História The door - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "Luba" Feuerschütte, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Lucas "LubaTV", Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Exibições 3
Palavras 253
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Everything is white


Anita P.O.V

Acordei quando senti um vento forte no meu rosto e chamei pelo nome do rafa

Rafa- hum...oi pequena- ele disse desviando o olhar e encolhendo os ombros

Eu- cade o tio luba e o tio bobão?- pergunto sentindo falta deles na van

Rafa- é que...eles...morreram

Eu- eles não vão voltar então? Nunca mais?- fico triste mas não choro

Rafa- é...nunca mais

               **quebra de tempo**

Depois de umas 3 horas, o rafa estacionou na frente de um celeiro e nós descemos da van

Rafa- bom vamos entrar aqui pra arrumar as coisas e comer

Quando eu e as meninas entramos no celeiro uma especie de bruxa apareceu e invocou muitos gárgulas , e matou o bebe da michonne com um feitiço

Michonne- MINHA FILHA....minha filha, minha filha...

Enquanto a michonne continuava falando coisas sem nexo, rafa empurrou a gente pra dentro, fechou a porta e gritou

Rafa- nem pensem em sair dai, eu e o negão vamos cuidar deles

Nós ficamos la paradas por uns 10 minutos ate que escutamos batidas na porta e as vozes dos dois gritando. Nós abrimos a porta e eu vi que o rafa estava muito triste, muito triste, mas MUITO TRISTE!!

Rafa- tem um monte daqueles bichos la, a gente não conseguiu acabar com eles- disse com uma voz de dar dó sentado abraçando os joelhos de cabeça baixa. Me sento na frente dele com as mãos nos meu joelhos o encarando até que ficou tudo branco e todos nós escutamos um grito agonizante....

[…]

CONTINUA



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...