História The Eve ( EXO ) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Kai, Kokobop, Kris, Kyungsoo, Lay, Luhan, Romance, Romance Exo, Sehun, Suho, Tao, The Eve, Xiumin
Visualizações 749
Palavras 1.352
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi :B
Obrigada a todos que lêem, favoritam e comentam minha fic.

Tem maknaes que não prestam, mas o Sehun, gente o Sehun... É O SEHUN!!! 😂❤️

Capítulo 5 - Capítulo 05


Fanfic / Fanfiction The Eve ( EXO ) - Capítulo 5 - Capítulo 05

Bemmi

Jantar com os garotos havia sido incrível, eles eram mais calados do que pensei, mas eu gostava de estar entre eles, durando a refeição resolvemos que eu dormiria nesse quarto onde estou, que no caso é o mesmo do Suho.

Pego minha mochila e me sento na cama, mas depois lembro do que iria fazer antes de dormir: Falar com o Kai!

Saio do quarto e caminho batendo na porta ao lado. Me deparo com o garoto magro e alto do qual eu não sabia o nome ainda.

- Oi, qual seu nome? – pergunto e ele me olha, ele estava confuso quanto a seu próprio nome?

- Sehun. – ele responde.

- Você divide o quarto com o Kai?

- Não, o quarto do Kai é aquele último ali. – ele aponta e eu olho em direção.

- Sehun, você acha que o Kai esta bravo e por isso não jantou com a gente?

- Ahn… Talvez. – diz Sehun concordando com a cabeça. – Acho que você poder fazer algo por ele.

- Posso? – pergunto alegre e ele sorri.

Kai

O Sehun me perturbou tanto para ficar com ele na hidromassagem que eu assim fiz, ele tentou me acalmar e falar sobre assuntos variados para eu não pensasse no que aconteceu hoje.

- Que horas são? – pergunto bocejando.

- Dez. – responde Sehun. – Acho que devemos dormir.

- Concordo. – nos levantamos e saímos da hidromassagem. Eu entro dentro da casa e tiro meu calção e cueca, me enrolo na toalha e subo.

Entro em meu quarto e estendo a mão para ligar a luz mas paro no momento que sinto alguém me abraçar.

- Oi, Oppa. – ouço uma voz feminina. Não acredito que Bemmi estava no meu quarto, me abraçando e me chamando de Oppa, ela sabia que eu adorava isso?

- Oi. – sorrio e ligo a luz, ela se desprende do abraço e eu me viro para ela.

- Como foi o banho? Esta melhor? – ela pergunta de forma fofa e me faz sorrir.

- O banho foi bom. – falo e passo minha mão sobre meus cabelos molhados e ela faz cara feia por eu ter molhado ela com meus fios, começo a ri e ela também.

- Vou passar a noite aqui, Oppa.

- Aqui no meu quarto???

- Aqui na casa. – Bemmi fala sorrindo. Ok, talvez eu estivesse animado demais ou pensando besteira… Mas era apenas eu com uma toalha e ela em meu quarto.

- Vai dormir em que quarto?

- No mesmo que passei o dia.

- Com o Suho???

- Não sei, acho que o príncipe não irá querer isso. – fala ela pensativa. Ela é tão estranha, mas eu gosto dela. – Ele me ajudará a achar minha mala amanhã.

- Que bom. – digo e sorrio. – É… Quero dizer que não foi culpa sua eu e o Suho brigarmos. – falo.

- Sua pele é bonita, Oppa. – ela fala olhando meu abdômen, rio pela sua expressão inocente e ela volta a olhar para meu rosto. – Você e o Suho são bons amigos, mas você precisa pedir desculpas a ele.

- Eu? – falo franzindo o cenho. – Sim! Vou chamá-lo. – ela diz e sai do meu quarto.

Suho

- Príncipe. – a Bemmi aparece na porta do quarto e eu respiro aliviado.

- Onde você estava? Já estava te procurando. – ela abre a boca mas eu desisto de me interessar por isso. – Uma de minhas chaves sumiram da mala, você pegou?

- Não, príncipe. – ela responde. Eu não entendo porque ela ainda me chama assim.

- Tá, e onde estão? – pergunto a encarando e ela vem até mim e segura em meu braço e me puxar para sairmos do quarto. Provavelmente a louca ira me mostrar onde estão as chaves, então apenas a sigo. Entramos no quarto do Kai e ela fecha a porta. – As chaves estão aqui?

- Que chaves? – pergunta Kai saindo do banheiro apenas de toalha.

- Não estou entendendo. – digo desviando o olhar para a Bemmi. Ela olha para mim e depois para Kai e leva as mãos uma a outra e junta-as sorrindo para nós dois.

- Ok, já que você está assim eu falo. – diz Bemmi olhando para Kai e depois se aproxima dele e me olha. – Kai pede desculpas por ter te batido.

- Eu não disse isso. – Kai fala e eu fico confuso e depois rio da situação.

- Tudo bem, Kai. Eu acho que… Posso ter sido insensível. – falo. Apesar se eu ser gentil, um ótimo líder e ter as melhores intenções as vezes realmente sou insensível.

- Isso são as suas desculpas? – pergunta Kai.

- Eu queria te ajudar. – digo.

- Não se culpe se suas intenções foram boas. – diz Bemmi olhando para mim. Acho que essa é a primeira coisa com lógica que sai da boca dela.

Olho para o Kai que olhava para a garota e depois para mim, eu o encaro e sorrio fraco.

- Sei que de intenções boas o inferno está cheio, mas… - digo movendo as mãos. – Não quis te magoar, Kai. - digo e Kai respira fundo e olha para os lados.

- Tá. – ele fala. – Estamos bem. – ele fala depois de um tempo.

- Vocês combinam. – Bemmi fala cortando o silêncio e nos olha ainda segurando as duas mãos na altura do queijo. – Assim como eu e o Lay. – ela diz e eu começo a rir, Kai olha para ela confuso e depois ri junto comigo.

- Quem te disse isso? – pergunto ainda rindo. Ela sorri alegre por ver eu e o Kai sorrindo e morde seus lábios, até que seu sorriso era quase tão bonito quanto suas pernas…

Kai se afasta dela e pega suas roupas dentro da mala, ele entra dentro do banheiro de novo e eu tento me lembrar o que estava fazendo antes de vir para cá, tenho a impressão que precisava achar algo…

- Kai pode te ajudar a achar a chave. – Bemmi diz e então eu me lembro. No momento que vi que havia perdido as chaves eu achava que tinha sido a Bemmi, mas agora não consigo pensar isso.

- Sim. – apenas concordo e me aproximo da porta do quarto e percebo que esta trancada. Viro meu rosto e olho para ela. – Você trancou a porta? Devolve as chaves. – falo sério.

- Eu não tranquei, só fechei. – Bemmi fala e se aproxima da tranca. – Olha, eu fiz assim. – ela mostra e tenta abrir a porta mas não consegue.

- O que houve? – Kai se pronuncia.

- Ela nos trancou. – falo. Bemmi é adorável as vezes, mas me aborrece quase sempre.

- Bemmi, já estamos bem, pode abrir. – diz Kai se aproximando da garota.

- Mas não fui eu. – Bemmi fala com cenho franzido. Ela não tinha uma ruga no rosto, suas bochechas claras faziam seus lábios ressaltarem no vermelho rosada de sua boca.

- Ah, tudo bem, deixa eu ver se tenho aqui. – digo passando as mãos sobre os bolso da calça.

Bemmi

Kai sorri e vai se sentar na sua cama, o olho e ele me chama com as mãos.

- Eu não fechei a porta. – falo ficando de frente a ele.

- Ok. – ele sorri de lado. – Senta aqui. – diz ele dando levas batidas na cama. Me sento ao seu lado e Kai me olha aproximando seu rosto do meu. – Eu entendi quase tudo… Só não compreendi o por quê do Suho. - Eu não havia entendido o que o Kai falou mas tá bom, né.

- Fico bem sabendo que estão bem.

- Sim… Por causa de você as coisas ficaram melhores. – ele diz e o ar que sai da sua boca toca meu rosto e eu sorrio sentindo cócegas.

- Não achei nada, estamos trancados acho que vou gritar para os meninos… Virem. – Suho fala olhando de forma diferente para eu e o Kai.

- Pode dormir nessa cama, Suho. – diz Kai apontando para a outra cama.

- Eu e a Bemmi? – pergunta Suho cruzando os braços.

- Não, só você mesmo. – diz Kai rindo e eu me levanto.

- Podemos juntar as duas camas e dormir nós três! – falo sorrindo pela minha brilhante idéia.


Notas Finais


Muito povs? Bem, talvez eu ainda acrescente mais... Depende do rumo da história.

Adoro quando sem querer fico presa com o Kai e Suho, sempre acontece ✌️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...