História The Dragon and the Fairy - Nalu - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 141
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um cap aí pra vocês!!!
Espero que gostem, kissus😘

Capítulo 5 - A confidente de Layla


Fanfic / Fanfiction The Dragon and the Fairy - Nalu - Capítulo 5 - A confidente de Layla

- Lucy?! - A mulher a sua frente a olhava espantada. - Mas o quê…

     -… - Lucy não conseguia pronunciar nenhuma palavra sequer.

-Já se conhecem? - Perguntou Natsu curioso.

-Então é aqui que esteve todo esse tempo, Polska? - Perguntou surpresa. - Mas porquê você não…

-Lucy… v-vamos estrar! - A mulher a frente de Lucy parecia extremamente nervosa.

                                       Flash back on

-Lucy! - Layla chamava a filha.

-Sim ma-mãe! - A mesma ia em direção a mãe.

-O que eu já te disse sobre ir brincar na floresta? - -Chamou a atenção de Lucy.

-Mas mãe…

-Garota, escute sua mãe, já vi coisas terríveis lá… - Falou uma mulher de cabelos róseos se aproximando.

-Quem é essa? - Lucy apontara o dedo para Polska.

-Lucy!

-Tudo bem Layla, é só uma criança. - Lucy fizera um biquinho bobo assim que escutou isso. - Olha pequena, já vi ursos enormes, lobos, feras selvagens… - Cada palavra assustava \lucy, que só tinha cinco anos. - Dragões…

-Filha, essa é Polska, a curandeira que veio tratar da doença do seu pai, além de ser uma velha amiga minha…

                                                        Flash back off

 Era a lembrança de quando a conheceu, mas tinha muito mais… ela sumira no mesmo dia que Layla… por isso achavam que ela também tinha sido morta pelo dragão… mas não, ela estava na sua frente… como pode?

 Mas de uma coisa ela sabia, Polska era a melhor amiga de sua mãe, por isso sabia todos os segredos de Layla… Lucy se lembrava exatamente de vezes em que as viu cochichando pelos cantos.

- Mas… se estava viva… porquê não estava em seu reino? Lucy lembrava que na época ela tinha sido traída pelo rei… rei do qual Lucy não recordava o nome, e por isso tinha ido passar alguns dias no reino de Layla.

-Lucy por favor eu…

-Não… mas, você estava morta… - Sussurrava.

-Luce…

-Natsu já pode ir agora, volte amanhã. - Natsu obedeceu sem pensar duas vezes, parecia até ipnotizado… - Prometo que tenho explicações, vamos, entre.

 Lucy entrou na cabana obedientemente, observando o comportamento da velha à sua frente, que parecia extremamente nervosa…

 Dentro da cabana estava quente, a decoração de madeira rústica, parecia até um pouco macabra, haviam coisas dentro de potes em estantes, o fogo escarlate queimava em uma lareira, em uma mesa haviam vários livros bagunçados e haviam plantas de todas as cores na mesa também.

-Ok, pode explicar agora. - Fala Lucy seca.

-É-É sente-se aqui. - Polska apontou para uma velha cadeira na frente da lareira, Lucy se sentou obedientemente e Polska se sentou na cadeira a frente da de Lucy.

-Bem, estou ouvindo. - Lucy disse a olhando nos olhos.

-Eu fugi porque… - Ela se engasgava com as palavras. - Digamos que seu pai nunca gostou muito de mim, pela medicina alternativa que eu pratico.

-Certo

-Por isso, quando Layla morreu ele me expulsou de lá, e prometeu que se eu voltasse, eu seria queimada na fogueira… - Falou olhando o fogo. - E ele também achou que eu seria uma má influência pra você. - Falou agora olhando Lucy nos olhos.

" Quando mamãe morreu, meu pai permitiu penas de morte, já que ele é humano, pensa que a pena de morte vai resolver tudo, mas não vai…"

 E outra coisa… Lucy tinha que aprender as normas e leis para quando fosse se casar, ela seria útil e “ajudaria” seu futuro marido, assim ele não precisaria saber todas de cor… mas a sentença de ser queimada era reservada apenas à bruxas...

-Entendo… mas porquê não voltou ao seu reino em vez de ficar aqui? - Perguntou Lucy, realmente curiosa, e ignorando seus pensamentos anteriores.

-Igneel me traiu… eu não ousaria colocar os meus pés lá novamente… ele me usou, mas já tratei desse assunto. - Falou com mágoa no olhar, mas possuindo raiva na voz.

-Igneel?

-O rei do reino de Tártaros. - Falou.

 Lucy sentira a sensação que já escutara aquele nome antes… espera… “ O reino Tártaros propôs uma aliança” “ Você vai se casar com Zeref, o príncipe herdeiro do trono” Lembrava das palavras de seu pai… lembrava também que o filho mais novo de Igneel tinha sumido.

-Meu pai queria me casar com Zeref. - Fala Lucy fazendo uma careta.

-Z-Zeref? - Fazia um tempo que Polska não ouvia falar daquele nome.

-Sim, conhece?

-Lucy… - Um sorriso meio bobo se formou nos lábios de Polska. - Ele é meu filho.

-Seu filho com Igneel?! - Lucy parecia realmente espantada.

-Bom, chega desse assunto, já que é filha de Layla ficarei feliz em acolhê-la aqui. - Fala, “ Só por isso? “ - Pensou Lucy com uma gota na cabeça.

-Obrigada… - Lucy agradeceu.

   Lucy acabou dormindo no quarto do andar de cima, em um quarto que não era usado por  ninguém, Polska dormia no quarto do andar de baixo.

Lucy mal conseguia dormir, sua mente estava um caus, é a cada movimento seu aquela maldita cama enferrujada rangia.

- Que barulho irritante… - Sussurrou pra si mesma.

Lucy voltou seus pensamentos ao garoto de cabelos róseos que encontrara na frente do Lago ( quer dizer, ela a encontrara), onde será que ele vivia? Achava difícil acreditar que ele morasse em alguma aldeia ou coisa parecida, talvez na floresta como Polska?

De qualquer maneira, tudo nela a intrigava, as tatuagens pelo seu corpo, os lindos cabelos róseos, e os aqueles olhos penetrantes… pareciam ter a chave para todos os segredos que escondia, parecia que não a olhava apenas, olhava, a sua alma.

A foi com esses pensamentos que Lucy adormeceu, pensando em Natsu, em Polska… não prestando atenção nas vozes que conversavam em baixo de sua cabeça, no andar de baixo.

Com certeza, Natsu e Polska guardavam segredos inimagináveis, talvez, apenas Polska guardace ssgredos… memórias… que intereçavam tanto Natsu, quanto Lucy…

* * * * * * *

Enquanto isso…

- Quem é exatamente ela?

- Porque está tão interessado Natsu? - Perguntou Polska sem desviar os olhos do que estava fazendo.

- Deixa eu ver, porque você me pediu pra trazê-la aqui? E afinal, porquê ela te interessa tanto assim? - Perguntou o garoto sem realmente intender o que se passava na cabeca da velha.

- Está fazendo perguntas demais garoto. - Falou Polska olhando friamente para ele. - Vá para sua "casa", amanhã você pode voltar.

- Certo… - Perguntou Natsu se esquecendo de todas as perguntas que planejara perguntar, parecia estar em outro planeta, mas assim, obedeceu a ordem de Polska.


Notas Finais


Kissus😘😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...