História The Empire's Umbrella - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Ada Wong, Albert Wesker, Chris Redfield, Claire Redfield, Derek C. Simmons, Excella Gionne, Ingrid Hunnigan, Jake Muller, Jill Valentine, Leon Scott Kennedy, Ozwell E. Spencer, Personagens Originais, Piers Nivans, Sherry Birkin, Steve Burnside
Tags Ada Wong, Leon S Kennedy, Resident Evil, Umbrella
Visualizações 20
Palavras 486
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores do meu kokoro <3
Demorei um pouco mas voltei.
O capítulo de hoje será narrado pelo James. Espero que gostem e boa leitura ♡

Capítulo 18 - Regenere-se


Eu e meu pai estávamos caminhando lentamente pelo infinito corredor de cor branca quando escutamos um chiado de televisão que vinha de uma das inúmeras salas. Papai se aproximou da sala que estava com a porta meio aberta. Ele olhou para mim e fez um sinal com a cabeça que dizia "entrar e cobrir". Contou até três e nós entramos. Eu empunhei a arma firmemente, verifiquei todos os lados da sala e constatei que estava vazia. 

Havia um painel com várias telas na sala. Mostravam imagens das câmeras de segurança.

- Podemos ver a mamãe e Mackenzy por aqui. - Eu disse ao papai.

- Ótima ideia. Vamos procura-las. - Papai disse enquanto se aproximava das pequenas telas. Nós procuramos por um longo tempo.

- Achei! - Papai falou. - Quem esse merda pensa que é?! - Papai gritou enquanto socava a mesa. Ele se levantou tão bruscamente que a cadeira na qual se sentou enquanto fazia sua busca, se chocou contra a parede oposta ao painel. 

- O que foi, pai? - Perguntei enquanto me aproximava de tela. - Puta merda! - Exclamei.

Quando finalmente olhei a tela, me deparei com a minha irmã deitada e amarrada em uma cama. Um médico loiro injetava um líquido roxo nela. Ódio e fúria queimavam dentro de mim. Eu ia matar aquele filho da puta com minhas próprias mãos.

Papai estava do outro lado da sala apoiado na parede. Ele se afastou da mesma e veio em minha direção. Parou por um momento, passou uma das mãos nos cabelos e disse:

- Vamos atrás delas. Vamos matar esse desgraçado. - Ele falou com raiva evidente na voz.

- Mas onde elas estão? Para qual lado ir? - Perguntei.

- Olhe a cor da porta. - Ele disse se apoiando na mesa. 

Eu olhei a tela a vi que a porta era da cor azul. Papai viu também.

- É azul. Deva ser na ala de pesquisa. Vamos. - Ele disse indo em direção a porta.

                              ***

Fora da sala, nós seguimos para a ala de pesquisa. Seguimos os mapas e as placas nas paredes. Final do corredor onde estávamos, havia duas grandes portas azuis. 

- Deve ser a tal ala de pesquisa. - Eu disse enquanto olhava para meu pai.

- Sim, vamos entrar. - Ele respondeu é abriu a porta cuidadosamente.

Atrás da porta, tinha um longo corredor e infinitas portas azuis. Como eu já esperava. Nós começamos a verificar todas elas, uma por uma. 

Vazias. Todas as salas que checamos estavam vazias. Seguimos para para o final do corredor. Antes de chegarmos, ouvimos uma respiração ofegante, rápida, como se alguém estivesse com dificuldades de respirar. Eu olhei para o papai, confuso e vi que ele estava com uma expressão de já saber o que estava por vir. Quando viramos a esquerda no final do corredor, nos deparamos com uma criatura alta, cinzenta, de olhos vermelhos e que possuía dentes bem afiados.

- Que porra é essa?! - Falei assustado.


Notas Finais


E aí? O que acharam da aparição do nosso velho amigo? Espero que tenham gostado e me perdoem por qualquer erro ortográfico e se tiver ficado curtinho. Até o próximo e kissus de luz ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...