História The Exception - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Jaylor, Norminah, Romance, Trolly
Exibições 158
Palavras 1.512
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leituras Amores 😎😎😎

Capítulo 16 - Confession


Monday- 14:30 Pm. Miami 



 

          Pov Júlia Hansen...




 

Fui para a casa da dinda Camila, concentrada na estrada, porém com a cabeça nas nuvens. Meus pensamentos estavam no beijo de Taylor que para mim estava se tornando viciante, não conseguia ficar muito próxima, sem ter os seus lábios nos meus…


 

Cheguei lá em pouco tempo, o trânsito estava ótimo e não perdi tempo algum. Dinda estava sozinha, hoje Lauren está trabalhando no consultório e a Sra Cabello poderosa está de folga.


 

:- Amor de Dinda!!! Que bom te ver aqui meu neném!- Ela disse, assim que abriu a porta de sua casa.


 

:-Hey maravilhosa! Saudades - A abracei com carinho e ela deu o famoso “abraço coala”.


 

:-Fica paradinha ai esperando, que eu tô terminando de fazer o nosso lanchinho!- Ela fechou a porta e me guiou até o sofá.


 

:- Vê se não demora viu!!- Me sentei, olhando ela ir para o corredor.


 

:- Pode deixar minha gatinha!- Ela gritou, me fazendo rir baixo.


 

Enquanto Dinda preparava o lanche, mergulhei em pensamentos que estão me atormentando à uns tempos. E a causa disso, tem nome e sobrenome. Algo inevitável, eu não consigo parar de imaginar várias coisas… Taylor Jauregui está pondo meu mundo de cabeça pra baixo e tudo que eu acreditava ser, ela mudou em mim.



 

:- Heey Baby...Tá com a cabeça no mundo da Lua?- Ouvi a voz de Dinda Camila, que retornava da cozinha com nosso lanche na grande bandeja- Estava te chamando!


 

:- Perdão! Eu tava pensando em algo...- O meu sorriso foi involuntário, ao lembrar dela, sempre era.


 

:- Quem é ele!?- Dinda perguntou com um tom desconfiado.


 

:- Do que você está falando?- Me fiz de desentendida e peguei o copo de suco de laranja dando um gole no mesmo.

 

:- Júlia Hansen Hamilton!, eu lhe conheço e limpava até sua bunda menina!- Ela disse ao se sentar ao meu lado e rimos de seu comentário.


 

:- Não é ele Dinda...Eu tô lembrando do beijo dela!- Digo meio envergonhada e abaixei o olhar. Ela me encarou por alguns segundos, acho que tentando analisar o que eu tinha acabado de dizer.


 

:- Você...Huum, meninas? Oh meu Deus!- Ela disse desconcertada, me fazendo prender o riso.


 

:- É... uma menina Dinda, eu acho até que tô começando à gostar dela mesmo e tipo...Eu sempre só fico com as pessoas, mas ela me faz sentir saudade, viciei no beijo e tudo mais- A encarei na intenção dela me entender.


 

:- Ohh...Sim!- Dinda fez um gesto rápido com a cabeça- Você já gostava de meninas antes?


 

:- Não! Isso é que tá me deixando confusa

 

:- E quem é ela? -Senti meu corpo gelar, ao ouvir essa pergunta.


 

Mas pensei bem, devo admitir pra eu mesma. Estou sentindo algo por ela...Diferente de amizade e além de sexo. Será que paixão?! Oh meu Deus, Júlia Hansen Hamilton, olhe no que você se meteu! Puta que pariu.


 

:- Você conhece Dinda...É a Tay- Disse o nome dela,num murmuro.


 

:- Hã? Fala mais alto, eu não escutei!- Ela me encarou. Suspirei na tentativa de tomar coragem para admitir novamente.


 

:- Eu acho que gostando da Taylor Dinda!- Disse num tom mais alto, deixando a mesma boquiaberta.


 

:- Uou...- Escutei uma voz ecoar perto da porta e ao ver que era Lauren, senti as minhas bochechas queimando, não sabia onde enfiar minha cara. Queria sair dali correndo e esconder minha vergonha.


 

:- Oh...Olá Lolo- Mila levantou com ânimo e foi de encontro à Lauren que me encarava ainda.


 

:- L-Lauren, sobre o que...- Tentei dizer algo, mas não consegui.


 

:- Ela não vai falar nada, pode ficar calma meu amor!- Dinda veio, pegando na minha mão.


 

:- Não escutei nada...Não vi nada...-Laur levantou as mãos em rendimento- Mas posso fazer um comentário!?


 

:- Lolo, amor...A menina vai explodir de vergonha! -Dinda a encarou séria.

 

:- Deixa ela falar...- Olhei para Lauren  ainda muito envergonhada.


 

:- Faço muito gosto disso! Já até Shippo- Lauren disse rindo e subiu as escadas correndo.


 

:- As vezes me pergunto...Casei com uma mulher ou uma criança?! Canso de pedir para que você não suba as escadas correndo Lolo!!- Dinda disse cruzando os braços.


 

:- Desculpa Camz! -Laur fez cara de criança levada e logo desapareceu pelo andar de cima.


 

:- Você pode ficar tranquila, nós não vamos falar nada!- Mila se sentou ao meu lado- Quando suas viagens voltam?!


 

:- Daqui duas semanas...Vou pra França!- Digo para ela e olhei o meu celular e tinha uma mensagem dela:

 

"Posso te ligar?-Tay"

 

Sorri ao ver a sua mensagem e desbloqueio a tela de meu celular e digitei:

 

"Claro que pode amore!"

 

Olhei para Dinda, que está me encarando desconfiada.


 

:- É ela né?- Escutei sua voz ao voltar o olhar para o celular novamente.

 

:-Ela quem?- Me fiz de desentendida e ri baixo. Meu celular tocou e ao ver o número de Tay na tela e atendi.

 

*Ligação On*


 

:-Oi Ju!- Sua voz estava rouca, eu tinha certeza que ela estava morrendo de sono.

 

:-Oi Querida...Teve um bom almoço?- Cruzei minhas pernas, ficando em uma posição confortável.


 

:-HEY Tay!! Beijos cunhadinha!- Camila gritou ao se aproximar de mim.


 

:-Dinda!!!- A repreendi, mas não pude conter o riso- Me desculpe Baby!


 

:-Beijos Cunhadinha!-Taylor riu- Foi ótimo amor!


 

Como??? Ela me chamou de que?? Amor? Foi isso mesmo que ouvi?! Ain papai do céu.


 

:-Ah...Você tá com sono não é?!- É isso aí Júlia, haja naturalmente. Não passe vergonha por expor que está surtando por dentro.

 

:-Como você sabe?!- Ouvi sua risadinha baixa.

 

:-Com essa voz...Toda grossa! Eu não tenho dúvidas!-Digo com um sorriso ao deitar no colo da Dinda que perceber meu ato iniciou um cafuné maravilhoso, me fazendo fechar os olhos automaticamente.


 

:-A minha voz é assim sempre...-Ela riu em negação à própria frase- É! Eu estou com muito sono, te liguei para saber se tu não quer passar a noite lá em casa!?


 

:-Huumm...Que horas você chega?-Digo brincando com os dedos de Mila.

 

:-Hoje eu chego às 20:00 Pm. Então eu te encontro em frente à minha casa?


 

:-A gente se vê por lá! -Digo com a voz sonolenta.

 

:-Então tá bom meu bebê, Até depois e vai mimir um pouco!


 

:-Digo o mesmo para você! Até depois- Mandei um beijo e ela mandou outro, me fazendo encerrar a ligação. Olhei Dinda, que se segurava para não falar algo, dava para notar por sua expressão.


 

:-Pode falar Sra Jauregui!- Ri ao ver sua expressão transparecer alívio.


 

:-Ohhh meu Deus! Vocês são tão fofas juntas!!! Eu Shippo muito!!!! Você vai ser uma Jauregui no futuro, pode escrever! -Ela disparou sem nem respirar, o que me fez parar para raciocinar.


 

:- Camila! Calma...A gente é só amiga- Prendi o riso.


 

:-Amigas se beijam desde quando Júlia?, amigas agem desse jeito desde quando?

 

:-Desde...Desde sempre, eu acho- Senti as minhas bochechas queimarem.


 

:-Não sei disso não viu! Ainda aposto que isso vai dar namoro ou não me chamo Karla Camila Cabello Jauregui!-Ela empinou o nariz fazendo cara de metida.


 

:-Affs Dinda! Não inventa...Agora eu só quero dormir!- Me levantei do colo dela.


 

:-Vamos para meu quarto, tem a minha cama quentinha e tudo escurinho para a gente dormir!- Ela levantou logo após à mim, seguindo na direção das escadas. Subimos juntas e andamos lentamente até o quarto.


 

:- Que cama delícia! -Digo ao entrar no quarto, visando a cama para me jogar na mesma.


 

:-Eu que sou a delícia desse quarto!-Ela pulou na cama primeiro me joguei em cima dela.


 

:-Também né! Mas nada melhor do que uma caminha!- Me ajeitei melhor em seu colo, puxando a coberta.


 

:-Cause you all of me...-Escutei a voz rouca da irmã Jauregui mais velha pairar pelo quarto e levantei a cabeça, tendo a visão de uma Lauren totalmente molhada, saindo do banheiro enrolada somente em uma toalha.


 

:-Opaaaaa! Tem visita no seu quarto e não quero ver nada disso!- Digo ao a observar e a mesma levou um grande susto, dando um pulo e isso fez sua toalha cair…


 

:- Lolo!! Meu Deus- Assim que percebi a imagem de Lauren nua, fechei os olhos rapidamente caindo na gargalhada-Se cubra amor!- Mila disse calma.


 

:-Meu Deus Júlia! Me perdoa...Não sabia que...Puta que pariu!- Podia perceber o nervosismo em sua voz.


 

:- Tá tudo bem! Eu quem invadi o seu espaço!- Digo ainda de olhos fechados, sem parar de rir.


 

:-Ela já está coberta bebê, pode abrir os olhos!- Escutei a voz da Dinda Camila e abri meus olhos.


 

:-Vou me vestir para dormir com vocês! -Lauren disse ao entrar no closet.


 

Conversamos um pouco sobre vários assuntos antes de Lauren ser a primeira à pegar no sono e depois de alguns minutos falando com a Dinda sobre moda, fui escutando a sua voz cada vez mais longe e apaguei por completo. Entrando em um sono pesado.


 

                          [...]




 

Acordei eram 19:20 Pm, me despedi das duas depois de ter dormido muito bem e segui para casa de Taylor, com muito sono ainda. Ao chegar, percebi que as luzes ainda estavam apagadas, resolvi a esperar dentro do carro.


Notas Finais


Desculpe qualquer erro 😉😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...