geng, Heechul, Henry Lau, Kangin, Kim Kibum, Kim Ryeowook, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lee Sungmin, Park Jungsu, Shindong, Yesung, Zhou Mi
Tags Donghae, Eunhyuk, Hangeng, Heechul, Henry, Kangin, Kibum, Kyuhyun, Leeteuk, Ryeowook, Shindong, Siwon, Sungmin, Super Junior, Yehae, Yesung, Zhoumi
Exibições 94
Palavras 1.742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá povo lindo do meu coração

Sei que prometi que não demoraria, mas está fod*
Porém, vou tentar o meu melhor nos próximos capítulos porque estou com muitas ideias, o bloqueio já foi embora, amém!
Só falta a preguiça e a falta de tempo.

Boa leitura!

Capítulo 26 - Tea


Fanfic / Fanfiction The Devil Angel - Capítulo 26 - Tea

Você é tão incrível

Você é como uma flor pura baby

(Meu coração voa e segue você)

Magic – Super Junior

 

 

Donghae tomava um chá gelado, na sexta-feira à tarde, enquanto respondia alguns e-mails, estava feliz por vários motivos, e um deles era a vinda do amigo Ryeowook, que iria passar o final de semana com ele, outro era por ser sexta-feira, e o outro, bom, o outro era o Yesung, ele não podia mais negar o fato de que o presidente o fazia muito feliz.

Bebericou o chá, que o maior havia mandado entregar na sua sala, às 15h, e fechou os olhos, dando um sorriso agradecido.

-Donghae-shi!_a secretária invadiu sua sala, gritando.

O arquiteto se atrapalhou e derramou metade do chá na camisa social.

-Ah!_reclamou culpada._Desculpa Donghae, não foi por mal.

Victoria correu até ele pegando alguns lenços, entregando desajeitadamente à ele.

-Tudo bem. Por que quis me matar do coração? Acho ter um bom motivo._brincou, ainda se secando com os lenços, mesmo não ajudando muito.

-Adivinha quem acabou de pousar em solo coreano?

-Bruno Mars? Ovnis?

-Idiota. O Nchkhun!

-Seu noivo chegou?_perguntou animado.

-Sim! Então vim te avisar que estou indo embora e que mais tarde vamos sair juntos, e eu digo, eu, você e a coisa toda, quero te apresentar ele.

-Vic, ficaria agradecido, mas um amigo meu está chegando a cidade, não posso deixá-lo sozinho.

-Anjo, seu amigo é meu amigo, o leve também. Te passo o endereço mais tarde. Você vai, não é?

-Claro que vou. Quero conferir com meus olhos se esse tailandês é mesmo tudo aquilo como as fotos mostram, ou se é só filtro do Instagram.

-Meu amor, ele é aquilo tudo e muito mais. E não venha falar de filtro de Instagram não que seu macho é pior que eu e você juntos, parece até que o nome dele é filtro, de tanto que ele usa.

-Deixa de conversas e vá atras do seu macho que está esperando._disse corado.

-Que fofo. Ficou envergonhado porque eu disse que Yesung era seu macho?

-Tchau, Vic.

-Tem como você ser mais adorável?

-Adeus._disse tentando conter um sorriso, ao passar por ela e ir se limpar no banheiro.

Victoria retocada o batom, pronta para sair, quando escutou alguém tossindo, para chamar sua atenção.

-Chefe!_exclamou animada ao ver Yesung na sua frente.

-Pode me anunciar, por favor._pediu com um sorriso contido.

-Cansou de se pegar na sua sala e resolveu mudar de ares?_provocou.

-Cuide da sua vida, e me anuncie, sua serviçal.

-Abusado. E ele não está na sala.

-Onde ele está?_perguntou preocupado.

-No banheiro se limpando.

-Ele se sujou de novo? Como?

-Você conhece o Donghae, o desastre em pessoa._falou dando um sorriso amarelo._Eu tenho que ir.

-Você ainda tem mais uma hora de trabalho.

-Meu chefe Donghae me dispensou, bye._a chinesa saiu mandando beijo para o amigo, que se limitou a sorrir e seguir em direção ao banheiro.

 

 

-x-

 

 

-Banheiros serão sempre nosso lugar de encontro?_Yesung perguntou após surpreender o menor, que secava a camisa no secador de mãos.

-Parece que sim, já é a terceira vez, na quarta já vira rotina._brincou, mesmo envergonhado por estar sem camisa.

-Você sempre desastrado._disse encostando na pia de mármore, observando o peitoral exposto de Donghae.

-Dessa vez a culpa não foi minha._o menor se defendeu, lhe dando as costas, tímido por notar o olhar de desejo que o mais velho lhe dava.

-Como assim?

-Eu estava tomando o meu chá, obrigado por isso._disse virando o rosto e lhe dando um sorriso, Yesung apenas assentiu._Então ela entrou gritando na sala, me assustando, por isso derrubei o chá.

-Ela disse que a culpa era sua de ser sempre um desastrado._sorriu.

-Ela disse o quê?_perguntou indignado, se virando para Yesung que apenas riu dele.

-Isso mesmo que ouviu. Disse que você é um desastre ambulante.

-Que ousada, mas deixa pra lá, brigo com ela outro dia.

-Nichkhun deve ter chegado.

-Sim, por isso ela entrou gritando na sala.

-Agora está explicado. Posso?_perguntou se referindo a camisa, já seca, porém muito amassada. Donghae lhe estendeu a camisa e se concentrou em olhar o chão, e quando Yesung o ajudava a se vestir._Me lembra de nunca mandar entregar café quente na sua sala.

Donghae acabou olhando para ele, que estava focado em abotoar sua camisa.

-E instale uma enfermaria no meu andar, com remédios contra queimadura.

-Essa ideia também é boa. Pronto._disse alisando a camisa devagar, arrastando suas mãos no peitoral e nos braços do maior, que nesse momento, mordia os lábios de nervosismo.

-Obrigado._finalmente falou e Yesung se afastou.

-Preciso subir, e vê se para de se sujar.

-Yes sir._brincou batendo continência.

Yesung lhe deu as costas e caminhou ate a porta, Donghae respirou fundo, o alcançou e segurou sua mão.

-E-eu. Merda._murmurou, fazendo Yesung dar uma curta risada._Você vai sair com a Vic hoje a noite também?

-Claro. Que horário posso passar em sua casa para te pegar?

-Às nove?

-Ok. Até às nove.

Donghae, após a partida do Yesung, esperou alguns minutos para finalmente sair do banheiro. Ninguém reparou, mas andava pelos corredores com um sorriso enorme nos lábios.

 

 

***

 

-Por que viemos num restaurante tailandês se o Nichkhun acabou de vim de la?_Donghae perguntou assim que sentou, entre Yesung e o amigo Ryeowook, que lançava olhares furtivos ao Zhoumi, que parecia ter perdido a língua.

-Por acaso você come comida tradicional coreana todos os dias, só porque mora na Coreia?

-Sim. Quase todos os dias, na verdade 80% das vezes.

-Estou só pensando em vocês, que precisarão treinar o paladar, para quando forem no meu casamento.

-Você vai casar lá?_Yesung perguntou.

-Não sei, mas independentemente de onde seja, terá que ter comida chinesa e tailandesa.

-Por falar em tailandês, cadê o Khun?_perguntou Zhoumi, enfim abrindo a boca.

-Deu uma passada na casa de um amigo, mas já está chegando.

-Alguém sabe da Luna?_Yesung perguntou, e Donghae, na verdade, inclusive, seus amigos também sorriram, por que ele estava demonstrando que se importava com ela.

-Está esperando o namorado sair do estágio, para virem juntos._Victoria disse com naturalidade, e só então, arregalou os olhos, assustada.

-Na o quê?

-Namorado._Donghae brincou, levando uma cotovelada do amigo, que percebia o nervosismo do Yesung.

-Desde quando a Luna tem namorado?_perguntou a amiga, porém seus olhos, estreitos, se demoraram no Donghae, que se arrepiou e pegou o celular, para olhar o visor, ao invés de encara o maior.

-Desde pouco tempo. E não precisa se preocupar com ela, ele é um bom rapaz.

-Não estou preocupado._murmurou mal-humorado.

Todos na mesa reviraram os olhos, inclusive Ryeowook, que mal o conhecia, pois dele só sabia o que os funcionários fofocavam, e que o amigo estava ficando com ele. Na verdade, o menor quase teve um infarto ao ouvir isso, não sabia se era pelo fato de Donghae ter virado gay, ou por estar se envolvendo com o Anjo do demônio.

-Victoria-shi, você disse que a culpa do chá ter derramado na minha camisa foi toda minha?_perguntou tentando mudar de assunto.

-Eu? Imagina Hae, jamais diria isso.

-Que naja._Yesung sussurrou, fazendo a amiga gargalhar._E você disse que iria esquecer esse assunto hoje, não é Donghae?

-Eu disse?_perguntou divertido, olhando para ele, que acabou por lhe retribuir o sorriso.

-Disse sim.

-Obrigado por me salvar, Yesung.

-Olha quem chegou?_bateu palmas, animada com a chegada da Luna, que vinha quase arrastando um rapaz de traços bonitos e meigos.

-Olá gente. Boa noite._a menor cumprimentou, passando os olhos por todos, menos em Yesung, que lhe dava um sorriso sarcástico.

"Sua mãe sabe, Luna?"

"Não sabe, e com certeza não é você que vai contar."

-Gente, quero apresentar a vocês meu namorado. Pessoal, esse é o Changmin, Changmin, esse é meu irmão Yesung e seus amigos, Victoria, Zhoumi, Donghae e o...?

-Ryeowook._o menor responder.

-Ryeowook._completou.

-Prazer._diz fazendo uma leve reverência ao Yesung, e em seguida, sorriu para todos.

 O recém casal sentou, ainda observada pelo Yesung, que seguia sendo ignorado pela sua irmã.

Donghae, ao perceber a inquietação do maior, para a surpresa de todos da mesa, deitou em seu ombro, e por baixo da mesa, uniu suas mãos, entrelaçando seus dedos.

Yesung, com um sorriso cálido, acariciou a mão do menor, que sorria, assim como ele.

 

 

 

***

 

 

-Eu gostei muito de hoje, Nichkhun é bem legal, e visivelmente apaixonado por ela. Eles têm sorte.

-Sim, é um dos casais que acho mais bonito juntos._Donghae concordou. Tinha acabado de estacionar em frente ao prédio do menor, após jantarem e irem beber num karaokê, apesar do Yesung não ter cantado.

-Só não gostei de uma coisa.

-Do quê?_perguntou tirando o cinto, se virando para ele.

-De darem comida um na boca do outro._Yesung apenas gargalhou._Eu acho fofo, e já dei e recebi comida na boca em público, mas uma vez ou outra, já eles não. Passaram a noite inteira dando comida na boca um do outro.

-Bem, bem vindo à minha vida. Pois saiba que eles são assim desde que eram amigos. Tanto que são conhecidos como o "casal sem mãos".

-Não brinca._disse incrédulo, tirando o cinto também.

-Infelizmente não estou brincando, e mais alguns encontros com eles e você se acostuma.

-Tomara, por que foi constrangedor de mais._Donghae encontrou os olhos do Yesung, e mesmo estando escuro dentro do carro, o poste ao lado os iluminava._Será que deveria ter deixado Ryeowook na balada?

-Ele já sabe se cuidar, pode voltar de táxi, mas deixei Zhoumi e Victoria avisados de não o deixarem sozinho, caso fossem embora.

-Se você o deixou nos cuidados do Zhoumi, acho que meu amigo não voltará para casa hoje._brincou, rindo.

Yesung se aproximou, envolveu seu rosto entre as mãos e apenas tocou de leve os lábios com o seu.

-Isso seria muito bom._sussurrou, com a voz ainda mais rouca.

Donghae engoliu em seco, porém retribuiu o beijo com um mais profundo que o mais velho iniciou.

-Suba._Yesung o afastou com cuidado, quando o menor se aproximou._Você veio embora por que estava cansado, não quero te atrapalhar a dormir.

-Você não ia me atrapalhar._diz segurando a mão do maior, que ainda estava em seu peitoral, e sorriu, ao segurar aquela pequena mão._É, eu te convidaria para subir, se essa palavra não tivesse um peso tão grande.

-Se você quiser me convidar, não vou levar para o lado sexual da frase._brincou, aproximando a mão do menor até seus lábios, roçando de leve seus lábios nela.

Donghae sentiu um calafrio gostoso percorrer seu corpo, então sorriu.

-Então... Você quer subir?

-Eu adoraria.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...