História The Dummy - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Long-fic, Romance
Exibições 18
Palavras 1.974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello sweeties!
Como vocês estão?
Aqui estou eu com mais um capítulo!
E SIM!
POV de alguém diferente hoje!!
Espero que gostem!!
Boa leitura!!

Capítulo 3 - A festa


Melanie POV's on 

-Então alunos, quero a página 394 toda feita na quarta!- diz professora Thompson antes de deixar a sala

-Ei! Você dormiu a aula inteira!- eu reviro os olhos com a fala de Armin

-Eu não gosto de história...

-De qualquer jeito, a professora fez algumas brincadeiras. Então a aula não foi tãaao chata.- ele responde

-Mas continua sendo história. E eu não suporto história!- digo botando um ponto final no assunto.

Me levanto e ando em direção a Elizabeth, que conversava animadamente com Rosalya. Cutuco as duas de leve, que sorriem para mim. 

-Então... Onde é o refeitório?- pergunto para elas- estou morta de fome...

-É no final do corredor! Mas nos espere Mel! vamos te apresentar o pessoal!- Rosa diz

-Tanto faz... Desde que eu coma alguma coisa...

-Melanie, esfomeada como sempre.- Fala liz enxugando uma falsa lágrima.- você não mudou nada!

-Aff... Nem vem com essa de "eles crescem tãaao rápido" 

-Mas você nem deve ter crescido...-Rosa argumenta

- Foda-se. Agora vamos!- digo seguindo Liz, que estava me mostrando o caminho para o refeitório

Chegando lá, vi que tinha uma grande fila para pegar os seus alimentos. E também tinha a opção de pegar doces nas máquinas. Entre a comida e os doces, eu prefiro um milhão de vezes os doces.

Tiro una nota de dez euros do bolso, e compro dois chocolates. A maquina me devolve dois euros, e eu sigo meu caminho até a mesa. 

-Ei! Mel! Aqui!- diz Rosa, balançando suas mãos

-Oi gente.-eu me sento numa cadeira- ainda tentando passar daquela fase?

-Sim...-resmusga armin- como você já zerou o jogo?

-Me empresta o console?- ele me entrega o mesmo- valeu

-Oi gentee!- diz alexy animadamente- Oi Mel! Vejo que já conheceu meu irmão 

-Hum...- eu assinto, permanecendo os olhos na tela do console

-Ela também gosta de jogos?- pergunta Rosa entediada

-Sim. Com muito orgulho

-Finalmente aguém que me entende...

-E... Fatality.- digo junto ao jogo, entregando o console a Armin

-Finalmente você terminou esse jogo!- rosa suspira- então gente, mais tarde vai ter uma festa  a fantasia para comemorar o 1º dia de aula! Topam?

-QUEM, comemora o 1º dia de aula?

-QUEM NÃO, comemora o 1º dia de aula?- pergunta castiel que até agora estava calado

-Eu!!

-Aff... Sua sem graça...-resmunga liz- se quiser te emprestou uma fantasia...

-Não precisa. Eu sou cosplayer

- P-Pera... v-você disse... Cosplayer?- pergunta armin

-sim. Algum problema?

-Não! É que só tinha eu de cosplayer aqui na escola!

-Legal. Gente, até mais tarde.-digo me levantando- tenho coisas para fazer antes da festa. Bye.

-Tchau!!

Saio do refeitório, pouco me fudendo para o último horário. Era de educação física, e eu nunca me dei bem nessa matéria. Pego minha mochila na sala, e me preparo para pular a janela. Percebo que alguém está vindo. É agora ou nunca. Pulo, aterrissando perfeitamente no solo. Corro para a casa de minha tia, pegando um atalho pelo parque. Começo a caminhar em passos menores, podendo observar os detalhes daqui. Vejo que á minha esquerda tem um lago. Muito bonito para um lago de parque, nada contra lagos de parque! Mais normalmente eles costumam ser mais sujos do que o adequado.

Resolvo deixar uma ideia que tinha para outra hora, e seguir meu caminho. Paro em frente a casa de minha tia para verificar se ela já tinha chegado. Vejo que não há nenhum carro em sua garagem, então simplesmente entro pela porta principal. 

Deito em minha cama e me dou ao luxo de um pequeno cochilo. No meu sonho, vejo quatro pessoas. Duas adultas, uma pequena criança, e mais afastado, um adolescente.

Em um momento, os dois adultos vão embora, deixando apenas o adolescente e a criança, que agora chorava. 

A criança então, se levanta. Ela caminhava em direção ao adolescente. A cada passo que dava, parecia que um ano de sua vida havia passado. Em questão de segundos, ela já estava da mesma idade do adolescente.

O adolescente que até então estava parado, abre os braços, num gesto para a menina se aproximar. No mesmo instante, ela corre na direção de seus braços, depositando um beijo em seus lábios logo em seguida.

Assim que encerram o beijo, eles juntão suas mãos. Um de frente ao outro. Logo depois, estão em o que parece uma cerimônia de casamento. A menina parece radiante entrando no lugar. Enquanto o adolescente, que agora é um homem, observa com um sorriso no rosto.

Depois, a mulher aparece de mãos dadas para uma criança, e o homem com outra em seus braços. 

De repente, eles voltam a ser adolescentes. Bem na hora que eles se beijam. Só que com detalhes. Agora dá para ver nitidamente que aquela menina sou eu. Que aqueles adultos de antes, eram meus pais. Que aquelas crianças, eram meus filhos. E que o adolescente, que não conseguia ver o rosto, era meu futuro marido.

Acordo num pulo, dando visão ao meu quarto. Ainda meio tonta, ando cambaleando para o banheiro. Ligo a água da banheira, botando alguns sais de banho dentro. Preciso relaxar depois desse sonho. Tiro minhas roupas, dando uma leve olhada no espelho. Uma menina baixinha e tábua. Como sempre... Entro na banheira e me deixo pensar sobre o que acabou de acontecer.

Depois de um tempo, saio de dentro da banheira, enrolando uma toalha em meu pequeno corpo. Sigo para meu closet, dando uma olhada nos meus cosplays. Meus pais podem ter me abandonado, mas deixaram uma boa quantia de dinheiro. Desse dinheiro ¾ são para a faculdade. O resto, eu uso para comprar coisas. Como meus cosplays. 

Penso em usar uma de gato risonho, mas eu teria que por uma peruca. E eu não estou com cabeça para isso hoje. Poderia usar uma de Yuri Plitseky*, mas ninguém conheceria. Aishi Ayano*? Não... Encenação demais... Então eu olho pro lado, e lá está ela. Meu xodó! Ou seja... Meu cosplay de Asuna! Ela é uma personagem conhecida, que não precisa de encenação e/ou peruca!

Com cuidado, tiro a roupa do cabideiro, a depositando em minha cama. Ponho um roupão, rosa como sempre, de seda para começar a fazer minha maquiagem. Algo mais leve, só para esconder as imperfeições. 

Passo um produto que deixa meus fios loiros um pouco mais escuros. Começo a secar meu cabelo, deixando ele beeeem liso. Faço o penteado da personagem, caprichando em cada detalhe possível. 

Então, com muito cuidado para não estragar o cabelo, visto a roupa. Só que meus braços são pequenos demais! Não consigo fechar o zíper... Então como minha tia já havia chegado, desco as escadas para pedir que feche a roupa para mim.

De primeira, ela tomou um susto. Porque eu estava quase irreconhecível. Quer dizer, eu estava outra pessoa. Como sempre fui muito boa em maquiagem, dei uma esticada em meus olhos, como se eu fosse uma japonesa legítima.

Mesmo eu não deixando tirar fotos, tia Agatha pegou sua câmera para me fotografar. Mando uma mensagem para liz, pedindo o endereço de rosalya. Até que não é tão longe daqui... Na verdade é na próxima rua. 

Dou comida para Hedwig e Chewbacca antes de sair. Me despeço de tia Agatha, seguindo caminho para a casa de Rosalya. Percebo que esqueci minha espada. Volto correndo para casa de tia Agatha. 

Mas no meio do caminho trombo com alguém. De um jeito que nós dois caímos no chão juntos.

-Ai...-digo esfregando minha cabeça

- M-Melanie?- eu olho para quem falou

- A-Armin?


Armin POV's on

Eu estava caminhando em direção a festa de Rosalya. Alexy havia ido mais cedo, pois iria ajudar na decoração. Isso até foi bom, pois ele não iria ficar reclamando do meu cosplay. Eu estava quase na esquina, quando uma menina veio correndo e trombou em mim. Nos fazendo cair no chão.

-Ai...

- M-Melanie?

- A-Armin?

- Você também está indo para a festa da Rosalya?- pergunto, mesmo já sabendo sua resposta

-Sim! Só que eu esqueci a minha espada em casa...- ela suspira- aliás, cosplay de kirito legal!

-Valeu! O seu de asuna também ficou bem detalhado! 

- Armin... Você pode me acompanhar até a casa de minha tia- ela pergunta- não é muito bom eu ficar andando sozinha...

-Mas é claro! 

-Obrigada!

Andamos em silêncio até a casa de sua tia. Não um silêncio ruim, um silêncio confortante. Era como ela estivesse se preparando, ou me preparando para algo. Sei lá

-Tia Agatha! A senhora viu minha espada?

-Vish! Nem cem com senhora não mochinha!- diz uma mulher de cabelos rosas- eu tenho 34 anos viu! E quem é ele? Entrou hoje na escola e já está pegando uns gatinhos?

-Não tia...-ela diz corada- eu encontrei o armin na rua, e eu pedi para ele me acompanhar até aqui para eu pegar minha espada.

-Aff... Na sua idade eu não dava bobeira não. Mas aqui está sua espada! Divirtam-se crianças!!

-Me desculpe por ela...-diz mel assim que saímos de lá- minha tia é meio doidinha...

-Ela parece ser legal!

-Ela é! Mas meio doidinha!- sorri abertamente- sempre gostei dela, desde criança. Mas meus pais não queriam que eu mantesse contato com ela...

-Não liga para isso! Agora temos uma festa para ir!

-OK! Kirito-kun! -diz rindo

Chegamos na casa de Rosalya alguns minutos depois. Elizabeth ,fantasiada de chapeleira maluca, que também gosta de SAO*, foi ver o cosplay de Mel. Enquanto falava que estavamos assim por que combinamos, ou que era fantasia de casal.

-E ai irmão!-diz alexy já bebado- tudo  cima?!

-Alexy, você está cheirando a álcool.

-Pequeno Armindoim- ele passa um braço por cima deeus ombros- As vezes nem sempre você está certo! Ta vendo essa garrafa?- ele aponta para uma garrafa que estava segurando- me falaram que era água, mas na verdade era vodka.

-E??

-Ai eu fiquei assim! SÓBRIO!! Meus Deuses das tigresas! Essa é minha música!- ele corre para a pista e começa a dançar

-O Alexy ta bem?- Pergunta Melanie com um copo 

-Ah, ele bebeu um pouco...

-Vish... Seu irmão é fraco com o Álcool?

-Um pouco...-digo- mas eu sou mais... Bebo um shot e já fico tonto

-Aff... Deve ser genético.- ela vira o copo- eu quase nunca fico bêbada. Mas hoje, essa é minha meta. Então, falooou...- diz antes de sair dançando

-Gente!- diz rosalya- Vamos jogar algum jogo?

-Que tal Eu nunca?- sugere Kim- é bem divertido e quase ninguém fica sóbrio

- A-HAAAA!- grita melanie- Era isso que eu estava procurando!- ela chega com uma garrafa de catuaba na mão- Que foi gente?

-Vai encarar isso baixinha?- pergunta castiel

-Ô cabelo de menstruação. Eu bebo já faz muito tempo. Isso, -aponta pra garrafa- é a minha única fraqueza.

-OK, então faremos o jogo com isso.- rosalya toma a garrafa de sua mão- as regras são o seguinte, eu vou falar uma frase. Tipo, "eu nunca bebi... Champagne!" aí quem já tiver feito isso, bebe um shot.

-Eu não vou participar.-digo de longe- tenho que levar algumas pessoas para casa. E para isso preciso estar sóbrio.

-Aff armin... Deixa de ser careta!- fala iris de longe

-OK... -suspiro pesadamente- Mas só essa!

-Prontos?-pergunta rosalya- Eu começo! Eu nunca me mudei de estado!- Liz e Mel bebem um shot

-Eu nunca perdi a virgindade!- diz Melody. Então Castiel, Rosalya, Lysandre, Kim, Leigh, Dajan e surpreendedoramente, Mel, tomam um shot.

-Eu nunca gostei de uma menina amorosamente!- diz alexy. Todos os meinos bebem mais um shot

-Minha vez!- diz Melanie- eu nunca tive um gato!- viollete, rosalya, nathaniel, e Melody bebem um shot

Ficamos jogando por um bom tempo. Até agora eu não tinha bebino nada. Melanie, já estava totalmente bêbada e não tinha consciência do que fazia.

- E-Eu nunca beijei alguém...- Diz viollete. Todos bebem mais um shot, menos eu

-É sério isso armin?- pergunta melanie. E eu assinto.- vou resolver isso...

Não tive tempo de associar suas palavras. Melanie sentou em meu colo, passando suas pernas por minha cintura. Em menos de um momento, nossos lábios se selaram. Ouvi palmas de outras pessoas. Não sabia direito o que fazer, então simplesmente a puxei para mais perto de mim, deixando nossos corpos colados. Não sei quem foi, nem quando foi, mas eu vi um flash.

E talvez esse fosse o começo de nossa história juntos...












*Yuri Plitseky: Personagem de um anime super fofo (Vulgo Yuri!! On ice)

*Aishi Ayano: Yandere-chan *-*

*SAO: sword art online. Um anime muito legal! Recomendo


Notas Finais


Para quem não entendeu:
Liz=Elizabeth
Rosa=Rosalya
Mel=Melanie

Quarto da Mel: http://pin.it/nqIYE_f

Cosplay da mel: http://pin.it/pUf16uO

Cosplay armin: http://pin.it/paQsOQ6


Hehe! O que acharam?
Caralhooo! Dei muito trabalho nesse cap!
Espero que tenham gostado!
Comentem! É de graça e indolor!
Xoxo sweeties!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...