História The Eve ( EXO ) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Kai, Kokobop, Kris, Kyungsoo, Lay, Luhan, Romance, Romance Exo, Sehun, Suho, Tao, The Eve, Xiumin
Visualizações 658
Palavras 1.167
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi...
Então
Leiam 🌚 bj

Capítulo 9 - Capítulo 09


Fanfic / Fanfiction The Eve ( EXO ) - Capítulo 9 - Capítulo 09

Suho

Durante a janta estava tudo bem, conversamos sobre diversas coisas e ninguém tocou no assunto da ida da Bemmi, ela parecia bem alegre e eu creio que o Kyungsoo resolveu as coisas então resolvi não me intrometer em nada. Assistimos um filme e os garotos compararam a Dori com a Bemmi, rimos e concordamos que realmente parecia.

- Eu vou te dar um pijama meu, ok? – pergunto vendo Bemmi sentada na outra cama que ficava consideravelmente distante da minha.

- Sim, príncipe. – ela concorda e me olha. Me levanto e pego um de meus menores pijamas, porém tenho certeza que ficará bem grande nela.

- Meu nome é Kim Junmyeon. – falo a entregando a roupa dobrada.

- Existem muitos Kim aqui na Coréia né? – ela pergunta se levantando e eu volto a minha cama.

- Sim.

- Mas você é o meu favorito. – diz ela e eu vejo-a em pé a tirar a blusa.

Vejo a silhueta do seu corpo e mordo meu lábio infeior. “Bemmi, você não deveria se trocar na minha frente” era isso que eu deveria dizer, mas eu não conseguia, não conseguia falar coisas muito intelingentes perto dela, viro meu corpo e pego meu livro e tento me concentrar na leitura.

Ela é uma criança, ela é problema, ela é dez anos mais nova, ela é louca”, estes eram apenas uns dos motivos para eu não vê-la trocar de roupa. Mas daí em questão de segundos eu esqueço tudo isso e olho por cima do meu livro, vendo ela apenas com minha camisa. Que curvas...

- Sua calça cai. – Bemmi diz sorrindo e colocando a peça de roupa em cima da estante. – Acho que seu bumbum é muito grande, hihi. – ela ri colocando a mão sobre a boca.

- Eu sou um homem, né? – digo e acabo rindo da situação e me enrolo no edredom.

- Sim. – ela concorda. – Boa noite, príncipe. – ela ainda me chamava assim, porquê?

- Boa noite. - respondo e desligo as luzes do quarto.

(…)

Abro meus olhos sentindo algo gelado em minhas pernas, isso me incomodou a ponto de eu acordar do meu sono.

- Bemmi? – falo vendo que o “algo” gelado era seu pé roçando na minha perna. Levanto o edredom e levo a perna nua dela por cima do meu quadril e sua mão em cima da minha barriga coberta pela camisa.

- Estava com frio… - ela diz e eu a olho.

Nos encaramos e eu umedeço meus lábios, nossos olhos se encaravam e eu via a inocência em seu olhar, mas sua voz me parecia tão maliciosa. Engulo seco e vejo ela se levantar e se sentar em cima de mim.

Suas pernas estavam uma de cada lado do meu quadril e sua intimidade bem em cima da minha, eu estava boquiaberto e impressionado, minha atenção estava totalmente nela mesmo sem fazer idéia do que ela faria a seguir.

- Quero sentir seu corpo quente, príncipe… - ela fala e coloca as mãos por dentro de minha camisa.

- Suas mãos estão geladas… - falo sentindo-as em meu abdômen. Sinto elas deslizarem e eu sorrio para ela. Estava adorando aquilo… Droga.

- E as suas?... – ela pergunta tão inocentemente sexy. Mordo meus lábios e começo a alisar a sua perna, eram tão lisas. – Quentes. – ela comenta.

Subo as mãos até o seu quadril, estava concentrado demais em seu corpo mas eu podia ouvir a sua risada baixa e charmosa. Sinto sua calcinha fina ao redor de seu quadril e prenso levemente seu corpo contra o meu. Mordo meu lábio inferior e subo o olhar até seu rosto, ela era tão bonita.

- Que bom que eu tenho você, Suho…

- É?... – falo mais insinuativo do que ela. Ela vem se aproximando de mim e coloca suas mãos em meu pescoço, sentia o deslizar de suas unhas por aquela região.

- Sim, se não quem iria me proteger? – ela pergunta com olhar sonso e eu sorrio. – Quem iria me aquecer?...

Aperto seu quadril e ela arfa, e eu agora eu me dou por vencido e começo a movimenta-la sobre meu membro ainda coberto pelo calção, mas mesmo assim ainda sentia o calor de sua intimidade contra a minha.

Bemmi

- Bemmi… Bemmi… - acordo ouvido vozes do Suho e me sento e o vejo deitado na cama. Ele se mechia um pouco.

- Fica aqui, Tifu. – digo para meu gato de pelúcia e saio da minha cama e me sento na cama do Suho.

- Ahn… - ele faz sons estranhos e eu então eu percebo que ele não estava bem.

- Suho. – falo calma e começo a mecher seu braço.- Suho, acorda! Suho. - Ele abre os olhos e sua boca esta aberta também.

- O quê?... – ele diz confuso.

- Você estava tendo um pesadelo e me chamou. – explico. Estava com pena do Suho, ele me olhava tão confuso. – Tudo bem, eu estou aqui, não precisa ficar com vergonha, bobinho. – falo sorrindo e Suho se senta na cama. – Você esta um pouco suado, e olha que a noite esta fria.

- É… - ele fala olhando os lençóis. – Bemmi…

- O quê?

- Nada. – Suho diz e se levanta da cama e vai ao banheiro.

- Suho! – me levanto mas vejo ele fechar a porta do banheiro.

Porque ele estava assim? Eu não entendo. Não precisava se envergonha por pesadelos.

Passa uma meia hora e depois o Suho sai do banheiro e vejo que ele tomou banhou.

- Quer que eu durma mais você? – pergunto e ele se mantém em silêncio, ele para de frente a sua cama e olha para ela e depois para mim.

- O que você esta fazendo comigo ein? Você… V-você… - Suho fala e aponta para sua cama.- Você estava ali!

Me levanto e vou para a sua cama e me sento. Eu realmente estava sentada na cama dele antes dele entrar no banheiro.

- Não! Sai daí! – ele diz e eu me levanto da cama e volto a minha. - Se enrola e para com isso. – ele diz jogando um lençol para mim. Sorrio vendo ele tão fofo!

- Tá bom, sonhos nos deixam nervosos mesmo, Suho. – explico. Era totalmente normal ficar assim depois de pesadelos, mas fico feliz que Suho tenha me chamado.

- Sim, certo, certo. Boa noite! – Suho diz e desliga a luminária. – Denovo!

Me deito em minha cama, tento dormir mas fico pensando se ele já esta dormindo, então me levanto e vou até sua cama e me ajoelho no chão. Ele abre os olhos e me olha, sorrio para ele e mostro o Tifu e então ele sorri também.

- Estou aqui se precisar de mim, Suho. – falo.

- Espero não ter que precisar. – ele diz e umedece os lábios, Suho tinha lábios bonitos. – Vai para sua cama antes que eu desista.

- Tá bom. – sorrio e volto a minha cama e me deito. Teria que dormir, mas estava tão feliz por ele me chamar enquanto passava por problemas.


Notas Finais


Kkkkkkkkkkkkkk
Ai ai
Choro de rir do Suho
O que será que ele fez meia hora no banheiro? 👀
Bemmi está feliz por Suho confiar nela quando tem pesadelos, muito bem Bemmi!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...